– Ânimo: Reflexões e Orações, Confiança em Deus e Disposição para Viver!

Há certos momentos da nossa vida em que tudo parece dar errado. Nesses tempos de crise, de turbulência econômica, financeira, social e moral, tendemos a perder a esperança.

Cuidado! Abramos os olhos e o coração. Não podemos nos desesperar!

São muitos os intervalos da batalha em que deixamos nos levar. Pode ser por culpa do cansaço da luta, mas não podemos desistir. Levantemos a cabeça! Se apegue em algo ou em alguém.

Quando oscilo ou vacilo, busco a . Não que a abandone quando tudo está bem, mas me socorro à Força que vem do Alto!

Compartilho algumas mensagens revigorantes, de ânimo e de esperança:

1- Retirada da postagem no Facebook da amiga Maria Castilho de Andrade:

A respeito da Oração de Recolhimento, no livro “Intimidade Divina” do Padre Gabriel de Santa Maria Madalena, OCD,

De São João da Cruz (C 1, 8):

“Goza-te e alegra-te em teu interior recolhimento com Ele, pois o tens tão próximo! Aí O deseja, aí O adora, e não vás buscá-LO fora de ti, porque te distrairás e cansarás sem poder encontrá-LO… nem tê-LO mais perto do que dentro de ti.”

De Santa Teresa D’Ávila (Cm 28, 2):

“Por baixinho que fale, está Ele tão perto que o ouvirá. Para ir buscá-lo não precisa de asas: basta que se ponha em solidão e o contemple dentro de si.”

Bonito, não?

2- Retirada deste Blog na Postagem intitulada “Motivos para fazer valer a vida”:

Diante desses textos dos livros do “Provérbios” e da “Sabedoria”, extraio um lembrete de valorização da vida. Quando se sentir deprimido, cansado, cobrado ou desesperançoso, vale a pena dar uma lida!

Abaixo:

ODE À VIDA

Refleti sobre tudo,

e compreendi que os justos, os sábios e suas ações estão todos nas mãos de Deus.

O homem, por si só, não conhece nem o amor nem o ódio, embora tudo isso se desenvolva diante dele.

Tudo têm o mesmo destino,

Tanto o mau como o bom,

O puro e o impuro,

Quem se sacrifica e quem não se sacrifica (…).

Todos eles se dirigem para junto dos mortos.

Enquanto há vida, há esperança, porque é melhor um cão vivo do que um leão morto.

Portanto, vá!

Coma o seu pão com alegria e beba seu vinho com satisfação,

Porque com isso Deus mostra que é bondoso para você (…).

Goze a vida com a esposa que você ama, durante todos os dias da vida fugaz que Deus lhe dá.

Faça-o enquanto tem forças,

Porque no mundo dos mortos, para onde todos irão, não existe ação, pensamento ou ciência.

O mais veloz nem sempre vence a corrida, nem o mais forte vence a batalha.

O pão não é para os mais sábios, nem as riquezas para os mais inteligentes, nem o favor para os mais cultos, porque tudo depende do tempo e do acaso.

Além disso, o homem é como os peixes, que são pegos na rede!

Ou como os pássaros, que caem presos em arapucas.

Pois assim, da mesma forma, pode lhe cair a desgraça surpreendendo-o. (Prov 9, 1-12 c/ adapt).

Portanto, viva! Viva em abundância! Trabalhe, mas viva.

Preocupe-se, mas não se esqueça de viver. Olhe para a sua volta e agradeça por mais um dia de vida.

E, simplesmente, viva!

3- Salmo 37 (com adaptações):

TEMPORÁRIA A FELICIDADE DOS PERVERSOS

Não te indignes por causa dos malfeitores, nem tenhas inveja dos que praticam a iniqüidade.

Pois eles dentro em breve definharão como a relva e murcharão como a erva verde.

Confia no SENHOR e faze o bem; habita na terra e alimenta-te da verdade.

Agrada-te do SENHOR, e ele satisfará os desejos do teu coração.

Entrega o teu caminho ao SENHOR, confia nele, e o mais ele fará.

Fará sobressair a tua justiça como a luz e o teu direito, como o sol ao meio-dia.

Descansa no SENHOR e espera nele, não te irrites por causa do homem que prospera em seu caminho, por causa do que leva a cabo os seus maus desígnios.

Deixa a ira, abandona o furor; não te impacientes; certamente, isso acabará mal.

Porque os malfeitores serão exterminados, mas os que esperam no SENHOR possuirão a terra.

Mais um pouco de tempo, e já não existirá o ímpio; procurarás o seu lugar e não o acharás.

Mas os mansos herdarão a terra e se deleitarão na abundância de paz.

Trama o ímpio contra o justo e contra ele ringe os dentes.

Rir-se-á dele o Senhor, pois vê estar-se aproximando o seu dia.

Os ímpios arrancam da espada e distendem o arco para abater o pobre e necessitado, para matar os que trilham o reto caminho.

A sua espada, porém, lhes traspassará o próprio coração, e os seus arcos serão espedaçados.

Mais vale o pouco do justo que a abundância de muitos ímpios.

Pois os braços dos ímpios serão quebrados, mas os justos, o SENHOR os sustém.

O SENHOR conhece os dias dos íntegros; a herança deles permanecerá para sempre.

Não serão envergonhados nos dias do mal e nos dias da fome se fartarão.

Mas o SENHOR não o deixará nas suas mãos, nem o condenará quando for julgado.

Vem do SENHOR a salvação dos justos;

O SENHOR os ajuda e os livra; livra-os dos ímpios e os salva, porque nele buscam refúgio.

4- Oração de Nossa Senhora Desatadora dos Nós

Maria, mãe de Jesus, interceda por nós a seu Filho, nosso único Deus e Senhor:

Virgem Maria, Mãe do Belo Amor,

Mãe que jamais deixa de vir em socorro a um filho aflito,

Mãe cujas mãos não param nunca de servir seus amados filhos, pois são movidas pelo amor divino e a imensa misericórdia que existem em teu coração, volta o teu olhar compassivo sobre mim e vê o emaranhado de nós que há em minha vida.

Tu bem conheces o meu desespero, a minha dor e o quanto estou amarrado por causa destes nós.

Maria, Mãe que Deus encarregou de desatar os nós da vida dos seus filhos, confio hoje a fita da minha vida em tuas mãos.

Ninguém, nem mesmo o maligno poderá tirá-la do teu precioso amparo.

Em tuas mãos não há nó que não poderá ser desfeito.

Mãe poderosa, por tua graça e teu poder intercessor junto a Teu Filho e Meu Libertador, Jesus, recebe hoje em tuas mãos este nó………

Peço-te que o desates para a glória de Deus, e por todo o sempre.

Vós sois a minha esperança.

Ó Senhora minha, sois a minha única consolação dada por Deus, a fortaleza das minhas débeis forças, a riqueza das minhas misérias, a liberdade, com Cristo, das minhas cadeias.

Ouve minha súplica.

Guarda-me, guia-me, protege-me, ó seguro refúgio!

Maria, Desatadora dos Nós, roga por mim.

5- De súplicas e ensinamentos diversos:

Extraído de Isaías 33, 2

“Ó Senhor Deus, tem compaixão de nós pois esperamos que nos ajudes.

Sê o nosso protetor todos os dias,

Sê o nosso Salvador em tempos de dificuldades.”

Extraído de Santa Teresa Benedita da Cruz:

“Quanto mais escuridão se faz ao nosso redor, mais devemos abrir o coração à Luz que vem do alto”.

Extraído do Evangelho de São João Batista 16,33:

“No mundo vocês vão sofrer, mas CORAGEM, eu venci o mundo”.

bomba.jpg

– A ditadura chinesa contra a informação necessária.

Não há como aplaudir a repressão. A jornalista que divulgou os primeiros casos de Covid-19 foi punida por prisão na China.

Compartilho de: https://olhardigital.com.br/2020/12/28/noticias/china-condena-jornalista-a-prisao-por-expor-crise-da-covid-19/

CHINA CONDENA JORNALISTA A PRISÃO POR EXPOR CRISE DA COVID

Nesta segunda-feira (28), a jornalista chinesa Zhang Zhan, de 37 anos, foi penalizada por exercer seu direito à liberdade de expressão. Ela foi condenada a uma pena de quatro anos de prisão, acusada de “induzir brigas e provocar confusão” por noticiar o surto de coronavírus no ano passado na cidade de Wuhan.

Zhang Zhan foi uma das jornalistas que fizeram relatos da pandemia sobre hospitais lotados de pessoas doentes e ruas vazias, contrastando com a versão oficial do governo, segundo noticiou a Reuters.

“Não entendo. Tudo que ela fez foi dizer algumas palavras verdadeiras, e por isso pegou quatro anos”, disse Shao Wenxia, a mãe de Zhang, que acompanhou o julgamento com o marido.

O advogado de Zhang, Ren Quanniu, afirmou à agência de notícias que deve apelar da decisão. “A senhorita Zhang acredita que está sendo perseguida por exercitar sua liberdade de expressão”, disse ele, antes do julgamento.

Críticos dizem que a China deliberadamente fez com que o julgamento de Zhang acontecesse durante as festas de fim de ano ocidentais para minimizar a atenção e a vigilância do Ocidente.

O escritório de direitos humanos das Nações Unidas pediu, em um tuíte, pela libertação de Zhang. “Levantamos o caso dela com as autoridades ao longo de 2020 como um exemplo da repressão excessiva à liberdade de expressão ligada à Covid-19 e continuamos a pedir sua libertação”, diz a publicação.

zhang zhan

– Neymar e o Mundo que ele nunca viveu…

O cara “nasceu estrela”. Desde cedo, não teve infância, e quando pode fazer o que quisesse da vida, fez.

De quem estamos falando?

Poderia ser de muito artista-mirim que virou postar, mas a celebridade em questão é Neymar.

Imagine o quanto ele deixou de aprender e viver numa infância normal para habitar na anormalidade que exige o mundo do futebol. Do seu talento, viu gerar muito dinheiro – que se tornou uma forma de extravasar as angústias que sente (ou das carências que tem, ou, se preferir, das extravagâncias que deseja).

Ronaldinho Gaúcho foi um desses exemplos: se tivesse disposição, poderia ter sido 10 vezes o melhor do mundo, mas cansou de jogar bola profissionalmente e, cheio de grana, curtiu os gramados em meio à diversão. Não o condeno, pois são opções pessoais da vida de cada um (embora eu pense diferente do que ele).

Idem a Adriano Imperador, que poderia ter ido muito mais longe se não fossem os problemas extra-campo. Idem a tantos anônimos que não ganharam dinheiro o suficiente para viver em meio a prazeres e vaidades, padecendo hoje.

Neymar, em plena pandemia, fazendo uma festa de arromba por 5 dias em sua mansão na cidade de Mangaritiba (com mega lotação), é um desrespeito. Será que ele não consegue ter empatia com os problemas que se enfrenta no mundo dos normais?

Aplaudir os médicos, como fez em vídeo promocional certa vez, é fácil. Dar exemplo na conduta é outra história…

Outra questão passará a ser: os seus patrocinadores estão contentes com seu garoto-propaganda? 

É por essas e outras que se vê o “por quê” de muitos atletas e treinadores não terem o escolhido no The Best da FIFA. Apesar de saber jogar bola, as atitudes tornam-se sempre questionáveis.

Sorte dele que a sua boate na Mansão é subterrânea, diminuindo o barulho que pode incomodar os vizinhos (ops: contém ironia).

Neymar constrói anexo para parças e boate subterrânea em Mangaratiba após  recalamações de vizinhos – A Província do Pará

– Exame de Consciência no Final de Ano!

Um puxão de orelha necessário! É isso que penso ao ler esse texto escrito pelo Papa Bento XVI, em sua última homilia de Natal:

Estamos completamente repletos de nós mesmos, sem tempo e espaço suficientes para Deus, para as crianças e para os pobres”.

Tem ou não razão? Ótimo para refletirmos nesse final de ano…

imgres.jpg

– E se o lance do “Ponto Cego” de Palmeiras x Red Bull Bragantino fosse num Derby?

um ponto cego na Allianz Arena, que impede o VAR de tomar decisões corretas?

Ao menos, é o que deu a entender Leonardo Gaciba, presidente da Comissão de Arbitragem da CBF, à diretoria do Red Bull Bragantino, que reclamou formalmente do gol sofrido contra o Palmeiras, alegando impedimento.

Apesar da marcação do bandeira (considerando a posição duvidosa de Luiz Adriano), o árbitro Raphael Claus confirmou o gol pelas imagens do posicionamento do atacante no VAR. Entretanto, o lance em questão é de Gabriel Menino, que não aparece nas imagens recebendo a bola em condição legal ou não para o cruzamento.

Ficará, assim, uma nova dúvida a cada partida: o “ponto cego” só existe na Arena tão moderna do Palmeiras, ou em outras também? Quantos lances já fora decididos “às cegas” no Brasileirão? É um problema que não se resolve ou um descuido que poderia ser evitado pela CBF?

Já imaginaram pela Copa do Brasil, em jogos eliminatórios, um gol sofrido em condições duvidosas com ponto cego? Ou um lance igualmente decisivo num Corinthians x Palmeiras?

Em todo mundo do “Planeta Bola”, somente aqui no Brasil ouvi a história de “ponto cego no VAR”...

Informações do Uol, em: https://www.uol.com.br/esporte/colunas/danilo-lavieri/2020/12/28/red-bull-aponta-gol-irregular-do-palmeiras-e-cbf-cita-ponto-cego-no-var.amp.htm

– Inclusão Digital URGENTE!

Dr José Renato Nalini abordou um tema deveras importante: a necessidade de promover a inclusão digital como Política de Estado, devido às várias urgências!

Confira que visão importante, extraída de: https://renatonalini.wordpress.com/2020/12/28/era-da-inclusao-digital/

ERA DA INCLUSÃO DIGITAL

O mundo pós-pandemia será cada vez mais digital. A luta contra o coronavírus obrigou à tomada de providências drásticas, dentre as quais o confinamento da maioria das pessoas. Verdadeiro pânico se estabeleceu e nos primeiros meses observou-se o distanciamento social e um severo capítulo de medidas de higiene.
Aos poucos, o Brasil vai se acostumando com as seiscentas mortes diárias e mais de vinte mil novas contaminações. Isso significa que a epidemia continua e que teremos de conviver com ela nos próximos anos. Sem prejuízo da vinda de outras novas, associadas ao maltrato da natureza e à extinção da biodiversidade em todo o planeta.
Tal cenário impõe a absorção plena da cultura digital. Ela mostrou-se capaz de minorar os males decorrentes da peste. As aulas continuaram e a transmissão de conteúdo mostrou-se a tábua de salvação para milhões de estudantes. O contato virtual com familiares foi uma constante. As lives mostraram-se instrumento eficiente e idôneo de comunicação grupal. Ouvi de amigos conferencistas que nunca tiveram tanto auditório como nesses tempos.
Bancas para a arguição de dissertações e teses puderam funcionar. As compras online já eram exitosas e mostraram-se cada vez mais eficazes, assim como a movimentação financeira pelos bancos e demais instituições.
Isso evidencia a urgência de políticas sérias de inclusão digital de todos os brasileiros. Os millenials já dominam com desenvoltura as modernas tecnologias e descobrem funcionalidades de forma espontânea, desnecessária qualquer formação técnica específica. Eles podem ser de imensa serventia para treinar os adultos e aqueles da geração analógica, às vezes perdidos na parafernália dos mobiles.
Levar a inclusão digital a sério, como política de Estado, mas não condicionada a iniciativas de governo, é missão que se atribui a todo brasileiro lúcido e capaz de enxergar com acuidade a situação em que a Terra se encontra.
Todas as maiores empresas globais integram esse universo das tecnologias da comunicação e informação. O capital intangível da informação mostrou-se hábil a satisfazer a ânsia capitalista por amealhar fortunas e por dominar uma sociedade mundial cosmopolita, que aspira ter acesso ao que é mais atual e mais contemporâneo em termos de mercado.
Uma nação com desenvolvimento assimétrico, na verdade periférica em grande parte e emergente – talvez a mais atrasada dentre as BRICs – precisa imergir nessa cruzada de treinamento da cidadania, com empenho, garra e audácia.
A Quarta Revolução Industrial mudou profundamente a sociedade e os países que ficarem na rabeira dificilmente alcançarão aquelas que tomaram a dianteira. Não há progresso per saltum, o que significa a necessidade de percorrer todas as etapas do processo, mas em ritmo bastante acelerado.
Os municípios, entidades da Federação brasileira, precisam ser inteligentes e tentar suprir a ausência de planejamento que caracterizou o desordenado crescimento e a insensata conurbação que caracteriza grande parte do território brasileiro. As escolas não podem se resignar a transmitir conhecimento convencional, mas têm de entrar para valer no mundo digital. Ensinar os alunos a extrair consequências úteis para o uso híbrido de múltiplas tecnologias. Aprender programação. Criar aplicativos para a resolução de problemas aparentemente insolúveis.
Com a desenvoltura que os millenials têm, eles poderão se converter em tutores dos adultos. Nunca mais se poderá dispensar esse uso benéfico da internet, que multiplicou a produtividade de um setor emperrado e constantemente acusado de lentidão, que é o Judiciário. Os bancos e instituições financeiras já não dependem de comparecimento de seus clientes a sedes que serão drasticamente reduzidas e o PIX está aí, para facilitar ainda mais as coisas.
Tudo pode ser feito pelas redes sociais, que precisam ser instrumentos civilizatórios e abandonar esse desvio nefasto da produção de fake News e de disseminação de discórdia, ira, ódio e violência verbal.
Não se espere que governo seja o condutor de um processo que deve inspirar empresários e empresas, ONGs, Universidade, educadores e escolas, organizações, clubes, associações, entidades e pessoas físicas providas de empenho em transformar – para melhor – este sofrido Brasil.
Talvez chegue um dia em que até a vetusta Justiça venha a se comover e promova eleições pela internet, poupando recursos escassos, tempo e a obrigação de trabalho escravo requisitado à cidadania, assim como o uso de dependências privadas, numa grande e perigosa aglomeração de pessoas em plena crise da Covid19.
Já possuímos toda a estrutura para colher a manifestação da cidadania pelos seus mobiles. Com grande ganho em eficiência e rapidez, sem a invocação falaciosa de que uma eleição digital é mais perigosa do que a eleição convencional.
Inclusão digital movimenta a economia e habilita as pessoas ao exercício pleno de uma cidadania que foi prometida, mas que não virá como dádiva estatal, senão como conquista de quem quer participar dos destinos de sua Pátria e não ser massa de manobra para interesses nem sempre claros, nem sempre os mais legítimos.

_ José Renato Nalini é Reitor da UNIREGISTRAL, docente da Pós-graduação da UNINOVE e Presidente da ACADEMIA PAULISTA DE LETRAS – 2020-2021.

– Os novos VARs da CBF na FIFA

A mim, não causou nenhuma surpresa a manutenção dos 10 árbitros brasileiros indicados pela CBF para a FIFA. São eles (desde o começo do ano):

Árbitros:
Anderson Daronco (RS)
Bráulio da Silva Machado (SC)
Bruno Arleu de Araújo (RJ)
Flavio Rodrigues de Souza (SP)
Luiz Flavio de Oliveira (SP)
Rafael Traci (SC)
Raphael Claus (SP)
Rodolpho Toski Marques (PR)
Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Wilton Pereira Sampaio (GO)

Mesmo sem boas atuações no último ano, foram mantidos Luiz Flávio (que definitivamente não deslanchou na carreira internacional), Bruno Arleu e Rodolpho Toski. Mas como o Brasil tem o número máximo de FIFA’s permitido, a CBF não observou outros nomes que pudessem substitui-los na lista, evitando assim correr o risco de desagradar suas federações de origem.

A novidade foi o tão aguardado anúncio do quadro específico de árbitros de vídeo (os árbitros acima exercerão a arbitragem principal da partida e poderão ser escalados como VAR; mas os da lista específica, só poderão atuar como VAR, impedidos de entrar em campo como árbitros centrais nas competições internacionais). Abaixo:

Árbitros assistentes de vídeo (VAR)
Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG)
José Claudio Rocha Filho (SP)
Rodrigo D’Alonso Ferreira (SC)
Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)
Rodrigo Nunes de Sá (RJ)
Wagner Reway (PB)

E aí, gostou dos nomes? São razoavelmente experientes, mas que não fazem jus à condição de FIFA como árbitros centrais.

Anderson Daronco, árbitro do quadro internacional FIFA em 2021

– Bom dia, dona Terça-Feira! Em 4 cliques para animar a manhã/ madrugada:

Bom dia!
Para ter disposição, sempre um cooper pela manhã se faz necessário.
Vam’bora correr?
Fui.
Clique 1:

Correndo e Meditando com a Virgem Maria:
“Ó Mãe de Deus, rogai por nós hoje e sempre. Amém.”
Clique 2:

Imagem

Fim de treino – suado, cansado e feliz, alongando e curtindo a beleza das flores.
E essa rosa vermelha de tom vibrante?
Clique 3:

Imagem

Despertando, Jundiaí!
Que a terça-feira seja proveitosa e próspera. Compartilhando o amanhecer:
Clique 4:

Imagem

Ótima jornada para todos.

#FOTOGRAFIAéNOSSOhobby