– Entidades da sociedade civil lançam o Observatório Cidadão de Piracicaba

por Reinaldo Oliveira

Em solenidade realizada no dia 5 de dezembro, na sede da OAB em Piracicaba, entidades da sociedade civil apresentaram ao público o Observatório Cidadão. Ele é um instrumento que vai contribuir e incentivar o cidadão no acompanhamento das políticas públicas do município, e vem somar esforços para a construção de uma sociedade mais justa, sustentável e democrática.

A Pastoral do Serviço da Caridade (PASCA), é uma das entidades que fazem parte do Observatório. Em seu momento de fala ao público presente, o presidente da PASCA e coordenador diocesano do Conselho Nacional do Laicato do Brasil – Regional Sul 1, da Diocese de Piracicaba, Antonio Osvaldo Storel, assim se manifestou:

“Sou o representante da PASCA, neste projeto. A PASCA é uma entidade de fins filantrópicos da Igreja Católica, criada pela Diocese de Piracicaba que engloba 15 municípios, criada no ano de 1988 e que tem como objetivo dar cobertura jurídica e articular os trabalhos sociais desenvolvidos pela Diocese. Ela representa, a nível diocesano, a Cáritas Brasileira, instituição ligada à CNBB e de âmbito internacional. Ela participa deste projeto, porque nós da Igreja Católica temos consciência de que a prática da caridade evangélica se dá em três dimensões: a assistencial, a da promoção humana e a libertadora. Esta última  nada mais é do que a dimensão sócio transformadora das Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja do Brasil, definidas pela CNBB. O Observatório será um instrumento valiosíssimo para que a Igreja de Piracicaba, com suas 28 comunidades paroquiais, possa ajudar seus fiéis a se emanciparem na consciência da cidadania e do controle social, para alcançarem, a longo prazo, a tão almejada transformação política. O projeto Observatório não é um projeto pronto. Ele deve continuar a ser construído ao longo do tempo, com sua utilização tornando-se cotidiana. Vamos precisar de um bom tempo para motivar as pessoas e capacitá-las para o eficaz uso deste instrumento. Portanto, esta cerimônia de lançamento é apenas um marco da longa caminhada que marcará um diferencial importante na história da cidadania e da democracia de Piracicaba”, disse Storel. Da Diocese de Jundiaí estiveram presentes o coordenador diocesano da Pastoral Fé e Política – Claudio Nascimento e o Reinaldo Oliveira – da Comissão de Comunicação do CNLB-Sul 1, e também do Informativo Comunicação Popular. Após o lançamento foi servido um coquetel aos participantes, onde possibilitou conhecer um pouco mais sobre o projeto. Você pode conhecê-lo acessando o http://www.observatoriopiracicaba.org.br

imgres.jpg