– Em preto e branco, bem bonito:

Fim de tarde, com o céu muitíssimo nublado. Mas ainda assim, muito belo! Afinal, os cliques em P&B ajudam bastante.

A chuva já veio e, pelo jeito, voltará! Eu que não sou bobo, ficarei quietinho aqui em casa.

Bom descanso para todos.

Imagem

#FOTOGRAFIAéNOSSOhobby

– A “bandeira 2” da Energia Elétrica.

No auge da pandemia, o Governo Bolsonaro reduziu a tarifa de energia elétrica, já que o consumidor residencial estava gastando mais por ficar em casa.

Leio que a tarifa de Energia Elétrica vai passar para a tarifação “Bandeira Vermelha 2”! Confesso que não sabia que existia algo além da Bandeira Vermelha…

O resumo de tudo isso é: “não existe almoço grátis”: reduziu-se naquela oportunidade e agora desforra-se tudo de uma vez…

– Pra quê, Verdão?

Sabe aquele cara que tenta namorar uma moça bonita, e depois da rejeição, desdenha e diz que não queria mesmo e que “ela é até meio feinha”?

Pois é. O Palmeiras, após se classificar para a próxima fase da Libertadores da América, tirou um sarro de Miguel Angel Ramirez (o treinador que não aceitou largar seu clube no meio da competição e ir para o Parque Antártica) e do seu time, o Independiente del Valle (figura da provocação na imagem abaixo).

Se um torcedor faz isso, tudo bem. Mas… uma instituição tão importante como o Palmeiras fazer isso?

Acho desnecessário.

– De fato, valerá a prevenção. Sejamos moderados nos festejos natalinos.

Todos nós estamos saturados do assunto “Covid-19”, e é justamente isso que o Novo Coronavírus quer: que relaxemos na prevenção.

Com dor no coração, precisamos nos conscientizar de que as comemorações natalinas precisam ser bem cuidadosas, a fim de que não se tornem uma fonte de contágio.

Compartilho essa provocativa e pertinente mensagem:

– O Impressionante Império Polishop

O Empreendedor João Appolinário, dono da Rede Polishop, mostra como se tornar um bilionário com inovação, produtos inusitados e a dica promocional: persistência e convencimento na propaganda!

Extraído de IG empresas (clique aqui para a citação)

APPOLINÁRIO, DA POLISHOP, FATURA 1 BILHÃO COM PRODUTOS NÃO CONVENCIONAIS

Empresário se desfez de concessionária do pai para vender o “7 Day Diet”, em 1999. Agora, vai abrir megalojas, quatro vezes maiores que as atuais

Por Cláudia Facchini

João Appolinário, que fundou a Polishop há onze anos, diz que, se precisar comprar uma simples mesa para sua cozinha, terá de ir a uma loja da Casas Bahia, e que as pessoas às vezes lhe perguntam se possui todos os produtos que vende. “Seria impossível ter tudo em minha casa”, afirma.

O empresário faz sucesso com um conceito que foge do tradicional. Appolinário não revela quanto fatura, mas estima-se que o seu grupo já venda mais de R$ 1 bilhão, número não confirmado por ele.

Na Polishop, o consumidor encontra aquele tipo de produto que nunca soube que precisava – embora tenha vivido sem ele até hoje em muitos casos. E não são artigos vistos facilmente em qualquer lugar, como na Casas Bahia.

A Polishop não vende uma escada, mas uma escada dobrável, que pode ser configurada de 14 diferentes formas e que cabe no armário da lavanderia. Ela não vende uma poltrona, mas uma poltrona que faz massagem e pode custar R$ 6 mil.

“Os produtos precisam ser inovadores”, afirma Appolinário, que já chegou até mesmo à Argentina, onde a Polishop vende pela internet e pela TV. O grupo também exporta produtos para 40 países.

Mas nem todas as inovações dão certo, admite Appolinário. O empresário conta que possui em casa uma máquina de fazer pizza, mas que esse produto não está à venda na Polishop. “Achei que seria um grande sucesso. Eu mesmo adoro. Mas acabei desistindo de vender”. Ele não sabe bem por que a máquina não agradou, mas supõe que as mulheres não queiram correr o risco de ter de fazer pizza em casa e perder a esperada oportunidade que de ir ao restaurante.

Megalojas experimentais

A Polishop possui, além de seu site, 140 lojas em shopping centers, vende pela TV e por catálogo. Até o fim do ano, a rede chegará a 150 filiais e, se inventarem algum novo canal de venda, a Polishop estará lá. “Ser multicanal está no DNA da empresa”, diz Appolinário, que, começou, em 1999, aos 36 anos de idade, vendendo pela TV. A primeira loja física da Polishop foi aberta em 2003.

Na verdade, o empresário colocou o seu primeiro pé no varejo ao vender pela TV e por catálogo o “7 Day Diet” (dieta de sete dias), divulgada na época pelo piloto Emerson Fittipaldi.

O pai de Appolinário foi dono de uma concessionária Ford em São Caetano do Sul, onde Samuel Klein também fundou a Casas Bahia. Em 1998, após voltar da Flórida, nos Estados Unidos, e assumir a concessionária, Appolinário decidiu vender a empresa e partir para novos negócios, numa época em que o comércio eletrônico dava seus primeiros passos e a internet começava a revolucionar os hábitos de consumo no mundo.

Agora, a nova investida de Appolinário são megalojas experimentais, de aproximadamente 1 mil metros quadrados de área de vendas. Nessas lojas, os clientes poderão ver os produtos em funcionamento e manuseá-los, como uma máquina de lavar ou uma chapinha para cabelo, por exemplo. “Ali, não terá um aviso de que é proibido tocar nos produtos. Pelo contrário, vamos dizer: sente-se, experimente, mexa”, diz Appolinário, que irá abrir a primeira unidade nesse conceito no começo de 2012. O objetivo é chegar a 10 unidades nos próximos meses.

Atualmente, as lojas da rede possuem uma área bem menor, entre 200 e 250 metros quadrados. Se somadas todas as filiais, a Polishop possui hoje cerca de 25 mil metros quadrados de área de vendas. Para 2012, a previsão é agregar outros 12 mil ou 15 mil metros quadrados. “Deste total, 6 mil já estão contratados”, diz Appolinário.

Campeã de vendas

Para algumas marcas, como o “juicer”, processador de alimentos da Philips Walita, a Polishop já se transformou em um dos maiores revendedores.

Um dos seus produtos mais emblemáticos é o grill elétrico George Foreman, que foi lançado pela rede em 2005 e que, na época, foi visto com ceticismo pelos concorrentes. “Hoje, o grill é uma categoria importante, mas, antes, as pessoas acreditavam que, no Brasil, ninguém iria se interessar por um grill elétrico”, afirma Appolinário.

Entre os carros-chefes da Polishop também estão os aparelhos de ginástica, categoria em que a varejistas já se transformou em dos maiores revendedores do País. São aparelhos que prometem resultados incríveis, como o Energy Turbo Charger , que estimula “todos os músculos do seu corpo sem sair do lugar”.

As propagandas persuasivas são a alma do negócio da Polishop. Appolinário, enquanto fala ao iG,  caminha pelos estúdios onde os comerciais são gravados na nova sede da empresa, na zona Sul cidade de São Paulo. Tudo é produzido em casa, do cenário e roteiro à gravação.

Polishop+Logo++fas-vert.jpg

– Fortaleza 0x0 SCCP: explicado o pênalti não marcado contra o Corinthians e a expulsão de Jô

Dois lances polêmicos agitaram o jogo entre Fortaleza x Corinthians. Vamos lá:

Aos 57m, o lance de Felipe (FOR) em Gabriel (COR): o atleta do Corinthians é obstruído pelo seu marcador. Se fora da área, falta sem aplicação de cartão; dentro da área, pênalti. O árbitro Bráulio da Silva Machado não marcou mesmo com auxílio do VAR, e ali, tenho uma convicção: a forma como Gabriel caiu (parecia ter sido “atropelado” / agredido) iludiu o juizão que errou na sua interpretação.

Aos 79m, a expulsão de Jô: esse lance é muito confuso. Ele realmente tentou agredir seu adversário? Se foi isso, é Cartão Vermelho e se enquadra em “tentar ou dar um golpe em seu oponente” (a tentativa e a consumação tem o mesmo peso para a regra). Mas aqui, creio que a orientação de Leonardo Gaciba (chefe dos árbitros da CBF) no começo do Brasileirão aos árbitros, foi mais relevante para a decisão de Bráulio: foi pedido para que se puna com rigor lances de “braços armados”, “tentativas de disputas de bola com as mãos abertas (risco de tapas) ou fechadas (risco de socos)” e qualquer “lance que seja mais violento e leve ao risco de agressão”.

Fortaleza x Corinthians: onde assistir, escalação, horário e últimos  resultados

– Festa de São Francisco Xavier

Hoje a Igreja celebra o dia do Gigante das Missões: São Francisco Xavier, jesuíta que sonhou evangelizar na China e que converteu 30 mil pessoas!

Veja que bela história:

Extraído de http://www.ecclesiae.com.br/santos-catolicos/dezembro/sao-francisco-xavier-03-dez.html

DIA DE SÃO FRANCISCO XAVIER

São Francisco Xavier nasceu no castelo de Xavier na Espanha em 1506. Em 1534, no dia da Assunção, Francisco Xavier, juntamente com Inácio de Loyola, que conheceu na Universidade de Paris onde estudou, e outros cinco companheiros se consagraram a Deus, fazendo voto de pobreza e colocando-se à disposição do Papa.

Foi ordenado presbítero na Igreja Montmartre em Veneza e foi um dos sete primeiros religiosos com os quais Santo Ignácio fundou a Companhia de Jesus ou Comunidade de Padres Jesuítas.

Foi nomeado pelo Papa Pio X Patrono de todos os missionários porque foi, sem dúvida, um dos maiores missionários que existiram, sendo chamado “gigante da história das missões”.

Aos 35 anos iniciou sua vida missionária nas colônias portuguesas nas Índias. Neste momento, teve início seu grande feito: São Francisco Xavier teve uma intensa atividade missionária que abrangeu uma área tão vasta que seria excepcional mesmo nos dias de hoje. Percorreu a Índia e diversas ilhas durante 4 anos. Após este período, embarcou para o Japão, mas seu grande desejo era poder ser missionário na China.

Como estava proibida a entrada aos brancos da Europa, foi para Singapura e depois conseguiu que o capitão de um navio o levasse para a ilha deserta de San Chao a 100 quilômetros de Hong-Kong, onde ficou gravemente enfermo e morreu em 3 de dezembro de 1552, aos 46 anos de idade. Em 11 anos de missionário, administrou o batismo a mais de trinta mil convertidos.

Anos mais tarde, seus companheiros da congregação quiseram levar seus restos a Goa, que foi o centro de onde sua atividade missionária se irradiou e encontraram seu corpo incorrupto, conservando-se assim até nossos dias. São Francisco Xavier foi declarado santo pelo Sumo Pontífice em 1622 junto com a Santa Teresa, Santo Ignácio, São Felipe e São Isidro.

Resultado de imagem para São Francisco Xavier

– #tbt: Educar (e Sonhar) é Preciso!

NASA?
ONU?
INFINITO IMAGINÁRIO?
Não importa. O que vale é sempre manter-se sonhando e aprendendo!

Que minha Marininha não esqueça nunca desse momento tão marcante. Ela, e todas as crianças desse evento maravilhoso!

3a Mostra Cultural “Eu no Mundo”, Tato Ecolégio, 08.12.2018

🖐🏻✨ 🌓 ☀️ 🌎 👽 🚀 📚

#Educação #Ciência #Conhecimento #Descoberta #Crianças #Escola #Sonho #Aprendizado