– O didático lance entre Gil e Jean no Juventude 2×2 Corinthians.

Uma jogada de “Escola de Árbitros” em Caxias do Sul: aos 34m, Fagner (SCCP) cobra uma falta e Gil (estando milimetricamente em posição de impedimento) cabeceia a bola. A bola bate no braço de Jean (JUV) e o árbitro marca pênalti, pois não sabia que o corintiano estava à frente. Pênalti marcado, e após mais de 3 minutos de revisão no VAR, desmarcado.

Entenda:

  • Se Jean tivesse tocado deliberadamente na bola antes do cabeceio de Gil, esse toque teria habilitado o adversário (mas pela imagem, não tocou).
  • Se Jean não tivesse saltado com o braço de maneira anti-natural e ela batesse nele, não poderia ser marcado o pênalti.

Portanto, acertou a arbitragem (mesmo que demoradamente). A dúvida é: a linha traçada pelo VAR foi na hora do chute do Fagner? Vendo pelo GE.com, me pareceu que “soltaram” depois!

Tire suas conclusões: https://ge.globo.com/futebol/times/corinthians/noticia/2022/10/05/central-do-apito-salvio-spinola-explica-por-que-penalti-para-o-corinthians-foi-anulado-pelo-var.ghtml

Juventude x Corinthians: veja onde assistir, escalações, desfalques e  arbitragem | brasileirão série a | ge

Imagem: Globoesporte.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.