– Análise da Arbitragem de Paulista 2×0 Assisense

Neste sábado, uma arbitragem de razoável a boa, com 3 momentos diferentes no 1º tempo: o primeiro terço com uma firme atuação, o segundo terço deixando o jogo correr com faltas não marcadas e o último terço marcando todo e qualquer contato físico mais forte.

Entendo que mudou o critério numa falsa avaliação de que seria um jogo fácil para apitar, e não foi isso que aconteceu. O jogo foi extremamente faltoso!

Vamos lá: Flávio Roberto Mineiro Ribeiro começou muito bem, correndo bastante, atento aos lances de contato, firme na questão disciplinar. Entretanto, a partir dos 15 minutos, deixou o jogo correr mais e aí quase perdeu o comando. Por exemplo: não aplicou um claríssimo cartão amarelo a Giovani (ASS) por falta mais forte, mas o mostrou na sequência para seu companheiro Cesinha (ASS) por reclamação. Deveria ser justamente o contrário. Também deixou de aplicar cartão amarelo a Pedro Demarchi (PAU) por uma falta onde deixou o braço propositalmente para atingir o rosto de Rafinha (PAU).

Aos 30 minutos, mudou completamente o critério, marcando muitos contatos físicos e aplicando corretamente os cartões amarelos. Percebeu a necessidade de mudar e isso foi importante para o calor da partida.

No 2º tempo, retomou uma boa arbitragem, estando bem ligado nos lances mais difíceis (embora, ressalto, deixou de marcar algumas faltas duvidosas – e isso é um estilo, de deixar a partida mais solta – onde o árbitro precisa ter muito respeito e respaldo para essa situação). E importante: no final do jogo, à beira do apito final, foi muito bem nas expulsões na confusão que começou com Rafinha (ASS) e terminou com Matheus Lopes (PAU). Teve pulso, estava no clima do jogo e mostrou maturidade.

Se Flávio Mineiro apitar com o mesmo critério UNIFORME que teve no 2º tempo, terá um grande futuro na arbitragem. Durante os 90 minutos, não pode ter altos e baixos.

Gols – 2×0

Faltas – 17×32

Cartões Amarelos – 1×7

Cartões Vermelhos – 1×2

Público: 1578 pagantes
Renda: R$ 22.540,00

Ops: na súmula, um absurdo erro do número de faltas na partida. Abaixo:

d36b4924-4e23-4624-a942-d551b034fe51

71748417_3277257815648191_8760088221171318784_n

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.