– Por dias, o assunto no Brasil será o Coronavírus. E tinha como não ser?

Temos “dois lados” do Coronavírus no Brasil a se abordar:

  • Por um lado, as autoridades de Saúde do Brasil pedindo para as pessoas não se desesperarem pois existe apenas 1 caso aqui – e que foi contraído na Itália. Nenhum vindo da China.
  • Por outro, a população com medo, receosa de que isso se espalhe (como está acontecendo na Lombardia e no Veneto, ambas regiões importantes da Itália, e na China e de lá pelo Sudeste Asiático). Quem preza pelo bem-estar, é justo que se preocupe.

A verdade é que, por mais que se tome todos os cuidados, sabidamente é difícil controlar uma pessoa que não esteja isolada totalmente. Pense: e as pessoas que estavam com o passageiro no seu vôo para o Brasil? E a pessoa que sentou-se ao lado dele? E os vizinhos? Estão assustados?

Será, queiramos ou não, entendível a ida de pessoas mais receosas aos hospitais com medo de que estejam contaminadas, superlotando-os (mesmo que o cidadão não tenha indício algum). Naturalmente, as escolas, cinemas e qualquer outro ambiente de aglomeração pública estarão fechados. E por aí vai…

Os dois primeiros itens a se esgotarem nas farmácias: álcool gel e máscaras de proteção. Isso seria provável também.

O certo é: se esse Codiv-19 tivesse surgido há 50 anos, até se entender o que era, de onde veio, o que causa e como se previne, no mundo não tão globalizado como hoje teríamos muito mais vítimas.

Resultado de imagem para Coronavírus no Brasil

– Alienação em 3 minutos

Extraído do Facebook do jornalista e escritor Pedro Favaro Jr:

Não faz muito tempo, li um artigo sobre o par inventado para nós que vivemos na aldeia global, o mundo do consumo e das necessidades criadas pela publicidade e propaganda. O mundo da tecnologia e do individualismo. Da comunicação total e da incomunicação total, ao mesmo tempo.

O primeiro companheiro inventado teria sido o cigarro. Depois, vieram as bebidas. Mais à frente, um pouco, entre nós pouco antes da metade do século 20, vieram o rádio e a TV. E, do segundo para o terceiro milênio, entra em cena um ‘parça’ total, o dispositivo eletrônico – primeiro o computador doméstico, depois o laptop, mais leve e portátil, em seguida o tablet ou o iPad. E depois por fim o iPhone ou Smartfone. 

O filme egípcio “L’altra par” trata disso. Do que temos nos transformado na companhia desse parceiro inseparável. “L’altra par” durou só 3 minutos e ganhou o prêmio de melhor curta metragem no festival de cinema de Veneza. O diretor tem 20 anos. O filme trata do isolamento na época da comunicação global. Aí vai.

– Catalogando Workaholics

Veja só: o workaholic é aquele típico viciado em trabalho. Porém, agora já temos catalogados 4 tipos desse sujeito.

Será que você se encaixa em alguns deles, sendo um workaholic e não sabe?

Extraído de: Revista Superinteressante, Janeiro/ ed 45.

AS QUATRO FACES DOS WORKAHOLICS

1) O IMPLACÁVEL

Não sabe dizer “não”. Assume mil responsabilidades sem conseguir priorizar o que importa nem delegar tarefas a outras pessoas. Com tanta coisa a fazer em pouco tempo, acaba deixando passar muitos erros.

2) O BULÍMICO

Por ter autoestima baixa, cria expectativas altas demais de como devem ser seus resultados. Isso lhe dá medo de começar projetos e, quando começa, trabalha à exaustão, extremamente preocupado com o risco de cometer erros.

3) O DESATENTO

Tem prazer com muitas idéias e, assim, começa uma imensidão de projetos. Porém, sente-se enfadado quando precisa levá-los adiante. Acaba fazendo tudo sem muito empenho, pensando em outras coisas.

4) O DEGUSTADOR

Detalhes o preocupam tanto que ele acaba paralisando, reescrevendo a mesma frase, rechecando algo. Como acha que ninguém será cuidadoso como ele, não consegue passar o bastão. E aí, você se identificou com algum perfil?

Resultado de imagem para workaholic

imgres.jpg

– O tema e o lema da Campanha da Fraternidade 2020!

Em 2020, baseando no exemplo de servidão da recém canonizada Irmã Dulce (agora, Santa Dulce dos Pobres), a Igreja Católica no Brasil, através da CNBB, abordará na Campanha da Fraternidade em 2020 a necessidade de cuidar do próximo e respeitar o irmão, em um grande pedido de tolerância e solidariedade.

O tema será “Fraternidade e Vida: Dom e Compromisso” e o lema “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele”.

Que nós possamos refletir e agir nesse desafio de despojamento!

Campanha-da-Fraternidade-2020

– O Racismo em Penapolense x Portuguesa contra Léo Pereira.

Lamentável… pela Segunda Divião do Campeão Paulista, no Estádio Tenente Carriço em Penápolis, no jogo entre a Penapolense x Portuguesa, uma pessoa pobre de espírito e indigna de ser chamada de cidadão ironizou e ficou pulando na arquibancada, imitando um macaco, a cada vez que Léo Pereira, jogador da Lusa, tocava na bola.

Pena que ninguém avisou o juiz ou parou o jogo para providências e prisão por crime de racismo. Triste.

um-torcedor-do-penapolense-imitou-um-macaco-para-o-zagueiro-leo-pereira-da-portuguesa

– Um depoimento de quem teve Síndrome de Pânico

Se você tem ou teve algum conhecido que sofre / sofreu da Síndrome do Pânico, vale assistir esse curto vídeo de 3 minutos do depoimento do blogueiro PC Siqueira, que por um bom tempo sofreu desse mal.

Abaixo, gravado ironicamente em entrevista ao Programa Pânico (perdoe a qualidade do som, foi de improviso).

Em: http://www.youtube.com/watch?v=1RNz7UBfYrM

– O Significado da Quarta-Feira de Cinzas

Hoje começa a Quaresma, tempo forte, de conversão, destinado a práticas de jejum, caridade e oração. E esse novo tempo litúrgico temos como início a Celebração das Cinzas.

Veja que interessante sentido tem tal costume (extraído de: http://is.gd/BdBBKX )

QUARTA-FEIRA DE CINZAS

Na Bíblia, encontramos relatos no Antigo Testamento, e também na época de Jesus,  de pecadores públicos se que vestiam com panos de saco e colocavam cinzas na cabeça e no corpo como sinal de arrependimento. Era um sinal visível de mudança de vida. O pecador reconhecia suas ofensas a Deus e passava a fazer jejum e penitência.

Lá pelo século X, tornou-se costume na Igreja, que todos os fiéis recebessem cinzas em suas frontes. Isso acontecia no primeiro dia da Quaresma. Surgia então a Quarta-feira de Cinzas. Desde aquela época até os dias atuais, esse costume é mantido. Abre-se o tempo da Quaresma com a recepção das cinzas, sinal exterior de que a Igreja, Povo de Deus, manifesta claramente a disposição em submeter-se à penitencia. Como Povo de Deus, todos nós damos sinal ao mundo de que somos pecadores e a penitência é o remédio eficaz no combate ao pecado em busca da conversão.

Somos peregrinos neste mundo em busca da Casa do Pai. Somos caminheiros rumo ao Reino definitivo. Nesta caminhada tropeçamos, erramos, pecamos e, a Igreja, Mãe e Mestra, nos indica a Quaresma como tempo apropriado para a penitência. Mas o que é penitência? Temos consciência do que essa palavra significa?  A tendência comum é de nivelarmos a penitência às práticas do jejum e abstinência. Sem dúvida essas duas práticas são realmente manifestações de penitência. São salutares e devem ser exercidas não apenas nos quarenta dias que antecedem a Páscoa, mas no decorrer de nossa vida. Procuremos então, aprofundar um pouco mais no significado cristão de penitência.

Tanto no Antigo como no Novo Testamento, penitência é sinônimo de conversão, de mudança do coração, de mudança de mentalidade, de correção de rumo, de volta para Deus por meio de Cristo, nosso Salvador. Fazer penitência implica mudança interior, exige oposição ao pecado, abandono de tudo o que era empecilho em nossas vidas e que nos afastava de Deus. Exercer a penitência é mergulhar  no mais profundo de cada um de nós, é atingir a essência do nosso ser e reorientar nossa vida para Cristo, nosso Senhor.

Na Quarta-feira de Cinzas, no momento em que recebemos as cinzas em nossas frontes, ouviremos o seguinte apelo da Igreja: “Convertei-vos e crede no Evangelho!” Esse apelo deve atingir o âmago de cada cristão para que ocorra a mudança do coração. É Deus quem nos chama à conversão. Abstinência, jejum e oração pela graça da conversão são instrumentos para esse fim.

Na maioria das vezes, a conversão é lenta e vai acontecendo aos poucos em nossa vida. O Senhor está sempre nos chamando, não cessa de nos convidar a mudar de vida. Por isso, a conversão é um processo gradativo, desde que nosso sim a esse chamado seja uma constante em nosso peregrinar.

Porque somos pecadores, necessitamos da graça de Deus para que a penitência ou conversão seja eficaz. Necessitamos dela o tempo todo, não apenas na Quaresma. A conversão nunca é total, sempre fica em nós uma resistência ao Evangelho e à graça: a dificuldade de oferecer o perdão a quem nos ofendeu profundamente, colocar em prática o amar ao próximo como a nós mesmos, as vezes o indiferentismo diante do sofrimento de tantos marginalizados. Enfim, resistências à graça de Deus que nos afastam do Senhor e nos tornamos necessitados de sua misericórdia. Por Cristo, o Pai está sempre disposto a nos conceder misericórdia e a graça da conversão. Mas é preciso responder à essa graça sem demora. O convite de Deus ao arrependimento é constante e insistente. Por isso a partir da Quarta-feira de Cinzas e em toda a época da Quaresma, o Povo de Deus é chamado à penitência e conversão.

Ouçamos a voz de Deus e façamos o nosso mergulho no mais íntimo do nosso ser para a conversão do coração, pois: “No tempo favorável, eu te ouvi; e no dia da salvação, vim em teu auxílio. Eis agora o tempo favorável, o dia da salvação.” (2 Cor 6, 2).

feriados-quarta-feira-de-cinzas-550.jpg

– As Mudanças das Regras do Futebol que não mudaram em 2015!

No próximo dia 29, a IFAB fará a reunião para discutir mudanças nas Regras no Futebol. Mas vejam só que curioso o que aconteceu em 2015: as ideias rejeitadas e, quem sabe, poderiam ser rediscutidas!

Abaixo, deste mesmo blog:

AS MUDANÇAS NÃO ACEITAS

Eram várias idéias para “modernizar o futebol”, sendo 6 propostas mais importantes (3 a curto prazo e 3 a médio) a fim de que a International Board colocasse em discussão neste último final de semana em Belfast, na Irlanda.

Todas elas não deram em nada...

Vamos falar quais eram?

1) A proposta da FIFA para que ocorresse uma 4a substituição em prorrogações não vingou. A própria FIFA, que a idealizou para o Mundial de 2014 no Brasil preocupada com o calor, abandonou-a durante as discussões.

2) A proposta da Escócia e da Inglaterra para que o jogador substituído pudesse voltar ao jogo não foi aprovada, mas permitida apenas como teste para a 11a divisão da Inglaterra (você leu correto: Décima-Primeira Divisão).

3) A não aplicação de cartão vermelho a um jogador que evita um gol dentro da área e que tal lance resulta em pênalti foi adiada (era a proposta da UEFA).

4) A proposta de 2 tempos de 30 minutos corridos com a paralisação do cronômetro do jogo a cada pausa na partida (proposta dos EUA), foi refutada sem maiores debates.

5) A utilização de replays para que o árbitro possa tirar suas dúvidas de marcações também foi descartada (aqui, a ideia de consulta ao meio eletrônico a qualquer momento).

6) A permissão para o desafio (2 questionamentos das equipes em relação às decisões dos árbitros) também foi rejeitada.

E aí: o que você mudaria para o futebol? Deixe seu comentário:

bomba.jpg

Ops: as ideias principais a serem discutidas em 2020 aqui: https://professorrafaelporcari.com/2020/02/22/as-propostas-de-mudancas-das-regras-do-futebol-em-2020/

– Enquanto a passarela brincava, alguém tentava lavar dinheiro nas Loterias?

Talvez a categoria que mais tenta usar o artifício de que ficou rico “ganhando na Loteria” é a dos Políticos.

Viram que durante os festejos carnavalescos, um grupo de ex-deputados quase fez a Mega-Sena?

Sortudos… ou não?

Extraído de: https://exame.abril.com.br/seu-dinheiro/quatro-ex-deputados-federais-acertam-bolao-e-dividem-a-quinta-da-mega-sena/amp/

SORTE

Quatro ex-deputados federais e um ex-prefeito acertaram cinco números do concurso 2.235 da Mega-Sena, na quarta-feira, e ganharam R$ 312 mil. Eles vão dividir o prêmio entre os oito apostadores do bolão e, tirando os impostos, cada um ficará com R$ 28 mil. Ninguém acertou os seis números do sorteio e o prêmio de R$ 170 milhões acumulou.

As dezenas sorteadas na última quarta-feira foram 14, 18, 30, 35, 55 e 57. No bolão, os ex-parlamentares marcaram o número 52 e a dezena sorteada foi 55. Os sortudos farão nova aposta para o sorteio de sábado, que poderá pagar R$ 190 milhões ao vencedor.

Em setembro do ano passado, um bolão de funcionários da liderança do PT na Câmara dos Deputados ganhou R$ 120 milhões do concurso 2.189 da Mega-Sena. Cada um recebeu R$ 2,4 milhões. Segundo a Caixa, a aposta ganhadora – que não tem o número 13 por partido – era um bolão com 49 cotas. As dezenas sorteadas foram: 04 – 11 -16 – 22 – 29 – 33.

Resultado de imagem para trevo da sorte

– Parabéns, Família Grendacc

Hoje foi dia de ir para prevenções importantes da Saúde, no Grendacc.

Cada vez que estamos lá, impossível não nos sensibilizarmos com as pessoas que carinhosamente trabalham com o tratamento do câncer. Em especial: os voluntários!

Parabéns, Grendacc! Aqui todo mundo é acima da média em questão de sensibilidade, solidariedade e vida.

– Feliz Ano Novo. De novo? Ou melhor: boa 4a feira!

Bom dia!
Tudo pronto para “recomeçar” a semana? Ou o ano? Afinal, enfim o Carnaval acabou e segundo a crendice do comércio, 2020 começa de verdade.
Vamos correr logo cedo para ter pique para as tarefas?
Clique 1:

Correndo e Meditando nos mistérios do Santo Terço.
Que esse Tempo da Quaresma seja propício à nossa conversão. Amém.
Clique 2:

Fim de cooper!
Suado, cansado e feliz, alongando e curtindo a beleza das flores. E essas pétalas lilás / roxas?
Clique 3:

Desperte, Jundiaí.
Que a 4a feira possa valer a pena, mesmo com o tempo carrancudo!
Clique 4:

Ótima jornada para todos!

#FOTOGRAFIAéNOSSOhobby

– Começando com sorrisos!

Para alguns, a “semana de perna curta é mais sofrida”. Ao final, descansou-se bastante!

Para mim, um dia normal. Tendo esse sorriso para me animar, não há chuva ou sol que possa abater.

Veja, abaixo, a alegria da inocência das crianças (aqui, minha filha Maria Estela Porcari me contagiando de amor):

Imagem

Como não ter disposição para viver?