– Ser chato com o cliente…

… causa muitos problemas!

Já viram a propaganda do “Posto Miranda”? É uma paródia do Posto Ipiranga, mas com exageros de frentistas chatos.

Quando você vai a uma loja de sapatos e o vendedor fica “extremamente gentil” ao seu lado, mesmo quando você quer dar apenas uma olhada, não é desagradável?

Ou se a “mocinha do telemarketing” te liga e não para de oferecer coisas, e o que você deseja realmente não acontece?

Assista esse hilário vídeo, em: https://www.facebook.com/marcelo.borja.35/videos/1424394874256871/

 

– Como não aplaudir o Barcelona?

O Barça estreou na Liga dos Campeões da Europa com um sonoro 7×0 contra o escocês Celtic, com novo show de Messi, Suarez e Neymar.

Ok, o adversário não é de 1a linha, mas… o Santos da década de 60 (o maior time de futebol da América, rivalizando com o Real Madrid de Di Stefano e o próprio Barcelona de Guardiola) também fazia placares assim contra Botafogo de Ribeirão Preto, XV de Piracicaba e tantos outros times mais fracos que ele.

Estamos assistindo a história acontecer aos nossos olhos. Somos privilegiados.

  bomba.jpg

– O erro vira prêmio? Sobre o árbitro de Botafogo x Santos

Comentamos no último final de semana sobre o grave erro do árbitro Paulo Volkopf – MS na partida entre Atlético Paranaense 2×1 Internacional, onde o goleiro Weverton cometeu um claríssimo pênalti em Nico Lopez e ele nada marcou.

Ao invés de ir para a geladeira… foi prestigiado para Botafogo x Santos. Dá para entender?

O curioso é: jogaram Internacional x Santos com Rodrigo Raposo, que beneficiou o Inter. Daí jogaram Atlético x Internacional, com Paulo Volkopf, que prejudicou o Inter. Agora, Volkopf apita o Santos, que foi “vingado” indiretamente do benefício de Raposo.

Mundo pequeno, não? Claro, os benefícios e prejuízos aqui são de ordem técnica e competência, não falamos nada como ato deliberado.

A propósito: que boa campanha do Fogão com Jair Ventura, não? É ótimo ver um treinador, filho de um ídolo (Jairzinho) fazendo um bom trabalho. E Dorival Jr, com seu DNA ofensivo, faz um excelente trabalho também.

Aliás, olha que raridade: um mítico 1o tempo de 1964 entre Botafogo de Garrincha e Santos de Pelé. Abaixo (ou em: https://www.youtube.com/watch?v=kqI6GAn1a7g)

– Análise Pré-Jogo para a Arbitragem de Palmeiras x Flamengo

O árbitro da cidade de Orizona (interior de Goiás), André Luís de Freitas Castro, que hoje é da categoria Especial (aqueles que almejaram o quadro da FIFA mas que pela idade – no caso, 42 anos – não serão mais indicados) apitará o importante jogo entre Verdão x Mengo pela Rodada 25 do Brasileirão da série A.

O juizão trabalhou em 7 jogos do Campeonato Brasileiro da Primeira Divisão (2 partidas como 4o árbitro e 5 como árbitro principal). Das que apitou, foram: 1 vitória para o mandante, 3 vitórias para o visitante e 1 empate. As partidas foram:

Vitória 3×1 Coritiba

Internacional 0x1 Palmeiras

Fluminense 1×1 Grêmio

Cruzeiro 0x1 São Paulo

Santos 0x1 Internacional

Se considerarmos os 4 últimos jogos (atuações na Copa do Brasil e Série B), o panorama muda: os últimos 4 jogos foram de vitórias para o Mandante.

Caso deseje, veja todo o seu histórico aqui: http://www.cbf.com.br/arbitragem/relacao-de-arbitros?page=1&p=&l=&j=0&c=0&f=0#.V9gxtDvJ_ow.

Em 2015, o Grêmio reclamou muito da sua escala num jogo contra o Corinthians (antes e depois da partida). Vide aqui as queixas: http://espn.uol.com.br/noticia/541441_presidente-do-gremio-reclama-de-perfil-arrogante-de-arbitro-de-jogo-contra-o-corinthians.

Claro, as reclamações acima foram oriundas de uma partida na qual André foi muito mal, em 2011, também num Corinthians x Grêmio. O trauma ficou… Sobre aquela partida, aqui: http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli/tite-deve-colocar-uma-foto-de-andre-luiz-de-freitas-castro-em-cima-do-criado-mudo-e-beijar-antes-de-dormir-31082011/

O certo que, apesar de ser vetado pelos gaúchos desde aquela época, o Grêmio reclamou ainda em 2016 que só não venceu o Fluminense no Rio de Janeiro devido a qualidade do juiz. Vide aqui: http://zh.clicrbs.com.br/rs/esportes/gremio/noticia/2016/06/vice-de-futebol-do-gremio-dispara-contra-arbitragem-vai-ser-conhecido-como-o-jogo-da-mao-5952966.html

Consta ainda algo diferente em seu currículo: em 2014, por não marcar um pênalti claro a favor da equipe catarinense na partida Criciúma 1×2 Palmeiras, o STJD o multou por R$ 100 mil reais (e depois recorreu e diminuiu a pena).

André as vezes confunde autoridade com autoritarismo, “um militar dentro de campo”, não gostando de reclamações – sendo mais rigoroso disciplinarmente (aplicando cartões com mais facilidade) do que tecnicamente (acertando ou não nas decisões de marcação de faltas). E uma curiosidade final: para essa partida, receberá R$ 2.950,00 de taxa de arbitragem mais R$ 555,00 por 3 dias ausente de casa.

Entretanto, lembremo-nos: não se pode julgar um árbitro antes da partida. É apenas uma análise do histórico dele. Na hora do “vamos ver”, o cenário pode mudar.

Desejo boa sorte ao árbitro e grande jogo às equipes.

bomba.jpg

– Quarta Feira de 5 cliques!

Já escrevemos várias vezes nesse espaço como é bom incentivar certas práticas saudáveis, que buscam a integridade do corpo, da alma e da mente.

Pois bem: hoje, bem cedinho, começamos a nossa rotina em busca da endorfina no cooper matutino. Nossa foto incentivo no clique 1:

bomba.jpg

Durante a corrida, pensando no amor de Deus e rezando sob a invocação de Nossa Senhora da Piedade. Nossa foto meditação no clique 2:

bomba.jpg

Pós-treino, ainda no escuro, alongando entre as flores. Nossa foto-inspiração no clique 3:

bomba.jpg

E ainda na terapia desestressante, curtindo a alvorada maravilhosa de cores incríveis na foto-contemplação no clique 4:

bomba.jpg

Chega de atividade física. Indo trabalhar com a foto-admiração no derradeiro 5o clique:

bomba.jpg

Ótima 4a feira a todos.