– A firula de Michael e a comemoração não tão vibrante

Não deu tempo de escrever, mas e o drible do Michael do Flamengo?

  • Se você fosse o adversário, e sofresse aquela dancinha?
  • E se você fosse o Michael e estivesse perdendo no placar, faria aquela graça?
  • E se fosse o árbitro, qual seria a atitude?

Há certas fintas, firulas e jogadas debochadas no futebol que são desnecessárias. Usar um drible mais ousado / folclórico em busca do gol ou como recurso para se livrar de um marcador, não vejo problema algum. Ironizar (como eu acho que ele fez) estando na frente do placar, torna-se menosprezo. Não gostei.

Aliás, por falta de tempo, ontem não puder observar neste espaço: não acharam muito “acanhada” as comemorações dos jogadores?

Duas hipóteses: a pouca importância do Cariocão ou o costume de comemorar títulos mais emblemáticos.

Charmoso" no Flamengo, Michael promete se manter driblador

Um comentário sobre “– A firula de Michael e a comemoração não tão vibrante

  1. Afe, quanta desculpinha, quanto exagero. É futebol. Aliás, mais ainda: é final de campeonato entre rivais históricos, em que os últimos dois jogos tinham sido cheios de hostilidade da parte dos jogares e do técnico fluminense, bem como na própria final, que estava sendo um jogo extremamente faltoso da parte dos tricolores.

    Michael fez foi pouco, tinha que ter metido um gol seguido de firula, isso sim.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.