– De novo a CBF promete usar o árbitro de vídeo em breve? Eu duvido!

O presidente da Comissão de Arbitragem da CBF, Cel Marcos Marinho, falou que não vai punir o árbitro adicional Eduardo Tomás de Aquino Valadão pelo erro em Corinthians 1×0 Vasco (veja aqui sobre o lance: https://is.gd/9fTZ2N) pois “ele estava concentrado em ver se a bola entrou ou não” (segundo relato do UOL, em: https://is.gd/WPThUw). Por tal motivo, segundo o Coronel, ele não conseguiu ver o momento da finalização do Jô.

Que infelicidade na fala! Chega a ser patético, pois se são coisas simultâneas (entrou ou não com o braço ou não), como dissociá-las? Certamente deve ter falado sem pensar por conta da pressão que deve estar sofrendo de Marco Polo Del Nero. Aliás, o presidente Del Nero recebeu nesta segunda-feira a visita de Eurico Miranda, o presidente do Vasco, e devido as reclamações vascaínas resolveu determinar a instalação do VAR no Brasileirão imediatamente, de acordo com a ESPN Brasil (aqui: https://is.gd/EIxFJh).

Quer dizer que depois de diversos adiamentos e enrolações (veja o cronograma em: https://is.gd/PfZVwG), o Cel Marinho, que havia prometido que em 2019 o VAR estaria implantado, deverá adiantar em 15 meses o tempo por ordem de quem verdadeiramente manda, o Marco Polo?

O EQUÍVOCO – como é que numa etapa do torneio, um determinado time X perde para o time Y por erro de arbitragem, mas no jogo do outro turno ele hipoteticamente poderia estar ganhando do mesmo time Y (também por erro de arbitragem), só que a existência do recurso tecnológico faz com que ele não se beneficie?

Não é defender a injustiça, mas as mesmas condições e variáveis do jogo ao longo do mesmo campeonato são indiscutíveis. Em campeonatos de fase mata-mata / eliminatória, se pode implantar algumas mudanças. Mas em pontos corridos, a regra deve ser a mesma no torneio todo.

Um registro pessoal: é mais um anúncio de Marco Polo que não se pode crer, já que é useiro de tais engodos. Eu acho que ele deveria ir pessoalmente a Europa para ver como os europeus trabalham a arbitragem. Aliás, por quê ele não viaja, não?

Curioso…

Sabe o que está parecendo? Aquele patrocínio da Crefisa na camisa dos árbitros (proibido pelas normas da FIFA, já que um árbitro não pode ser patrocinado por empresa de interesse / negócio em outro clube). Tentou-se fazer vista grossa, mas a regra teve que ser cumprida.

Alguém acredita que a FIFA vai deixar utilizar OFICIALMENTE a tecnologia, no meio de um campeonato profissional em andamento?

Eu duvido (e modestamente tenho acertado em duvidar, desde 2015…).

Em tempo: fazer o uso das imagens da emissora que transmite os jogos da TV aberta é indevido! Dá a possibilidade de que se crie a idéia de que os times de maior audiência possam ser favorecidos. Pior ainda é ventilar a questão de implantar em apenas alguns jogos da rodada – e na reta final, todos são importantes. Não vale dizer que o regulamento permite, pois seria, comparando abruptamente, “inconstitucional”.

RESUMINDO: não deve usar as imagens da TV Comercial (tem que ser independente), tem que estar em todos os estádios (não vale ter em determinado estádio e em outros não) e deve ser em TODO O CAMPEONATO (não só em algumas rodadas, deve contemplar o início e o fim). Qualquer coisa que se especule sem essas condições, sugiro que os clubes denunciem à FIFA!

bomba.jpg

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s