– O melhor compromisso de domingo foi…

ajudar minha filha a fazer os deveres escolares!

Trabalhei pra chuchu hoje, o dia começou de madrugada, mas valeu arranjar um pedaço do domingo para orientar uma atividade sobre o Nordeste Brasileiro, breve história e culinária para a filhota.

Ela está no segundo ano, e por gostar de estudar, quis caprichar no dever de casa. E como sou contra pai ou mãe por a mão na massa nesses momentos,eu fico do lado dela, a instigo e a desafio – mas o trabalho é exclusivamente dela para poder aprender.

O dia fechou com chave de ouro por esse momento-cansaço de muito prazer! Foram 9 deliciosas páginas. Clique em todas elas no arquivo em PDF (em negrito).

Trabalho da Marina sobre Caracteristicas e Culinária do NE

Abaixo, uma das páginas:


– E se sua empresa controlasse suas idas ao banheiro?

Nesses tempos em que a Economia vai muito mal, reduzir despesas e otimizar o trabalho é importante. Mas há certos exageros de empresas e de funcionários: alguns chefes que cobram muito versus empregados que fazem corpo mole.

Dentro das coisas que impressionam, há aquelas que fazem “marcação cerrada em cima dos colaboradores que vão ao banheiro demais”, alegando que poderiam estar matando o tempo de trabalho.

E não é que isso virou caso na Justiça?

Olha só, resgatando essa publicação, extraída de: http://g1.globo.com/sc/santa-catarina/noticia/2015/08/tst-condena-empresa-por-controlar-ida-ao-banheiro-dos-empregados.html

TST CONDENA EMPRESA POR CONTROLAR IDA DOS EMPREGADOS AO BANHEIRO

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) condenou uma agroindústria de Santa Catarina por controlar as idas dos funcionários ao banheiro, a ponto de premiar os que menos utilizavam. Na avaliação dos ministros, houve lesão à dignidade humana por parte da empresa, que pagará R$ 5 mil de danos morais a uma ex-empregada.

A decisão foi unânime. Ela foi publicada em 12 de agosto pelo TST e divulgada pelo Tribunal na segunda-feira (17).

De acordo com a trabalhadora, cada ida ao banheiro precisava ser registrada no cartão de ponto dos trabalhadores. Com o controle em mãos, os dirigentes davam uma “gratificação de descanso” para os que gastavam menos tempo.

Diante do controle excessivo, ela apresentou reclamação trabalhista contra a agroindústria, exigindo indenização por danos morais. Afirmou que, em um primeiro momento, a empresa fixou o horário e o tempo para idas ao banheiro (dois intervalos de 10 minutos por dia, quando o maquinário tinha que ser desligado para manutenção).

Depois de muita reclamação, a empresa liberou o uso de 20 minutos por dia em qualquer momento, desde que cada saída e retorno ao posto de trabalho fossem registrados no ponto.

Na defesa, segundo o TST, a empresa argumentou que o tempo de uso do banheiro não era descontado. “Porém, como existem alguns funcionários que em alguns dias não utilizam esse intervalo ou utilizam menos que o tempo concedido e permanecem trabalhando, a empresa adotou o sistema de registrar os horários e trimestralmente efetua o pagamento desse intervalo ao funcionário que não utilizou”, detalhou a empresa, argumentando ser injusto que o trabalhador que gastasse menos tempo “não fosse remunerado por isso”.

Análise do Tribunal

O juiz de origem rejeitou o pedido da indenização, por não reconhecer violência psicológica no ato da empresa, já que a regra valia para todos. A sentença foi mantida pelo Tribunal Regional do Trabalho da 12º Região, em Santa Catarina.

Ao analisar o recurso da trabalhadora ao TST, o ministro João Oreste Dalazen, relator do processo, ressaltou o “absurdo” de se ter que controlar as necessidades fisiológicas para atender a um horário determinado pelo empregador. Na avaliação dele, ainda pior foi o registro do tempo no banheiro.

O ministro destacou que o entendimento do Tribunal Regional do Trabalho catarinenses está em desacordo com a jurisprudência do TST. Isso porque a restrição ao uso do banheiro por parte do empregador, em detrimento da satisfação das necessidades fisiológicas dos empregados, acarreta ofensa aos direitos de personalidade. Também pode configurar “constrangimento, lesão à dignidade humana e risco grave de comprometimento da própria saúde”.

bomba.jpg

– O problema é o Cristóvão? Sábio Diniz…

O Corinthians vive um clima ruim nos bastidores: dirigentes se envolvendo em confusão, jogadores pedindo para sair, e tudo isso estando na parte de cima da tabela do Brasileirão.

O que acontece?

Não me venham dizer que o problema é o Cristóvão Borges, pois ele não é mágico para fazer Romero e André jogarem bola. A propósito, não foi Cristóvão (que é boa praça e razoável treinador) quem pediu para ser treinador do Corinthians. Alguém o escolheu!

É por isso que reafirmo: substituir alguém de nome, como Tite, é muito difícil. Talvez seja por isso que Fernando Diniz, um treinador-sensação para muitos, estuda calmamente quando se tornará treinador de time grande…

bomba.jpg

– A maior ponte de vidro do mundo!

Uma maravilha da engenharia: com 300 metros de altura e quase 0,5 km de extensão, ao custo de R$ 3,4 bilhões de dólares, a China inaugura a maior ponte de vidro do mundo!

Extraído de: http://operamundi.uol.com.br/conteudo/noticias/45001/na+terra+natal+de+mao+tse-tung+china+inaugura+mais+alta+e+longa+ponte+de+vidro+do+mundo.shtml?cmpid=tw-uolnot

CHINA INAUGURA MAIS ALTA E LONGA PONTE DE VIDRO DO MUNDO

A China abriu neste sábado (20/08) ao público a mais alta e longa ponte de vidro do mundo, que tem 430 metros de extensão e está localizada a 300 metros de altura, no espetacular parque natural de Zhangjiajie, local que inspirou as Montanhas Aleluia do filme Avatar.

Projetada pelo arquiteto israelense Haim Dotan, a ponte de seis metros de largura une dois lados da montanha Tianmen (“Porta do Céu”) através de 99 painéis com três camadas de vidro, e está preparada para que sobre ela circulem até 800 pessoas ao mesmo tempo.

Os construtores testaram sua resistência recentemente, a partir da circulação de um caminhão de duas toneladas, e inclusive pediram que várias pessoas batessem no chão da ponte com martelos a toda a força possível, também a fim de mostrar sua resistência.

A obra, que custou 22,5 bilhões de iuanes (cerca de 3,4 US$ bilhões), terminou em maio, cinco meses depois do que o previsto devido às intensas chuvas na região.

Com esta ponte, a província central de Hunan, muito visitada por turistas chineses por ser a terra natal de Mao Tsé-tung, procura com este projeto aumentar o número de viajantes a uma de seus maiores joias naturais, o parque de Zhangjiajie.

A bela mistura de relevos cársticos -mais de 3 mil colunas arenosas o povoam- com a vegetação das florestas subtropicais mereceu ser declarado Patrimônio da Humanidade pela Unesco em 1992 e inspirou James Cameron para idealizar as montanhas que no filme “Avatar” têm idêntico aspecto, embora nesse caso flutuem nas nuvens desafiando as leis da física.

Caminhar pela ponte transparente pode ser a forma mais parecida de “flutuar” sobre essas montanhas, uma experiência não apta para pessoas com vertigem.

A ponte de Zhangjiajie não é a primeira estrutura de vidro da China, onde este tipo de atração é muito popular.

bomba.jpg

– O Ouro foi justo. Mas sejamos realistas.

Como brasileiro, eu queria a Medalha de Ouro muito mais ao Futebol Feminino do que ao Masculino. Afinal, as meninas precisam de mais apoio e atenção.

Os “garotos” receberam a inédita medalha dourada. Ótimo. Mas não nos iludamos, já que o Brasil veio com sua força máxima no Sub 23 e 3 jogadores profissionais além da idade. As demais equipes, não. A ótima Alemanha veio com uma mescla do Sub 21. Vencê-los era obrigação, e nada da bobagem em falar de revanche dos 7×1.

Neymar jogou bem, também era óbvio. O saldo positivo foi o futebol ofensivo. Só que não nos esqueçamos que o jogo foi decidido em pênaltis, e que o individualismo excessivo dos jogadores irritou.

Agora, o “vocês vão ter que me engolir” foi outra bobagem no discurso de campeão do Neymar. Prefiro o do Rafinha, que demonstrou viver o espírito olímpico ao estar visivelmente emocionado.

Recordo a observação do amigo Thiago Batista de Olim do “Esporte Jundiaí”: as medalhas combinaram com os times e seus agasalhos:

bomba.jpg

– 27 anos sem o Maluco Beleza!

Um gênio, poeta e doido partiu há 27 anos.

Êta Raul Seixas… Se as drogas não tivessem acabado com ele, a metaformose ambulante continuaria por aí, sendo a Mosca na Sopa de muita gente que insiste em ser Camboy Fora da Lei! Valeu simpatia. Quem sabe daqui a 10.000 anos a gente se vê, pegando a linha do Metrô 783… Mas não estarei lá naquela sua Sociedade Alternativa não, hein?

Brincando com suas letras e canções, da inspiradíssima Gita a tantas outras, minha preferida é essa:

TENTE OUTRA VEZ

Veja!
Não diga que a canção
Está perdida
Tenha fé em Deus
Tenha fé na vida
Tente outra vez!…

Beba! (Beba!)
Pois a água viva
Ainda tá na fonte
(Tente outra vez!)
Você tem dois pés
Para cruzar a ponte
Nada acabou!
Não! Não! Não!…

Oh! Oh! Oh! Oh!
Tente!
Levante sua mão sedenta
E recomece a andar
Não pense
Que a cabeça agüenta
Se você parar
Não! Não! Não!
Não! Não! Não!…

Há uma voz que canta
Uma voz que dança
Uma voz que gira
(Gira!)
Bailando no ar
Uh! Uh! Uh!…

Queira! (Queira!)
Basta ser sincero
E desejar profundo
Você será capaz
De sacudir o mundo
Vai!
Tente outra vez!
Humrum!…

Tente! (Tente!)
E não diga
Que a vitória está perdida
Se é de batalhas
Que se vive a vida
Han!
Tente outra vez!…

Vídeo em: http://www.youtube.com/watch?v=Ef7jUQOCjS0&feature=fvst

url.jpg

– Os nomes que Seneme terá que suportar na Conmebol!

Está no site da Conmebol: a entidade resolveu desmembrar a Comissão de Arbitragem em duas: a Comissão de Árbitros e a Comissão de Desenvolvimento de Árbitros. Ambas serrão presididas por Wilson Luís Seneme.

O problema é: os nomes dos membros submetidos ao comando do brasileiro. Veja só quem são eles:

Comissão de Árbitros:

Rodolfo Otero (Argentina)

Óscar  Ruíz (Colômbia)

Jorge Larrionda (Uruguai)

Comissão de Desenvolvimento:

Hugo Muñoz Báez (Chile)

Ubaldo Aquino (Paraguai)

Alberto Tejada (Peru)

Seneme tem crédito na praça. Mas Larrionda, Ruiz e Aquino? Só faltou complementá-la com Patricio Polic e Carlos Amarilla…

bomba.jpg

– Fim de Semana de Trabalho, de Descanso e de Saudade! Em 6 clicks:

Não é segredo para ninguém que cresci – seja em quais das minhas atividades fossem – trabalhando aos domingos. É coisa normal para mim, embora, lógico, não seja o ideal.

Mesmo assim, há de ter tempo para curtir muitas coisas, como achar tempo para hobbys, família e outras atividades.

Logo cedo, como sempre, fui correr. Apesar da garoa fina, treino na esteira. Nosso click motivacional:

bomba.jpg

Durante a corrida, lembrando-me de Nossa Senhora Assunta ao Céu, celebrada neste domingo. Nosso click meditação (sob a invocação da Virgem do Equilíbrio, lindíssima veneração):

bomba.jpg

Pós-treino, alongando entre as flores do nosso jardim. Afinal, jardinagem é nosso hobby. Nosso click espairecedor:

bomba.jpg

Ontem havia sol, ao contrário da chuva que fez a temperatura despencar neste domingo. Como a imagem é mais bonita, vai o amanhecer do sábado como click contemplação:

bomba.jpg

Enfim, após a labuta será hora de curtir minha princesinha. Como não me apaixonar pelo sorriso da filhota? Meu click coruja:

bomba.jpg

E, para terminar, com saudades da esposa que está no Canadá a trabalho. Mas me presenteou com essa linda imagem noturna das cataratas do Niágara. Nosso click “ohhhhh”:

bomba.jpg

Ótimo domingo a todos.