– Salvem a Lusa! Mas ela se salvará?

Retomam-se as especulações de que o Audax do “mecenas” Mário Teixeira poderia salvar a Portuguesa de Desportos, cuja negociação envolveria o arrendamento do time e o estádio.

Cá entre nós: com tantos problemas, a Lusinha está em condições de exigir algo?

Uma pena que seja assim. A simpática Portuguesa usará da sua tradição para o convencimento da competência financeira dos interessados. No mais, nada poderá fazer.

bomba.jpg

– “O Juramento” é literatura obrigatória para quem gosta de futebol. 

Estive no lançamento do livro de ficção do jornalista Flávio Prado, intitulado “O Juramento“, nesta última segunda-feira no Club Homs.

Gente de bem ali presente, várias personalidades importantes do futebol brasileiro, além de outras notórias pessoas – dos treinadores Leão, Muricy Ramalho, Milton Cruz até o Padre Marcelo Rossi. Claro, além de vários colegas de profissão do Flávio.

Sobre o livro: uma imensa viagem no imaginário! Que leitura agradável, trazendo alguns exemplos de fatos verídicos do futebol com desfechos alternativos.

Quer que eu conte algum? Nada disso, compre o livro que valerá a pena!

bomba.jpg

– Os bancos quase não precisam mais de bancários

A Greve dos Bancários continua, embora, nesses dias tão digitais, há várias opções para driblar as agências fechadas. Afinal, se faz de tudo pela Internet.

A verdade é que a categoria de trabalhadores em bancos se tornou quase, de fato, dispensável pelos banqueiros. Prova disso? Viram as propagandas do Itau em que o correntista abre a conta pelo celular, escaneia seus dados e nem precisa de mais nada? É através do App “Itau abrecontas”.

Aliás, quanto custam os infinitos anúncios feitos em folha dupla nos jornais e revistas de grande circulação?

Tudo isso ajuda o cliente, pois é mais prático. Mas há outro fator: o cliente acaba, em muitos casos, trabalhando para o banco, pois com as tarifas que pagamos… tudo vira self service!

bomba.jpg