– O homem e Deus no mesmo caminho. Ou não?

Sempre aprendi que não adianta pedir a Deus para amar o próximo como si mesmo, se a gente não se ama. E é verdade! Nos amarmos é importante na busca da existência plena.

Na nossa caminhada, temos carinhosos espinhosos, tortuosos, difíceis. Há outros mais fáceis, é claro. Mas eles nos levam para onde?

Independente da estrada, o caminho para se auto encontrar não pode ser separado do que se busca a Deus, pois precisamos buscar a Comunhão com ele. E nesta lógica, leio um tuíte muito interessante do padre Fábio de Melo, que diz:

“Não existem dois caminhos: um para chegar a Deus, outro para chegar a si. As duas buscas passam por um caminho só. Porque quem chega a Deus chega a si, quem chega a si chega a Deus.”

E não é verdade? Creio piamente neste pensamento, pois afinal, “Deus está conosco”, se permitirmos que ele faça morada em nós. Nos encontrarmos, portanto, é encontrar com Deus também.

CULT CARIOCA : UM AMOR PARA ANDAR DE MÃOS DADAS - Ju Farias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.