– O Manual dos Bixos da Unicamp

Trote em universidade é coisa velha. Está ultrapassado, fora de moda. Bolinar sobre os calouros não tem graça.

Há dois anos, eis que um grupo de veteranos da Unicamp pisou na bola: criou um “manual dos bixos”; grosseiro, machista e indevido.

Como o assunto volta à discussão nesse período de início (ou reinício) de aulas para muitos no pós-Carnaval, compartilho abaixo, a fim de que se discuta e se evite tais bobagens como essas, abaixo.

Extraído de: http://www.istoe.com.br/assuntos/semana/detalhe/447423_?platform=hootsuite

MANUAL DOS BIXOS

Um manual de calouros causou polêmica e revolta entre alunos do curso de Engenharia Mecânica da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). O Manual de Sobrevivência do Bixo, com cerca de dez páginas, diz que “os bixos deve ser submisso ao veterano” e que “são uma raça inferior e por isso não podem exigir nada”. Há menção ao consumo de bebida alcoólica, mesmo que prejudique os estudos, e traz ainda frases machistas como “ache a beleza por partes: um dia você pega uma feia com coxa boa, outro dia uma feia com o peito bom”.

O manual dos calouros, tradicionalmente divulgado durante a recepção dos estudantes, traz dicas para se familiarizar ao ambiente universitário e mostra quais são as festas organizadas pelos alunos, entre outras informações. Mas o guia da Engenharia Mecânica foi “além” e traz até um “guia das mulheres”, com cantadas e frases consideradas machistas.

bomba.jpg

Anúncios

– Ou se é católico ou não se é!

Existe mulher meio grávida? Claro que não. Ou se está grávida ou não se está grávida.

Muita gente criticou a declaração – dura mas correta – do Papa Francisco:

“Se você se diz católico e não pratica o que acredita, melhor que fosse ignorante na fé!”

Não existe católico que não vive aquilo que se crê. Ou se é católico praticante, ou não se é!

Abaixo, de UOL.com (publicado mês passado).

PAPA SUGERE QUE É MELHOR SER ATEU DO QUE CATÓLICO HIPÓCRITA

A declaração, de improviso, foi feita durante sermão da missa privada matinal em sua residência

O papa Francisco sugeriu que é melhor ser ateu do que católico hipócrita. A declaração, de improviso, foi feita durante sermão da missa privada matinal em sua residência.

O papa afirmou que há muitos católicos que dizem uma coisa, mas fazem outra. “É um escândalo dizer uma coisa e fazer outra. Isto é uma vida dupla”, afirmou o pontífice.

Existem aqueles que dizem ‘sou muito católico, sempre vou à missa, pertenço a isto e a esta associação“, disse. Segundo o papa, algumas dessas pessoas também pensam “minha vida não é cristã, eu não pago aos meus funcionários salários apropriados, eu exploro pessoas, eu faço negócios sujos, eu lavo dinheiro, (eu levo) uma vida dupla”. “Há muitos católicos que são assim e eles causam escândalos. Quantas vezes todos ouvimos pessoas dizerem ‘se esta pessoa é católica, é melhor ser ateu’.”

Pouco após ser eleito, o papa afirmou que cristãos devem ser ateus como pessoas boas, se forem pessoas boas. Em sermões improvisados, papa Francisco já condenou abuso sexual de crianças por padres, dizendo que equivalia a uma “missa satânica”. Também afirmou que católicos na máfia se excomungam. Pediu ainda a seus próprios cardeais para não agirem como “príncipes”. /REUTERS

bomba.jpg

– A Resposta de Andrés Sanches ao bombástico furo jornalístico de Wanderley Nogueira.

Na última 6a feira, através de reportagem importante de Wanderley Nogueira, revelou-se um documento do FBI onde consta a delação premiada de J Hawilla, citando o presidente corintiano Andrés Sanches como integrante de esquema milionário de corrupção no futebol brasileiro e mundial.

Se você não leu, clique aqui: https://professorrafaelporcari.com/2018/02/16/os-crimes-cometidos-por-andres-sanches-segundo-a-delacao-de-j-hawilla/

Pois bem, Andrés respondeu (texto abaixo) e fica a dúvida: quando o escuto em entrevistas, sempre “come a letra S” nas palavras faladas no plural e usa um vocabulário bem popular. Neste pronunciamento, há palavras não-coloquiais, tampouco usuais e muito diferente do jeito que costuma falar.

Dessa forma, fica a dúvida: será que ele fala errado de propósito ou o texto não é dele?

CARTA ABERTA AOS CORINTHIANOS E A QUEM MAIS SE INTERESSAR PELA VERDADE

Vivemos tempos difíceis, onde valores são atropelados e há uma nítida subversão da conformação cidadã dos povos. Assim, alguém que tem a própria situação complicada perante a justiça, começa a disparar afirmações falsas, alimentando calúnias e, de consequência, já se forma um juízo de valor negativo em torno do cidadão apontado.

O mentiroso, no caso, é J. Hawilla (se, efetivamente ele disse o que está noticiado no blog do repórter Wanderley Nogueira), o caluniado sou Eu, Andrés Navarro Sanchez.

Em primeiro lugar, nunca tive um encontro privado com J. Hawilla. Estive com ele, quando muito, umas quatro vezes, todas em ocasiões públicas, onde não trocamos nenhum assunto em particular (até porque nunca tivemos qualquer negócio) e, neste ponto, tudo o que falamos poderia ser repetido em alto e bom tom, em qualquer ambiente público; de igrejas, aos salões nobres dos Tribunais de Justiça.

Em segundo lugar, jamais mantive qualquer relação comercial com o cidadão Ricardo Teixeira; tivemos apenas trato institucional, onde ele era Presidente da CBF e eu Diretor de Seleções (cargo que abandonei em situação pública, dizente com minha insatisfação diante da substituição equivocada do comando técnico da Seleção, à época, sem que me fosse consultado).

Ademais, ter sido Diretor de Seleções jamais me qualificou para qualquer outra participação em nome da CBF, o que me deixa muito à vontade para afirmar que nunca participei de qualquer reunião de caráter comercial e/ou para atender eventual interesse que não fosse da própria Confederação (CBF), durante o mandato de Ricardo Teixeira – ou em qualquer outra época, durante o mandato de quem quer que fosse.

Em terceiro lugar, nunca morei, comprei ou ganhei qualquer propriedade nos Estados Unidos da América.

Em quarto lugar, jamais mantive qualquer qualidade de relação com qualquer dirigente de futebol (ontem, hoje e sempre, ouso cravar!), que não fosse estritamente dentro de nossas atuações junto aos clubes de futebol do Brasil. Neste ponto, desafio quem quer que seja a demonstrar o contrário.

Por derradeiro, o Sr. J. Hawilla teria dito que eu comecei a querer mais e mais propina, deixando, porém, de esclarecer (mínima e racionalmente) a qual título seriam estas aleivosas pagas?

No ponto, não há que se tergiversar: Eu, Andrés Navarro Sanches, jamais, em qualquer tempo e a qualquer título, pedi, recebi, ou tive qualquer oferta de dinheiro, bens, mimos, agrados ou seja lá o que se recebe, pede, ou se oferta, em situações que não sejam republicanas. Nunca recebi o que não me fosse por direito!

É mentirosa, portanto e também, esta asseveração (se é que ela foi praticada, insisto) e contra ela insurgirei de todas as formas, inclusive na própria Corte Americana.

Tampouco estive no endereço mencionado no bairro do Sumaré, onde não tive ou tenho residência, nem casa de qualquer amigo ou conhecido.

Encerrando, insisto: são mentirosas, as falas do Senhor J. Hawilla no que se referem a minha pessoa – se é que ele as fez!

Andrés Sanches

bomba.jpg

– Como reajustar um imposto em mais de 40% sem dar justificativa?

Recebi minha anual “Taxa de Fiscalização da Licença para Localização e Funcionamento” (Alvará / a Taxa que o coitado do comerciante tem que pagar para trabalhar) com reajuste de 43,5%!

Não fui o único. Estou conversando com muita gente revoltada com tal aumento.

A questão é: a Prefeitura do Município de Jundiaí reajusta em mais de quarenta por cento SEM JUSTIFICAR NADA?

Como pode?

O mais revoltante é que, ao dar uma lida nas redes sociais, você vê defensores de tucanos (cujo partido está enrolado até o pescoço com os escândalos do Metrô paulistano), discutindo com os petistas (que nada podem falar devido ao Petrolão e Mensalão), somando os militantes do MDB (né, JBS, mala de dinheiro e tantas outras coisas…). Aí você vê gente radical de esquerda e de direita dizendo-se salvação (como se não tivessem apoiado essa gente em vários momentos, fazendo-se de esquecidos).

RIDÍCULO!bomba.jpg

– O Grande erro da Imagem para o Vídeo-Árbitro na partida Huddersfield 0x2 Manchester United

Na vitória do Manchester United contra o Huddersfield pela FA Cup, neste sábado, uma grande vacilada da equipe que cuida da parte tecnológica e que prejudicou a orientação do árbitro de vídeo – prejudicando, por tabela, o jogo.

O atacante espanhol dos Red Devils, Juan Mata, marcou um gol em posição duvidosa. Eis que o VAR comunicou ao árbitro principal que existia impedimento e este acatou a informação. Entretanto, a imagem com linhas sobrepostas foi colocada de maneira errada sobre o gramado, totalmente torta e iludindo na tomada de decisão.

Aqui no Brasil, esses erros também acontecem (mesmo sem VAR), nas transmissões de TV. Eu me recordo de 3!

Veja a marcação de impedimento equivocada do Tira-teima da Globo em 2015 no Palmeiras x Flamengohttps://pergunteaoarbitro.wordpress.com/2015/02/08/e-o-tira-teima-da-globo-errou-de-novo/

Até na Copa do Mundo isso aconteceu. Lembram de 2014 do lance de Fred em Brasil x Camarões? Aqui: https://pergunteaoarbitro.wordpress.com/2014/06/24/voce-confia-no-tira-teima-da-fifa-e-no-da-globo/

Por fim, algo tão “cabeludo” quanto isso foi o erro em 2013, na partida entre Internacional x São Paulo, também envolvendo erro com a linha do impedimento. Em: https://pergunteaoarbitro.wordpress.com/2013/10/27/analise-da-arbitragem-de-internacional-x-sao-paulo/

Abaixo, a imagem citada na FA Cup de ontem (não é fake ou montagem, é imagem verdadeira da cabine do vídeo-árbitro):

JUAN MATA

 

– Aproveitando o Cinema para Educar as crianças. Por que levar os filhos para assistirem “Black Phanter”?

Tenho ouvido muita gente falar – e visto muita divulgação também – a respeito de aproveitar os filmes de sucesso que estreiam no cinema para que escolas enviem grupos de alunos a fim de que os professores aproveitem as temáticas.

E não é que deve funcionar mesmo?

Um exemplo bem recente: fui com a minha filha de 8 anos assistir Pantera Negra, da Marvel (muito aguardado pelos fãs de super-heróis, pois o Rei T’Chala é o último dos protagonistas a ter um filme solo precedendo o tão esperado Vingadores 3 – Guerra Infinita). A película é recomendável para 14 anos, mas como pai responsável fui preparado para orientá-la da melhor forma possível (por conta das cenas de violência, não há nada de cunho sexual).

E não é que o filme traz excepcionais discussões? E minha pequena, que sempre gosta de debates sobre as coisas polêmicas, adorou.

Fiz um pequeno resumo com minha Marininha e deu certo. Abordamos sobre:

HISTÓRIA e GEOGRAFIA – o filme traz a história da África Negra, sua colonização, riquezas minerais e pobreza, beleza das paisagens e sofrimento dos mais excluídos  com a exploração das colônias por parte das metrópoles (usando o fictício e evoluído reino chamado Wakanda).

CULTURA e SOCIOLOGIA – as diferentes manifestações culturais de tribos africanas e “cinco grandes povos como formadores de um país”, foram perfeitos para mostrar a diversidade do próprio Brasil: da cultura gaúcha à nordestina, muita diferença em um mesmo país. Além disso, a questão do racismo bem abordada e trabalhada com sabedoria.

ECONOMIA e POLÍTICA – os métodos de liderança política, a governança compartilhada com representantes das tribos, ou melhor, do povo, confrontando o absolutismo, somando-se às questões de distribuição de renda (e de tecnologia) foram muito bem explorados.

FILOSOFIA – questões sociais como a abertura dos princípios de vida do povo de Wakanda frente… (ops, aí vai virar um grande spoiler do filme, é melhor parar por aqui).

Como pai, recomendo levar os filhos ao cinema para assistir esse “arrasa-quarteirão”.

Como professor, não perderia a oportunidade de uma tarefa extracurricular.

Como fã de quadrinhos, heróis e animação, nem preciso dizer, né?

bomba.jpg

– Precisando de um bom domingo!

Bom dia amigos!

Depois de uma semana diferente (custosa e difícil por conta dos feriados – não tenham dúvida o quanto eles prejudicam o comércio em geral), chegou o domingo de descanso parcial (afinal, parte do dia será de trabalho).

Para ter energia para encarar mais um dia, a coisa mais gostosa a fazer é correr!

Logo cedinho, indo para o cooper na esteira (afinal, a chuva veio e na rua hoje não vou).
Motivando no clique 1:
bomba.jpg

Durante o treino, direcionando as orações à Santa Devoção ao Menino Jesus de Praga (quem é católico praticante a conhece bem).
Meditando no clique 2:
bomba.jpg

Pós-treino e pós-chuva, ainda com o céu bem nublado e um tanto que escuro, alongando no jardim com a roseira que mais dá botões: essa de cor creme. Um espetáculo da Mãe Terra.
Admirando no clique 3:
bomba.jpg

Depois das atividades físicas, ir trabalhar. E vejam só que céu bonito surge no horizonte infinito. O aguaceiro da madrugada-manhã limpou o tempo e deixou o céu propicio para o sol reinar. Mas será que ele virá em definitivo ou a garoa voltará ao longo da jornada? Não importa. Veja se não é um espetáculo (vista para a cidade de Itupeva, abaixo).
Contemplando no clique 4:
bomba.jpg

Ops: antes da labuta, que tal uma deliciosa mamadeira para a caçulinha que acorda? Os olhos dessa pequenina “cabelo de milho” são maravilhosos, mas o sorriso de covinhas dela é o que mais me derrete.
Amando no clique 5:
IMG_6704

Que tenhamos um ótimo domingo de muito suor ou de muito descanso!