– O clique do dia foi…

… esse, da natureza perfeita.

E essas cores das flores, com o Lago do Taboão ao fundo? 

A fotografia é um hobby barato e inspirador!

Imagem

#FOTOGRAFIAéNOSSOhobby
#flores #fotografia #flowers #natureza #BragançaPaulista #paisagem #inspiração #mobgrafia #XôStress

– E se fosse verde? A chuteira do Jô em Bahia x Corinthians.

Acompanhando o Tricolor Baiano contra o Timão pelo Campeonato Brasileiro, e na segunda tela lendo os comentários pelo Twitter, me impressiona uma polêmica irracional: a cor da chuteira do atacante Jô.

Para mim, é “azul piscina”. Mas pode ser que dependendo da tela, a imagem fique meio esverdeada e traga à luz tal discussão.

E se fosse verde, qual o problema? Por que é a cor do rival Palmeiras? Então pinte a cor do gramado da NeoQuímica Arena de verde, ué (eu sei que a Regra não permite, foi apenas em tom de ironia).

Já ocorreu essa mesma situação com os ramos verdes da italiana Cirio no São Paulo, com o vermelho da Coca-Cola no Grêmio e o DDD 21 da Embratel que mudou de cor na camisa do Corinthians. 

Isso acontece apenas para agradar os fanáticos e alimentar certas bobagens. Pare com isso, estamos no século XXI! Aliás, os jogadores das equipes rivais, muitos deles são amigos e caem na farra juntos. E torcedor discute por essa coisa pequena.

Chega de fanatismo, que deturpa a realidade e nada mais é do que um desvio de comportamento, nunca uma virtude. Por exemplo: sou de Jundiaí e não posso assistir jogos em Bragança Paulista pela rivalidade de antigamente? O torcedor do Primavera de Indaiatuba não pode ter um clube grande da Capital pois só se permite torcer para um? Não posso dizer que Lionel Messi é melhor jogador do que Neymar por que ele é argentino?

obviedades, há vaidades e há idiotices em tudo isso. Imagine outras polêmicas, como um jogador que se assumisse gay ou falasse bem de um adversário… não tenho paciência para essas intolerâncias.

Abaixo, a chuteira da polêmica:

Oh! Louco meu - Que chuteira enJÔada

– Lázaro.

Sobre o bandido foragido Lázaro, de crimes absurdamente macabros, falamos dias atrás aqui: https://wp.me/p4RTuC-vxN.

O assunto agora é: como se dará a prisão, se é que ele será preso ou morto em confronto?

Antigamente, se esperava a hora do “Jornal Nacional” ou do “Fantástico” para aumentar a repercussão e noticiar o ocorrido de algo impactante. Não será assim dessa vez, mas certamente haverá uma espetacularização. E aí vem o medo: o “glamour” para um criminoso!

Não dá para esperar que, pelo que ele fez ou que faz, a coisa acabe bem… aliás, o trabalho que está dando para a Polícia é um típico roteiro de filme.

A pergunta é: por que matar sem piedade?

Lázaro Barbosa: representantes de terreiros denunciam truculência de  policiais durante buscas no Entorno do DF | Distrito Federal | G1

– O sofrimento cristão e o Socorro Divino.

Quem serve com alegria a Deus, muitas vezes é tentado a desanimar. Qual o “por quê”?

Porquê somos muito carentes e não percebemos Deus agindo na nossa vida. Ou não?

Talvez sim.

Às vezes, lamentamos que “fazemos as coisas para levar o Evangelho ao próximo” e parece que nossa vida é difícil e não recompensada. Mas quem disse que a “recompensa é agora”?

Duas coisas:

1 – Para o católico, a prosperidade nesse plano terreno não deve ser cobrada, pois o que vale é a Eternidade! Estamos aqui de passagem, não nos esqueçamos. Louvemos ao Senhor também pelas adversidades que enfrentamos, pois elas nos ajudam a “ganhar pontos para o Céu”.

2- Muitas vezes, Deus não está nos convidado a trabalhar para Ele e para os outros, mas sem nos darmos conta, as obras são para nós mesmos – para aprendermos, refletirmos e crescermos. Estamos atentos ou sensíveis a essa graça?

Não percamos a esperança, pois como dizia São Tomás de Aquino, Doutor da Igreja, “a esperança nos liga a Deus”. E a esperança é ânimo – ânimo vem de “anima”, animar, viver, ter a alma em elevação e.. buscar as coisas do Alto.

Entreguemos tudo nas mãos da Trindade Santa, pedindo a intercessão de Maria e confiemos. Lembrando: tudo passa, e Deus sempre provê.

– Dormir como uma criança… você consegue?

Sabe a expressão “dormir como uma criança”?

Ela pode ser bem representada nesta foto, abaixo:

Quantas vezes nós dormimos mal, pensando nos problemas diários e não conseguimos nos “desligar“?

O bom sono deve ser natural, sem medicamentos ou indução. E é possível?

Eu não sei. Só sei que há tempos eu não durmo como uma criança – e vou procurar melhorar isso. Durmo pouco por natureza, desde sempre. Mas a qualidade dele é que se faz preocupante.

– Flamengo 2×3 Red Bull Bragantino: o jogo dos ousados e a impiedade com Ceni.

Que jogão no Maracanã, não? O Flamengo perdeu para o Red Bull Bragantino por 3×2, e mesmo com os números expressivos apesar da derrota, Rogério Ceni é criticadíssimo nas Redes Sociais.

Considere: a partida foi bem disputada e os dois jovens treinadores (o técnico visitante Mauricio Barbieri treinou e armou o time, mas não pode dirigi-lo pois estava suspenso) colocaram suas equipes para buscar a vitória (fato raro nesse Brasileirão, onde as equipes – como Palmeiras, Corinthians e tantas outras – entram para não perder). Como reclamar?

A verdade é: ganhando ou perdendo, jogando bem ou mal, Ceni vive a antipatia pelo seu estilo “paulista” e seu comportamento “profissional demais”. Claro, some-se a sombra de Renato Gaúcho, que assombra o cargo de muitos técnicos brasileiros.

Uma eliminação na Libertadores da América causaria a demissão de Ceni e a contratação de Renato, encerrando esse lenga-lenga, ou isso poderia acontecer antes?

É incrível que com o percentual de aproveitamento do Flamengo a discussão seja essa…

De novo: parabéns ao Massa Bruta, que ganha voos mais altos com seu parceiro Toro Loko (uníssonos em equipe) e a lamentar os desdenhos de outros clubes que criticam clubes-empresas sérios.