– Análise da Arbitragem de São Paulo 1×1 Corinthians

Uma pena a arbitragem de Wagner do Nascimento Magalhães. Quando ele entrou para o quadro da FIFA, discordei da sua indicação. Porém, estava apitando bem o Brasileirão 2017 (entretanto não foi testado em jogos de rivalidade como São Paulo x Corinthians, que talvez tenha extrapolado a de Corinthians x Palmeiras). Sentiu a pressão de um jogo importante e apitou com medo. Assim como errou contra o SPFC, poderia ter errado contra o SCCP. 

Dois erros da sua arbitragem, lembrando que considero acerto não marcar o lance de suposto recuo de Pablo (não foi) nem a suposta falta de Rodriguinho (também não foi). Os pecados foram:

  • O mau critério disciplinar: lances idênticos para aplicação de cartão amarelo tiveram avaliação diferente do juiz.
  • O mal anulado gol do São Paulo: é Cássio quem sai e tromba em Pratto, não Pratto que impede a defesa de Cássio. O árbitro estava totalmente encoberto e poderia ser ajudado pelo AAA, que nada fez.

A lamentar:

  • A pedrada / paulada no ônibus do Corinthians na chegada ao Morumbi.
  • As declarações pós-jogo dos atletas são-paulinos.
  • A nojenta comemoração de Gabriel.

Me recordo de uma comemoração semelhante em Rio Claro, num jogo da A3 do Campeonato Paulista, entre Rio Claro x Primavera. Eu havia dado 3 minutos de acréscimos e no derradeiro lance o time de Indaiatuba fez o gol da vitória. O centroavante que fez o gol foi em direção ao banco da sua equipe comemorar e aproveitou para fazer o mesmo gesto que Gabriel fez. O estádio veio abaixo! Imediatamente apliquei o cartão vermelho, ele foi embora do jogo antes da delegação pois torcedores cercaram o vestiário, e julgado pegou 4 jogos.

A questão é: existe um sexteto de arbitragem, vários “delegados” da FPF, observadores e até um sujeito que adora tirar foto de jornalistas para intimidá-los. Ninguém viu?

Leio muita gente falando de favorecimento. Nada disso, é incompetência mesmo.

bomba.jpg

– CNBB, Comissões Pastorais e Movimentos alertam para o momento social e político

por Reinaldo Oliveira

As duras transformações que estão acontecendo no cenário social e político, nem sempre com clareza para a população brasileira, têm sido motivo de preocupação para a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, Comissões Pastorais e Movimentos. Por este motivo nos últimos meses a CNBB tem manifestado sua preocupação com os temas em pauta no Governo Federal, Câmara e Senado Federal, através de comunicados à população. Também as Comissões Pastorais e Movimentos têm se manifestado.

Neste sentido desde abril de 2016 a Comissão 8 do Regional Sul 1 vem promovendo Fóruns e Seminários com os temas atuais – Reforma da Previdência e Leis Trabalhista e outros, trazendo importantes assessores para falar sobre estes temas para agentes de pastorais das 47 dioceses do Regional Sul 1.

A equipe de coordenação da Comissão 8, reúne-se ordinariamente na sede da CNBB, debatendo as pautas e articulando os Fóruns e Seminários, a saber: realizou Fóruns em Bragança Paulista, Região Episcopal Santana e na Diocese de Santos, e Seminários no Ipiranga, em São Paulo e em Limeira.

Em reunião no dia 20 de setembro definiu a pauta e tema do Fórum que será realizado no dia 11 de novembro em Campinas/SP. A Comissão 8 tem como presidente o bispo da Diocese de Lorena/SP – Dom João Inácio Muller e como coordenador o padre Walter Merlugo Jr. – da Diocese de Bragança Paulista. 

Em continuidade aos temas anteriores, o Fórum em Campinas, levará ao debate o tema: “Doutrina Social da Igreja: desafios e possibilidades na atualidade”, com assessoria do padre Antonio Aparecido Alves, da Diocese de São José dos campos. O local do Fórum será no Colégio Notre Dame, localizado a Rua Egberto Ferreira de Arruda Camargo, 151. A equipe de coordenação já trabalha no envio de carta convite aos bispos, dioceses e coordenações pastorais, para que enviem os agentes de pastorais para o debate deste importante tema. É isso!

Walter Merlugo - Dom João e Eu

– Policiais japoneses e a falta do que fazer!

No Japão, a criminalidade cai ano a ano. A taxa de homicídios por lá é de 0,73 a cada 100 mil habitantes. No Brasil, há 27 por 100 mil.

O grande “problema” lá é: a falta de serviço!

Em: http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2016/11/policiais-japoneses-enfrentam-um-problema-falta-do-que-fazer.html#utm_source=twitter&utm_medium=social&utm_content=jn

POLICIAIS JAPONESES ENFRENTAM UM PROBLEMA: FALTA DO QUE FAZER

Criminalidade caiu no Japão pelo 13º ano seguido. Em 2015, armas de fogo provocaram a morte de cinco pessoas em todo o país.

Pelo 13º ano seguido, a criminalidade no Japão está caindo. Existem cabines de polícia espalhadas por toda a cidade de Tóquio. São chamadas de koban. Servindo a uma população de mais de 13 milhões de pessoas, não deveria faltar trabalho aos policiais.

Mas eles são acionados, quase sempre, para ajudar gente perdida a encontrar um endereço ou receber carteiras, bolsas, achadas nas ruas. Não passa muito disso.

Os índices de criminalidade no Japão estão em queda há 13 anos. Os dados de 2015 foram divulgados agora em novembro. Em relação a 2014, o total de crimes caiu mais de 9%. Os homicídios ficaram abaixo de mil, uma redução de 11,5%.

Isso significa que, enquanto o Brasil possui uma taxa de homicídios de 27 vítimas para cada 100 mil habitantes, no Japão a mesma taxa é de 0,73.

Em 2015, armas de fogo provocaram a morte de cinco pessoas no Japão todo. Em 2014, foram 15 casos.

É rigorosamente controlada a venda de armas de fogo no Japão e conseguir uma autorização para portar uma é extremamente difícil. Além disso, segundo as autoridades, contribuiu para essa queda nos índices de violência a utilização de câmeras de vigilância nas ruas. Tudo isso criou um quadro que pareceria impossível numa grande cidade.

A tranquilidade de se andar pelas ruas a qualquer hora do dia, vale também para os policiais. Yasuo Sawai é advogado, mas já foi da polícia de Tóquio. Conta que durante os cinco anos patrulhando as ruas, não disparou um só tiro. Nunca sentiu necessidade, pois, segundo ele, o máximo de risco que um policial normalmente corre é enfrentar bêbados.
Ele disse como vê as notícias de violência em outros países: “Não existe troca de tiros aqui, eu vejo essas cenas como se fosse uma guerra.”

Mas nem tudo é perfeito. Com o envelhecimento da população japonesa, a fatia de idosos cometendo crimes tem aumentado. Em 2015, pessoas com mais de 65 anos responderam por 20% dos delitos.

Sobre o trabalho policial, houve várias denúncias de investigações que levaram à condenação de inocentes: policiais teriam pressionado suspeitos a confessar. Um crime que mancha a imagem de uma corporação que teria tanto para se orgulhar.

bomba.jpg

– A mudança de pensamento da CBF há 3 anos sobre tecnologia

As voltas que o mundo dá: há quase 3 anos, o atual Diretor de Desenvolvimento de Árbitro de Vídeo da CBF, Sérgio Correa da Silva, dava entrevista refutando a tecnologia alegando que tornaria o “futebol muito chato“.

Ué, o que o fez mudar de opinião em 3 anos?

Extraído de: https://professorrafaelporcari.com/2014/09/28/profissionalismo-e-tecnologia-repudiados-pelo-chefe-de-arbitros-da-cbf/

PROFISSIONALISMO E TECNOLOGIA REPUDIADOS PELO CHEFE DOS ÁRBITROS DA CBF

É de se lamentar a declaração do Presidente da Comissão de Arbitragem da CBF Sérgio Correa da Silva à Sportv durante a semana, depois do infeliz episódio sobre a orientação equivocada de bola na mão, cuja “orelha foi puxada” pela FIFA.

Em tom de desabafo (e até mesmo de arrogância), falando sobre as condições dos árbitros do Brasil, criticou a Profissionalização, reclamando que se fossem profissionais,

Não poderia mandar o sujeito que errar embora”.

Cômodo, não? Vejam alguns árbitros que há ANOS fazem lambanças folclóricas e ainda assim continuam nas escalas (e não são profissionais). Um árbitro profissional, que a grosso modo seria um membro FIFA, de elite e de excelência, caso errasse em um jogo importante, teria demissão sumária? Claro que não. Há alguns que apitam muito bem e nunca chegam a elite, sumindo aos poucos do quadro de árbitros. E há outros que começam a apitar no Maracanã e nunca se firmam, mas a bolinha é incansavelmente sorteada.

Pior é o discurso para a não utilização dos sistemas tecnológicos no futebol. Declarou Sérgio que:

“Vai acabar com a discussão e o futebol vai ficar muito chato. Vai tornar o futebol mais justo, mas vai perder a graça.”

Meu Deus! Se falamos cada vez mais em legitimar os resultados dentro de campo, e a tecnologia de ponta nos permite isso, por que rumar contra a maré?

Isso é um verdadeiro 7×1 do apito no futebol…

bomba.jpg

– Irã também está provocando os EUA? Ai, ai, ai…

Virou moda: depois de Kim Jong-un disparar mísseis balísticos provocando os Estados Unidos para demonstrar o “poder da Coréia do Norte”, agora é a vez do Irã lançar foguetes de longo alcance, tentando intimidar os americanos.

Estão cutucando Donald Trump com a vara curta, não? Loucos mexendo com louco não pode dar certo…

bomba.jpg

– Qual a final dos seus sonhos na Libertadores da América 2017?

Pelos clubes que sobraram nessa atual fase da Taça Libertadores da América, torço para uma final entre “os de mais camisa”: Grêmio x River Plate, Brasil x Argentina.

Se fosse com o desejo futuro da Conmebol, a final em jogo único não seria nem em Porto Alegre e nem em Buenos Aires, mas em São Paulo, Rio de Janeiro, Quito ou Lima (as 4 candidatas já inscritas à finalíssima quando o regulamento mudar).

Mas já pensaram em dezembro uma Final Mundial Interclubes com o milionário Real Madrid versus… o Barcelona de Guayaquil, patrocinando pelo “Banco Pichincha”? Não seria legal, embora curiosa. E caso o Grêmio não esteja na final, escreva aí: um dos árbitros da final será brasileiro, e pela lógica da CA da Conmebol, Sandro Meira Ricci apitará o jogo de volta.

Apesar do simpático time equatoriano, prefiro uma final entre “grandões”. 

bomba.jpg

– Nosso bom Amanhecer de Domingo em 5 cliques!

Bom dia. Madrugada fresquinha para um ótimo cooper-corujão. Vamos correr?
#Fui #run #cooper #saúde #corrida

bomba.jpg

Correndo e Meditando: “Ó Nossa Senhora dos Aflitos, rogai por nós. Amém.”
#Fé #Santidade #Catolicismo #Jesus #Maria #PorUmMundoDePaz

bomba.jpg

Fim de cooper – suado, cansado e feliz, curtindo a beleza das flores.
#corrida #running #flowers #CorujãoDaMadrugada #alvorada #flor

bomba.jpg

Desperta, Jundiaí! Boa jornada a todos.
#sol #sun #sky #céu #photo #alvorada #natureza #fotografia #paisagem #inspiração #amanhecer
bomba.jpg

Eis que o brilho do sol contagiou e animou nosso dia!
#natureza #paisagem #fotografia #amanhecer #morning
bomba.jpg

Ótimo domingo a todos.