– O Novo Formato para a FIFA escolher o melhor jogador do Mundo

A FIFA se separou meses atrás da France Football Magazine da organização do “Bola de Ouro” e cada entidade realizará sua própria premiação ao melhor jogador do mundo. A Revista continuará com seu “Ballon d’Or”, e a FIFA anunciou a criação do “The Best Football Awards.

E aqui uma grande novidade: Gianni Infantino, o atual presidente, determinou que os torcedores participem da escolha de melhor treinador e melhor jogador. Assim, existirão “votos com peso”:

– 25% de uma Comissão de 200 jornalistas,

– 50% dos Capitães e Treinadores das Seleções Mundiais e

– 25% restantes do voto popular feito pela Internet.

Claro que o limite mostra uma salvaguarda para que não se tenha uma campanha direcionada para alguém, como no caso do Prêmio Puskas de 2015, onde os brasileiros turbinaram através de correntes nas redes sociais o voto ao jovem Wendell Lira (que já abandonou a carreira de jogador de futebol).

Gostou do novo modelo de escolha?

Ainda insisto: nunca a FIFA colocará em votação a escolha de “melhor árbitro” da temporada?

bomba.jpg

– Gasolina Brasileira versus Gasolina Paraguaia

Veja se não é um desaforo ao motorista brasileiro.

Nesta virada de mês (outubro/novembro), o preço da Gasolina no Brasil está por volta de R$ 3,60 no Estado de São Paulo. Na cidade paranaense de Foz do Iguaçu, o preço médio gira em torno de R$ 3,80, mas se você atravessar o Rio Paraná pela Ponte da Amizade (500 metros apenas), abastecerá seu veículo em algum posto de combustível de Ciudad del Este (Paraguai) a R$ 2,30.

Detalhe: a concentração de Anidro na Gasolina de lá é menor do que a nossa, e boa parte é distribuída pela Rede de Postos Petrobrás do Paraguay… (sim, o Paraguai também compra gasolina do Brasil).

O que dizer?

bomba.jpg

– E como fica a suspeita de Fraude da UNIP e da UNINOVE no ENADE?

Na semana passada, a Revista Veja divulgou uma reportagem onde a Universidade Paulista e o Centro Universitário Nove de Julho promoviam golpes para turbinar a nota no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes.

Até agora, nenhum desfecho do caso.

Compartilho, extraído de: http://m.folha.uol.com.br/educacao/2016/10/1825542-governo-apura-suspeita-de-fraude-de-unip-e-uninove-em-avaliacao-federal.shtml

GOVERNO APURA SUSPEITA DE FRAUDE DE UNIP E UNINOVE EM AVALIAÇÃO FEDERAL

O MEC (Ministério da Educação) promete abrir uma investigação para apurar supostas fraudes de universidades particulares no Enade (Exame Nacional de Desempenho de Estudantes), prova federal que mede a qualidade dos cursos e serve para regulação do ensino superior.

Dois dos maiores grupos educacionais particulares do país, a Unip e Uninove, usaram estratégias para manipular os resultados no exame, segundo reportagem deste final de semana publicada pela revista “Veja”.

Segundo a publicação, as instituições selecionavam só os melhores alunos para fazer a prova. Com os estudantes de baixo desempenho fora do exame, conseguiam notas médias mais altas.

Segundo a pasta, o caso também será encaminhado para uma investigação do Ministério da Transparência.

O Enade faz parte do sistema de avaliação do ensino superior. Pelas regras, a prova é obrigatória a todos concluintes dos cursos avaliados (um grupo de graduações é avaliado a cada três anos).

As notas compõem os indicadores de qualidade que definem a continuidade de um curso ou o funcionamento da instituição. Também são critérios para acesso a programas federais, como Fies (Financiamento Estudantil) e o ProUni (Programa Universidade Para Todos). Resultados positivos são ainda usados em propagandas.

ESTRATÉGIAS

Segundo a reportagem da “Veja”, a Uninove impedia que alunos ruins concluíssem o curso, chegando a não oferecer disciplinas em determinados semestres a esses estudantes. Outra estratégia era adiantar a formatura de alunos com baixo desempenho a partir de avaliações que nem sequer eram corrigidas.

Dessa forma, eles ficavam de fora do Enade. Coordenadores também alteravam respostas nos questionário de alunos, excluindo avaliações negativas ao curso. Para fazer isso, obrigavam os alunos a acessar as perguntas com uma senha padrão.

“Li alguns questionários e não estão bons. Mudei o que pude”, descreve uma diretora da Uninove, em mensagem reproduzida pela revista.

Na Unip, os melhores alunos eram escolhidos a partir de uma prova interna, similar à do Enade. Aqueles com pior desempenho eram reprovados propositalmente em várias disciplinas e, dessa forma, não faziam o exame.

Uma funcionária da Unip aparece em um vídeo de 2012, publicado no site da revista, orientando coordenadores a realizar essa prática. “A ideia é deixar alguma DP [dependência] para cumprir em agosto de 2013 para ficar fora do Enade”, afirma ela na reunião gravada.

A Folha não conseguiu falar com a Unip e Uninove. À revista as duas instituições negaram irregularidades no exame. Os casos citados são entre 2012 e 2013.

HISTÓRICO

Surgiram em 2012 denúncias de que a Unip fraudava o Enade ao inscrever no exame federal apenas alunos com bom desempenho.

Ainda sob o governo Dilma Rousseff, o MEC alterou, em março de 2012, as regras de participação no Enade. Além dos concluintes em dezembro, também passaram a fazer a prova estudantes que concluíssem o curso seis meses depois.

Era uma forma de exigir a participação daqueles que, por ventura, haviam tido a formatura postergada. No vídeo da “Veja”, entretanto, a funcionária da Unip cita formas de deixar alunos com DP em semestres anteriores. “Uma [DP] bastava na regra passada. Agora não basta mais”, diz.

Ainda em 2012, o MEC determinou auditoria presencial na Unip. O relatório final apontou que não havia irregularidades.

Na mesma época, a pasta admitiu que tinha informações de outras 30 instituições suspeitas de inflar o Enade. Não há notícias de punições.

bomba.jpg

– De novo, Neymar?

Toda semana Neymar está entrando em confusões desnecessárias. Dias atrás foi contra o Valência (após xingar a torcida adversária e levar uma garrafada). Neste último sábado, enfrentando o Granada, levou uma discussão do campo para o túnel dos vestiários.

É só com ele? O que se passa?

Repito o que já escrevi: Neymar, com um estafe tão grande que tem por trás dele, precisa de uma assessoria de imagem mais competente para que se evite tais polêmicas. E, claro, mais equilíbrio emocional.

bomba.jpg

– Marininha Dó Ré Mi

Coisas que encantam e orgulham os pais: filhota tocando Dó Ré Mi naquele “pianinho de flauta” (claro, não entendo o nome de muitos instrumentos musicais).

A edição do vídeo foi dela, envelhecida mesmo!

Boa música em: https://www.youtube.com/watch?v=sphU3MJR71E

– Dia das Bruxas ou Dia do Saci?

Tenho amigos que acreditam em Saci-Pererê. Aliás, são criadores de sacis e possuem até mesmo uma associação (ANCS – Associação Nacional dos Criadores de Saci)! E duvide deles para você ver…

Digo isso pois hoje é o Dia do Saci! A data foi criada em 2005, contrapondo-se à festa do HalloweenÉ uma espécie de resposta do folclore brasileiro a uma inculturação americana.

Entretanto, tanto o Saci como o Halloween tem origens diversas. Uma das estórias conta que o Saci era uma entidade indígena que conhecia as plantas, uma espécie de “deus das ervas”, e misturando-se com a cultura afro, virou negrinho e começou a fumar cachimbo. Depois, nossos escritores o tornaram mais simpático com gorrinho e molecagens! Já o Halloween tem origem Celta e era a festa das vésperas do Dia de Todos os Santos, uma celebração pagã que encontrou um sentido sincrético-religioso.

Dois textos abaixo sobre esse assunto, com as citações abaixo:

DIA DO SACI

O Saci, ou Saci-pererê, é um personagem bastante conhecido da mitologia brasileira, que teve sua origem presumida entre os indígenas da região das Missões, no Sul do país. Inicialmente retratado como um endiabrado, é uma criança indígena, com uma perna e de cor morena, com a diferença de possuir um rabo. Suas histórias se espalharam e chegando à Região Norte do Brasil, a mitologia africana o transformou em um negrinho que perdeu uma perna lutando capoeira, imagem que prevalece nos dias de hoje. Herdou também a cultura africana do pito, uma espécie de cachimbo, e da mitologia européia, herdou o píleo, um gorrinho vermelho.

Considerado uma figura brincalhona, que se diverte com os animais e pessoas, fazendo pequenas travessuras que criam dificuldades domésticas, ou assustando viajantes noturnos com seus assobios. O mito existe pelo menos desde o fim do século XVIII. O saci não tem amigos, vivendo solitário nas matas. Também conhecido como menino de uma só perna.

A função desta “divindade” era o controle, sabedoria, e manuseios de tudo que estava relacionado às plantas medicinais, como guardião das sabedorias e técnicas de preparo e uso de chá, mezinhas, beberagens e outros medicamentos feitos a partir de plantas.

Como suas qualidades eram as da farmacopéia, também era atribuído a ele o domínio das matas onde guardava estas ervas sagradas, e costumava confundir as pessoas que não pediam a ele a autorização para a coleta destas ervas.

O primeiro escritor a se voltar para a figura do Saci-Pererê foi Monteiro Lobato, que realizou uma pesquisa entre os leitores do jornal O Estado de S. Paulo, colhendo depoimentos sobre o nosso “diabinho”. O resultado foi publicado (1918) em forma de livro: ‘O Sacy-Pererê – resultado de um inquérito’; além de publicar ‘O saci’ – obra-prima sobre o folclore brasileiro – Lobato utilizou a figura do simpático diabrete no conto Pedro Pichorra, em que um menininho se vê confrontado com o seu medo ao Saci. Imortalizado nas histórias contadas à beira das fogueiras nas cidades do interior do Brasil, o Saci ganhou um novo e importante aspecto cultural nos livros de Monteiro Lobato e nas histórias em quadrinhos de Ziraldo, criador da ‘Turma do Saci Pererê’, alcançando desta forma, também as crianças da cidade grande. Figura ainda em muitas histórias do Chico Bento, personagem criada por Maurício de Sousa, típico caipira do interior paulista. Com a contribuição destes escritores o mito do Saci sobrevive à invasão das culturas estrangeiras amplamente divulgadas pela mídia. Com a transposição dos textos de Lobato para a Televisão, o Saci deixou o imaginário para ser personificado numa figura de carne e osso.

O Saci é apenas o mais famoso integrante do Dia das Bruxas nacional.

DIA DO HALLOWEEN

Todos os anos, na noite de 31 de outubro, milhões de crianças de toda a América do Norte pintam seus rostos, vestem fantasias e vão de porta em porta coletando doces. Os adultos freqüentemente decoram suas casas com figuras fantasmagóricas, esculpem rostos assustadores em abóboras e põem velas dentro delas para criar lanternas. Infelizmente, em meio a milhões de norte-americanos satisfeitos em suas fantasias, muitos são ademais muçulmanos. Esse artigo ira emitir alguma luz no significado e nas origens da véspera do Dia de Todos os Santos e porque muçulmanos não deveriam participar desta data.

Origens do festival da Véspera do Dia de Todos os Santos

O clássico festival celta (irlandês/escocês/galês), chamado “Samhain”, é considerado por muitos historiadores e eruditos o predecessor da atual Véspera do Dia Todos Santos. Samhain era o dia de Ano Novo dos celtas pagãos. Era também o Dia dos mortos, época em que se acreditava que às almas dos que morreram durante o ano era permitido acessar na “terra dos mortos”. Muitas crenças tradicionais e costumes associados ao Samhain continuam sendo praticados atualmente no dia 31 de outubro.

Os costumes mais notáveis são a prática de deixar oferendas como comida e bebida (hoje doces) para foliões mascarados e fantasiados e, o ato de acenderem fogueiras. Elementos desse festival foram incorporados ao festival cristão de Véspera de Todos os Santos, a noite que precede o Dia de Todos os Santos.

O significado do nome “hallow-even” (Véspera do Dia de Todos os Santos) foi o que nos deu o nome “halloween”. Até recentemente, em algumas partes da Europa acreditava-se em que nessa noite os mortos andavam entre eles e que as bruxas e feiticeiros voavam com eles. Preparando-se para isso, fogueiras eram feitas a fim de repelir esses espíritos maléficos.

No século XIX, brincadeiras de bruxas foram substituídas por travessuras de crianças. O espírito do samhain, uma vez acreditado ser selvagem e poderoso, é agora reconhecido como sendo maligno. Devotos cristãos começaram a rejeitar esse festival. Eles descobriram que os supostos deuses, deusas e outros seres espirituais das religiões pagãs eram trapaças diabólicas. As forças espirituais as quais as pessoas experimentaram duramente o festival eram certamente reais, mas eram manifestações do mal que desencaminhava as pessoas para o culto de falsos ídolos. Conseqüentemente, eles rejeitaram os costumes associados à Véspera do Dia de Todos os Santos, incluindo todas as representações de fantasmas, vampiros e esqueletos humanos – símbolo dos mortos, do diabo e de outras malignas criaturas. É preciso ser notado também que, ate hoje, muitos adoradores de “satã” consideram a noite a noite de 31 de outubro como sendo a mais sagrada e, muitos devotos cristãos hoje continuam se distanciando desse festival pagão.

Texto 1- Extraído de: CLIQUE AQUI

Texto 2 – Extraído de: CLIQUE AQUI

saci_perere.jpg

– São Paulo e Corinthians terão um campeonato à parte?

Tanto o Tricolor quanto o Timão têm uma missão bem clara nesse restante de Campeonato Brasileiro: saber quem estará a frente do outro!

Sim, esse será o duelo até o final de 2016: o Corinthians que em alguns momentos lutou pela liderança, e o São Paulo que em muitas rodadas fugiu da zona de rebaixamento, podem estar colados na classificação geral dependendo da combinação das próximas duas rodadas.

Dessa forma, um clássico que nada parecia valer, pode ganhar motivação especial: se o Corinthians se manterá à frente do São Paulo ou se o time do Morumbi realmente engrenou.

O curioso é: ambas equipes possuem treinadores não tão bem quistos pelos seus torcedores. Afinal, são-paulinos e corintianos não soltaram rojões (somente reclamações) quando souberam que seus técnicos seriam Ricardo Gomes e Oswaldo de Oliveira, respectivamente).

bomba.jpg

– Sobre o Resultado Final das Eleições Municipais de Jundiaí

A democracia venceu, e isso é o mais relevante de tudo. Tanto Luiz Fernando Machado (PSDB) e Pedro Bigardi (PSD) encerraram suas campanhas de maneira correta (embora, sabemos, alguns fanáticos “trollaram” nas redes sociais com muita insistência nos últimos dias – mas isso não é exclusivo dos dois candidatos).

Luiz Fernando teve 58,58% dos votos válidos (116.019) e venceu a corrida à Prefeitura Municipal. Bigardi teve 41,42% (82.044), não se reelegendo.

Para quem votou em LFM, deve agora festejar e o apoiar. Claro, cobrar a confiança depositada.

Para quem votou em PB, deve agora cobrar e o fiscalizar. Claro, é o convencimento exigido de quem votou contrariamente.

Para uma cidade ideal, temos que ter as forças unidas para o bem de Jundiaí, independente do partido ou da pessoa. A oposição deve ser responsável, mas não passiva tampouco xiita.

Foram 290.278 eleitores jundiaienses habilitados a votar. E isso é muito preocupante, pois se você levar em conta os resultados de todos os votos anulados e dos ausentes, eles atingem 31,76%. Ou seja, quase 1/3 da população eleitoral que têm direito a voto (equivalente a 92.215), por qualquer motivo que seja, não quis nem Luís Fernando e nem Pedro Bigardi.

E isso dá maior responsabilidade ao prefeito eleito: contentar seus eleitores (116.019 votos), os eleitores do adversário (82.044), os eleitores que não compareceram à votação (58.549), os eleitores que votaram em branco ou anularam o voto (33.666).

O otimista dirá: o prefeito eleito representa a maior parcela dos eleitores jundiaienses que fizeram uma escolha. Já o pessimista dirá: o prefeito eleito, apesar dos mais de 116 mil votos, não teve o voto de 174.259 jundiaienses.

Política é assim. Todos nós, nesse momento de transição, devemos torcer para uma cidade melhor.

Boa sorte ao novo prefeito a partir de 2017, Luiz Fernando Machado, e obrigado ao atual prefeito até 31 de dezembro de 2016, Pedro Bigardi.

O importante é: Pra Frente e Para o Futuro, que Jundiaí seja um lugar sempre adequado para os nossos filhos. E sem radicalismos, nem de esquerda e nem de direita.

bomba.jpg

– DNJ: Catolicismo celebra o Dia Nacional da Juventude

Com o tema “Juventude e Nossa Casa Comum”, tendo como lema “Vou criar novo céu e nossa terra”, a Igreja Católica celebra neste último domingo de outubro uma data reservada aos jovens.

Compartilho, extraído de: http://maradentro.com.br/juventude-e-nossa-casa-comum-e-o-tema-do-dnj-2016.html

DIA NACIONAL DA JUVENTUDE

por CNBB

“Juventude e Nossa Casa Comum” é o tema da 30ª edição do Dia Nacional da Juventude (DNJ), a ser celebrado no último domingo do mês de outubro, dia 30. Este ano, o evento busca inspiração na Encíclica Laudato Si, do papa Francisco a partir do lema “Vou criar novo céu e nova terra”.

De acordo com o bispo de Caruaru, no Pernambuco, e membro da Comissão Episcopal Pastoral da Juventude da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Bernardino Marchió, o DNJ não só acolheu a Encíclica do papa como também teve como base a Campanha da Fraternidade 2016.

Para ele, o DNJ conscientiza os jovens do Brasil a terem responsabilidade com a Casa Comum. “O mundo que os jovens sonham é o mundo que eles devem construir hoje. Eles não podem esperar daqui a 30 anos, porque depois tudo isso que nós temos nas mãos pode se acabar, pode ser destruído, então é nossa responsabilidade. Todos nós temos que colaborar e participar”, afirma o bispo.

Dom Bernardino convida, ainda, os jovens a participarem da iniciativa. “O meu convite é que participem em todas as dioceses dessa iniciativa e procurem cada vez mais cuidar da harmonia, da natureza e da beleza das coisas que Deus nos deu”, finaliza.

Para auxiliar as comunidades, paróquias e dioceses, a Comissão Episcopal para a Juventude da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) disponibiliza livretos e cartazes, elaborados e impressos pelo Centro de Cursos de Capacitação da Juventude (CCJ) para downloads.

Além disso, também é possível ter acesso ao suplemento formativo. Atendendo ao pedido do papa Francisco de ser ‘uma Igreja em saída’, o material sugere ações concretas para os jovens, como o plantio de árvores e coleta seletiva do lixo. Outro tema abordado é a festa dos 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida, no Rio Paraíba do Sul.

Outras ações

Apesar do DNJ ser comemorado este ano, no último domingo do mês de outubro, em diversas paróquias e dioceses o momento já conta com programações agendadas. Fique atento ao site da sua diocese e confira a agenda dos próximos encontros.

Acesse o site dos Jovens Conectados e baixe os subsídios do DNJ.

bomba.jpg

– Napoli de Maradona versus o de hoje!

O time do momento na Itália é a “Vecchia Signora“. A Juventus de hoje é forte, e no último certame, só o Napoli fez frente à equipe.

Dom Diego Maradona, o maior argentino que vi jogar, disse que “se fosse o Napoli do tempo dele, golearia a Juve desta temporada.“.

Quer saber? Ele tem toda a razão. O time de Maradona, Careca e Alemão era certeza de show de bola.

bomba.jpg

– Eleições aqui e lá!

Leio que no sábado vários manifestantes pró e contra a candidatura de Donald Trump à Presidência dos EUA se enfrentaram na… Avenida Paulista, em São Paulo.

É mole?

Alienação dos problemas brasileiros ou muita interação com o pleito americano? Ou a 3a opção: idiotas mesmo?

Aliás, algo que começa a se tornar um fanatismo aqui também: a “torcida” dos 2os turno de Eleições. Para os dois lados, vale tudo! Até se aproveitar de apoiadores que criam vídeos difamatórios. Quem perde, claro, é o eleitor / cidadão, pois sem saber das propostas acaba desacreditando na Democracia e vota em Branco / Nulo (ou se ausenta).

bomba.jpg

– 9 semanas do(a) nosso(a) bebê!

Nosso(a) segundo(a) filho(a) está completando 9 semanas na barriga da mamãe. E sabe o que acontece na nona semana de gravidez?

Extraído de: http://www.pampers.com.br/gravidez/gravidez-semana-a-semana/serie-de-artigos/gravida-de-9-semanas

Seu bebê na 9ª semana de gravidez

Seu bebê tem o tamanho de uma cereja.

Adeus ao rabinho

Seu bebê, agora conhecido como feto, está parecendo cada vez menos uma bolha rosa agora que a cauda desapareceu. Com o tronco esticado e alongado, seu pequeno tem aproximadamente 2,5 cm de tamanho nesta semana. 

Pico de crescimento

Esta etapa é um período crítico para o desenvolvimento dos braços e das pernas. As pernas aumentam e os botões que acabarão por se tornar os dedos começam a brotar. Enquanto isso, os braços ficam mais longos e começam a dobrar no cotovelo. A estrutura básica das mãos está se formando também, com os dedos e um polegar. O fígado, a vesícula biliar, o baço e a glândula adrenal do seu bebê estão trabalhando duro para se desenvolverem. 

Em movimento

As nove semanas marcam o início do período da dança! Seu pequeno começa a se mover vigorosamente, mesmo em resposta a estímulos de fora do corpo da mamãe. Tente ser paciente: Você terá de esperar até o segundo trimestre para realmente sentir esses movimentos.

Sua gravidez na 9ª semana 

Abra alas para o leite

Seus seios estão provavelmente maiores, mais pesados e sensíveis ao toque. Embora eles continuem a aumentar durante toda a gravidez, a sensibilidade deve diminuir até o final do quarto mês. Você também pode começar a notar pequenos nódulos brancos em suas aréolas (a parte de cor escura do mamilo). Essas glândulas, chamadas tubérculos de Montgomery, produzirão óleos para manter seus mamilos úmidos durante a amamentação. 

Caia na piscina 

Muitos especialistas consideram a natação como o melhor exercício para mulheres grávidas, porque não força as articulações. O hormônio relaxina que agora está percorrendo seu corpo faz com que as articulações fiquem soltas para que sua pélvis possa se expandir durante o parto. Apesar disso ajudar durante o parto, certifique-se de evitar quaisquer exercícios que possam colocar pressão demais sobre as articulações nesse meio tempo. 

Você sabia?

Você não vai sentir isso ainda, mas o bebê começou a se mover! Os braços do seu bebê cresceram mais e começaram a dobrar no cotovelo. Das pernas também surgiram os botões que se tornarão dedos.

a6

– Amanhecer de um bom domingo em 6 cliques!

Amanhecendo bem cedo para começar o dia com alegria. Afinal, que seja um domingo de calmaria e inspiração. Primeira atividade, fui correr:

bomba.jpg

Durante a corrida, rezando pela intenção da paz ao mundo, pedindo pela intercessão à Nossa Senhora de Caravaggio (uma belíssima invocação):

bomba.jpg

Pós-treino, alongando e curtindo o sol nascendo. Olha ele aí ele bem discreto:

bomba.jpg

Discreto, eu disse? Agora o sol já está se firmando, todo exibido… Olha que belezura:

bomba.jpg

Enfim raiou o sol. Pronto, a paisagem está exuberante, veja seus raios imponentes:

bomba.jpg

Para terminar a manhã mobgráfica, uma cena bacana: o ataque dos insetos ao meu pezinho de Romã. Quer algo mais bucólico e caipira do que isso?

bomba.jpg

Ótimo domingo a todos.

– Somos, de fato, humildes? Um post para meditar…

29/10, MISSA DAS 7h – neste sábado, entre outras palavras, o apóstolo São Paulo nos fala o quanto é bom, seja do jeito que for, anunciar o amor de Jesus – e isso deve ser nosso motivo maior de felicidade aos cristãos.

No Evangelho, é o próprio Cristo quem nos fala da humildade e o quanto é importante se fazer pequeno para alcançarmos grandes recompensas, sejam elas agora ou na hora do banquete celestial.

OREMOS: Ó Sagrado Coração De Jesus, de amor infinito e que se volta a nós; olhai por nossas famílias, pelas crianças que educamos e pelas que estão no ventre materno, pelos nossos pais, pelos idosos e entes queridos; pelos desempregados, desapontados e desanimados; pelos políticos, que sejam servidores do povo e não lobos em pele de cordeiro; pelos doentes do corpo, da mente e da alma. Dai, Senhor, a vossa graça que é plena de paz, mansidão e esperança. Amém.

bomba.jpg

Vitral da Catedral Nossa Senhora do Desterro, Matriz da Diocese de Jundiaí-SP

– Disney Gogo’s 2. Coitados de nós…

Não é que a febre dos bonequinhos e figurinhas da Disney com parceria da Panini parece ter voltado?

Os GoGo’s (Crazy Bones) série 2, voltaram. E nós, pobres, mortais e miseráveis pais, voltaremos à luta na busca das trocas de brinquedinhos…

Kkk. Tudo isso faz parte da vida e torna nossos filhos ainda mais amigos da gente!

– Intoxicação de informação: um mal dos nossos dias…

Cuidado: nossa sociedade apresenta males do século XXI que são novos mas constantes. Um deles seria a intoxicação por excesso de informação, misto de contaminação com carência de atualizações.

Compartilho interessante material, extraído da revista Isto É, Ed 2168, pg 76, por Patrícia Diguê e João Loes. Abaixo:

INTOXICADOS DE INFORMAÇÃO

O estresse causado pela hiperconectividade e a sensação de estar sempre desatualizado causam a chamada infoxicação. Saiba quais são os sintomas e como se livrar desse mal

A publicitária Larissa Meneghini, 24 anos, toma café da manhã com os olhos grudados num livro. No caminho para o trabalho, parada no trânsito de São Paulo, aproveita para escutar notícias pelo rádio do carro e ler mais um pouco. Passa o dia conectada, respondendo a e-mails, checando redes sociais e pesquisando sites relacionados ao trabalho. “Chego a ficar tonta com tanta informação, a ponto de ter de sair da frente do computador e esperar passar”, conta a paulistana, que recentemente abriu mão do celular com internet para tentar reduzir o estresse com a hiperconectividade. Apesar de antenada com tudo, se sente constantemente desatualizada. “Estou sempre com medo de ficar de fora”, lamenta. A angústia de Larissa diante do grande volume de informação é tema que vem gerando manifestações acaloradas desde o início da era digital e agora ganhou nome: infoxicação.
O neologismo, uma mistura das palavras “informação” e “intoxicação”, foi cunhado por um físico espanhol especialista em tendências da informação, Alfons Cornellá. Segundo ele, uma pessoa está infoxicada quando o volume de informação que recebe é muito maior do que o que ela pode processar. “Quando ainda nem terminamos de digerir algo, já chega outra coisa”, afirma o especialista. As consequências são a ansiedade diante de tantas opções e a superficialidade.

Na mesma corrente, está o psicólogo britânico David Lewis, que criou o conceito da Síndrome da Fadiga Informativa, que se dá em pessoas que têm de lidar com toneladas de informação e acabam se sentindo paralisadas em sua capacidade analítica, ansiosas e cheias de dúvidas, o que pode resultar em decisões mal tomadas e conclusões erradas. Outros sintomas são danos às relações pessoais, baixa satisfação no trabalho e tensão com os colegas. “O excesso é mais prejudicial do que proveitoso”, afirma. Se há duas décadas só contávamos com alguns canais de televisão, hoje o volume de dados no mundo equivale à leitura de 174 jornais por dia por pessoa, aponta estudo da USC Annenberg School for Communication & Journalism, publicado em fevereiro (leia quadro).
Apesar dos perigos do excesso de informação, a maioria dos especialistas ainda enxerga mais vantagens do que desvantagens na era digital. Só alertam para a necessidade de as pessoas aprenderem a amenizar os efeitos colaterais dessa nova realidade. “Não temos como reverter esse processo, então é preciso aprender a lidar com ele”, defende a psicóloga Rosa Farah, do Núcleo de Pesquisa da Psicologia em Informática da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). “E não podemos subestimar a capacidade de o ser humano de adaptar-se a essa realidade.”
Para não ser contaminado pelo turbilhão de bytes a que está exposto diariamente, o engenheiro naval Guilherme Malzoni Rabello, 27 anos, inventou uma dieta da informação. “Eu escolho cuidadosamente o que merece minha atenção antes de sair atirando para qualquer lado, atentando principalmente para a origem da fonte. “Quanto mais gabaritada e reconhecida, mais vale a pena consumir”, diz. O engenheiro é exemplo de quem conseguiu exercer a escolha criativa, segundo o psicanalista Jorge Forbes, que não concorda com a patologização do mundo online. “Será que alguém fica gordo porque vai a um restaurante de bufê e se acha obrigado a comer de tudo para não fazer desfeita?”, compara Forbes. A professora Rosa, da PUC, ressalta, porém, que há pessoas mais vulneráveis a essa abundância e, para elas, recomenda escutar os alertas do organismo. “O corpo dá sinais de que estamos ultrapassando limites. Aí é hora de reavaliar prioridades”, ensina. Por enquanto, a quantidade de informação no mundo ainda equivale a menos de 1% da que está armazenada nas moléculas de DNA de um ser humano, indício de que a espécie deverá sobreviver a mais esse impacto.

imgres.jpg

– Sobre Dewson Freitas estar escalado para o clássico Santos x Palmeiras. Haja coração!

Para Santos x Palmeiras, apitará o árbitro paranese Dewson Freitas, de irregulares arbitragens e que precocemente foi indicado ao quadro da FIFA. Será auxiliado pelos menos experientes conterrâneos Márcio Gleidson Dias e Hélcio Neves (em tempos nos quais os bandeiras têm sido protagonistas…).

Nesse ano, não deu um claríssimo pênalti do goleiro Cássio em Ábila em Corinthians x Cruzeiro no Itaquerão (vide em: http://wp.me/p55Mu0-12M), não deu um pênalti por mão na bola tão claro quanto o lance anterior citado a favor do Verdão em Flamengo x Palmeiras no Mané Garrincha (vide em: http://wp.me/p55Mu0-Xv). No final do ano passado, deu um ridículo pênalti de bola que não bateu na mão a favor do Mengo em Flamengo x Ponte Preta (vide em: http://wp.me/p55Mu0-E3), um inexistente pênalti onde a bola bate no cotovelo de Matheus Reis em São Paulo x Vasco (vide em: http://wp.me/p55Mu0-Bt) e uma horrorosa atuação na Arena da Baixada em Atlético Paranaense 3×3 Palmeiras (vide em: http://wp.me/p55Mu0-Dl).

A normalidade é que sua arbitragem, pela competência técnica, seja polêmica (e torcemos para que seja o contrário: que ele tenha uma boa atuação).

E você, o que espera do clássico?

bomba.jpg

– O Bullying no Trabalho: BRFoods tem que indenizar funcionária chamada de “Baleia”.

Totalmente evitável, e ao mesmo tempo, condenável.

Empresa é condenada a pagar R$ 5.000,00 a funcionária bolinada como “gorda”!

Extraído da Seção Economia do UOL, em: http://economia.uol.com.br/empregos-e-carreiras/noticias/redacao/2016/10/27/brf-deve-pagar-r-5000-a-funcionaria-que-teria-sido-chamada-de-free-willy.htm?cmpid=tw-uolnot

BRF DEVE PAGAR R$ 5.000 A FUNCIONÁRIA QUE TERIA SIDO CHAMADA DE FREE WILLY

A BRF, dona das marcas Sadia e Perdigão, foi condenada a pagar R$ 5.000 por danos morais a uma funcionária de Mineiros (GO) que diz ter sido chamada por um supervisor de “baleia”, “betoneira” e “Free Willy” (nome da personagem orca que estrelou filmes da Warner Bros).

Os insultos foram relatados pela trabalhadora e também por colegas que testemunharam no processo. Condenada, a BRF entrou com recurso no Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região (GO), mas a decisão foi mantida. Ainda cabe novo recurso.

A empresa negou que a ex-funcionária tenha sofrido assédio moral. Procurada pelo UOL, disse que “abriu uma sindicância interna para apurar as circunstâncias do ocorrido”.

“Maranhenses” e “mortas de fome”

Segundo a ação, a funcionária e outras cinco colegas também teriam sido constrangidas, em 2014, na hora de receber a cesta da empresa com produtos natalinos.

Na ocasião, disse uma testemunha, a secretária responsável pela entrega se recusou a entregar o kit a elas, chamando-as de “maranhenses” e “mortas de fome” na frente de outros funcionários.

Para o desembargador Daniel Viana, relator do recurso, os depoimentos das testemunhas confirmaram que o supervisor, além da secretária e de outro superior, humilhava a funcionária, inclusive na frente dos demais colegas de trabalho, com apelidos pejorativos e discriminatórios.

bomba.jpg

– Há dois anos… “Parabéns Dilma! E agora? Sobre minha memória política e o ‘fazer por merecer’.”

Republico o texto pós-vitória de Dilma Rousseff, acontecido há 2 anos. Abaixo:

Democracia é respeito.

Quando um candidato vence, seus eleitores devem cobrá-lo para que cumpra o prometido. E os que não votaram nele, devem cobrar ainda mais o convencimento de que deveria estar lá, pois, afinal, a opção política era outra.

Quem nasceu na década de 70 como eu, sofreu com a inflação. Via os preços subirem nos anos 80, a falta de liberdade em expressar sua crítica e as mãos atadas. Aqueles que lutaram contra a ditadura, como Fernando Henrique Cardoso, Lula, Tancredo Neves e tantos outros tentavam um certo protagonismo contra o fim do regime autoritário.

Entretanto, José Sarney (o mesmo que reina até hoje) foi aquele que assumiu a presidência pós-militarismo, criando o congelamento de preços e o Plano Cruzado. As mercadorias faltavam nas prateleiras, as embalagens eram remarcadas com outros pesos para se burlar a lei e os preços disparavam em novos rótulos.

Aí surgiu uma esperança do Partido Jovem: Fernando Collor de Melo, que criou o PRN e se lançou como o “Caçador de Marajás”. Eleito presidente, por muito menos que um escândalo de Sivam, de Pasta Rosa, de Mensalão ou ainda por migalhas de um “Petrolão” sofreu o Impeachment.

Com a saída de Collor, vimos Itamar Franco assumindo o poder num país amargando a inflação crescente e crise moral do país. Sua saída foi aceitar uma pseudo-dolarização da economia proposta por economistas brasileiros, capitaneados pelo novo Ministro da Fazenda: FHC. Assim, nasceu o Plano Real com a URV trazendo paridade de 1/2750 nos valores monetários.

O país se abriu, a Economia cresceu, o povo adorou! Fernando Henrique se candidatou e levou fácil. Nessa Eleição, Lula era o cão raivoso contra o Real, a oposição radical que não discutia. Na campanha da Reeleição, Lula mudou o discurso: “o Real é bom e vamos continuá-lo “(identicamente como Aécio Neves discursou a respeito dos programas assistenciais atuais). Mas só na Eleição seguinte Lula venceu, no momento em que o Mundo entrava em recessão e o Brasil tomava medidas de contenção antipopulares, gerando desemprego.

E aí vem a geração que só viu o PT no Governo Federal, que teve o privilégio de não sentir na pele o que era um país com 20% de inflação ao mês. Testemunhou um Luís Inácio incrível, visitando pobres do interior do Brasil, criando um programa para a erradicação da miséria chamado de Fome Zero e que depois se virou por completo ao Bolsa-Família. Assistiu a um populismo somente lembrado na história da República a Getúlio Vargas. E, igualmente como Getúlio dividia amor e ódio (não nos esqueçamos da Revolução Paulista contra a ditadura getulista), Lula mergulhou em um mar de escândalos: Máfia dos Vampiros, do Correio, Caixa 2, Mensalão… sempre se desvencilhando dos seus pares que sempre estiveram com ele: José Dirceu, seu Secretário da Casa Civil e, portanto, que viva ao seu lado no Palácio do Planalto; José Genoíno, Delúbio Soares, João Paulo Cunha…

Entretanto, com popularidade em alta, conseguiu a transferência de votos para a sua escolhida: Dilma Rousseff, ex-Ministra das Minas e Energia e que não tinha carisma nenhum junto a sociedade. Diante de uma frágil, inoperante e omissa oposição do PSDB e seus aliados, Dilma ganhou. E os escândalos continuaram, e as queixas continuaram, e as obras superfaturadas continuaram… e devem ter continuado desde o tempo da Monarquia, sejamos justos.

O mais curioso é: em Junho de 2013 o país parou pedindo mudanças, num dito ato apolítico e popular, onde jovens saíram as ruas e sorriam por estar fazendo história.

Mas que história?

O que começou com um protesto contra R$ 0,20 no aumento de ônibus promovido pelo movimento Passe Livre, agigantou-se como um ato anti-corrupção. Nada de PT ou PSDB, era revolta das ruas, sendo que posteriormente vimos baderneiros black blocs se infiltrando.

E mudou o quê?

Nada. A corrupção continuou galopante, vide o inegável “Petrolão”, com o doleiro Alberto Youssef lavando o dinheiro de parlamentares pelos desvios do diretor Paulo Roberto Costa, financiando os bolsos e as campanhas de políticos importantes, afirmando e reafirmando que Lula e Dilma sabiam dos acontecimentos.

Nas urnas, nada disso foi relevante. Ontem, Dilma se reelegeu falando da mudança que o povo escolheu.

Mudar com o mesmo?

A presidente era ela ontem, anteontem, semana passada, em 2013 e nos últimos 4 anos.

E se Aécio ganhasse?

Oxigenaria-se os nomes, mas não seria nenhuma salvaguarda de honestidade no Congresso e nas instituições, sejamos francos. O efeito positivo é que a corja corrupta criada há 12 anos onde apenas os mensaleiros petistas José Dirceu, Genoíno e Delúbio foram para a cadeia (com regalias, é claro) estaria fora.

Enfim, o Brasil rachou, ninguém duvida disso, embora não se queira assumir publicamente. No mapa dos colégios eleitorais, criou-se um “Brasil do Sul aecista” e um “Brasil do Norte petista”, criando minorias barulhentas do PSDB no Norte e minorias atuantes do PT no Sul.

Os mais radicais dirão que os nordestinos elegeram Dilma. Sim, eles foram fundamentais, é claro. E qual o problema? Xenofobismo tupiniquim? Não deveria ser com essa ótica…

Se para os nordestinos as bolsas assistenciais são importantes para a realidade deles, isso basta. Eles têm o direito a voto e escolheram segundo a realidade que vivem, assim como cada brasileiro pode votar pensando no seu benefício pessoal ou da nação.

Da mesma forma, se os sulistas não escolheram Dilma, deve-se respeitar igualmente. Se para os paulistas a corrupção (que somente num dos escândalos, o da Petrobrás, atingiu 10 bilhões de reais) tornou-se causa maior, que assim seja. Ou haverá contestação sobre o direito ao voto?

Digo por Jundiaí, minha cidade: industrializada, com ótima taxa de escolaridade e uma das campeãs em recolhimento de impostos, teve como placar: Aécio 71 x 29 Dilma, com o prefeito sendo do PC do B e o vice do PT, após 24 anos de PSDB na Prefeitura.

Como interpretar? O que as urnas quiseram dizer?

Difícil falar por um município, pior ainda por uma nação.

Irrita propagar-se que Dilma é o “novo”. Não é. Mas já que está eleita, que trabalhe, que não seja demagoga, que satisfaça o ego dos seus eleitores e conquiste o coração dos opositores. Que puna sem dó nem piedade os corruptos, e em especial os seus pares que ela sabe que existem e que infestaram o poder, e que seja muito diferente do seu 1o mandato.

Em Outubro de 2018, teremos 16 anos do PT no Governo Federal. Como isso entrará para a história? Aliás, as gerações mais novas só viram Lula e Dilma. Quem eles colocarão no poder para 2019?

O meu medo é: o não distanciamento de Cuba, da Venezuela e da Argentina, ditaduras latinas que estão sucateando o povo, acabando com a Democracia e censurando a mídia, sem contar, claro, com a péssima política econômica.

Boa sorte aos brasileiros, força para a presidente e que Deus nos abençoe e nos acude!

Ah – me recuso a falar presidenta. Quando acabarão com esse horroroso vício “popululista”? Por acaso existe presidento? Nunca ouvi falar em estudanta, gerenta…

bomba.jpg

– Neto para Presidente do Corinthians. E aí?

O ex-jogador e atual comentarista esportivo Neto declarou no “Bola da Vez” da ESPN:

Eu tenho contrato com o Grupo Bandeirantes até agosto de 2018. Gostaria de renovar até 2020 se possível. Eu ficaria muito feliz! E eu sou candidato a presidência do Corinthians em 2021. É a primeira vez que eu estou falando isso.

Curto e grosso: uma boa ou uma fria?

bomba.jpg

– Quando será o derradeiro momento de Renan Calheiros?

Há quanto tempo você escuta falar sobre os escândalos de Renan Calheiros? E sempre ele se sai bem…

É mais ou menos como o Sarney: reinou (reina) e nada aconteceu!

Entretanto, na mira das delações premiadas e após tripudiar do Judiciário, parece que seu reinado está ruindo.

Será que veremos mais um importante político (corrupto, pelo senso popular) na cadeia?

Tomara.

bomba.jpg

– Coisas que só o Futebol permite…

Renato Gaúcho ficou 2 anos curtindo Fut-volêi na praia. E quando voltou ao Grêmio, que parecia um retrocesso do time… eis que ajeitou a equipe. Aliás, o gol gremista de ontem, após 1 minuto com posse de bola e toques certeiros, resultando num lindo gol por cobertura de Luan, é de se aplaudir!

Pep Guardiola, que considero o melhor treinador do mundo, está com 6 jogos sem vitória. Pode?

Thiago Neves, Luís Fabiano e Montillo são alguns nomes que podem retornar ao Brasil e reforçar os clubes daqui. Se fosse há 10 anos, tudo bem. Mas esses veteranos ainda têm lugar como figuras de destaque?

Bauza, semifinalista da Libertadores 2016 e atual técnico da Argentina (que conta com Dybala, Messi e outros tantos craques), pode ficar fora da Copa do Mundo se manter o desempenho ruim. E a Seleção Brasileira, no período A.T (Antes de Tite) é quem ocupava esse lugar preocupante. O que 4 jogos fazem!

No último domingo, alguns palmeirenses vibraram com os gols do Corinthians no Maracanã em confronto contra o Flamengo, seu principal rival na luta contra o título. Só o futebol permite isso…

bomba.jpg