– A polêmica da peça infantil na semana da Diversidade Sexual de Jundiaí

Viram que confusão criou-se com a peça infantil “A Princesa e a Costureira”?

É um “conto de fadas lésbico”, e está incluído nos eventos da comunidade LGBT. Entretanto, muita discussão foi gerada sobre o “alcance” da encenação para as escolas municipais de ensino infantil.

Abaixo, uma matéria do Jornal de Jundiaí e o desmentido da Prefeitura sobre a boataria. O curioso é: como pode a peça infanto-juvenil ter alerta que não é recomendada para crianças?

Contraditório, não. Então não é infanto-juvenil!

Extraído de: http://www.jj.com.br/noticias-49218-peca-‘a-princesa-e-a-costureira’-causa-polemica-antes-da-estreia

PEÇA ‘A PRINCESA E A COSTUREIRA’ CAUSA POLÊMICA ANTES DA ESTREIA

A peça ‘A princesa e a costureira’, que será encenada no dia 18 de setembro, às 19h, na Sala Jundiaí, no Complexo Fepasa, abrindo a programação da 4ª Semana da Diversidade Sexual de Jundiaí, tem causado polêmica mesmo antes de sua estreia. Dois abaixo-assinados estão circulando nas redes sociais: um contra e outro a favor da apresentação.

Baseado no livro infanto-juvenil do mesmo nome, da escritora e psicóloga Janaina Leslão, a obra chega a Jundiaí dentro da programação selecionada num Chamamento Público pela Câmara Setorial LGBT do Conselho Municipal de Políticas Culturais de Jundiaí.

Diante dos fatos, a Prefeitura de Jundiaí lançou uma nota pública de esclarecimento reforçando que a veiculação da peça não tem qualquer vínculo com o Sistema Municipal de Ensino e que atende o que determina a lei municipal que institui como responsabilidade do poder a promoção dos direitos da pessoa humana. Reforça ainda que cumpre o papel de apoiar a Semana, cuja programação foi idealizada pela ONG Aliados.

Para a assessora jurídica da ONG, Rose Gouvêa, a semana quer salientar o respeito entre as pessoas, independente da sua orientação sexual. Segundo ela, é um absurdo que ocorram polêmicas sobre o evento. “A programação está extensa e com assuntos relevantes, por isso não podemos deixar que um determinado público estrague ou atrapalhe a programação.”

Procurada, a prefeitura informou que o esclarecimento foi apresentado para desmentir matérias enganosas a respeito da peça teatral “A princesa e a costureira”, já que a atividade não tem vínculo com o Sistema Municipal de Ensino e nem será promovida em escolas da cidade. A peça faz parte da programação idealizada pela ONG Aliados e discutida com a Câmara Setorial de Diversidade Sexual.

bomba.jpg

bomba.jpg

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s