– Santidade de Político? Faça-me o favor… das lagostas do Judiciário ao leite condensado do Executivo.

Em 2019, o STF gastou mais de 1 milhão de reais em “refeições institucionais” aos ministros. Elas se baseavam em Lagostas e Vinhos Premiados (fonte: https://doutoradevogado.jusbrasil.com.br/noticias/702257470/stf-pode-gastar-1-2-milhao-com-lagostas-e-vinhos-refeicoes-institucionais).

Os ex-presidentes da República vivos, pasmem, ainda custam caro para a União: Sarney, Collor, FHC, Lula e Dilma tem muitas viagens custeadas pelos nossos impostos, além de motoristas e carros. Os gastos de cartão corporativos deles, noticiados vez ou outra, mostravam quantias absurdas com produtos bem acima do preço a nós, mortais (fonte: https://www.feebpr.org.br/noticia/mordomias-a-ex-presidentes-do-brasil-ja-custaram-r-36-milhoes-aos-cofres-publicos).

Agora, vemos os 15 milhões de reais gastos pelo Governo Bolsonaro com leite condensado, saindo a R$ 162,00 / unidade (dados do Portal da Transparência, do próprio Governo). Óbvio, não foi ele quem comprou pra si, mas se refere ao valor para todos os órgãos, custando esse preço médio (o que não muda muita coisa, em termos de absurdo).

Obviamente, fica a impressão de superfaturamento. Mas o que mais assusta: há quem defenda com unhas e dentes esses senhores!

Lula, Dória, Bolsonaro… não me parecem ser políticos imaculados. Aliás, qual político seria santo?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.