– 5 passos para se observar com Compliance.

Falar sobre Compliance está na moda. E isso é muito bom!

A ética, a transparência e outras benesses sobre isso, de forma bem didática, no texto extraído de: https://jrsantiagojr.medium.com/compliance-sua-importância-e-causas-pétreas-fc3697363aec

COMPLIANCE: IMPORTÂNCIA, CAUSAS E SUAS CLÁUSULAS PÉTREAS

por José Renato Sátiro Santiago

Originário do inglês “to comply” a palavra compliance possui como um dos seus significados mais comuns, estar em conformidade. No mundo corporativo sua efetividade está relacionada com proporcionar maior segurança e minimizar riscos de instituições e empresas, ao garantir o pleno cumprimento dos atos, regimentos, normas, leis, internas ou externas, não apenas nas relações existentes entre seus colaboradores, mas, principalmente, junto aos quaisquer stakeholders externos. Cientes da extrema relevância do assunto, as empresas costumam colocar o compliance como um dos pilares de sustentação de seus negócios, sobretudo quando as pautas da ética, integridade e transparência são as suas bandeiras.

Não é por mero acaso que o compliance tem sido muito discutido e se tornado uma pauta muito presente nas atividades desenvolvidas em uma organização. Embora não haja uma receita pronta, uma vez que padrões de ética, integridade e transparência podem variar muito de uma empresa para outra, é de entendimento comum sobre o quanto alguns atos e/ou ações representam violações redundantes ao que costumamos chamar de “espírito” do compliance. Elas são carimbadas como se fossem agressões às suas causas pétreas. Para elas, não cabe discussão, sequer dúvida, a não ser, obviamente, para aqueles que têm a intenção de fazer análises muito particulares e, algumas vezes, pouco republicanas. Longe de ter a intenção de preparar uma lista definitiva, a seguir, são pontuadas algumas delas:

1. Qualquer atividade que componha o processo de contratação de produtos e/ou serviços deve ser devidamente registrada e realizada dentro do ambiente corporativo na presença de representantes oficiais das organizações envolvidas;

2. Caso haja qualquer relação de parentesco entre profissionais que atuem em empresas envolvidas em qualquer tipo de atividade desenvolvida em conjunto, a sua existência deve se explicitada e registrada de maneira formal para ambas as organizações;

3. É proibitiva a realização de qualquer encontro fora do ambiente corporativo com a participação de funcionários que atuam em empresas presentes em segmentos similares e/ou com as quais é possível existir qualquer tipo de relação comercial, a não ser que o mesmo seja informado previamente para os superiores imediatos e/ou para as áreas devidas das organizações envolvidas, e, ainda assim, devidamente aprovado e registrado explicitamente;

4. É impeditivo receber quaisquer benesses devida por conta da posição e/ou cargo ocupado pelo profissional na empresa, a não ser como exceção, devidamente explicitada previamente, quando o valor do “mimo” seja irrisório, o que é subjetivo de uma empresa para a outra, e que, ainda assim, seja ofertado de maneira pública para todos os profissionais envolvidos, sempre devidamente registrado de forma explícita;

5. A mera ocorrência de qualquer um desacordo com as questões acima pontuadas já torna impeditiva a participação dos envolvidos em ações futuras com as organizações envolvidas, sendo passível, inclusive, de imediato desligamento de acordo com as regras de compliance adotadas pelas empresas em questão.

A linha de conduta que costuma nortear as regras de compliance está relacionada com bom senso no que diz garantir o pleno hasteamento das três bandeiras, já citadas anteriormente, ética, integridade e transparência. No entanto, como bom senso, infelizmente, tende a ter uma maleabilidade assustadora para alguns, a dureza se faz necessária como forma de evidenciar quando a quebra ocorrer.

– Os 4 lances polêmicos em Palmeiras 0x0 São Paulo.

Flávio Rodrigues de Souza apitou muito bem o Choque-Rei, e acertou todos os lances capitais. Vamos aos 4 principais:

  1. Ferraresi, na frente do árbitro, agrediu o adversário. Total desequilíbrio emocional, sendo bem expulso. Acertou o juizão, sem vacilar na aplicação do cartão e nem precisar do VAR.
  2. Nestor entra na área e cai. Acertou em nada marcar, errando, apenas, em não aplicar o Cartão Amarelo por simulação.
  3. Calleri sobe com a mão, desnecessariamente erguida, em movimento antinatural e a toca. A mão não muda em nada o lance, não impede o adversário de a disputar, não “sobe e nem desce o dólar”, não teve relevância alguma… mas mão na bola não pode. Que branco do argentino! Acertou o árbitro novamente.
  4. Beraldo derruba Endrick em um contra-ataque que lhe dava uma oportunidade manifesta de gol. Trocou um possível gol por um cartão vermelho, corretamente aplicado pelo árbitro.

Um detalhe que incomoda: o tumulto que se está fazendo para impedir que o árbitro verifique imagens no monitor do VAR com tranquilidade. Se bobear, terá que existir uma área de isolamento fora do estádio, pois os jogadores e comissões técnicas, mesmo com o risco de amarelo, estão atrapalhando demais.

Em tempo: os atletas e treinadores não estão pilhados demais? Em determinado momento, parece que a questão do descontrole emocional estava acima da questão técnica e tática. Isso é muito chato…

Palmeiras x São Paulo: veja onde assistir, escalações, desfalques e arbitragem | brasileirão série a | ge

Imagem extraída de G1.com

– Entardecendo!

17h45, em Jundiaí –

🌄 Entardecer que nos traz motivação!
Como não se inspirar com a beleza da natureza?

📸 🌗 #FOTOGRAFIAéNOSSOhobby
#fotografia #sol #sun #sky #céu #nature #horizonte #paisagem #landscape #inspiração #mobgrafia #XôStress

– Dia de Santa Edwiges, padroeira dos endividados!

Hoje é dia daquela que se despojou pelos pobres: Santa Edwiges.

Pelos seus atos em vida, tornou-se santa da devoção dos que estão em dificuldade financeira. Veja o porquê, abaixo, extraído de CancaoNova.com:

HISTÓRIA DE SANTA EDWIGES

Edwiges nasceu na Alemanha medieval. Casou-se com o príncipe da Silésia, que hoje pertence à Polônia, e teve seis filhos. Depois da morte do marido e dos filhos, entrou para o mosteiro. Dedicou-se a ajudar os carentes e, com seu próprio dinheiro, construiu hospitais, escolas, igrejas e conventos. Ganhou fama de santa dos endividados ajudando detentos da região. Ela descobriu que muitos estavam presos porque não tinham como pagar suas dívidas. Foi reconhecida pela Igreja Católica em 1267.

Resultado de imagem para santa edwiges

Imagem extraída da Web.

– Pênalti ou não de Varela em Flamengo 1×0 Atlético-MG?

Aos 13 minutos, o Atlético Mineiro estava no ataque, há uma situação de bate-rebate onde a bola é espirrada para o alto. Ao cair, ela bate no braço esquerdo de Varela (CRF), que estava de costas

Aparentemente e pela descrição, não seria pênalti, mas lance involuntário, casual ou acidental, sem qualquer intenção (como houvera sido em Léo Pereira no Corinthians 0x0 Flamengo). Porém… veja o lance abaixo:

Ramon Abatti Abel, que exaltamos o bom ano que tem feito (provável FIFA em 2023), mas que nos últimos jogos têm cometido alguns pecados, entendeu que foi lance normal. Mas repare que o flamenguista está vendo a bola cair (há ciência dele da queda e tempo para o desvio), ele se vira e NÃO RECOLHE o braço, deixando-o no ar. Isso é o chamado movimento antinatural!

  • Se Varela viu a bola chegando e virou-se para trás, existindo tempo para o desvio, porquê não tirou o braço junto, e só o corpo?

Lá em 2013, quando o legislador criou o termo “antinatural”, ele se referiu a isso: quando um atleta tem uma “intenção disfarçada”, usa da esperteza e tenta tirar proveito, deixando que a bola bata nele

Para mim, respeitando as opiniões em contrário, pênalti não marcado. E entenda: é lance de interpretação, sem causar “nenhuma CPI ou caça às bruxas”, tampouco querer acabar com o VAR (que não pediu para o árbitro ir ao monitor pois não era erro crasso).

– Tio Renê se foi. Sobre ele e a sua representatividade de muitos torcedores anônimos:

Você que está lendo essa postagem, provavelmente não conheceu Renê Kesper, meu tio-avô materno, que faleceu na sexta-feira à noite. Mas compartilho essa breve história pela representatividade dela!

“Tio Renê” sempre gostou demais do Paulista FC. Meu pai, muitas vezes, saía do Medeiros e ía até a Agapeama buscá-lo para ir ao Jardim Pacaembu assistir o Galo (me lembro muito bem quando era garoto). Depois adoeceu e já não dava mais para frequentar o estádio, passando muitos anos acamado.

O lazer do final de semana do Tio Renê era ouvir o Galo. Era apaixonado, e quando chegava o dia de jogo, estando em casa ou no hospital, queria colocar a camisa e ouvir o rádio. Tornou esse rito algo obrigatório, que dava forças à ele estando onde estivesse.

Minha prima Rose escrevia sempre dizendo onde ele estava (se no lar ou internado), e quando o narrador Rafael Mainini, durante as transmissões da Difusora, mandava um abraço para o tio Renê, ele festejava com o hospital inteiro. Aliás, quando o Adilson Freddo abria as jornadas esportivas era como “o padre começando a Missa”: a hora do Paulista era sagrada!

O apito final do Tio Renê foi nesse final-de-semana, aos 96 anos (e foi enterrado devidamente uniformizado com o manto tricolor), e escrevo aqui não só por ele, mas para lembrar: quantos “Tios Renês”, anônimos, espalhados pela nossa região, não amam tanto o Paulista FC e no radinho anseiam para escutar o time entrar em campo? 

É a paixão, a diversão, o ânimo e, por quê não, o incentivo para distrair das dores de muita gente…

Não é “só futebol”, amigos. Não se deve deixar o Paulista sucumbir, pois muitos sucumbirão com ele, infelizmente.

luto — Instituto Federal da Paraiba IFPB

– Liturgia Diária de 16/10/2022: XIX Domingo depois de Pentecostes.

Domingo de 2ª Classe – Missa Própria Deus mesmo se oferece como salvação de seu povo (Introito). “Quando por mim em qualquer tribulação clamarem, eu …

Continua em: Liturgia Diária – 16/10/2022 – XIX Domingo depois de Pentecostes

– Corra que faz bem!

E mais um treino finalizado hoje, controlando os batimentos cardíacos.

Correr faz muito bem, traz equilíbrio para o corpo, para a alma e para a mente! E meus outros motivos para correr eu explicito aqui: https://professorrafaelporcari.com/2020/06/13/bom-dia-sabado-explicando-uma-historia-sobre-animo-e-mobgrafia-em-cores-e-cliques/

Imagem

– Bom dia, domingo (4 de 4).

🌅 6h – Desperte, Bragança Paulista, bem nublada.

Que o domingo possa valer a pena.

(E há de valer – creiamos nisso).

🍃🙌🏻 📸 #FOTOGRAFIAéNOSSOhobby
#clouds #nuvens #sky #céu #photo #nature #morning #alvorada #natureza #horizonte #fotografia #pictureoftheday #paisagem #inspiração #amanhecer #mobgraphy #mobgrafia

– Bom dia, domingo (3 de 4).

🌺 Fim de cooper! Valeu o treino (além do esforço).

Estou suado, cansado e feliz, alongando e curtindo a beleza da natureza. Hoje, com essas delicadas plantas: rosas.

Curta flores! Elas nos desestressam e aliviam a mente.

🏁🙆‍♂️#corrida #treino #flor #flower #flowers #pétalas #pétala #jardim #jardinagem #flores #garden #flora #run #running #esporte #alongamento

– Bom dia, domingo (2 de 4).

🙏🏻 Enquanto vou correndo, fico meditando e faço uma prece:

“- Ó Virgem Maria, Mãe de Deus e Nossa Mãe, rogai por nós que recorremos a vós. Hoje, especialmente pelos que perderam a fé e não crêem em mais nada. Amém.”

Reze, e se o que você pediu for para seu bem, Deus atenderá.

⛪😇 #Fé #Santidade #Catolicismo #Jesus #Cristo #Maria #NossaSenhora #PorUmMundoDePaz #Peace #Tolerância #Fraternidade

– Bom dia, domingo (1 de 4).

👊🏻 Olá amigos! Tudo bem? Domingão também é dia de se exercitar!

Por aqui, tudo pronto para suar mais uma vez em busca de saúde. Vamos correr a fim de produzir e curtir a tão necessária endorfina (controlando o cortisol)?

Pratique esportes. Sempre!

🏃🏻👟 #Fui #RunningForHealth #run #cooper #training #corrida #sport #esporte #running  #mizuno

– Hora de rezar.

Vamos à Missa?

Hoje, a liturgia nos fala sobre fé e justiça!

Não nos esqueçamos: Deus é bom o tempo todo.

Anúncio do Evangelho (Lc 18,1-8)

— Aleluia, Aleluia, Aleluia.
— A Palavra de Deus é viva e eficaz em suas ações; penetrando os sentimentos, vai ao íntimo dos corações. (Hb 4,12)

— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 1Jesus contou aos discípulos uma parábola, para mostrar-lhes a necessidade de rezar sempre, e nunca desistir, dizendo:

2”Numa cidade havia um juiz que não temia a Deus, e não respeitava homem algum. 3Na mesma cidade havia uma viúva, que vinha à procura do juiz, pedindo: ‘Faze-me justiça contra o meu adversário!’

4Durante muito tempo, o juiz se recusou. Por fim, ele pensou: ‘Eu não temo a Deus, e não respeito homem algum. 5Mas esta viúva já me está aborrecendo. Vou fazer-lhe justiça, para que ela não venha a agredir-me!’”

6E o Senhor acrescentou: “Escutai o que diz este juiz injusto. 7E Deus, não fará justiça aos seus escolhidos, que dia e noite gritam por ele? Será que vai fazê-los esperar?

8Eu vos digo que Deus lhes fará justiça bem depressa. Mas o Filho do homem, quando vier, será que ainda vai encontrar fé sobre a terra?”

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Imagem