– O unfair-play das simulações em São Paulo 2×0 Palmeiras.

Usar a mão e/ou os braços para disputar uma bola, com a chance de atingir o rosto adversário, é algo para ser punido com severidade a pedido da FIFA já faz 1 ano.

No Choque-Rei de domingo, vimos por AMBAS equipes simulações de agressões. Em todas elas, jogadores abriram os braços e atingiram o peito ou levemente o rosto do adversário. Mas invariavelmente, os atletas cairam em campo, pediram atendimento médico e simularam que foram duramente atingidos no rosto.

Imagino quando Raphael Claus foi assistir o VT do seu jogo, e viu que em diversas oportunidades teve que chamar o médico sem necessidade alguma – que não passavam de simulações dos boleiros! O desejo dele em dar Amarelos para tanta simulação deve ter sido grande…

Quando essa cultura acabará?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.