– Calote da FERJ nos árbitros? E com recibo assinado?

Li com muito espanto esta matéria, abaixo, reproduzida pelo site ApitoNacional.com: a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro não pagou os árbitros desde que voltou-se a jogar futebol por lá?

Pior: os árbitros assinam um recibo no vestiário sem ter recebido suas taxas, segundo noticia a publicação!

Se confirmado, não é só uma situação deselegante. É crime!

Extraído de: http://www.apitonacional.com.br/noticias/FERJ-nao-paga-taxa-dos-arbitros-dos-jogos-durante-pandemia-do-coronavirus.html

FERJ NÃO PAGA TAXA DOS ÁRBITROS DOS JOGOS DURANTE PANDEMIA DO CORONAVÍRUS

Enquanto a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) e algumas outras federações antecipam taxas de arbitragens para amenizar a crise vivida pelos profissionais do apito durante a pandemia do coronavírus, a FERJ (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro) não vem pagando, como deveria, as taxas dos jogos de retorno do futebol realizados após a paralisação das atividades do estadual.

Segundo informações, as taxas de arbitragem dos jogos da 4ª e 5ª rodada e Semifinal da Taça Rio, realizados após o retorno do futebol carioca, não foram pagas. Usando como exemplo por ter sido escalado nas três rodadas, o árbitro FIFA Wagner Nascimento Magalhães, teria algo em torno de 9 mil reais para receber.

Antes da paralisação do campeonato carioca por conta da pandemia, os árbitros recebiam as taxas adiantadas em depósitos bancários. Porém, no retorno, apesar de terem que assinar os recibos nos vestiários como se tivessem recebidos, não receberam nada como exigido pela lei federal do estatuto do torcedor. Os profissionais, que estão em dificuldades financeiras por conta de não trabalharem na quarentena por conta da pandemia reclamam muito e diz se sentirem intimidados para fazer qualquer reclamação temendo represálias.

No Campeonato Carioca deste ano, um árbitro FIFA recebe 3.8 mil por partida enquanto um CBF 2.500 e um básico 1.200.

FERJ-nao-paga-taxa-dos-arbitros-dos-jogos-durante-pandemia-do-coronavirus02

O que eles disseram

Procurado, Luís Carlos Santiago, presidente da comissão de arbitragem da FERJ, disse desconhecer o assunto. Já o diretor de arbitragem Luís Mairovitch, não respondeu o contato até o fechamento desta matéria.

FERJ-nao-paga-taxa-dos-arbitros-dos-jogos-durante-pandemia-do-coronavirus01

Presidente da comissão de arbitragem Luís Carlos Santiago e Luís Mairovitch presidente do departamento de arbitragem

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.