– Não me ufano com políticos…

Se por um lado Bolsonaro não me agrada em competência e diplomacia (e não vejo nenhum candidato honesto e com credibilidade para 2022), me deixando espantado por seus defensores que não conseguem ver defeito algum nele, por outro fico igualmente indignado com os adoradores de Lula.

Como crer que ele, depois de tantos podres revelados, é uma solução?

Esqueça a Lava-Jato, se você usar tal argumento, e justifique: e o Petrolão? Ou o Mensalão?

Resgatando a postagem de 2012, desse mesmo blog:

O CHEFE DO MENSALÃO?

E o ex-presidente Lula, quando questionado se acompanharia o julgamento do Mensalão? Respondeu que:

Tenho coisas mais importantes pra fazer”.

Ora, não podemos esquecer que um dia ele negou tudo e defendeu os mesmos companheiros que serão julgados. E, depois, contraditoriamente, pediu desculpas pelo ocorrido.

Quer se blindar do imbróglio? É claro que sim. Não dá para acreditar que ele nada sabia, se os seus principais partidários – e amigos – estavam envolvidos até o pescoço.

A propósito, o relator do Mensalão, na leitura do processo, acusou: o mentor do Mensalão foi José Dirceu.

Minha restrição: e o Ministro Dias Tófoli? Não deveria deixar de votar, já que sua namorada é advogada de envolvidos, e ele próprio foi advogado de Dirceu e do PT?

Mensalão - Rir pra não chorar (Humor da Era Lula Livro 2) eBook : de  Oliveira, Cláudio: Amazon.com.br: Livros

– Uma decepção chamada Jair Bolsonaro.

Em 2019, eu achava que o Brasil poderia ter um rumo positivo. Torci, mas me decepcionei – em especial com a truculência, má gestão da pandemia e o grande fator de oposição do Governo Bolsonaro: o cidadão Jair Messias!

Alguns bons ministros sustentam a atual gestão, que sofre com as bobagens desnecessárias ditas pelo presidente (como dizer que a vacina do Butantan não funciona, o descrédito no uso de máscaras, a omissão nas denúncias de seus pares ou ainda que “se não tivermos voto impresso, não tem eleição”).

Uma pena que seja assim. Quero uma presidente competente, honesto e que tenha credibilidade, e não vejo nenhum pré-candidato preenchendo essa lacuna.

Compartilho esse texto de 3 anos:

TODOS QUE GOVERNARAM REVOLUCIONARAM O BRASIL?

Um dia, FHC disse que revolucionou o Brasil com o Plano Real.

Outro dia, também Lula alardeou que revolucionou a nação com suas ações administrativas enfatizando em seu discurso dizendonunca antes nesse país”.

Outrora, foi a vez da presidente Dilma Roussef, em entrevista à TV Al Jazeera (dê um Google para achar essa pérola) bater na tecla de que promoveu uma revolução social democrática em sua administração.

Por último, Michel Temer diz que mudou os rumos do país ao assumir a Presidência, revolucionando os caminhos da crise em rumo do crescimento econômico e da geração de emprego.

Ok, todos fizeram algumas coisas, acertando e errando. Mas com esses 4 últimos “revolucionários”, o Brasil continua igual em péssimos índices sociais e de corrupção.

Gozado, onde está essa revolução de fato? Será que ela virá DE VERDADE com Bolsonaro, ou teremos mais do mesmo? Afinal, esperar até 2022 para que um novo comandante tente de novo, vai ser dose. Mas confesso ter receio na competência de Jair, respeitosamente falando.

Se tudo o que se propagandeia é verdade, seriamos o Canadá, a Noruega, o Japão…

Imagem relacionada

Em vídeo, atualizado, em: https://youtu.be/DIELWUioWGI

– João Santana sendo sincero:

Um dos episódios mais horrorosos da política brasileira foi a corrupção petista. Uma população iludida por demagogos que diziam trabalhar pelo povo e saquearam o país com seus golpes (Mensalão, Petrolão e tantos outros). 

Digo isso pois leio o twitter de Daniela Lima (@DanielaLima_), sobre o Marqueteiro do PT João Santana em entrevista ao Roda Viva (ontem), que destacou bem um momento do programa:

“João Santana conta que no terceiro dia dele na cadeia jogaram por debaixo da porta da cela um recorte de jornal com o presidente do PT dizendo que a sigla ‘não tinha marqueteiro’. ‘Não me senti traidor. Me senti traído’.

Cá entre nós: foi um momento de implosão da quadrilha que roubou sem dó o país.

João Santana, marqueteiro do PT, se afastou de Lula e Dilma - 22/02/2016 -  Poder - Folha de S.Paulo

– De novo um político com Dinheiro na Cueca? Depois do líder de Dilma, agora o vice-líder de Bolsonaro.

Assim como na época de Dilma, tivemos um “líder do Governo” com dinheiro escondido na cueca (José Guimarães / PT), agora, na gestão Bolsonaro vivemos a mesma situação de corrupto disfarçando grana suja no mesmo lugar: Chico Rodrigues / DEM.

Mudam só os partidos, mas a prática safada continua a mesma, não? E o interessante é que os nossos governantes, no discurso, se autoproclamam honestos e alegam não ter envolvimento nenhum com as pessoas que… eles próprios escolhem!

Extraído de: https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/agencia-estado/2020/10/14/pf-encontra-dinheiro-na-cueca-de-vice-lider-do-governo-bolsonaro.htm

PF ENCONTRA DINHEIRO NA CUECA DO VICE-LÍDER DO GOVERNO BOLSONARO

O vice-líder do governo no Senado, Chico Rodrigues (DEM-RR), alvo de operação da Polícia Federal nesta quarta-feira, 14, em Boa Vista, escondeu dinheiro na cueca durante a abordagem dos policiais. A investigação, sob sigilo, apura desvios de recursos públicos destinados ao combate à pandemia de covid-19, oriundos de emendas parlamentares. A ordem de busca e apreensão foi autorizada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso.

Segundo o jornal O Estado de S.Paulo apurou com duas fontes que tiveram acesso a informações da investigação, foram encontrados R$ 30 mil dentro da cueca do vice-líder do governo Jair Bolsonaro. Ao todo, os valores descobertos na casa do senador chegariam a R$ 100 mil. A investigação apura indícios de irregularidades em contratações feitas com dinheiro público, que teriam gerado sobrepreço de quase R$ 1 milhão.

As informações oficiais da PF, dado o sigilo do caso, se limitam a dizer que foram cumpridos sete mandados de busca e apreensão durante a operação, em Boa Vista, que busca a “desarticulação de possível esquema criminoso voltado ao desvio de recursos públicos, oriundos de emendas parlamentares”.

A Controladoria-Geral da União (CGU), que também faz parte da investigação, disse que a operação Desvid-19, realizada em Roraima, apura o “desvio de recursos públicos por meio do direcionamento de licitações”. Ainda segundo a CGU, as contratações suspeitas de irregularidades, realizadas no âmbito da Secretaria de Estado da Saúde, envolveriam aproximadamente R$ 20 milhões que deveriam ser utilizados no combate ao novo coronavírus.

A operação que alvejou o senador foi realizada no mesmo dia em que o presidente Jair Bolsonaro disse que dará uma “voadora no pescoço” de quem se envolver em corrupção. A nova expressão foi usada uma semana depois de o presidente ter afirmado que a Lava Jato acabou porque, segundo ele, não há casos de irregularidades em sua gestão. A promessa também foi feita no momento em que Bolsonaro vem sendo criticado por militantes e por lavajatistas que apontam o enfraquecimento da pauta anticorrupção no governo.

Chico Rodrigues emprega Leo Índio, primo dos filhos de Bolsonaro, como assessor parlamentar, em seu gabinete no Senado. Léo Índio é muito próximo do vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) e é conhecido por ter livre trânsito no Palácio do Planalto.

No Palácio do Planalto, auxiliares de Bolsonaro ouvidos pelo jornal O Estado de S.Paulo, sob reserva, disseram que Rodrigues deve deixar o cargo de vice-líder do governo. O argumento é que seria péssimo para a imagem de Bolsonaro manter o senador nesse posto depois do escândalo. A expectativa é a de que o próprio parlamentar entregue o cargo.

Em nota à imprensa, Rodrigues disse que tem “um passado limpo e uma vida decente” e afirmou nunca ter se envolvido em escândalos. “Acredito na justiça dos homens e na justiça divina. Por este motivo estou tranquilo com o fato ocorrido hoje em minha residência em Boa Vista, capital de Roraima. A Polícia Federal cumpriu sua parte em fazer buscas em uma investigação na qual meu nome foi citado. No entanto, tive meu lar invadido por apenas ter feito meu trabalho como parlamentar, trazendo recursos para o combate ao Covid-19 para a saúde do Estado”, afirmou o senador.

Rodrigues observou ainda que, ao longo de 30 anos na política, conheceu “muita gente mal intencionada”, a fim de macular sua imagem. “Ainda mais em um período eleitoral conturbado como está sendo o pleito em nossa capital”, declarou.

Durante o julgamento do caso do traficante André do Rap, o ministro Luís Roberto Barroso fez uma menção à operação realizada pela Polícia Federal. Barroso afirmou que estava monitorando o cumprimento de mandados de busca e apreensão que envolviam uma autoridade com foro no Supremo, sem revelar o nome. “Desviar dinheiro da saúde em plena pandemia é mais do que corrupção e chega bem próximo do assassinato. Devemos ter em conta que isso não é aceitável. Precisamos continuar no esforço de desnaturalização das coisas erradas no Brasil”, argumentou o ministro.

– Yacows: Hans River do Rio Nascimento é a personagem folclórica da selva política brasileira! Sempre se deve ver os dois lados…

Você acredita naquele profissional da mídia digital, Hans River, que na CPI da Fake News, interrogado sobre o fato de ter trabalhado para uma empresa que criava fatos e impulsionava postagens falsas supostamente para a campanha de Bolsonaro (Yacows), e que disse ter trabalhado também ao PT?

Calma. Nessas horas, não acredite em ninguém. Duvide, questione, pense, analise, mas nunca veja um lado só.

Primeiro, a fala oficial pró-Governo, aqui: https://www12.senado.leg.br/radio/1/noticia/hans-river-diz-que-pt-era-forte-cliente-de-empresa-investigada-por-crimes-digitais-nas-eleicoes-de-2018

Segundo, a contrária, contra o Governo, aqui: https://revistaforum.com.br/brasil/hans-river-que-acusou-jornalista-de-ter-se-insinuado-sexualmente-ja-foi-acusado-pela-ex-companheira-de-ameaca-de-morte/

Resultado de imagem para Hans river

– Pobre Eleitor em Alagoas…

Quer dizer que o senador Renan Calheiros (de tantas histórias e polêmicas), apoiado pelo PT de Lula, disputará o Governo de Alagoas contra Fernando Collor de Melo, hoje também senador e que foi o 1o presidente que sofreu impeachment, e que é apoiado pelo PSDB de Aécio Neves?

Meu Deus… tá feia a coisa, hein?

Resultado de imagem para lula aecio juntos

– Situação e Oposição querem salvar Aécio? A união de PT, PMDB e PSDB

Justamente ontem questionamos os motivos aos quais Lula e Aécio Neves não estavam ainda no Xilindró (vide aqui: https://professorrafaelporcari.com/2017/09/27/os-recibos-de-lula-e-a-pergunta-por-que-ele-e-aecio-estao-soltos).

Hoje, leio que Governo e seus Opositores estão unidos para evitarem a Prisão de Aécio Neves.

Por quê se uniram, não?

Seria solidariedade ao amigo, medo de que outros senadores passem por isso, ou, no fundo, todos fazem parte da mesma quadrilha?

Impera a picaretagem na Política Nacional, infelizmente…

bomba.jpg

– Quando o STF resolverá o imbróglio Brasil?

Hoje começará o julgamento da chapa Dilma + Temer. Na ocasião, PT e PMDB estavam unidos umbilicalmente, não existe o que contestar. Mas depois que brigaram e Temer assumiu o poder, o PSDB tomou proveito e se uniu ao peemedebista.

Agora, leio que os tucanos esperam a decisão (que acho que será demorada) para “desembarcar” do Governo ou não.

Quer dizer que o cara se torna errado do dia para a noite, dependendo da decisão da Justiça? Tem duvida ainda?

No fundo, se analisarmos, a culpa do PMDB estar no poder é exclusivamente de dois partidos: PT e PSDB; o primeiro por namorar e casar com o apoio do Temer; o segundo por se aproveitar da situação e querer ser poder.

bomba.jpg

– Aécio e Serra como Lula e José Dirceu. E agora, radicais?

Política no Brasil é algo assustador. O que tem de radical, fanático, “torcedor”, “doente por político”, chega a ser ridículo.

Sabemos que a turma do PT está suja até o pescoço (isso é comprovado). E desconfiávamos da turma do PSDB quase que na mesma medida. Com as ultimas delações premiadas, ficou certo de que todos são farinha do mesmo saco!

Aliás, viram a capa da Veja dessa semana? Todos os podres revelados sobre Aécio…

bomba.jpg

– Dilma, Lula, Aécio e Serra na Lista da PGR! E tem tonto que briga por políticos…

Quando algum fanático radical de qualquer legenda política discutir e defender com unhas e dentes o candidato X ou Y do partido A ou B, lhe mostre a Lista do Rodrigo Janot, Procurador Geral da República.

O documento de incríveis 500 gigabytes com o material analisado de 950 termos de 78 delatores, trouxe como nomes de destaque na corrupção brasileira:

  1. – Os ex-presidentes Lula e Dilma (PT),

  2. – Os ex-candidatos a presidência Serra e Aécio (PSDB),

  3. – Os senadores Edison Lobão, Romero Jucá e Renan Calheiros (PMDB),

  4. – Os atuais presidentes da Câmara e do Senado, Rodrigo Maia e Eunício de Oliveira (PMDB),

  5. – Os atuais ministro de Temer: Aloysio Nunes Ferreira e Bruno Araújo (PSDB), Moreira Franco e Eliseu Padilha (PMDB) e Gilberto Kassab (PSD).

  6. – Os ex-ministros do Governo Dilma: Antonio Palocci e Guido Mantega (PT).

Será que todos eles vão para o Xilindró?

E ainda há maluco (ou tonto) que defenda essa gente bandida. Ou quem pratica corrupção e quebra o país não é criminoso de colarinho branco?

bomba.jpg

– Lula 2018 e o presídio de si mesmo

Viram ontem o discurso de Lula aos seus aficionados correligionários?

Disse que “Temer está entregando a Petrobrás aos estrangeiros“, que a culpa da crise é dos outros, que “precisamos recuperar a economia” (como se não fossem partícipes ele e o PT da quebradeira e da corrupção que os políticos têm proporcionados).

Que mundo ele está vivendo ou tentando criar na cabeça das pessoas?

O que mais assusta é que ele se lançou candidato a presidente para 2018. Seria uma estratégia para pressionar a Lava Jato, não cassando seus direitos políticos? Aliás, Lula é um “prisioneiro solto” vivendo nos lugares onde sabe que não corre o risco de vaias.

O pior é que há quem vote nele, tornado o cenário horroroso se acompanhado das opções: Marina, Aécio, Serra, Alckmin, Bolsonaro…

Salvem o Brasil, pois se dependermos desses pré-candidatos, estamos perdidos.

bomba.jpg

– Farto de fanáticos políticos? Eu sim!

Se você cansou de ver amigos brigando por política (e há os que acham seus candidatos os “ideais”, “perfeitos” e “incorruptíveis”), saiba que eu estou contigo!

Assusta o fanatismo de direita e o de esquerda. E na semana passada, Kim Kataguiri (do Movimento Brasil Livre – de direita) e Thiago Pará (do Levante Popular da Juventude – de esquerda) travaram um debate interessantíssimo na Rádio Jovem Pan.

Vale a pena assistir e ver como é importante ter momentos de ponderação (como houve em  algumas falas) e como se deve evitar o fanatismo que cega a razão (presente em muitas discussões aqui).

Abaixo, ou em: https://www.youtube.com/watch?v=AmavB-RjER8&t=1840s

– Que se resolva logo quem será o Presidente do Brasil!

Escrevo sem saber como será a votação sobre o impeachment ou não da presidente Dilma, hoje a tarde. Estou passado, cansado e de saco cheio de política. Eu, e creio, a maioria dos brasileiros, não aguenta mais o blablablá dos senhores políticos. Tirarei minha tarde para resolver pendengas de trabalho e curtir as pessoas queridas.

Durante esse final de semana, só se ouviu conversa fiada. Ou melhor, os monólogos dos Deputados nas madrugadas pré-votação. Há para todos os gostos…

O “ar da mudança” existe, é inegável. A possibilidade de um clima menos negativo, de fato, pinta no Brasil. Mas não nos iludamos: muda do PT para o PMDB que já estava lá, com apoio do PSDB de Aécio (estranhamente tão sumido e com denúncias nas costas).

Lula se fortalecerá (infelizmente) para 2018 (se não estiver preso ou com os direitos cassados), pois estará na melhor zona de conforto que gosta: a de oposição.

REITERO: Não nos iludamos! A ética não voltará, tampouco a corrupção cessará. Só trocará (se trocar) a quadrilha.

Aliás, a sequência de votação dos deputados é cômica. Para que estados intercalados? Faça por ordem alfabética, ora bolas!

Xô corrupção!

Assisti a um vídeo espetacular sobre “moralizar o Brasil” (pena que os idealizadores não cumpriram o que fizeram de apologia), em: https://m.youtube.com/watch?v=dHSQjj2LSgw&feature=share

bomba.jpg

– Muito Blabláblá de Defensores e Opositores do Governo

A radicalização fanático-religiosa do Brasil está assustando. Muito discurso furado. Gente que fala bonito iludindo a população, como a presidente Dilma se comparando à vítima do Nazismo (que Deus a perdoe) ou movimento de atores que recebem verbas federais para defendê-la.

Do outro lado, pessoal que até marcou data para o impeachment, falando sobre a mudança de direção da nação (esquecendo-se que Temer é do mesmo pacote: já beijou a mão do PSDB e usufruiu o quanto pode do PT).

Prefiro a moderação. Quero um país menos corrupto, livre de políticos profissionais e sedentos de poder. E que os bandidos de colarinho branco (de Lula a Aécio, se tudo for provado) sejam presos (e devolvam a grana, logicamente).

Uma coisa é certa: há muito blábláblá, lenga lenga e o povo continua sofrendo.

bomba.jpg

– Que os Canalhas que desviaram Dinheiro da Merenda sejam presos!

Ufa, realmente o Brasil parece que está sendo passado a limpo. Depois da Federal “pegar de jeito” um bando de petistas, agora a Civil faz o mesmo com um bando de peessedebistas que desviaram recursos da merenda escolar (Leonel Júnior, ao lado de Alckmin, na foto abaixo).

Doa a quem doer, lugar de político corrupto é no xilindró. E não venha fanático-partidário defender essa ou aquela legenda.

Extraído do Bom Dia/ Diário de São Paulo, em: http://www.diariosp.com.br/noticia/detalhe/91186/alba-branca-prende-6-por-fraude-de-merenda-escolar

EX-PRESIDENTE DA ALESP É PRESO

A Polícia Civil e o Ministério Público Estadual (MP-SP) prenderam o ex-presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo, Leonel Julio, em mais uma fase da Operação Alba Branca, deflagrada na manhã desta terça-feira (29). A investigação é a respeito de casos suspeitos de fraudes em licitações para o fornecimento de merenda escolar em 22 cidades do Estado.

Com os mandados de prisão expedidos pela Justiça da cidade de Bebedouro, no interior paulista, a força-tarefa já prendeu Leonel Julio e mais seis pessoas em diversas cidades do interior paulista e na capital. Dentre os capturados estão o ex-vendedor da Cooperativa Orgânica Agrícola Familiar (Coaf), Emerson Girardi, e o presidente da União dos Vereadores do Estado (Uvesp), Sebastião Miziara.

Além disso, mandados de busca e apreensão também estão sendo cumpridos pela polícia.

Fernando Capez, atual presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo, é um dos alvos da investigação. Porém, ele tem foro privilegiado e, por isso, o caso está em curso no Tribunal de Justiça do Estado.

O esquema envolve funcionários públicos e deputados que recebiam pagamento de propina para que licitações destinadas à compra de merenda escolar fossem fraudadas em favor da Coaf, que tem sede em Bebedouro.

bomba.jpg

– As Delações e as Listas de Corruptos Multipartidários. Em quem confiar?

Delcídio Amaral citou em delação premiada políticos em atitudes corruptas das mais diversas ideologias: de Lula a Aécio, de Norte a Sul!

Na lista oficial de propina da Odebrecht, descobriu-se quase 300 políticos de mais de 20 partidos, de comunistas aos neo-liberais.

Aí fiquem pensando: e os radicais “torcedores” do PT que se matam nas redes sociais contra os radicais “torcedores” do PSDB? Nem assim os dois grupos de eleitores se mancam que a briga é pelo poder e pelo dinheiro, não pelo povo?

Esses militantes profissionais me trazem dúvida: alienados ou fanáticos?

Não aguento mais escrever ou falar sobre política. O Brasil, politicamente falando, é um antro de perdição e está falido moralmente.

O que será do nosso país? Onde achar um nome sequer honesto para presidi-lo?

bomba.jpg

– As corretas frases de Lula repaginadas em atos concretos e contraditórios, somadas as infelizes tiradas dele próprio.

Em 2010, quando Julian Assange, o fundador do Wikileaks, divulgou vários documentos sigilosos que continham crimes de pessoas e governos importantes, Luís Inácio Lula da Silva declarou:

Aparece o tal do WikiLeaks e desnuda a diplomacia que parecia inatingível, parecia a mais certa do mundo, e aí começa uma busca. Se ele leu, é porque alguém escreveu. O culpado não é quem divulgou, o culpado é quem escreveu. Portanto, em vez de culpar quem divulgou, culpem quem fez a bobagem, porque senão não teria o escândalo que tem”.

Repetindo: “Quem divulga não é culpado”, pois o problema é o ato criminoso cometido e que ficaria encoberto.

Certo?

Mas quando é com ele… o discurso mudou?

Em 1988, no Governo Sarney, em entrevista ao “O Globo”, Lula se referiu a políticos corruptos que ficavam impunes dizendo:

No Brasil é assim: quando um pobre rouba, ele vai para a cadeia, mas quando um rico rouba ele vira ministro“.

Que ironia do destino… Lula, acusado de corrupção, foi chamado às pressas para ser ministro. E não um simples ministro, mas um super ministro, praticamente para governar a nação e que depois foi impedido por se descobrir por grampos telefônicos que era um esquema de evitar sua provável prisão e ter foro privilegiado.

Em referência aos grampos, fica a pergunta: que baixeza foi a fala de Lula ao dizer que o PT precisava das mulheres de grelo duro”? Que linguajar chulo! Pior: sobre Clara Ant, diretora do Instituto Lula, ele disse que quando a diretora viu 5 Policiais Federais, “achou que era um presente de Deus”.

Se ele trata assim as pessoas próximas a ele, imagine aos adversários?

Mais do que isso: a troca de gargalhadas entre Eduardo Paes e Lula sobre o sítio de Atibaia (sítio negado por ele), ironizando como “lugar cafona” de quem tem “mania de se fazer de pobre”.

Quando achamos que o fundo do poço chegou, vemos que ele está longe ainda…

Desse atual episódio onde a Lava Jato está corretamente indo a fundo, tiramos duas conclusões:

– A Oposição é fraca e parece estar indo (ou melhor, já foi) para o mesmo caminho: e as contas e podres de Aécio Neves? Não dá para ignorá-las também!

– Não há um líder político como opção. Quem pode subir em um palanque e conclamar o povo para mudança nesse momento turbulento? Quem é o político-símbolo de honestidade hoje? Infelizmente, não há…

bomba.jpg

– O Brasil Político da Esquerda Mentirosa e da Direita Oportunista: quero achar um chefe de estado honesto!

Tivemos nesse domingo as manifestações contra a Corrupção, contra o Governo Dilma e contra o Lula-Petismo!

Impossível ignorar as pessoas nas ruas. Foram milhões de brasileiros em diversas cidades, revoltados com o abandono do país.

Correto. Temos uma Esquerda capitaneada pelo PT e pelos seus “partidos satélites”, que nos anos 80 pregava a ética e a lisura, mas que quando entrou no poder se corrompeu com os mais graves escândalos de roubo da nação, como Mensalão e Petrolão. Quem diz o contrário, é fanático-partidário.

Já a Direita é fraca, não sabe ser oposição e permitiu esse “status quo”. Formada por caciques do PSDB, foi omissa na maior parte dos casos e tentou se aproveitar de visibilidade no último protesto, sendo Alckmin e Aécio vaiados pela massa de 1,4 milhões de paulistanos na mais paulista das avenidas. Inclua-se na lista a agora peemedebista Marta Suplicy e outros tantos ex-petistas que abandonaram o barco para perder menos votos no próximo pleito.

Não me empolgo com nenhum partido ou nome de candidato. Todos são iguais perante o dinheiro público, infelizmente. E é o que temo: precisamos mudar esse Governo corrupto e prender os cabeças, como prioridade; depois ir para cima dos pseudo-salvadores da nação, tão envolvidos em outras maracutaias quanto os mandatários atuais. Todos devem ser investigados, doa a quem doer, pela ordem de importância dos seus crimes. MAS SOBRARÁ QUEM?

Sérgio Moro, corretamente, se tornou herói nacional. Ótimo, mas provavelmente quer distância do Planalto por ser honesto demais. Vai que perde a incorruptibilidade…

O duro é ver que muitos dos apoiadores do impeachment de Fernando Collor, que lesou menos o Brasil do que Dilma + Lula, são contrários ao impeachment atual. Será por que nomes como Sarney (o ícone do coronealismo), Collor (tirado do poder também por eles próprios mas hoje senador) e Maluf (o “rouba mas faz”) tem seus partidos integrando a base aliada?

bomba.jpg

– Lula e uma Seita de Crentes Irredutíveis.

CARISMA é um dom de Deus, tanto tratado pelo apóstolo São Paulo em suas cartas evangelizadoras. Max Weber, filósofo, economista, teólogo e sociólogo, considerado um dos maiores teóricos do Capitalismo e mentor da Burocracia como sistema de controle para a Administração de Empresas (não confunda com o Burocratismo – o nome que se dá ao lado ruim da Burocracia), dizia que CARISMA é o poder de empatia exercido pelas pessoas.

É inegável que pessoas – do bem ou do mal – tenham carisma ao extremo, seduzindo apaixonados seguidores. Madre Teresa de Calcutá era uma carismática freirinha que ajudou a criar uma solidária congregação mundo afora. Adolf Hitler era um chefe político carismático que conquistou o povo com seu discurso nacionalista.

Luiz Inácio Lula da Silva, que era a “esperança que venceria o medo” e promotor do Fome Zero e de outros programas assistenciais, de fato é um líder carismático. Eleito, reeleito e feito por duas vezes a sua sucessão para a Presidência da República do Brasil, tem um discurso popular que encantou o povo sofrido nos anos 70/80; que se estendeu à classe média nos anos 90 e acabou por convencer a maioria dos eleitores que depositaram seus votos válidos na primeira década de 2000.

Passado tanto tempo… descobriu-se que o “toma lá da cá” era praxe. Golpes inteligentíssimos foram criados, como os esquemas de propinas do Mensalão e Petrolão. Dinheiro grosso de corrupção com números milionários e alcance inimagináveis tomaram conta do dia-a-dia do Palácio do Planalto, onde o presidente eleito pelo PT e seus pares próximos iludiam os brasileiros com migalhas sociais.

Quanto se roubou dos cofres públicos e quantos contratos superfaturados? Não saíram para se construir hospitais, escolas e outras benfeitorias ao povo pobre? A troco do bolsa-família, se proclamava Lula um benfeitor dos humildes, mascarando o que se havia de real.

Hoje, com a desilusão de que Lula era apenas mais um dos políticos corruptos que existem em nosso país e de que seu partido é como outro qualquer, a população vê o ex-presidente bradar que “não existe alma viva mais honesta do que ele no Brasil”. Ou o insistente discurso vazio de que nada sabia de corrupção e de que é vítima de golpe político, questionando sua ida à Polícia Federal.

Seus defensores insistem em blindá-lo. O que ocorre? Por quê não enxergam? Justificar exagero do Judiciário como se Lula nada tivesse feito?

O que me espanta é: há quem ache esse homem honesto? E as mentiras? E os engodos até então?

Parece cegueira, hipnose, fanatismo religioso de uma legião que não o abandona. E parece que é esse o último recurso que Lula usa para tentar se safar: se promover um coitado, perseguido, e conclamar o que sobrou da militância mais radical a fim de defendê-lo.

A 6a feira foi histórica ao Brasil. E que peguem os bandidos corruptos de outros partidos também, sejam eles quem forem! Lula, claro, é a bola da vez por tudo o que se está descobrindo de podre neste santo de pau oco.

Está na hora de passar o Brasil a limpo, e isso não pode parar.

bomba.jpg

– A Delação de Delcídio à “Isto É” e outras Confissões

A semana foi de alvoroço por parte dos políticos em Brasília pelas delações premiadas de corrupções.

No começo da semana, o executivo Flávio Gomes confessou que a Andrade e Gutierrez deu à campanha da presidente Dilma Roussef cerca de 6 milhões de reais disfarçados em negócios com agências de publicidade.

A troco de quê o fez?

Aliás, a Globo divulgou no Jornal Nacional que o delator era Flávio Lúcio Magalhães. Não era ele…

Vide aqui: http://g1.globo.com/jornal-da-globo/noticia/2016/03/delator-diz-ter-feito-pagamento-ilegal-para-campanha-de-dilma-em-2010.html

Agora, uma bombástica reportagem da Revista Isto É traz uma matéria sobre os “podres” contados pelo senador Delcídio Amaral (aquele mesmo que foi preso e prometeu levar metade do Senado se perdesse o mandato e ficasse na cadeia), revelando que a presidente Dilma e o ex-presidente Lula usaram de influência no Judiciário para aliviar empreiteiros corruptos na Lava Jato.

A matéria em: http://www.istoe.com.br/reportagens/447783_A+DELACAO+DE+DELCIDIO?pathImagens=&path=&actualArea=internalPage

Quando é que o país será terra de gente honesta, e não briga de quadrilha culpando seus pares?

bomba.jpg

– Dilma, o Partido e o País dividido!

Alguém duvida que o Brasil está ao Deus-dará?

Se desde as Eleições o país rachou entre Dilma e Aécio, ou entre PT e PSDB (e parece ser um crime dizer que você não simpatiza nem com um ou nem com outro), onde ser esquerda tornou-se “petralha” e ser direita virou “coxinha” (durma-se com um barulho desses) e que bipolarizou-se forçadamente as ideologias, agora vemos um cenário inimaginável: o PT abandona Dilma através de discursos negativos, e a presidente diz que não governa para o PT mas sim para o país.

Estratégia política ou de fato estão brigados?

Algo que irrita: por quê ao se referir ao Lula, Dilma frequentemente o chama de presidente, ao invés de Ex- Presidente, como os demais?

bomba.jpg

– 13 de 68 e 13 de 15: democracia de conveniência?

Ontem ocorreram manifestações contra o Governo Dilma Rousseff, pedindo o impeachment da presidente e o fim da administração do PT. Tudo feito de maneira ordeira. Aliás, uma versão de Direita dos protestos que nos acostumamos a ver quando a Esquerda era oposição.

Agora, ao contrário dos protestos que incentivavam, petistas como Rui Falcão dentre tantos outros tripudiaram, dizendo que era “em louvor ao dia 13 de dezembro de 1968, a favor da ditadura militar“.

Quanta bobagem… quando é protesto pró-PT, é democracia. Quando é contra, é golpe?

De fato, os conceitos de democracia variam conforme os interesses.

bomba.jpg

– Temer e Dilma: rachou pra valer?

O Vice-presidente da República, Michel Temer, nunca apareceu ativamente no Governo Dilma. A presidente, por sua vez, nunca o prestigiou.

Agora, romperam, dando mostra do desgoverno que o Brasil vive. Veja a carta de Temer para Dilma:

São Paulo, 07 de Dezembro de 2.015.

Senhora Presidente,

“Verba volant, scripta manent” (As palavras voam, os escritos permanecem)

Por isso lhe escrevo. Muito a propósito do intenso noticiário destes últimos dias e de tudo que me chega aos ouvidos das conversas no Palácio.

Esta é uma carta pessoal. É um desabafo que já deveria ter feito há muito tempo.

Desde logo lhe digo que não é preciso alardear publicamente a necessidade da minha lealdade. Tenho-a revelado ao longo destes cinco anos.

Lealdade institucional pautada pelo art. 79 da Constituição Federal. Sei quais são as funções do Vice. À minha natural discrição conectei aquela derivada daquele dispositivo constitucional.

Entretanto, sempre tive ciência da absoluta desconfiança da senhora e do seu entorno em relação a mim e ao PMDB. Desconfiança incompatível com o que fizemos para manter o apoio pessoal e partidário ao seu governo.

Basta ressaltar que na última convenção apenas 59,9% votaram pela aliança. E só o fizeram, ouso registrar, por que era eu o candidato à reeleição à Vice.

Tenho mantido a unidade do PMDB apoiando seu governo usando o prestígio político que tenho advindo da credibilidade e do respeito que granjeei no partido. Isso tudo não gerou confiança em mim. Gera desconfiança e menosprezo do governo.

Vamos aos fatos. Exemplifico alguns deles.

  1. Passei os quatro primeiros anos de governo como vice decorativo. A Senhora sabe disso. Perdi todo protagonismo político que tivera no passado e que poderia ter sido usado pelo governo. Só era chamado para resolver as votações do PMDB e as crises políticas.
  2. Jamais eu ou o PMDB fomos chamados para discutir formulações econômicas ou políticas do país; éramos meros acessórios, secundários, subsidiários.
  3. A senhora, no segundo mandato, à última hora, não renovou o Ministério da Aviação Civil onde o Moreira Franco fez belíssimo trabalho elogiado durante a Copa do Mundo. Sabia que ele era uma indicação minha. Quis, portanto, desvalorizar-me. Cheguei a registrar este fato no dia seguinte, ao telefone.
  4. No episódio Eliseu Padilha, mais recente, ele deixou o Ministério em razão de muitas “desfeitas”, culminando com o que o governo fez a ele, Ministro, retirando sem nenhum aviso prévio, nome com perfil técnico que ele, Ministro da área, indicara para a ANAC. Alardeou-se a) que fora retaliação a mim; b) que ele saiu porque faz parte de uma suposta “conspiração”.
  5. Quando a senhora fez um apelo para que eu assumisse a coordenação política, no momento em que o governo estava muito desprestigiado, atendi e fizemos, eu e o Padilha, aprovar o ajuste fiscal. Tema difícil porque dizia respeito aos trabalhadores e aos empresários. Não titubeamos. Estava em jogo o país. Quando se aprovou o ajuste, nada mais do que fazíamos tinha sequência no governo. Os acordos assumidos no Parlamento não foram cumpridos. Realizamos mais de 60 reuniões de lideres e bancadas ao longo do tempo solicitando apoio com a nossa credibilidade. Fomos obrigados a deixar aquela coordenação.
  6. De qualquer forma, sou Presidente do PMDB e a senhora resolveu ignorar-me chamando o líder Picciani e seu pai para fazer um acordo sem nenhuma comunicação ao seu Vice e Presidente do Partido. Os dois ministros, sabe a senhora, foram nomeados por ele. E a senhora não teve a menor preocupação em eliminar do governo o Deputado Edinho Araújo, deputado de São Paulo e a mim ligado.
  7. Democrata que sou, converso, sim, senhora Presidente, com a oposição. Sempre o fiz, pelos 24 anos que passei no Parlamento. Aliás, a primeira medida provisória do ajuste foi aprovada graças aos 8 (oito) votos do DEM, 6 (seis) do PSB e 3 do PV, recordando que foi aprovado por apenas 22 votos. Sou criticado por isso, numa visão equivocada do nosso sistema. E não foi sem razão que em duas oportunidades ressaltei que deveríamos reunificar o país. O Palácio resolveu difundir e criticar.
  8. Recordo, ainda, que a senhora, na posse, manteve reunião de duas horas com o Vice Presidente Joe Biden – com quem construí boa amizade – sem convidar-me o que gerou em seus assessores a pergunta: o que é que houve que numa reunião com o Vice Presidente dos Estados Unidos, o do Brasil não se faz presente? Antes, no episódio da “espionagem” americana, quando as conversar começaram a ser retomadas, a senhora mandava o Ministro da Justiça, para conversar com o Vice Presidente dos Estados Unidos. Tudo isso tem significado absoluta falta de confiança;
  9. Mais recentemente, conversa nossa (das duas maiores autoridades do país) foi divulgada e de maneira inverídica sem nenhuma conexão com o teor da conversa.
  10. Até o programa “Uma Ponte para o Futuro”, aplaudido pela sociedade, cujas propostas poderiam ser utilizadas para recuperar a economia e resgatar a confiança foi tido como manobra desleal.
  11. PMDB tem ciência de que o governo busca promover a sua divisão, o que já tentou no passado, sem sucesso. A senhora sabe que, como Presidente do PMDB, devo manter cauteloso silencio com o objetivo de procurar o que sempre fiz: a unidade partidária.

Passados estes momentos críticos, tenho certeza de que o País terá tranquilidade para crescer e consolidar as conquistas sociais.

Finalmente, sei que a senhora não tem confiança em mim e no PMDB, hoje, e não terá amanhã. Lamento, mas esta é a minha convicção.

Respeitosamente,

MICHEL TEMER

A Sua Excelência a Senhora

Doutora DILMA ROUSSEFF

Presidente da República do Brasil

Palácio do Planalto

Ninguém sabe se houve uma resposta formal da presidente. Mas os memes da Internet “imaginaram” a carta da Dilma. Cá entre nós: é engraçada. Abaixo:

bomba.jpg