– Presidente cassada com os direitos políticos mantidos?

Um “samba do crioulo doido” o processo democrático de impeachment. Não é golpe (pois está na lei), mas é imoral (pois os deputados e senadores de situação e oposição são corruptos). É justo, mas é estranho.

Em quem você confia: na turma do PT e os corruptos comprovados ou na turma do PSDB e os tucanos enrolados? Se preferir, sobrou a do PMDB que dispensa apresentações.

Coitado do meu país! Aliás, como explicar a divisão da cassação com a manutenção dos direitos políticos?

bomba.jpg

– Cadê as categorias de base de Corinthians e São Paulo?

O SPFC cogita contratar Rildo para o ataque. Não há ninguém do tão elogiado CT de Cotia para jogar na posição melhor que o mediano desejado jogador?

O SCCP traz “Gustagol” para fazer o ataque funcionar. A base tão vitoriosa nos últimos tempos não fornece ninguém para o profissional melhor do que ele?

Talvez, por necessidade, a única categoria de base que funciona hoje é a do Santos FC, mesmo com o veterano Ricardo Oliveira no ataque. Ou não?

bomba.jpg

– Que pisada na bola, Arouca…

Jogador profissional deve ter cuidados com sua carreira profissional. Em um esporte que gera e gira milhões, vale ter atenção em alguns casos, como a questão do dopping.

Custa muito comunicar ao médico do clube qualquer que seja o medicamento (na lista de proibidos ou não) que desejar tomar?

Falamos isso de uma coisa simples, como o dopping inocente e não-lesivo por descuido de um simples remédio. Mas vale lembrar também: e as “bobeadas” de médicos como a do caso Yago (Corinthians) ou as drogas disfarçadas (aí sim por má fé)?

Não sei a profundidade do caso Arouca. Mas é uma pena que mais um atleta seja flagrado. O ideal é que nenhum caso aparecesse e utopicamente o exame anti-dopping fosse algo desnecessário.

bomba.jpg

– Árbitros (e pessoas que querem Fair Play) devem aplaudir Levir Culpi

Na segunda-feira posterior ao jogo entre Fluminense x Palmeiras em Brasília, o treinador Levir Culpi não reclamou da arbitragem, mas fez questão de criticar a conduta antidesportiva dos atletas!

Disse ele:

(…) Eu pedi para meus jogadores não ficarem reclamando, abrindo os braços, cavando faltas… Mas foi exatamente isso o que eu vi. Foram de cinco a dez simulações vergonhosas. Somos educados para tirar vantagem e PRECISAMOS LUTAR CONTRA ISSO. Eu acho que [o jogador que cava faltas] está sendo DESONESTO E MENTIROSO. E eu me incluo nessa, fui criado assim.

Pois é: até quando o jogador brasileiro, em sua maioria, usará o unfair play ao invés de entender o futebol como um esporte a ser vencido honestamente?

bomba.jpg

– 3 presidentes em 1 só dia no Brasil?

Que país incrível. A presidente afastada, Dilma, pode perder o cargo definitivamente hoje. Assume Temer não mais como interino. Mas como embarcará para a China, Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados, assume interinamente o comando do Planalto.

Só nesse país…

bomba.jpg

– Amanhecer Mobgráfico!

Mobgrafia é a arte de fotografar com o celular. E a Natureza hoje nos deu dois presentes para serem clicados: o sol clareando e a árvore bucólica:

Nosso verde que nos encanta no clique 1:

bomba.jpg

Nosso sol que nos ilumina no clique 2:

bomba.jpg

Ótima 4a feira a todos.

– Você confia na Arbitragem Paraguaia para Equador x Brasil?

Claro, devemos sempre pensar positivamente e crer que no futebol se ganha dentro do campo. Mas pelas últimas arbitragens vistas pelas Conmebol, há motivos para se preocupar.

Nesta próxima rodada para as Eliminatórias da Copa do Mundo Rússia 2018, NENHUM juiz brasileiro está escalado. E para Equador x Brasil em Quito, teremos o paraguaio Enrique Cáceres.

Não confio em arbitragem paraguaia. Lembram do Epifânio Gonzáles (que chegou a apitar Campeonato Paulista nos torneios promovidos pelo Farah)? Ou de Carlos Amarilla (do assalto em Corinthians x Boca)? Ou do circo de Antonio Arias em jogo da Sulamericana envolvendo o São Paulo?

O Brasil perdeu sua força política. Afinal, o presidente da CBF Marco Polo Del Nero vive em um banker carioca e não pode ir à sede da Conmebol em Assunção… Vide o chileno Patric Polic na Libertadores deste ano, o que ele fez contra brasileiro!

Não nos esqueçamos: o Brasil empatou com o Equador pela Copa América Centenária que reclamou de um gol mal anulado (em lance difícil) naquele jogo, realizado em junho. Tomara que não exista desforra e/ou compensação.

Seus últimos jogos: 

16/8 – O’Higgins 0x0 Wanderers (Sulamericana)

20/7 – Del Valle 1×1 Atlético Nacional (Libertadores)

21/6 – EUA 0x4 Argentina (Copa América)

05/6 – México 3×1 Uruguai (Copa América)

12/5 – Nacional 1 x 1 Boca Jrs (Libertadores).

bomba.jpg

– Você construiria um novo estádio ou reformaria a Vila Belmiro?

Desde sempre ouvi que o Santos FC teria planos para construir um novo estádio em um terreno estratégico, em Diadema ou em São Bernardo do Campo.

Antes da Copa do Mundo, ainda na gestão do recém-falecido LAOR, surgiu a história de construir uma Arena em Cubatão. Não vingou.

Mais recentemente, veio a ideia de arrendar o Pacaembu, mandando jogos importantes na capital paulista. Agora, surge uma proposta mais concreta, em parceria com a Portuguesa Santista, Associação dos Portuários e um grupo de investidores, em construir uma Arena Multiuso de 27.000 lugares (aproveitando o espaço também como casa de shows). Paralelamente, se fala também em uma mega-reforma do Urbano Caldeira (o atual estádio na Vila Belmiro).

Qual seria a melhor solução?

bomba.jpg

– Porque não me ufano com políticos!

Eles brigam, mas no fundo se entendem. Você confia nos políticos atuais, ou como eu, pensa que são um grupo que encena muito bem (como um teatro), e que nos bastidores se resolvem da melhor maneira para eles?

A foto de Dilma e Aécio, com Lewandovski, é emblemática. Olha só:

bomba.jpg

Agora, depois do circo promovido ontem, fica um material incrível para os humoristas. Dilma se enrolando é gozado como trapalhada, e triste ao saber que ela foi eleita mesmo com tais “qualidades”:

Ou, se preferir, esse outro:

– 7 cliques de um bom amanhecer de 3a feira

Bom dia! Como de costume, fui para o cooper da madrugada com uma temperatura agradável, em busca de muita endorfina! Nossa foto 1:

bomba.jpg

Durante o treino, nosso momento de conversar com as coisas do alto. Hoje, pensando em Nossa Senhora de Fátima, nossa Mãezinha do Céu. Nossa foto 2:

bomba.jpg

Terminada a corrida, vale a pena caminhar no meio do mato admirando a nossa bela alvorada. A foto 3:

bomba.jpg

Pós-treino, curtindo o céu infinito e colorido. Olha só a panorâmica da foto 4:

bomba.jpg

Tem algo melhor do que alongar contemplando a beleza das flores? A nossa inspiração na foto 5:

bomba.jpg

Como curto jardinagem, e bem merecedor, recuperar a energia com as amoras do nosso jardim. A carga dessa safra foi generosa… amoreiras com doces frutos. Nossa foto 6:

bomba.jpg

Depois de tudo, s’imbora trabalhar, acompanhado desse cenário que em breve deve virar chuva. Contemplando a foto da paisagem na foto 7:

bomba.jpg

Ótima 3a feira a todos nós!

– Xingamentos citados, mas não comprovados! Houve racismo em Jundiaí?

Após, o término da partida entre Paulista 0x2 Red Bull, atletas do “Toro Loko” foram ao alambrado “baterem-boca” com torcedores do Galo. Posteriormente, veio a informação de que eles estavam inconformados por algum xingamento racista. Da cabine da Rádio Difusora, eu e meus colegas de transmissão vimos o número 4 na discussão. Na súmula, algo um pouco diferente: o lateral Bruno Santos e o zagueiro Marcos Vinícius disseram ao árbitro Edson Alves da Silva que ambos foram chamados de “macaco”. Ainda, no campo “ocorrências” do documento do jogo, divulgado há pouco, o juizão disse que não ouviu o xingamento. Abaixo, o relato oficial:

“Após o término da partida, os jogadores n. 2 o Sr. Bruno F. dos Santos e n. 4 o Sr. Marcos Vinícius G. Nascimento da equipe Red Bull dirigiram-se próximo ao alambrado para conversar com torcedores da equipe do Paulista Futebol Clube Ltda. Em seguida, estes, vieram em direção à equipe de arbitragem, alegando terem sido alvo de xingamentos racistas, com a palavra “macaco”, porém nós da equipe de arbitragem, não ouvimos tais xingamentos. “

Curiosidade: as praças esportivas fazem parte de um banco de dados da FPF, onde os estádios são inseridos automaticamente na súmula eletrônica. E não é que lá consta o Jayme Cintra como “Estádio MUNICIPAL”?

O link está em: http://www.futebolpaulista.com.br/sumulas2.php?cat=70&cam=100&jog=104&ano=2016

Se verdade o ato racista, penso que se deveria identificar o torcedor e puni-lo conforme as leis deste país. Afinal, só existe uma raça: a raça humana.

bomba.jpg

– Clientes Ocultos na Moda!

Cada vez mais as empresas adotam a prática de contratação de empresas especializadas para serem consumidores dos seus próprios produtos/ serviços. A idéia é de que anonimamente, os consumidores contratados dêem um retorno adequado e testem o atendimento e a compra efetuada.

Em muitos casos, a ação beira a espionagem. Compartilho a boa reportagem de uma edição antiga da Revista Veja (Ed 07/12/2012, pg 110-111) sobre esse tema. Abaixo:

CLIENTES OU ESPIÕES

por Renata Betti

Em: http://www.printeccomunicacao.com.br/wp-content/uploads/2011/12/Veja_montagem.jpg

imgres.jpg

– 5 minutos da abertura do show da banda infantil #CR1.

MUITO LEGAL – Estamos no Ibirapuera para a gravação do capítulo final da novelinha infantil do SBT “Cúmplices de um Resgate“. Se você tem filhos que assistem, eles vão adorar!

#CúmplicesDeUmResgate

Link em: http://www.youtube.com/watch?v=IZgnBVc-sYE

– Análise da Arbitragem de Paulista 0 x 2 RedBull

Quanta coisa aconteceu no Jayme Cintra…

O árbitro Edson Alves da Silva correu bastante e se posicionou muito bem. Gostei neste quesito. Mas há uma dificuldade: a falta de vibração em campo.

Tecnicamente, não errou em nada. Todas as faltas que ele marcou (ou que não marcou) foram corretas. E soube discernir os lances de falta atrasada (quando a vantagem não se concretiza (como, por exemplo, aos 10 minutos, em favor do RedBull Brasil). Também foi correto ao não marcar pênalti reclamado pelo Paulista por mão na bola.

A se destacar:

1) Aos 24m, correto no lance entre Ariel (PFC) e o goleiro Saulo (RBR), onde houve um choque um pouco mais forte. Foi imprudência do atacante (não foi casualidade, mas poderia ter evitado). Correta a marcação da falta.

2) Aos 61 minutos, Ariel (PFC) pede pênalti que não foi. Há muita reclamação, mas Marcos Vinícius (RBR) vai na bola.

No primeiro tempo, o placar de faltas foi PFC 8×10 RBR. O de cartões amarelos, 0x2. No segundo tempo PFC 6×8 RBR em faltas e 1×1 em cartões.

O único “porém” foi aos 85m – Branquinho (PFC) recuou deliberadamente a bola para o goleiro Iago e o árbitro não viu.

Disciplinarmente, o juizão foi ruim. Faltou aplicar o cartão amarelo a Lazzaroni (RBR) aos 22 minutos. Entretanto, deixou de aplicar o amarelo em 3 oportunidades para Fábio Gomes (PFC) aos 36, aos 40 e aos 50 minutos de jogo (todas claramente por ação temerária). Faltou vibração e advertência verbal mais incisiva em vários lances. Todo o seu ótimo rendimento técnico foi prejudicado pela má questão da postura.

Os bandeiras Rafael Tadeu Alves de Souza e Samuel Augusto Vieira Paião foram muito bem no trabalho de equipe e colaboração do árbitro. Mas, em especial, uma situação incomum aconteceu ao bandeira 2 Samuel Paião que errou. Vamos a ele:

No final do 1o tempo, o goleiro Saulo (RBR) chutou a bola que bateu no calcanhar de Ariel (PFC), que estava de costas e nada viu. Ela sobrou despretensiosamente para Renato Oliveira, sozinho, que não esperava a bola e nem estava na jogada, em posição de impedimento. Como sabido, desde 01 de julho de 2014 esse lance não é mais para ser sancionado. Relembro com um exemplo postado à época das mudanças e a situação de caráter excepcional que é tal lance (difícil para o bandeira):

O novo entendimento de “impedimento ou não” em lances desviados em adversários: se um atacante chutasse para o gol e a bola desviasse num adversário, mas sobrasse para seu companheiro que estivesse do outro lado do campo, ele estava impedido por tirar vantagem de uma posição. Agora, bola desviada que sobre para um atleta que não participava originalmente da jogada, mesmo ele estando mais próximo da linha de fundo do que dois adversários e a bola (a definição clássica de impedimento), é lance legal. Mas atenção: aqui, a bola foi desviada e caiu para alguém que não participava do lance, sendo diferente da situação na qual um jogador esteja sozinho e receba uma bola de rebote de goleiro, ou ainda quando lhe é lançada uma bola e ela bate no zagueiro (pois, afinal, a bola era para ele e ele a recebeu mesmo após bater no adversário). Para ambas situações continua sendo impedimento. Continua valendo a máxima: desvio não tira impedimento (com exceção ao lance modificado). Para quem tem o livro Trívia FIFA (o conjunto de perguntas e respostas oficial e complementar às Regras do Jogo), esse lance era a questão 238, que hoje foi alterado. Há dois anos, tivemos no Campeonato Paulista no jogo Americana x Santos (no Décio Vita) um lance similar.

Ainda, do mesmo lado de Samuel Paião, uma defesa do goleiro Iago (PFC) onde supostamente ele a fez dentro do gol. Para mim, a bola não entrou por inteiro no dificílimo lance. Mas, evidentemente, só com a tecnologia para afirmar erro ou acerto.

Daniel Sotille, o quarto árbitro, teve muito trabalho com Maurício Barbieri, treinador do RedBull, que reclamou todo o primeiro tempo, principalmente aos 31m, quando Pedro Naresi recebeu amarelo. No segundo tempo, se comportou melhor.

Público: 380 pagantes

Renda Bruta: R$ 2825,00+

Renda Líquida: R$ 4056,11-

IMPORTANTE: após o jogo, no alambrado da geral, Marcos Vinícius (RBR) foi discutir com a torcida organizada do Paulista. No mesmo instante, do outro lado do campo e também no alambrado, Fábio Gomes (PFC) fez o mesmo! Supostamente, Marcos Vinícius foi chamado de macaco e Fábio Gomes por xingamentos de torcida.

bomba.jpg

– LSD e seu uso deturpado

Impressionante a história do cientista Timothy Leary, professor de Harvard e ativista do uso de LSD para fins medicinais e recreativos. Na década de 60, ele foi chamado por Richard Nixxon de “o homem mais perigoso da América”, por suas pesquisas e carisma (influência).

Seus trabalhos se resumiam em explorar o potencial do LSD 25 (25ª variação do dietilamida do ácido lisérgico). Lembrando que o LSD é uma droga sintética, criada pelo cientista Albert Hoffman, em 1938.

Para aumentar o leque dos pesquisadores da droga, o laboratório Sandoz, portador da patente, distribuiu amostras mundo afora. A pesquisa, inicialmente para o tratamento de esquizofrenia, mostrou que existiam vários outros efeitos pelo uso indiscriminado: usuários normalmente relatavam a visão de turbilhões de cores, caleidoscópios de arco-íris e outras visões coloridas. Devido ao uso como entorpecente, surgiram viciados, pessoas que pulavam de prédios, desenvolviam psicose e ficavam alienadas por completo.

O certo é que hoje, uma nova frente em busca científica faz barulho: há cientistas que ainda desejam investir em pesquisas com o LSDa fim de tratar alcoolismo e depressão. Porém, o limite para o uso medicinal e a perda de controle é extremamente perigoso.

E fica novamente a observação: se o LSD é perigoso para uso medicinal, caso todos os cuidados não sejam tomados, imagine para uso “recreativo”?

imgres.jpg

– Dois Clicks Mobgráficos do Amanhecer em Jundiaí!

Minha natureza caipira me obriga a postar o amanhecer pelas bandas de cá!

06h15 na Divisa de Itupeva…

bomba.jpg

06h45 no Centro de Jundiaí…

bomba.jpg

Ótimo domingo de céu inspirador e maravilhoso a todos.

– A invasão da Torcida Organizada do SPFC é emblemática

Não é porque foi com o São Paulo FC, mas sim porque está se tornando algo comum: torcedores invadindo Centro de Treinamento e agredindo fisicamente jogadores.

Eu sou amante do futebol e esportista por natureza. Mas o futebol não pode ser algo alienante! Um simples jogo de futebol, onde alguém vai ganhar e outro perder, tornar tão estúpido o comportamento das pessoas é lamentável.

Seu time não está ganhando? O que você vai fazer? Vaie na arquibancada e proteste pacificamente. Quebrar, bater, deixar o seu lar por tal motivo é ignorância.

Violência não leva a nada. E repito: não me refiro ao fato exclusivo ocorrido no CT da Barra Funda, mas a onda de invasões a quaisquer clubes.

Só não entendo o seguinte: se a PM estava por lá, como é que fizeram arrastões e saquearam bens do time e dos atletas?

bomba.jpg

– O resultado da nossa sondagem entre amigos sobre Prefeito de Jundiaí nas Eleições Municipais 2016.

Não há muito o que explicar sobre a metodologia. Durante a semana, promovemos a votação aberta (válida em 1 voto por IP), sobre a intenção de voto visando ter uma impressão do cenário político/eleitoral de Jundiaí. A fechamos, de acordo com o proposto, às 18h deste sábado, 27/08.

Não é uma pesquisa científica, é somente enquete de Redes Sociais (mas tentando fazê-la da maneira mais séria possível). Explicamos a ideia em: http://wp.me/p4RTuC-fZ4.

Conforme combinamos, os resultados foram fechados e seguem abaixo: tivemos 1022 votos (sempre com 1 voto por IP), sendo Bigardi 51%, Benassi 28%, Luiz Fernando 17% (os demais, abaixo no quadro).

Às 20h00 da sexta-feira dia 26, as parciais eram: 709 votos, sendo Bigardi 36%, Benassi 34%, Luiz Fernando 23%.

Às 20h40 da quinta-feira dia 25, as parciais eram: 646 votos, sendo Bigardi 35%, Benassi 34%, Luiz Fernando 26%.

Às 12h35 da quinta feira dia 25, as parciais eram: 496 votos, sendo Benassi 35%, Bigardi 33%, Luiz Fernando 29%.

Às 06h24 da quarta-feira dia 24, as parciais eram: 222 votos, sendo Luiz Fernando 32%, Benassi 30%, Bigardi 28%.

Às 19h15 da terça-feira dia 23, as parciais eram: 104 votos, sendo Bigardi 33%, Benassi 29, Luiz Fernando 22%

Tudo feito de maneira bem transparente (reforçando: 1 único voto por IP – mas não é possível eu identificar se existiram correntes para X, Y ou Z), com as parciais abertas para quem quisesse ver a qualquer momento (os números acima são das anotações que eu fiz quando fui observar as parciais).

Por fim: a idéia era apenas a de promover uma breve discussão e ter pulso sobre a impressão dos amigos. O mais legal seria mesmo: um debate promovido entre os candidatos por entidades sérias. Isso, provavelmente, alguém já deve estar providenciando.

EnquetesEnquetes ‹ Blog do Professor Rafael Porcari — WordPress

eleicao

– Balbuena deveria receber Amarelo ou Vermelho?

Vamos lá: desde meados deste ano, a Regra mudou. Em situações de área, quando um atleta evitar uma situação clara e iminente de gol DISPUTANDO A BOLA, deverá receber cartão amarelo e ser marcado o pênalti. Se o mesmo lance for fora da grande área, deverá ser aplicado o cartão vermelho e ser marcado o tiro livre direto.

O que é mais vantajoso: Pênalti e jogar com 11 ou Falta e jogar com 10?

IMPORTANTE: se a situação acima for SEM DISPUTA DE BOLA (ou seja, o jogador comete a infração sem tentar a bola mas diretamente no corpo), é lance para Cartão Vermelho por agressão ou jogo brusco grave, dependendo do caso, independente se é dentro ou fora da área.

bomba.jpg

– O golpe dos Frentistas com os Trombadões

Viram esta filmagem que se tornou um viral na Internet?

O motorista estaciona para abastecer o carro, o frentista fica enrolando para que os marginais previamente combinados cheguem e, na sequência, eles assaltam a vítima.

Não sei onde foi, mas já ouvi falar sobre esse golpe em postos de combustíveis movimentados da capital paulista. Os bandidos ficam à espreita, tendo combinado com as pessoas ao redor.

Vale a pena ter atenção!

– Quem será favorito na Liga dos Campeões da Europa?

Cada jogaço que teremos logo na primeira fase da Champions League, não? Logo de cara teremos o prazer de assistir Manchester City (com Guardiola) x Barcelona (com Luís Henrique) na Inglaterra e na Espanha. Uau!

Citei os treinadores, mas é evidente que as atrações maiores estão em campo: os jogadores!

Sem titubear, temos 4 níveis de clubes: os que não vão passar da 1a fase (como o PSV, o Leicester, o Porto, e o Sporting), os que darão trabalho (como o Sevilla de Sampaoli, o Arsenal, o Napole e o Lyon), os mais fortões (como o PSG, o Borússia, o Atlético Madrid e o Juventus) e os que eu considero favoritos: o Manchester City, o Bayern, o Barcelona e o Real Madrid. Os demais figurarão apenas.

Vai ser muito legal, embora saibamos que teremos Dínamo, Copenhagen e outras equipes que servirão de “sparring” aos grandões.

bomba.jpg

– 6a feira que surge. Motivemo-nos?

Tens motivo para agradecer?

Só por estar vivo, já é o primeiro deles. E para começar bem a caminhada, nosso cooper na madrugada. Nossa foto-motivação:

bomba.jpg

Durante a corrida, meditando na proposta de São Zeferino. Um homem que defendia com serenidade o diálogo interreligioso (coisa que o mundo precisa hoje…). Nossa foto-meditação:

bomba.jpg

Pós-treino, alongando entre as flores. Como não curtir a beleza da Natureza? Nossa foto-contemplação:

bomba.jpg

S’imbora trabalhar, curtindo o céu azul bem combinado com as flores do ipê, Nossa foto-alvorada:

bomba.jpg

Ótima 6a feira a todos.