– O Fanatismo traz confusão até em Manifestação Pacífica dos Enfermeiros. Democracia?

Não importa se é de Esquerda ou de Direita (ou de lado nenhum): encher o saco de ENFERMEIROS, que estão dando a vida nesse momento tão delicado, é de uma insensibilidade ímpar!

Veja só que exemplo de falta de respeito à diversidade de opinião:

Extraído de: https://www.cnnbrasil.com.br/nacional/2020/05/01/enfermeiros-e-tecnicos-de-saude-homenageiam-colegas-que-morreram-por-covid-19

ENFERMEIROS E TÉCNICOS DE SAÚDE HOMENAGEIAM COLEGAS QUE COMERAM DE COVID-19

Enfermeiros e técnicos de enfermagem se reuniram, na manhã desta sexta-feira (1º), na Praça dos Três Poderes, em Brasília, para homenagear colegas que morreram por causa do novo coronavírus. Todos usavam máscaras e levantavam cruzes em direção ao Supremo Tribunal Federal e ao Palácio do Planalto.

Estavam presentes representantes do Sindicato dos Enfermeiros, Sindicato dos Técnicos e Auxiliares de Enfermagem, Conselho de Saúde do Distrito Federal, Conselho Regional de Enfermagem e professores da área.Coladas nas costas das pessoas que participavam do ato, estavam papéis com nomes de colegas que morreram.

De acordo com a enfermeira Marcela Vilarim, um dos objetivos da homenagem também era mostrar a necessidade de isolamento social. “A gente está dentro dos hospitais, a gente tá exposto a uma carga viral muito alta, a gente tá adoecendo e está morrendo. E não adianta a gente passar por tudo isso, ser chamado de heróis, coisa que não somos, pra depois a gente encontrar a população toda andando pela rua, sinalizações por parte dos governantes de afrouxamento do isolamento social. O nosso esforço está sendo em vão”.

Os participantes também pediam proteção dos trabalhadores que estão na linha de frente do combate à COVID-19. Eles pretendem entregar uma carta aberta ao ministro da Saúde, Nelson Teich. O documento ressalta a importância do isolamento social horizontal e pede equipamentos de proteção individual de qualidade, além de apoio e subsídios.

Um dos trechos do documento diz que, além do comprometimento físico perante a pandemia, “os profissionais que trabalham na área da enfermagem estão sujeitos a estresse relacionado ao local de trabalho, pressões familiares e comprometimento da saúde mental no confronto direto com a vulnerabilidade humana”. A carta ainda diz que os sistemas de saúde público e privado devem priorizar e assegurar condições de trabalho que evitem situações que aumentem os riscos de infecção.

CONFUSÃO

Após cerca de uma hora de manifestação, houve um desentendimento entre profissionais da saúde e um grupo de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro. Os admiradores do presidente disseram que os participantes do ato tinham pedido para moradores de rua usarem jalecos para participar da homenagem.

Os profissionais da saúde, no entanto, afirmaram que em nenhum momento houve esse pedido e que o grupo de apoiadores do presidente chegou gritando com eles. Os participantes da homenagem ressaltaram que a manifestação era para ser silenciosa e pacífica.Vídeos divulgados em redes sociais mostram um homem gritando, enquanto aponta o dedo na cara das pessoas que estavam no ato.

Profissionais da saúde contaram que houve agressões físicas e verbais. A confusão durou cerca de 15 minutos. Após o tumulto, os participantes continuaram a homenagem.

WhatsApp-Image-2020-05-01-at-17.29.49

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.