– Pobre Argentina… Kirchnerismo?

Se a gente pensa que a polarização entre Esquerda x Direita é ruim (e é mesmo) em nosso país, imagine na Argentina, onde as opções que eles tinham eram Alberto Fernandez, esquerdista da linha demagoga de Kirchner (que acabou com o país e o envolveu numa onde de corrupção) ou o atual Presidente da República, Maurício Macri (ex-presidente do Boca Jrs) que fracassou em seu governo?

Não podemos reclamar do Brasil (que está ruim) quando o comparamos com a atual Argentina! E lá, deu Fernandez!

Resultado de imagem para alberto fernandez

– Dicas para demitir um Amigo!

Pense na seguinte situação constrangedora: Você é o chefe e tem que demitir um amigo!

O que fazer?

Uma matéria bacana sobre sugestões do assunto, no link: http://exame.abril.com.br/carreira/noticias/como-demitir-um-amigo

COMO DEMITIR UM AMIGO

Objetividade e concisão são palavras de ordem para este momento delicado

Por Talita Abrantes

Já se foi o tempo em que mercado de trabalho era sinônimo de hierarquias rígidas e comportamentos para lá de sisudos. A chegada da Geração Y às empresas, entre outros fatores, determinou relações menos formais, mais amigáveis e, de certa forma, mais leves.

“A visão de chefe e empregado já é obsoleta. O que existe mais é uma relação de parceria”, afirma Cintia Cursino, diretora da BPI do Brasil. Com este tom, os vínculos de amizade entre chefia e funcionários se tornaram mais comuns.

Se por um lado, essa tendência contribui para rotinas de trabalho mais estimulantes, por outro pode tornar mais dolorosa uma das situações mais delicadas da rotina corporativa: a hora da demissão.

Mais dia menos dia, independente da geração a que pertence, todo chefe terá que demitir alguém. Mas como agir se o funcionário também for seu amigo? Especialistas ensinam:

1. Coloque os limites. Antes

A fórmula básica para minimizar os efeitos devastadores da demissão sobre a sua amizade? Desde sempre estabelecer limites e respeitá-los. Embora a máxima “amigos, amigos; negócios à parte” denote uma pitada de frieza, ela deve ser, sim, a base deste tipo de relacionamento corporativo.

“É preciso saber ser chefe, se colocar como profissional”, afirma Cintia. “Se você diferenciar a relação de amizade com a profissional será mais fácil”.

Separar as duas relações, contudo, não é tudo. “Se a pessoa for um bom chefe, provavelmente, já alinha as expectativas, dá feedback, investe na formação”, diz Vera Martins, professora da Fundação Vanzoline e autora do livro “Seja assertivo!”.

Em outros termos, ao longo de toda experiência profissional compartilhada com o amigo, o chefe deve se portar de modo que a demissão não será uma surpresa para o funcionário.

2. Seja direto, objetivo e conciso

Esse tom profissional deve ser a base do anúncio da demissão. Vocês até podem ser amigos, mas, lembre-se, neste momento, você é o chefe com a missão de informar que a relação profissional terá um ponto final.

A melhor forma de fazer isso? “Você tem que pegar a emoção e deixar de lado. Se você deixar que seu sistema límbico tome conta, você não será firme, nem empático. Ao contrário. Pode até ser agressivo para poder se defender”, explica Vera.

A dica básica para conseguir este feito é transmitir uma mensagem objetiva, concisa e direta. “Tenha, no máximo, quinze minutos de conversa. Deixe os motivos claros, mostre que é uma decisão da empresa”, diz Cintia.

Se você estiver muito inseguro para fazer isso, comunique a demissão junto com alguém do RH da empresa ou com uma consultoria especializada. Com isso, anuncie a demissão e deixe o profissional, que também é seu amigo, com pessoas mais neutras no assunto.

3. Não se desculpe, nem acuse

Pedidos de desculpas e muitas justificativas da sua parte não cabem para a ocasião. “No momento da demissão, você deve assumir a postura de representante da empresa”, diz Cintia.

Evidentemente, seu amigo ficará chateado com a notícia. Mas todo processo será contaminado se você abrir espaço para que ele exponha todas as suas emoções. “Esta não é a hora para você amparar, para ser o ombro amigo”, diz a especialista.

Depois do expediente, você até pode assumir este papel de amigo. Mas, durante a conversa, você é o chefe, o representante da empresa com a missão de anunciar uma decisão corporativa. Ponto.

No extremo oposto, também não vale apontar o dedo para o colega recém demitido. “Jamais fale ‘se você tivesse feito o que eu falei, agora, não seria demitido’, por exemplo”, diz Vera. “Até na hora da demissão precisamos ser generosos e mostrar empatia”.

Dependendo do caso, se for necessário, negocie com a empresa algum benefício para o funcionário demitido de modo a aliviar os efeitos deste período de transição. Vale desde oferecer um serviço de outplacement até manter o plano de saúde dele por um tempo. Mas, atenção: não vale fazer isso apenas porque o funcionário em questão também é seu amigo.

“A demissão é uma situação de frustração e exclusão. O amigo está num clima ruim de sair por baixo. A melhor coisa a fazer? Ser verdadeiro e reforçar o que ele tem de bom”, afirma Vera.

4. Sim, você vai sofrer

Agora, não se iluda ao pensar que estes passos são a fórmula perfeita para limar a culpa e o sofrimento que a situação pode trazer para você. No mínimo, eles podem tornar a situação menos delicada, mas, as especialistas afirmam, não irão eliminar o desconforto que a demissão de um amigo traz.

A fórmula para sobreviver ao contexto? “Seja maduro e conte com a maturidade das pessoas”, diz Cintia.

Analise o contexto e as reações antes de retomar o contato com seu, agora, apenas amigo. “É uma coisa de respeito. Dê um tempo para ele deglutir o fato”, aconselha Vera.

George Clooney no filme Amor sem Escalas

No filme “Amor sem escalas”, George Clooney interpreta um profissional especialista em demissões: objetividade é tudo na hora de dar adeus para um funcionário que também é seu amigo  (Divulgação/)

– Holstein Kiel 1×2 Bochum, na 2a divisão, com o VAR sendo o protagonista!

Quando o árbitro de vídeo é bom, tudo se torna elogios! Vide o VAR da Segunda Divisão Alemã, onde o conhecimento profundo da Regra de Jogo permitiu que se marcasse uma infração incomum: hoje, quando um atleta substituto toca a bola que está dentro de campo (ou seja: uma invasão de reserva que chuta a bola), não se marca tiro livre indireto, mas tiro livre direto. E se isso acontecer dentro da área, é pênalti (e aconteceu)!

Olhe só que situação bizarra e corretamente observada pela equipe de árbitros,

Extraído de: https://www.esporteinterativo.com.br/melhorfuteboldomundo/Pnalti-inacreditavel-e-marcado-apos-reserva-tocar-bola-que-ainda-estava-em-jogo-20191026-0003.html

PÊNALTI INACREDITÁVEL É MARCADO APÓS RESERVA TOCAR BOLA QUE AINDA ESTAVA EM JOGO

Lance bizarro aconteceu em jogo da segunda divisão alemã

Provavelmente o pênalti mais bizarro dos últimos tempos. Em Kiel, na Alemanha, pela segunda divisão do país, o VfL Bochum teve uma penalidade marcada a seu favor por conta de um toque na bola de um jogador que estava fora do campo.

O mandante do jogo, Holstein Kiel, vencia por 1 a 0 quando tudo aconteceu. Ganvoula, atacante do Bochum, recebeu passe em profundidade e chutou cruzado. Sem direção, a bola ia em direção à linha de fundo, quando Eberwein, reserva do Kiel colocou o pé na bola.

Sem que ninguém percebesse, o lance seguiu, mas o VAR revisou e percebeu que a bola não havia saído quando o suplente tocou nela.

De acordo com a regra, se algum membro da comissão técnica relacionado na súmula, jogador substituído ou expulso tocar a bola, um tiro livre deve ser marcado contra a equipe de quem cometeu o ato. Em lances dentro da área, pênalti.

Para piorar, Ganvoula marcou o gol de pênalti empatando a partida. O jogo terminou 2 a 1 para o Kiel.

Em: https://youtu.be/EYw4rn_6Rzs

25 October 2019, Schleswig-Holstein, Kiel: Soccer: 2nd Bundesliga, Holstein Kiel - VfL Bochum, 11th matchday in Holstein Stadium. Bochums Silv?re Ganvoula scores 1:1 for VfL by penalty kick. Photo: Frank Molter/dpa - IMPORTANT NOTE: In accordance with the requirements of the DFL Deutsche Fu?ball Liga or the DFB Deutscher Fu?ball-Bund, it is prohibited to use or have used photographs taken in the stadium and/or the match in the form of sequence images and/or video-like photo sequences. (Photo by Frank Molter/picture alliance via Getty Images)

25 October 2019, Schleswig-Holstein, Kiel: Soccer: 2nd Bundesliga, Holstein Kiel – VfL Bochum, 11th matchday in Holstein Stadium. Bochums Silvre Ganvoula scores 1:1 for VfL by penalty kick. (Photo by Frank Molter/picture alliance via Getty Images)

– Nossas crianças usam adequadamente os aparelhos eletrônicos?

Compartilho essas ótimas recomendações sobre o uso da eletrônica pelos nossos filhos (situação às vezes penosa para nós).

Extraído de: http://istoe.com.br/midias-digitais-seu-filho-usa-da-maneira-certa/

MÍDIAS DIGITAIS: SEU FILHO USA DA MANEIRA CERTA?

A Academia Americana de Pediatria divulga novas recomendações para o uso de tablets, celulares e computadores por crianças e adolescentes. E não é só o tempo de utilização que conta

A Academia Americana de Pediatria divulgou na semana passada suas novas recomendações para que crianças e adolescentes naveguem com equilíbrio pelo mundo digital. A entidade, cujas orientações costumam servir de parâmetro para a conduta de médicos, pais e governos na maioria dos países, deixou patente que é preciso prestar atenção não somente ao tempo que os jovens passam com tablets e celulares, mas ao quê e como eles entendem o que vêem ou jogam.

Por isso, as orientações fazem distinções por faixas etárias, respeitando o grau de compreensão da criança em cada uma. O uso de mídias digitais deve ser evitado por bebês menores de um ano e meio. Até essa idade eles precisam explorar o mundo real e manter interação social com cuidadores nos quais confiam. Isso é fundamental para que desenvolvam apropriadamente o raciocínio, a linguagem e a coordenação motora. Além disso, os bebês têm dificuldade para transferir o que enxergam no celular, por exemplo, para a realidade tridimensional em que vivemos.

A partir dessa idade e até por volta dos cinco anos, a exposição aos recursos digitais pode produzir alguns benefícios, desde que as atividades sejam de boa qualidade. A associação americana cita como opções programas e aplicativos infantis de tevês públicas e do velho Vila Sésamo, agora repaginado para tablets e celulares. Na avaliação dos especialistas, grande parte do que está disponível é ruim e não contempla as necessidades educacionais dos pequenos. “Daí a importância de os pais acompanharem os filhos durante o uso, que deve ser feito por no máximo uma hora por dia”, diz a pediatra Evelyn Einseinstein, da Sociedade Brasileira de Pediatria.

As figuras interativas dos e-books prejudicam a capacidade de a criança entender o conteúdo

A mesma recomendação vale para os e-books, geralmente recheados de figuras interativas. Ao contrário do que se imagina, esses recursos prejudicam a capacidade de a criança entender o conteúdo. Funcionam como distração. Habilidades necessárias para o bom desempenho escolar, como persistência para a conclusão de tarefas, controle do impulso, pensamentos flexíveis e criativos e equilíbrio emocional são promovidas principalmente em brincadeiras reais, não estruturadas e que requerem convivência social.

Na casa da relações pública Giuliana Gregori e do advogado Bruno Paletta, em São Paulo, Arthur, de três anos e meio, até tem acesso aos digitais – ele ganhou o próprio Iphone quando tinha menos de um ano de idade. Mas não troca as brincadeiras no parque pelos joguinhos online. “Ele usa quando quer, por pouco tempo, e para acesso a brincadeiras pontuais”, diz Giuliana. “Arthur dá mais valor para as interações no mundo real.”

NAVEGAR COM SEGURANÇA

A utilização por jovens em idade escolar precisa ser ainda mais monitorada. O uso excessivo está associado à obesidade e a comportamentos de risco, como a auto-mutilação ou distúrbios alimentares. Por essa razão, as diretrizes instruem os pais a estimularem seus filhos à prática de exercícios físicos pelo menos uma hora por dia e a dormirem entre oito e doze horas por noite. Uma das formas de garantir o sono é impedir que os aparelhos sejam usados uma hora antes de se deitar.

Nessa fase, os pais devem estimular conversas sobre os cuidados necessários para se navegar com segurança na rede, evitando o assédio de pedófilos ou outras armadilhas perigosas. Também é o momento de falar a respeito de cidadania, respeito ao outro e à diversidade de opiniões. “A família deve criar um ambiente de segurança para que o jovem recorra a ela quando tiver dúvidas sobre o que está vendo”, diz Jenny Radesk, pediatra e especialista em desenvolvimento comportamental da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos. Ela é uma das responsáveis pelas novas orientações.

No Brasil, as recomendações da Sociedade Brasileira de Pediatria são basicamente as mesmas das agora lançadas pelos americanos. A entidade nacional pretende atualizá-las adicionando a orientação para que crianças entre dois e cinco anos tenham acesso ao meio digital somente uma hora por dia.

Aos pais, cabe dar o exemplo e não fazer da tecnologia o centro da vida. Pediatras brasileiros e americanos enfatizam que a mensagem passada aos filhos deve ser a de que ela tem seu valor, desde que desfrutada com parcimônia e qualidade. Luiza Reginatto Diório, de três anos, vê o comportamento equilibrado dos pais, Giuliana Reginatto e Luiz Antonio Diorio, em relação aos aparelhos, e segue pelo mesmo caminho. “Se as crianças percebem que o celular é o centro das atenções na vida dos pais, até mesmo durante as refeições, é muito provável que o encantamento pelos aparelhos seja maior”, diz Giuliana. “Por isso, procuramos dedicar nosso tempo a brincar junto com a Luiza, a construir coisas com ela, como desenhos e quebra-cabeças, a cantar juntos. O mundo real, assim, vai naturalmente se tornando mais interessante do que o das telas.”

ALGUMAS DAS PRINCIPAIS ORIENTAÇÕES

– Evite o uso de tablets e celulares por crianças com menos de um ano e meio

– Pais que decidirem permitir o uso a partir dessa idade devem escolher programas de qualidade e assisti-los junto com seus filhos para ajudá-los a entender o que estão vendo

– Entre 2 e 5 anos, o limite de exposição deve ser de uma hora por dia

– A partir dos 6 anos, os pais precisam estabelecer limites em relação ao tempo e tipo de mídia usado e garantir que o acesso não prejudique o sono, a atividade física ou outros hábitos saudáveis

– Uma das formas de fazer isso é proibir a utilização uma hora antes de dormir. Outra é reservar horários sem que os aparelhos estejam por perto. Nas refeições e na cama, por exemplo

– Conteúdos violentos devem ser evitados a qualquer custo. Estima-se que até os 12 anos uma criança já tenha visto cerca de 8 mil mortes e 100 mil cenas de violência em ambiente virtual ou na tevê

– Desencoraje o manuseio enquanto o jovem faz a lição de casa

– Converse sobre como navegar na rede com segurança e saber respeitar o outro e as diferenças de pensamento nas redes sociais

bomba.jpg
Fotos: Airam Abel; Andre Lessa/IstoÉ

– Festa de São Judas Tadeu

Aos que estão em desespero, calma! Hoje é dia de São Judas Tadeu, considerado o santo auxiliador das pessoas que estão desesperadas.

Primo de Jesus, apóstolo e corajoso. Eis sua história (extraído de http://is.gd/J3ZYu7)

SÃO JUDAS TADEU

São Judas, designado por Tadeu (que significa o corajoso), é um dos Doze Apóstolos escolhidos por Jesus para o acompanhar na Sua vida pública. Irmão de S. Tiago Menor, primo de Jesus, seguiu o Divino Mestre de perto e depois do dia de Pentecostes dedicou-se à pregação do Evangelho na Judéia, Samaria, Mesopotâmia (hoje região do Iraque) e na Pérsia, aonde viria a morrer martirizado, juntamente com o Apóstolo São Simão, apelidado «o Zelote». Costuma ser representado com uma moca ou cacete na mão porque foi assassinado à paulada. O seu corpo foi trazido para Roma, onde é venerado na Basílica de São Pedro, no Vaticano. O Papa Paulo III concedeu indulgência plenária a quem visitar o seu túmulo no dia da sua festa, que a Igreja fixou no dia 28 de outubro.

Por causa da traição de Judas Iscariotes, o nome de Judas (que significa Deus seja louvado) veio a cair no opróbrio, devotando os cristãos tal horror e desprezo por aquela designação que o termo Judas passou a ser usado como equivalente de traidor, criminoso, assassino, homem desprezível ou diabólico. Narra Santa Brígida que Nosso Senhor quis reparar tal estado de coisas e fazer justiça a nome tão belo e sublimemente usado por Seu primo materno. Numa aparição àquela famosa santa sueca, Jesus, num momento difícil, disse-lhe para recorrer a São Judas Tadeu, pois ele queria ajudar os seus irmãos neste mundo. A influência das revelações de Santa Brígida estendeu-se desde a Idade Média ate os dias de hoje e é por isso que muitos cristãos passaram a recorrer a São Judas, a exemplo de Santa Brígida. Tais foram e têm sido os favores espetaculares do Santo que a sua fama alcançou todo o mundo católico, tornando-se conhecido na tradição cristã como o advogado das causas consideradas perdidas, desesperadas, angustiosas ou muito difíceis de resolver satisfatoriamente.

Poderoso patrono das causas difíceis e desesperadas

Assim, desde o século XIV, S. Judas é invocado nos casos difíceis e a experiência provou o poder da sua intercessão nas circunstâncias em que, esgotados todos os meios humanos, as causas parecem totalmente perdidas ou desesperadas.

Um escritor eclesiástico assegura que “entre os devotos de S. Judas, poucos há que não tenham recebido provas especiais da sua assistência nas doenças, nos assuntos mais difíceis e mesmo no desespero, nos temores, nos desgostos, nas calúnias, na pobreza, na miséria, e nas ocasiões em que toda a esperança humana parecia perdida”. S. Bernardo de Claraval tinha uma enorme devoção ao santo Apóstolo. Depois de ter conservado e honrado durante toda a sua vida uma relíquia do Santo, ordenou que, quando morresse, lhe pusessem sobre o coração e assim o enterrassem.

Dizia que não queria se separar daquele que tinha sido um poderoso protetor da sua pureza e o seu auxílio em todas as dificuldades.

Como São Bernardo, muitos têm encontrado no patrocínio de São Judas o alívio que há muito procuravam. A capela com a sua imagem na Basílica dos Mártires, em Lisboa, prova bem o agradecimento de inúmeras almas, que, aflitíssimas, a ele recorreram com eficácia. Mas capelas por todo o mundo atestam o mesmo fato. Ele entrou na devoção dos povos católicos e tem marcado a sua presença ao longo dos séculos com poderosos favores.

Resultado de imagem para sao judas tadeu

– Por quê ninguém aplica a Regra? Sobre Avaí x Palmeiras

Na partida entre Avaí 1×2 Palmeiras, independente de boa ou má arbitragem, vimos uma situação omissa de preservação dos atletas.

Em caso de qualquer contratempo que possa levar à alguma contusão dos jogadores (como falta de condições de jogo), a partida deverá ser paralisada ou até mesmo remarcada. E o que se viu na Ressacada, em Florianópolis, não seria admitido num campeonato sério: uma piscina ao invés do campo de jogo.

Além de atrapalhar o andamento normal da partida, imagine alguém se contundindo gravemente por conta de um carrinho no gramado mais liso e escorregadio, ou qualquer outra eventualidade?

Eu sei que o calendário é apertado, mas… dava para evitar essa situação.

Resultado de imagem para Avaí x Palmeiras

– Compare o “custo Vietnã” com o “custo Brasil”.

Um dos “novos tigres asiáticos”, o Vietnã, que vive no regime socialista igualmente controlador como o de Pequim (e também ditatorial), cresce de maneira impressionante.

Cada vez mais vemos grandes empresas produzindo nos países asiáticos. A China é o exemplo-mor, mas outras localidades onde a população paupérrima é abundante têm se destacado, como o já citado Vietnã.

Segundo a Revista Istoé Dinheiro (ed 680, pg 75-78 por Roberta Namour), alguns dados da relação trabalhista por lá:

– Trabalhadores labutam 12 horas diárias, de segunda a sábado;

– 30 minutos é o intervalo para o almoço;

– 7 dias de férias por ano;

– Crianças têm plena permissão para trabalhar nas indústrias;

– Média salarial de US$ 40.00 mensais. 

Dá para concorrer com eles? Ainda, na matéria: uma calça jeans de marca de grife  produzida por lá, custa 5.00 dólares! E é revendida, nos países desenvolvidos, por US$ 40.00…

Resultado de imagem para vietnã custo

– Bom Dia!

Olá, amigos! Começando mais uma semana com muito ânimo e disposição. E, para não perder o costume, indo para o cooper matutino. Mas como chove lá fora, o jeito foi encarra a esteira.

Motivando no clique 1:

Imagem

Durante o treino, pensando nas coisas do Alto! Dessa forma, corri e pedi para a Virgem Maria, invocada como Nossa Senhora dos Anjos, para nos abençoar.

Meditando no clique 2:

Imagem

Depois de suar bastante, alongar! Pós-chuva, terminar os exercícios físicos juntos as roseiras molhadas é muito bom. Vejam só essas pétalas gotejadas abaixo:

Contemplando no clique 3:

Imagem

Enfim: como o céu está lusco-fusco neste amanhecer de 2a feira, vale a beleza da paisagem do domingo muito bom que tivemos.

Admirando no clique 4:

Imagem

Que tenhamos uma ótima jornada!

#FOTOGRAFIAéNOSSOhobby