– Terminando o Final de Semana…

18h25 – E acabou o domingo… foi verdadeiramente um dia corrido.
Aliás, tendo aproveitado a companhia da família, foi o que valeu de bom!
Boa noite a todos.

Imagem

#FOTOGRAFIAéNOSSOhobby

Anúncios

– O detalhe despercebido de Internacional 1×1 Palmeiras

No jogo do Beira-Rio, um lance curioso e decisivo: o 2o gol do Palmeiras, marcado por Bruno Henrique.

Vamos lá: Klaus (INT) vai dividir com Willian Bigode (PAL) e pratica uma carga faltosa. O árbitro estende os braços (eu entendi que ele sinalizou vantagem) e acaba sobrando para Bruno Henrique fazer o gol.

Entretanto, o VAR verificou que a bola bateu na mão do atacante (a regra mudou e APENAS em situações de ataque, qualquer bola na mão é infração). Dessa forma, o gol foi anulado.

Fica a questão: então, a vantagem (se é que foi aplicada) não foi vantagem?

Se a bola bateu na mão por culpa de uma falta, e a vantagem não existiu já que o gol foi anulado e o jogo não reiniciado, deveria-se reiniciar com o tiro livre direto para o Palmeiras, e não beneficiar o infrator marcando a falta ao Internacional (se não tivesse sido empurrado, Willian não tocaria a bola com as mãos).

Que lance difícil e de detalhes da Regra, não?

– Janot iria fazer o quê?

Até agora não sei se é uma grande invenção dele próprio ou um surto de loucura: o ex-Procurador da República Rodrigo Janot disse em entrevista que chegou a procurar o juiz Gilmar Mendes armado para matá-lo, e em seguida praticaria o suicídio.

Os motivos não foram muito claros, mas será que essa história contada por ele é passível de verdade?

Me espanta alguém com tamanha importância querer chocar de tal forma e com um ato tão insano. Aliás, agora ele terá que arcar com as consequências, já que as autoridades competentes estarão atuando em cima dele.

Resultado de imagem para Rodrigo janot

– A queixa da Federação Espanhola sobre manipulação do VAR!

Já imaginou que “forfé” se fosse no Brasil?

A acusação, abaixo, é gravíssima!

Em: https://www.espn.com.br/futebol/artigo/_/id/6132734/federacao-espanhola-acusa-empresa-dona-dos-direitos-de-laliga-de-manipular-var

FEDERAÇÃO ESPANHOLA ACUSA DA DONA DOS DIREITOS DA LA LIGA DE MANIPULAR O VAR

A vitória do Valencia por 1 a 0 neste sábado, no País Basco, contra o Athletic Bilbao, na sétima rodada de LaLiga, foi motivo de polêmica entre a Federação Espanhola de Futebol (RFEF) e a Mediapro, empresa detentora dos direitos televisivos do Campeonato Espanhol.

Em nota divulgada neste sábado, a RFEF acusou a Mediapro de manipular o VAR. Isso porque no gol da vitória do Valencia, Cheryshev, que começou o lance, estava em posição duvidosa.

A RFEF acusa a Mediapro de ter mostrado uma imagem do VAR, onde o russo estaria impedido, que não tenha sido provida por ela. Segundo a federação, a atitude de mostrar uma outra linha de impedimento prejudica o uso do árbitro de vídeo.

“Indo contra os elementos de ética do esporte, a produtora mostrou imagens de uma linha de impedimento hipotética, que geram uma visão distorcia da jogada. Uma manobra que pode gerar alarde social”, diz a nota.

“Se esse comportamento irresponsável se repetir com o propósito de descreditar a confiabilidade do VAR, isso estará sujeito à denúncia imediata da Federação e uma possível sanção”, continua a RFEF.

A geração oficial de imagens provida da federação só divulgou as imagens do VAR aos 54 minutos de jogo, enquanto o gol aconteceu aos 27 do primeiro tempo.

i

– A era da contraditória esquizofrenia social

Recebi esse texto, cujo autor (Almir Favarin) por ignorância eu não conheço, mas que é sensacional ao explicar com perfeição esses tempos de intolerância a certas coisas e, contraditoriamente, tolerância irrestrita a outras.

Compartilho:

ESQUIZOFRENIA SOCIAL

Por Almir Favarin, Teólogo e Psicanalista

Vivemos numa época onde querem que os padres se casem e que os casados se divorciem.

Querem que os héteros tenham relacionamentos líquidos sem compromisso, mas que os gays se casem na Igreja.

Que as mulheres tenham corpos masculinizados e se vistam como homens e assumam papéis masculinos. Querem  que os homens se tornem “frágeis” e delicados e com trejeitos, como se fossem mulheres. Uma criança com apenas cinco ou  seis anos de vida já tem o direito de decidir se será homem ou mulher pelo resto da vida, mas um menor de dezoito anos, não pode responder pelos seus crimes.

Não há vagas para os doentes nos hospitais, mas há o incentivo e o patrocínio do SUS para quem quer fazer mudança de sexo.

Há acompanhamento psicológico gratuito para quem deseja deixar a heterossexualidade e viver a homossexualidade, mas não existe nenhum apoio deste mesmo SUS para quem deseja sair da homossexualidade e viver a sua heterossexualidade e se o tentarem fazer, é crime.

Ser à favor da família e religião é ditadura, mas urinar em cima dos crucifixos é liberdade de expressão.

Se isso não for o Fim dos Tempos, deve ser o ensaio…

bomba.jpg

– As voltas que o mundo da bola dá: o desenvolvimento do VAR.

Achei, por acaso, essa publicação de 5 anos atrás, onde o atual Diretor de Desenvolvimento do Árbitro de Vídeo da CBF fala sobre a “não ideal solução” do que viria a ser o VAR. Foi ao Sportv, e o link está em: https://wp.me/p4RTuC-1w.

Claro que qualquer um de nós pode mudar de opinião. A experiência / amadurecimento e o aprendizado mostram isso. Mas… não é um pouco irônico?

Quando foi dado esse “start” para que a ideia pífia se tornasse genial para ele? Quando mudou-se de cargo?

PROFISSIONALISMO E TECNOLOGIA REPUDIADOS PELO CHEFE DOS ÁRBITROS DA CBF

É de se lamentar a declaração do Presidente da Comissão de Arbitragem da CBF Sérgio Correa da Silva à Sportv durante a semana, depois do infeliz episódio sobre a orientação equivocada de bola na mão, cuja “orelha foi puxada” pela FIFA.

Em tom de desabafo (e até mesmo de arrogância), falando sobre as condições dos árbitros do Brasil, criticou a Profissionalização, reclamando que se fossem profissionais,

não poderia mandar o sujeito que errar embora”.

Cômodo, não? Vejam alguns árbitros que há ANOS fazem lambanças folclóricas e ainda assim continuam nas escalas (e não são profissionais). Um árbitro profissional, que a grosso modo seria um membro FIFA, de elite e de excelência, caso errasse em um jogo importante, teria demissão sumária? Claro que não. Há alguns que apitam muito bem e nunca chegam a elite, sumindo aos poucos do quadro de árbitros. E há outros que começam a apitar no Maracanã e nunca se firmam, mas a bolinha é incansavelmente sorteada.

Pior é o discurso para a não utilização dos sistemas tecnológicos no futebol. Declarou Sérgio que:

“Vai acabar com a discussão e o futebol vai ficar muito chato. Vai tornar o futebol mais justo, mas vai perder a graça.”

Meu Deus! Se falamos cada vez mais em legitimar os resultados dentro de campo, e a tecnologia de ponta nos permite isso, por que rumar contra a maré?

Isso é um verdadeiro 7×1 do apito no futebol…

bomba.jpg

– Jovens Desprovidos de Vaidade

Como é bom ver pessoas desprovidas de interesses particulares obscuros e que se comprometem a ajudar o próximo simplesmente pela solidariedade!

Compartilho esse ótimo exemplo, sobre como jovens abdicam do lazer para trabalho voluntário em favelas da Grande SP.

Extraído de: http://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidian/ff1608200917.htm

UNIVERSITÁRIOS CONSTROEM CASAS EM FAVELAS

Jovens de classe média de São Paulo atuam em comunidade em Suzano para construir casas mais dignas para famílias carentes . 120 voluntários se reuniram para construir dez casas de madeira, com 18 metros quadrados cada uma, durante um final de semana

De Márcio Pereira:

Sábado ensolarado na Grande São Paulo. Enquanto muitos jovens de classe média ainda curtiam as férias prorrogadas por conta da propagação do vírus da gripe suína no Estado, uma estudante de relações internacionais da ESPM (Escola Superior de Propaganda e Marketing) segue com seu carro, um Polo preto, para uma favela em Suzano.

Marina Santos, 20, mora na Granja Julieta (bairro nobre na zona sul de SP), é filha de um auditor e de uma professora. Sua única irmã está cursando arquitetura na Faap.

Ela é uma das personagens que fazem parte da história da ONG chilena Um Teto para Meu País no Brasil. Entidade instalada em São Paulo há três anos e que construiu 195 “casas de emergência” em quatro cidades paulistas: Guarulhos, Itapeva, São Paulo e Suzano.

As casas são de madeira, pré-fabricadas, têm 18 metros quadrados e podem ser erguidas em dois dias de trabalho, com a ajuda de oito a dez voluntários.

Cada unidade sai por R$ 3.500 e a família que recebe a “casa de emergência” paga 10% desse valor, o restante é custeado por meio de doações de empresas e das prefeituras. “Em Suzano, conseguimos um valor melhor. Cada família pagou R$ 150 pela casa”, conta Larissa Dantas, 24, diretora social da ONG. (Continua em: Universitários constroem casas em favela)

Resultado de imagem para mãos dadas

– Boa Sorte, Dorival!

E o treinador Dorival Jr vai dar uma pausa em suas atividades para operar um câncer de próstata. Anos atrás, deu um tempo na carreira para cuidar da esposa que também passou por uma enfermidade.

Fiquei triste com a notícia mas esperançoso pela sua recuperação. O conheci em Jundiaí quando trabalhou no Paulista FC ainda com a alcunha de “Júnior, o sobrinho do Dudu“. Depois ainda tive oportunidade em reencontrá-lo em outras equipes.

Ótima pessoa, sujeito educado e profissional correto. Que Deus o ajude no seu desafio!

– Dia dos Santos Arcanjos Miguel, Gabriel e Rafael

Tenho nome de anjo, embora, logicamente não seja um. Mas tal honraria me faz refletir, meditar, orar… e concluir: os anjos estão presentes na nossa vida, são servos de Deus e tão amigos nossos, e ao mesmo tempo deixamos-os de lado.

Neste dia 29, lembramo-nos dos 3 mais importantes anjos da Bíblia, citados abaixo. Conheça suas histórias (extraído de: Amaivos.uol.com.br)

SÃO MIGUEL, SÃO GABRIEL E SÃO RAFAEL

São Miguel é o defensor do povo de Deus em tempo de angústia e é também padroeiro da Igreja, pela tradição é quem acompanha as almas dos mortos até o céu.  É também conhecido como o Chefe das Milícias Celestes e é invocado na luta contra o mal.  Considerado Príncipe dos Serafins, seu nome significa “aquele que é semelhante ao próprio Deus.”

São Gabriel é o grande comunicador, sendo responsável pelo anúncio do nascimento de João Batista e, honra maior, pelo anúncio à Maria sobre o nascimento de Jesus Cristo.  É conhecido como patrono de todos aqueles que trabalham com transmissão de informações.  Seu nome significa “homem de Deus” ou, ainda, “Deus mostrou-se poderoso”.

São Rafael é o companheiro de viagem do homem, seu guia e protetor na adversidade.  É considerado protetor dos viajantes e um poderoso intercessor junto ao Pai.  Seu nome significa “aquele que cura”.

Santificando minha vida:  Deus nos concede a proteção dos santos anjos como auxílio em nossa vida.  Costumo lembrar-me dessa proteção e agradeço a Deus por ela?

bomba.jpg

– Flamengo 0x0 São Paulo: por quê não se expulsou Gabigol?

No Maracanã, na partida do sábado à noite, Daniel Alves (SPFC) e Gabigol (CRF) se estranharam. E em uma jogada mais ríspida, Gabigol pisou propositalmente na perna do adversário.

A lógica seria o Cartão Vermelho, mas o árbitro paranaense Rafael Traci (que apita por Santa Catarina) não entendeu assim, tampouco teve a sugestão do árbitro de vídeo Rodolpho Toski Marques. Ao invés de agressão, valeu o Cartão Amarelo, pois, segundo a súmula, Gabriel Barbosa foi punido por “Dar ou tentar dar uma rasteira ou um calço em um adversário de maneira temerária na disputa da bola – Por calçar seu adversário de forma temerária na disputa de bola”.

Eu discordo, e penso: se determinados jogadores costumeiramente visados fizessem a mesma coisa (por exemplo: Felipe Melo), o mundo cobraria a expulsão (que seria a decisão correta). Errou a arbitragem nesse lance. 

20190928210126_671

Foto: Thiago Ribeiro (AGIF)

– Medicina do futuro? O gene CCR5 suprimido dará imunidade ao HIV?

Parece filme de ficção científica, mas não é: na China, editou-se um gene chamado CCR5 para que a criança nascesse imune ao vírus da Aids. Entretanto, é o mesmo gene que ajuda a regulação da memória, fato que pode / poderia trazer danos cerebrais. 

Na experiência (abaixo), nasceram duas meninas! Compartilho, extraído de: https://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2018/11/26/cientista-chines-alega-ter-criado-primeiros-bebes-geneticamente-editados.ghtml

CIENTISTA CHINÊS ALEGA TER CRIADO PRIMEIROS BEBÊS GENETICAMENTE EDITADOS

A pesquisa, no entanto, não foi publicada em jornais científicos. Alguns cientistas que revisaram os materiais dizem não ser possível afirmar que os genes foram editados. O objetivo era tornar os bebês imunes à infecção por HIV.

Um pesquisador chinês diz ter ajudado a criar os primeiros bebês geneticamente editados do mundo. São meninas gêmeas – Lulu e Nana – nascidas neste mês, cujo DNA ele afirma ter alterado com uma nova ferramenta capaz de reescrever o projeto da vida. A descoberta foi revelada à agência de notícias americana Associated Press (AP) com exclusividade.

Se for verdade, seria um profundo salto de ciência e ética.

O pesquisador, He Jiankui, de Shenzhen, disse que alterou os embriões para sete casais durante os tratamentos de fertilidade, com uma gravidez resultante até agora. Ele disse que seu objetivo não é curar ou prevenir uma doença hereditária, mas tentar dar uma característica que poucas pessoas têm naturalmente – uma capacidade de resistir a uma possível infecção futura pelo HIV, o vírus da Aids.

Ele disse que os pais envolvidos não quiseram ser identificados ou entrevistados, e não disse onde eles moram ou onde o trabalho foi feito. Segundo a AP, o cientista é especialista em física e não tem experiência com experimentos humanos.

Não há confirmação independente da reivindicação de He, e ela não foi publicada em um periódico, onde seria examinada por outros especialistas. Ele fez a revelação nesta segunda-feira (26) em Hong Kong a um dos organizadores de uma conferência internacional sobre edição de genes que deve começar na terça-feira e, mais cedo, em entrevistas exclusivas com a Associated Press.

“Sinto uma forte responsabilidade de não apenas fazer uma primeira [pesquisa], mas também torná-la um exemplo. A sociedade decidirá o que fazer a seguir”, disse ele à AP, em termos de permitir ou proibir essa ciência.

Alguns cientistas ficaram espantados ao ouvir a afirmação e condenaram-na com veemência. Muitos consideram que é muito perigoso tentar, e alguns denunciaram o relatório chinês como experimentação humana.

É “inconcebível… um experimento em seres humanos que não é moralmente ou eticamente defensável”, disse o Dr. Kiran Musunuru, especialista em edição de genes da Universidade da Pensilvânia e editor de uma revista de genética.

“Isso é prematuro demais”, disse o Dr. Eric Topol, diretor do Scripps Research Translational Institute, na Califórnia. “Estamos lidando com as instruções de operação de um ser humano. É um grande negócio”.

Nos últimos anos, cientistas descobriram uma maneira relativamente fácil de editar genes, os fios de DNA que governam o corpo. A ferramenta, chamada CRISPR-cas9, torna possível operar no DNA para fornecer um gene necessário ou desativar um que esteja causando problemas.

Só recentemente foi tentado em adultos para tratar doenças fatais, e as mudanças estão confinadas a essa pessoa. A edição de espermatozóides, óvulos ou embriões é diferente – as alterações podem ser herdadas. Nos EUA, não é permitido, exceto para pesquisas de laboratório. A China proíbe a clonagem humana, mas não especificamente a edição de genes.

Já George Church, geneticista da Universidade de Harvard, defendeu a edição de genes para o HIV, que ele chamou de “uma grande e crescente ameaça à saúde pública”.

“Acho que isso é justificável”, disse Church sobre esse objetivo.

Já o cientista americano Michael Deem, ex-orientador de He na Universidade Rice, em Houston, afirma ter participado do trabalho na China. Esse tipo de edição genética é proibido nos Estados Unidos, porque as mudanças no DNA podem passar para as futuras gerações e prejudicar outros genes. Deem detém o que chamou de “uma pequena participação” e está nos conselhos consultivos científicos de duas das empresas de He.

O pesquisador chinês estudou nas universidades Rice e Stanford nos EUA antes de retornar à sua terra natal para abrir um laboratório na Universidade de Ciência e Tecnologia do Sul da China, em Shenzhen, onde ele também tem duas empresas de genética. Ele afirmou que praticava a modificação genética de ratos, macacos e embriões humanos no laboratório há vários anos e solicitou patentes sobre seus métodos.

He disse que escolheu a edição genética de embriões para o HIV porque essas infecções são um grande problema na China. Ele tentou desativar um gene chamado CCR5, que forma uma porta protéica que permite que o HIV, o vírus que causa a Aids, entre em uma célula.

No projeto, todos os homens tinham HIV, enquanto nenhuma das mulheres tinha sido infectada pelo vírus. Os pais tiveram suas infecções profundamente suprimidas por medicamentos contra o HIV. A edição genética não visava, no entanto, a evitar o pequeno risco de transmissão, de acordo com o cientista, pois existem maneiras simples de evitar que os pais infectem os filhos, sem envolver a alteração de genes.

Em vez disso, o apelo era oferecer aos casais afetados pelo HIV a chance de ter um filho que pudesse ser protegido de um destino semelhante.

Ele recrutou casais através de um grupo de defesa da AIDS baseado em Pequim chamado Baihualin. Seu líder, conhecido pelo pseudônimo “Bai Hua”, disse à AP que não é incomum que pessoas com HIV percam empregos ou tenham problemas para obter assistência médica se as infecções forem reveladas.

He descreveu o trabalho da seguinte forma:

A edição genética ocorreu durante a fertilização in vitro, ou fertilização em laboratório. Primeiro, o esperma foi “lavado” para separá-lo do sêmen, o fluido onde o HIV pode se esconder. Um único espermatozóide foi colocado em um único ovo para criar um embrião. Então, a ferramenta de edição genética foi adicionada.

Quando os embriões tinham três a cinco dias de idade, algumas células foram removidas e verificadas para edição.

Os casais puderam optar por usar embriões editados ou não para tentativas de gravidez. Ao todo, 16 dos 22 embriões foram editados, e 11 embriões foram usados ​​em seis tentativas de implante antes que a gravidez de gêmeos fosse alcançada, segundo He.

Testes sugerem que uma das gêmeas teve ambas as cópias do gene alteradas, enquanto a outra gêmea teve apenas um – sem evidência de danos a outros genes, disse o pesquisador chinês. As pessoas com uma cópia do gene ainda podem contrair o HIV, embora algumas pesquisas muito limitadas sugiram que sua saúde pode declinar mais lentamente depois disso.

Vários cientistas revisaram materiais que He forneceu à AP e disseram que os testes até agora são insuficientes para dizer que a edição funcionou ou para descartar o dano. Eles também notaram evidências de que a edição estava incompleta e que pelo menos um dos gêmeos parece ser uma colcha de retalhos de células com várias mudanças.

“É quase como não editar nada”, se apenas algumas células foram alteradas, porque a infecção pelo HIV ainda pode ocorrer, disse Church.

Church e Musunuru questionaram a decisão de permitir que um dos embriões fosse usado em uma tentativa de gravidez, porque os pesquisadores chineses disseram que sabiam de antemão que ambas as cópias do gene desejado não haviam sido alteradas.

“Naquela criança, quase não havia nada a ser ganho em termos de proteção contra o HIV e, no entanto, você está expondo essa criança a todos os riscos de segurança desconhecidos”, disse Musunuru.

O uso desse embrião sugere que a “ênfase principal dos pesquisadores foi em testar a edição, em vez de evitar esta doença”, disse Church.

Mesmo que a edição funcionasse perfeitamente, pessoas sem genes CCR5 normais enfrentam riscos mais altos de contrair certos vírus, como o Nilo Ocidental, e de morrer de gripe. Como existem muitas maneiras de prevenir a infecção pelo HIV, e é muito tratável se ocorrer, esses outros riscos médicos são uma preocupação, disse Musunuru.

Há também perguntas sobre a maneira como o cientista disse que procedeu. He fez o anúncio oficial de seu trabalho muito depois de ter dito que começou – em 8 de novembro, em um registro chinês de ensaios clínicos.

Não está claro, também, se os participantes entenderam completamente o propósito e os riscos e benefícios potenciais. Por exemplo, formulários de consentimento chamaram o projeto de um programa de “desenvolvimento de vacinas contra a Aids”.

O cientista da Rice, Deem, disse que ele estava na China quando os potenciais participantes deram seu consentimento e que ele “absolutamente” acha que eles foram capazes de entender os riscos. Ele afirma que trabalhou com He na pesquisa de vacinas em Rice e considera a edição de genes semelhante a uma vacina.

“Isso pode ser uma maneira leiga de descrevê-lo”, disse ele. Deem também é especialista em física e não tem experiência com experimentos em humanos.

O cientista chinês, He, disse que ele pessoalmente deixou claro os objetivos e disse aos participantes que a edição de genes de embriões nunca foi tentada antes e traz riscos. Ele disse que também forneceria cobertura de seguro para todas as crianças concebidas através do projeto e planejaria acompanhamento médico até as crianças terem 18 anos ou mais, se elas concordarem quando se tornarem maiores de idade.

Outras tentativas de gravidez estão suspensas até que a segurança desta seja analisada e os especialistas na área o analisem. Os participantes não foram, no entanto, avisados ​​com antecedência de que poderiam não ter a chance de tentar engravidar uma vez que o primeiro resultado tivesse sido alcançado, reconheceu He. O tratamento gratuito para fertilidade fazia parte do acordo que lhes foi oferecido.

He buscou e recebeu aprovação para seu projeto do Hospital de Mulheres e Crianças Shenzhen Harmonicare, que não é um dos quatro hospitais que He disse que forneceu embriões para suas pesquisas ou tentativas de gravidez.

Alguns funcionários em alguns dos outros hospitais foram mantidos no escuro sobre a natureza da pesquisa. He e Deem disseram que isso foi feito para impedir que a infecção pelo HIV de alguns participantes fosse divulgada.

“Achamos que isso é ético”, disse Lin Zhitong, um administrador da Harmonicare que lidera o painel de ética.

Todas as equipes médicas que lidaram com amostras possivelmente contaminadas com HIV estavam cientes, disse ele. Um embriologista no laboratório de He, Qin Jinzhou, confirmou à AP que fez lavagem de esperma e injetou a ferramenta de edição de genes em algumas tentativas de gravidez.

Os participantes do estudo não são especialistas em ética, disse He, mas “têm tanta autoridade quanto um sobre o que é correto e o que é errado, porque é a sua vida em risco”.

“Eu acredito que isso vai ajudar as famílias e seus filhos”, disse ele. Se causar efeitos colaterais indesejados ou prejudicar, “eu sentiria a mesma dor que eles e será minha responsabilidade”.

O cientista chinês scientist He Jiankui afirma ter ajudado a criar os primeiros bebês geneticamente modificados no mundo. — Foto: Mark Schiefelbein (AP)

– Qual o ponto perfeito?

Não pude resistir a essa ilustração e postei: já paguei muito caro em churrascaria que não valeu a pena, e também já paguei muito barato em outras em que fui bem servido.

Ao verificar essa imagem (abaixo), fico pensando: cozinhar é uma arte mesmo! Não adianta “grife de carne”, se você não acertar o ponto dela.

Qual é o seu?

– Domingo de Inspiração!

Bom dia Amigos!
Neste domingo, para manter o ânimo em alta, fui para o cooper matutino sem relógio. Simplesmente, correr por prazer. Façamos todos sempre isso!
Motivando no clique 1:

Imagem

Durante a atividade física, conversando com Deus pela intercessão da Virgem Maria, hoje invocada como Nossa Senhora das Dores.
Meditando no clique 2:

Imagem

Pós-treino (suado, cansado mas feliz), fui alongar no jardim em meio as flores. É muito bom contemplar a natureza!
Curtindo no clique 3:

Imagem

E para espairecer a mente, meu habitual “5 minutos” de relax vendo o horizonte infinito. Como não se inspirar?
Admirando no clique 4:

Imagem

Ótimo dia de trabalho ou de descanso a todos!

#FOTOGRAFIAéNOSSOhobby