– Rodovia Hermenegildo Tonoli: por quê está esquecida pelas autoridades?

É triste ver a estrada que liga Jundiaí a Itupeva deteriorando-se dia-a-dia, mesmo com o grande desenvolvimento residencial e industrial às suas margens. Para os jundiaienses que desejam ultrapassar a rodovia para acessarem os pontos de ônibus à Itupeva, virou maratona!

Sem passarelas, com pista mal sinalizada e com obras realizadas sem o bom senso de otimizar o fluxo: essa é a atual Rodovia Vice-prefeito Hermegildo Tonoli.

OBRAS ABANDONADAS. PERIGO NA ESTRADA

Por Reinaldo Oliveira

A Rodovia Hermenegildo Tonolli, que faz a ligação da cidade de Itupeva com Jundiaí, em seus pouco mais de 9 km, apresenta sérios e graves problemas. Em 2005 ao custo de R$ 11,5 milhões ela recebeu obras de duplicação. Sem divisória no canteiro central, foi palco de muitos acidentes graves com muitas mortes e muitos atropelamentos. Há 18 meses, ao custo de R$ 18,5 milhões tiveram início as obras de instalação de divisória tipo New Jersey. Com as divisórias instaladas, surgiram outros problemas. Com um fluxo diário de 30 mil veículos leves e pesados, mais de 6 km de suas margens abriga vários distritos industriais e bairros densamente povoados. Logo houve a necessidade de construção de passarelas para travessia de pedestres. Apesar de 6 km que pertencem ao perímetro de Jundiaí e necessita de pelo menos a instalação de três ou mais passarelas, só duas delas tiveram início de construção nos 3 km pertencentes ao perímetro de Itupeva. Porém, há 4 meses a construtora abandonou a obra que agora oferece graves riscos aos pedestres e veículos. Atendendo reclamação da população, há 10 dias uma equipe de uma emissora de TV registrou o abandono da obra e questionando o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), responsável pela obra, recebeu a informação de que a construtora foi multada e seu contrato rescindido. Não há prazo para outra construtora dar continuidade à obra, enquanto isto resta o desrespeito para com a população que corre sérios e graves riscos, e o dinheiro público sendo desperdiçado com o desgaste dos materiais da obra abandonada.

imgres.jpg

foto de itupevaonline.com.br

– Lula da prática, Lula da história

Quanto mais o tempo passa, mais fico convicto de que na história os pobres se lembrarão do ex-presidente Lula como o “pai dos miseráveis”. Faça pesquisas formais e informais e perceberá isso.

Porém, os mais esclarecidos sem dúvida verão que, quanto mais se investiga, mais se percebe que podres e escândalos de corrupção foram a marca forte do populista Lula. Mensalão e Rosemary, os atuais em discussão, são apenas uma pequena parcela de inúmeros outros já debatidos desde sua eleição.

O mais incrível é que a reputação de Lula (para as classes mais baixas) está inabalável!

imgres.jpg

– Um Brasileirão sem Destaque e sem Renovação no Apito

O Campeonato Brasileiro 2012 acabou, e as considerações sobre o desempenho dos clubes já foram discutidas amplamente pela imprensa. Mas… e o desempenho dos árbitros?

Para a turma do apito, um ano para se esquecer! Jogos mal arbitrados, árbitros encerrando precocemente a carreira por politicagens, falta de respaldo da Comissão de Árbitros e o pior: sem nenhum grande nome revelado!

Quem foi o destaque da arbitragem nesse ano?

Ninguém.

A CBF deu o prêmio de melhor árbitro a Wilton Sampaio. Não foi. Vide a desastrosa atuação do árbitro no primeiro jogo da final da Copa do Brasil (link da análise em: http://www.redebomdia.com.br/blog/detalhe/9624/Analise+da+Arbitragem+de+Palmeiras+X+Coritiba)

Conversando pelas redes sociais com diversos amigos árbitros atuantes e ex-árbitros observadores, ninguém escolheria Wilton. Foram os jornalistas que escolheram?

A frente de Wilton Sampaio, mesmo com os erros normais de um campeonato, temos Seneme, Hebert, Vuaden, Marcelo de Lima Henrique, Sandro Ricci…

Será que o árbitro locado na Federação Goiana levou o prêmio pelo desejo da CA-CBF em promove-lo à FIFA, e assim justificar uma indevida indicação? Vamos aguardar.

imgres.jpg

– Carlinhos Cachoeira e Marcos Valério: correm risco ou não?

Fico pensando: Carlinhos Cachoeira e Marcos Valério possuem uma grande quantidade de políticos em suas mãos, por envolvimentos em ilicitudes. Se falarem tudo o que sabem, bem como todos os nomes, muita gente graúda se encontrará em maus lençóis.

Será que são arquivos vivos ou arquivos explosivos? Creio que correm risco de morte nos mesmos moldes daquele emblemático assassinato do contador do Fernando Collor, PC Farias.

imgres.jpg

– Um Mundo sob Ameaça da Bomba Atômica

Leio na Galileu (reportagem de André Bernardo, pg 17, ed Out/2012) que 9 países tem a bomba atômica, e que juntas totalizam 19 mil armas. Um décimo delas dizimaria a população do planeta.

A mais letal delas é a B83, dos EUA, e que equivale a 692 bombas de Hiroshima!

Assustou? Eu também.

O homem é tão inteligente para fazer armas, estratégias de guerra… e a o mesmo tempo tão incompetente para vacinas contra o câncer, contra a AIDS…

Triste.

imgres.jpg

– O Jeito Certo de Fracassar

Nós, brasileiros, costumamos encarar os empreendedores que passaram pela experiência do fracasso como condenados; sujeitos sem segunda chance e marcados eternamente.

Diferentemente, os americanos encaram os administradores que já viveram o fracasso como executivos experientes; pessoas que aprenderam o que não fazer e que sentiram na pele os danos, conhecedores dos erros que devem evitar.

A Revista Época Negócios, edição de Maio/2012, Caderno Inteligência, pg 137, traz um artigo inteligente de como fracassar no momento certo. Compartilho em: http://is.gd/FRACASSO

imgres.jpg