– Detalhes sobre a Arbitragem na Copa do Mundo no Catar 2022.

A) Arbitragem brasileira no Mundial:
  • Bruno Pires – GO (árbitro assistente)
  • Bruno Boschilia – PR (árbitro assistente)
  • Danilo Manis -SP (árbitro assistente)
  • Neuza Inês Back – SP (árbitra assistente)
  • Raphael Claus – SP (árbitro)
  • Rodrigo Figueiredo – RJ (árbitro assistente)
  • Wilton Pereira Sampaio – GO (árbitro)

Será natural que os trios sejam formados por Claus, Danilo e Rodrigo, e por Wilton, Bruno Pires e Boschilia, pelo entrosamento no Brasileirão. Neuza deve compor um dos trios femininos.

B) Mulheres na Copa:

Árbitras: a melhor do mundo, Sthéphaine Frappart (FRA), além de Salima Mukansanga (Ruanda ) e Yoshimi Yamashita (Japão). As bandeiras serão Kathryn Nesbitt (EUA), Karen Díaz Medina (MEX) e a própria Neuza.

C) Remuneração:

Em 2014 Brasil : árbitros receberam 30 mil euros + 1,5 mil euros por jogo.
Em 2018 Rússia : árbitros receberam 60 mil euros + 2,5 mil euros por jogo. Bandeiras: 20 mil + 1,5 mil (idem ao VAR).
Em 2022 Catar: valor não divulgado por enquanto.

D) Curiosidades da Regra:

Haverá 6a substituição na prorrogação.

Os Cartões Amarelos aplicados durante o jogo são zerados na cobrança de pênaltis.

Permitida Substituição do goleiro, se existir disponibilidade, durante os pênaltis (em caso de lesão).

E) Treinamento:

A FIFA e a Liga Catari fizeram um acordo para que os times locais estivessem à disposição para jogos treinos. Assim, as equipes de arbitragem treinaram em revezamento de trios e ouviram as orientações dos instrutores, chefiada por Pierluigi Colina.

  • Haverá muita prevenção durante os jogos: ao invés de broncas, os árbitros devem conversar com os atletas e orientar a prática do Fair Play.
  • De acordo com as novas orientações, os atendimentos médicos serão feitos preferencialmente dentro de campo, para que nenhuma equipe jogue com 10 atletas por muito tempo. Assim, os acréscimos serão sempre importantes.
  • Muito tempo de bola rolando, não marcando faltas duvidosas e/ou cavadas.
  • Cuidado máximo com lances que atinjam a cabeça. Ou seja: braços e/ou mãos que acertem o adversário podem ser punidos com cartão vermelho.

F) Novidade Tecnológica:

O Impedimento por Inteligência Artificial, semi-automático: composto por 12 câmeras de altíssima tecnologia, monitorando 29 pontos dos atletas mais a bola com sensor, que transmitirão à cabine do VAR cerca de 500 dados / segundo. Em caso de impedimento ativo por tocar a bola, há um alerta à equipe de arbitragem de vídeo e em até 25 segundos o computador criará uma imagem em 3D mostrando o Off Side (incluindo o envio aos telões dos estádios, para que os torcedores acompanhem).

Os impedimentos passivos, que precisam verificar a interferência ou não dos atletas, continuam com a responsabilidade única do “árbitro humano”.

G) VAR:

Nada mudou. Continua a orientação de interferência mínima com acerto máximo, nas seguintes situações:

  • Verificação de identidade de atletas quando os cartões são equivocados,
  • Conferência de Gols,
  • Conferência de pênaltis (cuidando de respeitar a interpretação dos árbitros),
  • Expulsões,
  • Qualquer outra situação que identifique um claríssimo erro crasso.

H) Questões Políticas:

Embora em alguns países existam campanhas inclusivas (como a causa gay na Inglaterra, onde vários clubes da Premiere League jogam com capitães usando a braçadeira de arco-íris), no Catar não se deve entrar em questões políticas. O combate à homofobia, citado acima, não é uma pauta catari (pois na cultura daquele país, a homossexualidade é crime nas leis civis e pecado grave nas leis religiosas). Assim, os árbitros devem relatar qualquer manifestação político-religiosa (como o próprio uso da braçadeira) e punir situações conforme a regra (cartões amarelos e relato em súmula para quem mostrar camisa com dizeres nesse sentido, por exemplo).

I) Pausas durante os jogos:

Conforme a regra permite poderão ocorrer 2 tipos de pausa:

  • Pausa para hidratamento (1 minuto de paralisação, onde os atletas vão à beira do gramado tomar água),
  • Pausa para arrefecimento (3 minutos de paralisação, para que os atletas se abriguem e diminua a temperatura do corpo).

J) Lista dos Árbitros:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.