– A Construção de um Novo País

por Cláudio Nascimento

Toda vez que a sociedade organizada se dispõe a mudar uma realidade política e social, o êxito é quase certo. Principalmente porque são pessoas que conhecem os problemas na íntegra, e na maioria das vezes, são vítimas desses problemas. Aspectos dessas vitórias, muitas delas esquecidas, são a união e a mobilização. Quando o assunto é “lutar” por direitos ou melhorias, eles esquecem suas preferências políticas e buscam sempre estar com outras pessoas, encontrando fatos que os unem. Outro aspecto é a presença dos movimentos sociais, sindicatos e pastorais sociais, que, junto com outras organizações sociais, valorizam a representação, e não o individualismo: Lutam pelo que é bom para todos, pelo bem comum, e não por uma reivindicação pessoal, “que é bom para mim”.  Foi assim na ditadura militar, quando em uma situação de total falta de respeito aos direitos do cidadão eles conseguiram se organizar e protestar contra o sistema. Sabemos que muitos deles, até perderam a vida nesta luta. Depois veio a luta pela Constituição, para que os direitos fossem assegurados de maneira oficial. A luta pelas eleições diretas, a famosa “Diretas já”, e enfim a luta para eleger um representante das classes populares. Não há como negar todas as conquistas deste grupo, e temos que enaltecer a grandiosidade delas para o crescimento do país, do ponto de vista da cidadania. Por outro lado também não há como negar, que para toda ação há uma reação, se antes era explícita, com ações violentas e até mortes, hoje a pressão é intelectual, com mensagens subliminares, mídia e falta de investimento em educação, que deixou grande parte da população alheia aos problemas sociais. A reação foi tão significativa que muitos direitos conquistados são ameaçados por reformas institucionais na política. Porém, nesta segunda década do novo século, renasce a esperança. O “drible” ao controle da comunicação social e da imprensa acontece através da internet, que mesmo com o avanço dos grupos privilegiados, a sociedade organizada consegue se expressar livremente. A conseqüência positiva disto é tão grande, que vários exemplos despontam em nossa região. Em Jundiaí, o tradicional Movimento “Voto Consciente”, que já tem experiência veterana; em Salto a recém surgida idéia do grupo “Vereadores Virtuais”, em Piracicaba, houve o lançamento do Portal “Observatório Cidadão”; que são apenas alguns exemplos, mas podemos ter idéia do que está acontecendo por este Brasil afora. Ainda há, mais uma vez, a presença da Igreja nestes novos modelos de manifestação democrática, em parceria com outras organizações, lembrando que a Igreja está nos três exemplos citados. Não podemos deixar de citar também o debate em torno da “5ª Semana Social Brasileira”, muito intenso em nossa diocese; afinal, toda vez que “deixarem” a Igreja se manifestar politicamente, junto com seus parceiros históricos, a mudança será radical em prol da sociedade. Isso nos dá a certeza de que desta vez não será diferente, pois o “Estado que temos”, não é o “Estado que queremos”, e enquanto não conseguirem garantir a cidadania, os direitos humanos, a dignidade da pessoa humana e a plenitude da vida, o povo continuará lutando, mesmo sabendo que ainda há muito trabalho.  Os adversários podem se fortalecer, mas, mais uma vez a união será o diferencial para a vitória; e a busca pelo bem comum, será o ponto que favorecerá está união.  Em 2013, voltados para o “Ano da Fé”, baseado no “Concílio Vaticano Segundo”, não há dúvida, que será o ano do povo de Deus, como numa imensa lavoura, onde será plantado no coração da humanidade, o amor, para a construção de uma nova sociedade. (* É coordenador da Pastoral Fé e Política da Diocese de Jundiaí e jornalista/diretor do Portal Comunicação Popular).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.