– Yayá Touré mudou de ideia por quê?

O Vasco da Gama festejava por ter dado “um chapéu no Botafogo”, ao anunciar o acordo do costamarfinense Yayá Touré com o candidato à Presidência do Gigante da Colina, Leven Siano.

Porém… o Vascão levou um “auto-chapéu”? 

O jogador agradeceu demais a oportunidade, e, amigável, desfez o contrato alegando que não poderia se mudar para o Brasil.

Caramba… depois de tanto tempo negociando, percebeu esse detalhe somente agora? Houve tempo para refletir sobre isso. Não dá uma impressão que a causa foi outra?

Será que:

  • Medo de morar no Brasil devido a infeliz fama da violência urbana?
  • Percepção da Realidade Financeira do Vasco?
  • Temor da Pandemia, agora que o epicentro está por aqui?
  • Má vontade da família dele em se aventurar na América do Sul?

De certo, algo aconteceu. Mas os rivais se aproveitarão disso e classificarão essa contratação desfeita como aquelas folclóricas de Anelka no Atlético Mineiro ou Drogba no Corinthians (embora, neste caso, houve a concretização do acordo, diferente dos exemplos citados).

YAYA TOURÉ NO VASCO - QUE HISTÓRIA É ESSA? - YouTube

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.