– A Vaidade em Comunidades

Uma Reflexão do Padre Zezinho é precisa quanto às pessoas que servem na Igreja e, “por descuido espiritual”, deixam-se levar pelas vaidades:

Quando a comunidade é cheia de solistas e carente de gente solidária, ela acaba em divisões incontornáveis. Nem poderia ser diferente. É o ‘Eu demais’ e ‘Deus de menos’.

Conhece lugar assim? Cuidemo-nos, pois podemos nós mesmos agirmos de tal forma.

Aliás, a ilustração de São João Maria Vianney com seu ensinamento iluminado é perfeito! Abaixo:

bomba.jpg

– Vasco ainda paga Romário???

Eu levei um susto: Eurico Miranda, na tarde desta terça-feira, falou sobre a situação financeira do Time da Colina, prometeu uma surpresa bombástica para a torcida vascaína (qual será ela) e até gozou os jornalistas com piadas.

Mas o que me surpreendeu foi: o Vascão AINDA pagava salários a Romário e Mauro Galvão.

Aí é sacanagem. Há quanto tempo esses atletas pararam de jogar e o que as gestões (de Roberto Dinamite e do próprio Eurico Miranda) andaram fazendo com o dinheiro do time?

Se fosse uma empresa, o Vasco estaria falido. E Eurico e Dinamite, como administradores, demitidos e rotulados como gestores fracos. Mas há quem os idolatre…

bomba.jpg

– Competência e Honestidade não têm sexo nem idade!

Ouvi o vereador paulistano Police Neto, logo após a polêmica do absurdo aumento dos salários em prol a eles mesmo (aprovado na surdina do final de ano), alegar que a próxima legislação será muito melhor (em especial no combate à corrupção) pois haverá “mais jovens e mulheres na Câmara”.

Você concorda com ele?

Eu não. Sexo e idade não são parâmetros para avaliar desempenho, competência e honestidade. Tivemos dois presidentes que sofreram impeachment: um jovem (Collor era assim chamado) e uma mulher (Dilma).

Ter caráter e lutar pelo povo independe de rótulos. São as atitudes desses legisladores que nos dirão algo!

bomba.jpg

– Empresário é empregado ou dono de jogador? Sobre Gabigol!

Os jogadores de futebol, na maioria das vezes por falta de instrução, acabam se levando pelos aconselhamentos dos empresários, sem contestação.

Um empresário é empregado do jogador. Mas você ouve constantemente o atleta dizer que não sei o que meu empresário tem conversado ou o que deseja fazer com meu futuro”.

Ora, empresário deveria ser uma espécie de procurador, um advogado que negociasse contrato, não proprietário do futuro do boleiro”.

Digo isso pois nessa semana Wagner Ribeiro, empresário de estrelas, falou em todas as emissoras de TV sobre Gabriel Barbosa. Na FOX Sports, chegou a dizer que Gabigol estava sendo humilhado na Internazionale!

O cara é vendido por 29 milhões de dólares; o empresário insiste na imagem de “novo Ronaldo Fenômeno”; dois treinadores não conseguem fazer o atacante render dentro de campo e ele vira reserva; recebe em dia e mora em Milão; e ainda se diz que ele é “humilhado”?

Imagine os atletas da A3 do Campeonato Paulista, os jogadores dos times pequenos do Norte/ Nordeste do Brasil, o que passam na carreira e ainda assim são felizes!

Aliás, é interessante a Wagner Ribeiro que o jogador permaneça na equipe italiana ou que seja negociado (recebendo por mais uma mudança de equipe)? Para a maior parte dos empresários, o negócio não é estabilidade ao seu “cliente”, mas sim transacionar seu “produto” a maior quantidade de vezes, ganhando mais dinheiro em todas elas.

E não se condene: se o jogador se considera feliz com a atuação do seu “patrão”, digo, do seu “dono”, assim seja. Mas será que não dá para o atleta se preparar melhor e insistir em ficar mais tempo em um time, ao invés de fechar uma porta sem tanta luta?

bomba.jpg

– Integrante de Quadrilha de Roubo de Cargas preso no Medeiros

Aqui em Jundiaí (no Condomínio Reserva da Serra, no Bairro Medeiros), um ex-policial foi preso por pertencer a uma quadrilha de roubo de cargas.

De novo esse tipo de situação em nossa região…

Aproveitando: se há quem rouba e revende carga roubada, há aqueles que COMPRAM as encomendas. Quem são eles? Para a Polícia tirar 10, seria bom descobrir.

Extraído de: http://g1.globo.com/sao-paulo/sorocaba-jundiai/noticia/2016/12/ex-policial-rodoviario-e-preso-suspeito-de-envolvimento-em-roubos-de-carga.html

EX-POLICIAL RODOVIÁRIO É PRESO SUSPEITO DE ENVOLVIMENTO EM ROUBOS DE CARGA

Ele foi localizado em casa, em um condomínio de luxo em Jundiaí. Investigação aponta a participação dele em pelo menos 20 assaltos.

Um ex-cabo da Polícia Militar Rodoviária foi preso nesta terça-feira (20), em Jundiaí (SP), por suspeita de envolvimento em pelo menos 20 roubos de cargas na região. De acordo com investigações de policiais do Departamento de Capturas e Delegacias Especializadas (Decade), ele foi localizado na casa onde morava, em um condomínio de luxo da cidade.

O condomínio fica às margens da rodovia Dom Gabriel, que liga Jundiaí a Itu (SP). Logo pela manhã, várias viaturas da Polícia Civil estiveram no local e fizeram a prisão do suspeito. Um carro de luxo também foi apreendido.

Ainda de acordo com informações de policiais do Decade, o policial rodoviário foi expulso há 10 anos da corporação. O motivo não foi informado. A operação que prendeu o suspeito também identificou e fechou uma fábrica de cigarros falsos em Mairiporã (SP) e uma refinaria na Zona Norte de São Paulo.

Na capital, os policias encontraram também cinco metralhadoras, sendo que uma delas pertence a Polícia Militar do Estado de São Paulo. O ex-cabo foi levado para uma delegacia da capital e depois deve ser encaminhado para um presídio da região.

bomba.jpg

ATUALIZANDO: O Jornal de Jundiaí, nesta 4a feira, traz a identificação do morador e outros detalhes mais exatos:

bomba.jpg

– A Boataria sobre o Dono da Havan só faz aumentar a atenção aos Trolls.

O Facebook está cada vez mais um mundo virtual de idiotices, infelizmente. As redes sociais, em geral, se tornam um ambiente de trollagens e mentiras que assusta e deixa até mesmo os mais espertos com a pulga atrás da orelha.

Uma hora é alguém doando cadeiras de rodas a esmo; outra é sobre como ganhar produtos curtindo ou compartilhando alguma coisa, e por aí vai (sem contar as correntes religiosas ou supersticiosas).

A última que mais impressionou levou ao fim da paciência do proprietário da catarinense Havan, uma empresa familiar capitaneada por Luciano Hang.

Em determinado momento, a Havan seria (para os trolls que fazem muita gente acreditar) dos EUA e usada para espionar o Brasil (por causa da Estátua da Liberdade, seu símbolo); outra hora seria dos filhos do Lula (o capeta assusta tanto que até o que não é, vira culpa dele), e em outros boatos seria da ex-presidente Dilma e/ou da sua filha. Hang resolveu aparecer nas peças publicitárias e mostrar que ele é o dono da empresa há mais de 30 anos, quando a fundou.

Deve ser um “pé no saco” o empreendedor ver que desacreditam em seu esforço e colocam na conta dos outros o sucesso do seu negócio.

bomba.jpg

– O Melhor, o Pior e os Outros do ano futebolístico em 2016

O calendário do futebol mundial “termina”, em tese, com a Copa do Mundo de Clubes da FIFA. Não há futebol profissional aqui no Brasil (exceto as peladas solidárias). Claro, na Europa é um pouco diferente e os campeonatos continuam (especialmente na Inglaterra).

No balanço final, alguns apontamentos sobre “melhores e piores” neste ano que está se encerrando:

A decepção: Internacional, rebaixado e mal administrado.

A surpresa: Kashima, o vice-campeão mundial de futebol da FIFA.

A regularidade: Atlético Nacional, que há tempos vem mostrando a evolução tática do futebol colombiano.

A afirmação: Palmeiras, que com investimentos financeiros, estruturais e científicos ganhou o Brasileirão.

O melhor: Zinedine Zidani, que brilha no Real Madrid como técnico da mesma forma como brilhou como jogador.

O pior: Cartolas da CBF, em todas as áreas.

A tristeza: Chapecoense e o acidente.

O “finalmente”: Portugal e seu título na Eurocopa.

O “espetaculoso”: Tite e a guinada da Seleção Brasileira.

O “brochante”: o futebol apresentado por Corinthians e São Paulo.

O “motivante”: ver Messi, Cristiano Ronaldo, Suárez e Neymar em campo.

E o que esperar para 2017?

Difícil afirmar, mas se fosse um desejo, parafrasearia Juca Kfouri: “Viaja, Marco Polo”

Em tempo: melhores árbitros do ano (é importante ressaltar): Daronco e Claus. Que surjam outros no ano que vem.

bomba.jpg

– A assustadora morte do embaixador russo na Turquia leva ao questionamento: a Guerra já começou? E a nossa Guerrilha aqui no Brasil?

A imagem impressionante (mais do que isso, o vídeo gravado) do assassino do embaixador Andrei Carlov (da Rússia), que covardemente foi morto por um terrorista radical durante uma entrevista em uma Galeria de Arte na Turquia assustou demais. Se mata alguém sem piedade, a troco de uma causa que, em tese, o inocente não está envolvido.

É crítica a situação da Síria, e para chamar a atenção, o matador (chamado Mevlut Mert Altintas) atirou a sangue frio para chamar a atenção do caos que se tornou aquele pobre país.

Tão grave quanto isso foi o caminhão que se atirou em uma feira na Alemanha, ontem também, matando mais inocentes ainda.

O fanatismo dos terroristas, incentivados pelo Estado Islâmico, não leva a crer que uma guerra está a iminência da sociedade? Ou ela já começou?

Isso nos permite ainda outra questão: aqui no Brasil não temos tais fatos, mas vivemos uma guerra particular de assaltos, crime organizado e medo urbano. Some-se ainda aos crimes de colarinho branco, que destroem a Saúde, a Segurança e a Educação do povo.

O Mundo passa por tempos difíceis, indubitavelmente.

bomba.jpg