– Internet às vezes cansa!

De saco cheio da Internet!

Cansa ver as timelines lotadas de Fake News! Como tem idiota publicando manchete mentirosa, “pagando pau pra político” e disseminando notícias para enganar os outros.

É de torrar a paciência… E tem coitado que lê e diz todo pimpão: “mas eu vi na Internet, eu vi”!

INTERNET É COMO PAPEL. ACEITA TUDO.

Fui. Não se leve muito a sério algumas Redes Sociais que se transformaram em Anti Sociais em alguns momentos.

proibido-internet

Anúncios

– Análise da Arbitragem de Paulista 2×1 Joseense

Comecemos pelos bandeiras: Samuel Augusto Vieira Paião, bandeira 2, foi muito bem. Nos vários lances de “impedimento-ou-não” logo no começo do jogo, acertou todos. Idem ao longo dos 90 minutos. Risser Jarussi Corrêa, o bandeira 1, foi um pouco menos exigido e acertou tudo.

Quanto ao árbitro Márcio Mattos dos Santos, ele foi bem melhor do que a atuação contra o Amparo, dias atrás. Correu bastante, gesticulou claramente as marcações e esteve atento.

Alguns lances: importantes:

1 – Aos 15m, depois de bate-rebate onde a equipe do Joseense, antes de ameaçar reclamar uma mão na bola, atentamente percebeu que não foi infração, sinalizou com firmeza e mandou seguir.

2- Aos 24m, o jogo ficou mais pegado e o árbitro começou a ter dificuldade. Aos poucos, foi dominado a situação mais tensa e até os 30 minutos (quando houve a pausa para a hidratação) tudo voltou a ser mais amistoso.

3- Aos 35m, Diego (JOS) cometeu pênalti em Hurick (PFC). Bem marcado, sem cartão, lance simples.

4 – Aos 38m, no lance reclamado de suposto pênalti de Favalli (PFC), acertou ao não marcar a penalidade, pois o zagueiro Giovanni (JOS) não atinge nem bola nem jogador. Tropeçou simplesmente.

5 – Aos 54m , Vinícius (JOS) cometeu uma falta mais forte em Carlinhos (PFC), onde não necessitava do Cartão Amarelo, pois a advertência verbal era suficiente. E o fez corretamente: deu a bronca “na medida certa” (corrigindo a crítica de que estava conversando demais na sua última evolução).

6 – Na metade do 2º tempo, uma observação: Tuxa (PFC), que estava no banco, entra no jogo e “voa em campo”, pois é o artilheiro do time, estava poupado e joga bem descansado. A zaga só o parava com as faltas (4 em 20 minutos). Faltou a advertência verbal para coibir o rodízio de faltas utilizado. Também no final do jogo existiu um momento mais crítico de ânimos acirrados, mas não tão relevante para atrapalhar a avaliação geral do juizão.

Placar: 2×1
Faltas: 9×15
Cartões 0x2
Público: 1.871 pagantes
Renda: R$ 11.360,00

– Conselho de Bin Laden sobre Vida Matrimonial?

Há coisas incríveis por aí. Li essa “pérola” numa antiga edição de Época (16/05/2011, pg 32): é sobre quantas mulheres devemos ter!

“Uma é bom, como andar. Duas é como andar de bicicleta: é rápido, mas um pouco estável. Três é um triciclo, estável mas lento. E quando chegamos a quatro, ah! Esse é o ideal. Agora você pode passar todo mundo”.

É um conselho do terrorista morto pelos EUA, Osama Bin Laden, defendendo o casamento com 4 mulheres (o islamismo permite muitas mulheres a um homem).

Cada uma… mas não o vejo falando do número de sogras (brincadeira, hein – adoro a minha).

imgres.jpg