– O jogo que não acaba (e não agrada): Paulista e Olímpia na Polícia!

Vou tomar bastante cuidado com o que estou escrevendo, pois até que se PROVE o contrário, todos são inocentes. Abaixo:

O jogo Paulista 2×3 Olímpia não acabou ainda. Terminou no Jayme Cintra, mas está rolando em 3 outras entidades:

  1. Na Drade (Delegacia de Repressão aos Delitos de Intolerância Esportiva), com documentação nas mãos do delegado Cesar Saad da Polícia Civil;
  2. No TJD (Tribunal de Justiça Desportiva) de São Paulo, onde foi criada uma investigação mantida em sigilo;
  3. Na Comissão de Integridade da FPF (Federação Paulista de Futebol).

Tornou-se pública a história de apostadores desonestos aliciarem atletas na A3, e todos repercutiram a denúncia de Magno Dourado às vésperas de Desportivo Brasil 2×3 Paulista (vide aqui: https://wp.me/p4RTuC-rAV). Agora, já se sabe que a mesma suposta pessoa envolvida como pivô na polêmica partida em Barretos 0x4 Linense foi acusada de assédio neste jogo ocorrido em Porto Feliz.

A empresa de monitoramento de apostas esportivas e fraudes SportRadar, uma gigante mundial e que trabalha para a FPF, apontou irregularidades, principalmente pelos valores envolvidos. Especialmente sendo um jogo de 3a divisão regional, quem teria coragem para acumular apostas em quase 20 mil euros, cravando vitória do time da casa no primeiro tempo e derrota do mesmo no segundo período? Nem em Premier League você aposta alto assim, e com tal precisão de placar!

Ainda, sobre o relatório da SportRadar entregue às autoridades, ela concluiu que o resultado era PREVIAMENTE sabido. Ou seja: o apostador tinha ciência do que aconteceria nos dois tempos de jogo. E aí restam quatro opções para nós, mortais torcedores e apaixonados pelo esporte imaginarmos sobre o talento do investigado:

  1. Mestre da futurologia e conhecedor profundo de futebol (especialista);
  2. Louco que levou sua insanidade a acertar sem querer (sortudo);
  3. Tem bola de cristal (é um bidu);
  4. Armou um esquema (vigarista).

Eu vou na opção 4.

O documento da investigação diz o seguinte:

“Contra a lógica, 62% de todo esse valor foi apostado na opção em que o Paulista venceria o primeiro tempo, e o Olímpia o confronto (…) Finalmente, nenhum fator esportivo pré-jogo pode influenciar tanto os apostadores em nenhum desses resultados específicos, visto que qualquer fator esportivo regular impactaria tanto o primeiro tempo quanto o resultado de jogo completo de forma semelhante, e nunca poderia sugerir que o Paulista FC venceria apenas a primeira parte, enquanto o Olímpia FC acabaria por vencer a partida. No geral, é bastante claro que os apostadores tinham conhecimento prévio do resultado final tanto do primeiro tempo quanto da partida, e aproveitaram vários mercados de apostas para maximizar os lucros em apostas ilícitas (Entre os apostadores identificados, ao menos um já tinha sido marcado pela empresa por apostas irregulares).

As conversas estão em:

Extraído de: https://globoesporte.globo.com/sp/tem-esporte/futebol/paulista-serie-a3/noticia/apostador-detalha-esquema-de-compra-de-resultados-na-serie-a3-ao-tentar-subornar-jogador-ouca.ghtml

Insisto: todos são inocentes até que se prove o contrário. Não estou acusando ninguém.

Como imaginar, diante de tudo isso, que as coisas aconteceram por simples coincidência? Com essas informações, você começa a duvidar de tudo e de todos (não estou dizendo que os citados neste exemplo que se segue são culpados de crime, até que se prove o contráriode novo, são inocentes em minha opinião e vítimas de sua própria incompetência – a não ser que a Polícia diga algo diferente).

  • Não fica uma pulga atrás da orelha o jogador do Olímpia dar um carrinho e ir com a mão deliberadamente na bola, sendo que poderia tentar o embate de outro jeito (me refiro ao lance do primeiro gol sofrido pelo Olímpia)? (1o tempo)
  • Na furada do chute da defesa que originou o segundo gol sofrido pelo Olímpia, foi proposital ou é pura e simplesmente “ruindade”? (1o tempo)
  • No pênalti cometido pelo Paulista (e que cravamos não ter sido – o torcedor não precisa conhecer detalhes da regra do Jogo, mas o árbitro sim, especialmente numa bola que bateu na mão espirrada pelo pé, lance idêntico ao pênalti equivocadamente marcado em Palmeiras x Internacional), o árbitro convicto apontou a marca penal. Interpretou errado / incompetência? Não era lance tão difícil com exemplo recente e discutido pelos fóruns da categoria. (2o tempo).
  • O jogador do Galo que cometeu o pênalti, não esboçou um “A” de reclamação. Seria inexperiência, passividade ou o quê? (2o tempo).
  • Rodolfo era disparado o melhor jogador do Paulista, e foi substituído logo no começo da segunda etapa. O treinador Oliveira justificou “rendimento”. Ou errou feio demais, ou deve ter se desentendido com ele. Ou outra coisa?

CALMA: não estou apontando ninguém (pela enésima vez: todos são honestos até que alguém prove o contrário), mas diante de tanta coisa estranha (ou tanta incompetência), há de se achar tudo esquisito.

Como jundiaiense, como torcedor do Paulista, como amante do futebol, quero crer que tudo seja fruto da desconfiança de excesso de erros técnicos. Mas o que as autoridades estão suspeitando (e precisamos ser transparentes em tudo) é o cenário descrito.

Torço para que o presidente Rodrigo Alves e seus pares possam mostrar que o Paulista FC é isento desta grande picaretagem que virou a A3, e que se der “algum pepino” (algo for provado contra alguém do time), que tenha sido um ato isolado de alguém que fraquejou. E que se investigue atletas, comissões técnicas, dirigentes, árbitros e demais possíveis envolvidos numa partida.

Por fim: se estivéssemos num país de rigor absoluto, a série A3 (com tantas denúncias no pós-pandemia) seria paralisado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.