– Vinícius Pereira da Silva, o “bonzão” racista do prédio!

REVOLTANTE! Veja só que ridículo o papelão que esse senhor racista promoveu, humilhando uma correta e humilde porteira negra.

Abaixo, extraído de: https://br.noticias.yahoo.com/morador-ameaca-porteira-em-predio-de-goiania-e-faz-ofensas-racistas-chimpanze-voce-nao-presta-185750241.html

MORADOR AMEAÇA PORTEIRA

Um homem ameaçou e fez ofensas racistas contra uma porteira de um prédio residencial do Jardim Goiás, em Goiânia (GO), neste domingo (18). Segundo a vítima, o homem, identicado como Vinícius Pereira da Silva, é morador do prédio e alegou ser policial.

Em uma gravação, feita pela própria vítima, divulgada pelo G1, o homem aparece disparando as ofensas. Mesmo com a câmera do celular ligada, Vinícius Pereira não se intimida e xinga a mulher de “macaca”. “Grava, macaca. Chimpanzé. Chipanga. Me encara, desgraça”, esbrabeja.

De acordo com a porteira, que preferiu não ter a identidade divulgada, a discussão começou porque o morador chegou de carro em frente ao portão da garagem e piscou os faróis, querendo entrar sem se identificar.

A funcionária, por sua vez, explicou que não poderia abrir para qualquer um que fizesse um sinal e que precisava que o homem se identificasse. Segundo o G1, isso teria irritado o morador.

Após as ofensas racistas, o homem subiu ao apartamento onde mora. Em seguida, ligou na portaria e continuou com a discussão. A porteira relatou ao G1 que perguntava a todo momento o motivo de estar sendo ofendida, mas Vinícius Pereira continuava com as injúrias raciais.

“Porque você não presta, desgraça. Você é uma merda, abaixo de zero”, teria dito ele.

Por fim, o homem ameaçou a porteira, dizendo ser policial e que iria descer armado. “Vou meter minha arma na cintura e vou aí resolver”.

A reportagem do Yahoo! Notícias não encontrou Vinícius Pereira da Silva, que aparece nas imagens, para pedir uma posição sobre a situação.

A Polícia Civil também não o encontrou para conduzi-lo à delegacia e colher depoimento. A corporação informou que ainda não levantou se o morador realmente é um policial, conforme se identificou à porteira. O nome do agressor também não consta na lista de pagamentos da policia civil de Goiás.

Em uma gravação, feita pela própria vítima, o homem aparece disparando as ofensas (Foto: Reprodução/TV Globo)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.