– Os crimes de corrupção dos cartolas do Inter-RS são exclusividades do time? Claro que não…

Só acontece no Sul do Brasil?

Viram os “golpes de cartolas dos clubes de futebol” denunciados em Porto Alegre?

Os crimes não foram poucos: nessa semana, o MP-RS cumpriu 20 mandados de busca e apreensão contra suspeitas sobre Vitorio Piffero (o ex-presidente do Internacional) e seus pares. Foram acusados de:

  • crime de apropriação indébita, 
  • estelionato, 
  • organização criminosa, 
  • falsidade documental
  • lavagem de dinheiro.

Marcelo Dornelles, o Procurador do Ministério Público do Rio Grande do Sul, afirmou que:

“A gestão do Internacional entre 2015 e 2016 foi praticamente uma organização criminosa. O Inter é uma entidade privada, os crimes ocorreram no âmbito privado. Se tivesse agente público, era um grande sistema de corrupção. Não sendo, é associação criminosa”.

A prática, que sempre é dita “existente e corriqueira” nos bastidores do futebol mas nunca provada, é que basearia-se em várias atitudes:

– cartolas viajavam pelo clube pagando passagens aéreas muito mais caras do que cobradas (ficando com a diferença dos valores).
– jogadores eram contratados por valores mais altos do que combinados, sendo que a diferença do dinheiro era repartida entre diretores do clube e outros envolvidos.
– salários recebido pelos atletas nunca eram iguais aos que divulgados nos balanços, sendo que parte dos altíssimos rendimentos dos boleiros era depositada à parte, em conta de laranjas.
empresários e cartolas faziam acertos para a compra e venda de atletas, comissionando-se ao máximo, independente se o clube teria lucro ou prejuízo.

Insisto: só no Inter-RS ocorria isso? Em nenhum mais ocorreu, nem ocorre hoje? Aliás, o que aconteceu com a denúncia de que Rodrigo Caio, na gestão de Carlos Miguel Aidar no SPFC, seria vendido ao Atlético de Madrid e o negócio não ocorreu pois a parte “obscura” que o jogador deveria dar à namorada do presidente, “dona Cinira”, era muito alta e desonesta? Ou ainda a questão de jogadores pedidos por treinadores onde parte dos salários dos atletas vai para o bolso do treineiro e do presidente?

Se nos grandes clubes que têm fiscalização forte pelos grupos opositores e estão na mídia, imagine nos pequenos times onde muitas vezes são feudos de alguns!

Resultado de imagem para internacional corrupção piffero

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.