– A Internazionale é a prova da diferença de Competência Financeira ser independente da Gestão de Campo.

Nem sempre a Qualidade da Gestão dentro de Campo se reflete na questão financeira de um time de futebol, e vice-versa. Ter dinheiro não significa ter competência se você não saber usá-lo.

Quantas equipes conquistaram bons resultados, mesmo no caos financeiro (vide o Santos FC chegando à final da Libertadores). E a relação inversa também é visível. A questão é: isso não pode ser a regra! O ideal é ter um bom trabalho profissional, valorizando planejamento e colhendo frutos.

A Internazionale de Milão é uma prova disso. Seu último momento de grandes títulos foi com Massimo Moratti, acionista majoritário da Pirelli, que queria globalizar o time e tirar proveito disso nos negócios. A equipe italiana foi a primeira a entrar em campo com todos os atletas não-italianos! O Manchester United sempre fez muito bem isso: para abrir o mercado na Ásia, contratou coreano, iraniano, japonês e demais nacionalidades de lá (que nem sempre entravam em campo, mas despertavam a atenção de torcedores / consumidores). Por fim, o Corinthians tentou fazer isso também com o jogador chinês Zizao, mas ficou nesta ação isolada.

Hoje a Inter (que deve ser a campeã italiana da temporada 2020/2021) é do grupo chinês Suning, que passa diversas dificuldades financeiras (fechou seu clube na China, o Jiangsu FC, que era o campeão local – onde jogavam Miranda e Éder, hoje no São Paulo FC). Falamos sobre “quem é” o Suning nesta postagem: https://wp.me/p4RTuC-tKZ.

Pois bem: o Suning não consegue sustentar o negócio na Itália, e segundo a Pluri Consultoria, há dois interessados em comprar o clube, ou simplesmente fazer um aporte de capital: o Oaktree Capital Group (um fundo americano especializado em comprar conglomerados em crise) e o Bain Capital (outro fundo americano que trabalha em diversos segmentos de mercado). Também há ações do time a venda, pertencentes ao fundo Hong Kong Lion Rock, que poderia ajudar o time a sair do sufoco, dependendo do interessado.

Fico pensando: quando vamos ler notícias como essa (a de grupos interessados em comprar equipes e salvá-las do sufoco financeiro) aqui no Brasil?

Clubes de futebol na Lei de Lavagem de Dinheiro | Ciências Criminais

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.