– Brumadinho chora. Outros chorarão?

Depois do rompimento da barragem de Mariana, agora é a vez da de Brumadinho se romper.

Será que essas obras são vistoriadas quanto a manutenção? Viram o que está acontecendo nos viadutos que cederam em São Paulo? O que mais falta ruir?

Tá na cara que, lamentavelmente, se constrói algo e depois se larga ao Deus-dará. Quantas tragédias poderão ainda acontecer…

Resultado de imagem para Brumadinho Samarco

Anúncios

– Como defender Nicolás Maduro?

Quando eu era “molecão”, sempre ouvia falar da pujança da Venezuela. O PIB era alto, a democracia viva e o desenvolvimento crescente. Não só graças ao Petróleo, mas à Educação.

Tempos depois…

O país se autodestruiu! Primeiro, com Hugo Cháves, que acabou com a liberdade de expressão numa ditadura de esquerda. Depois com Nicolas Maduro, querendo levar adiante a loucura do “projeto bolivariano de poder”, sacrificando o povo e provocando a fuga maciça de venezuelanos do próprio país – sendo a maior parte dos refugiados, por conta da FOME!

Dentro em pouco, devemos ver a queda de Maduro, já que as nações desenvolvidas e democráticas não reconhecem as fraudulentas eleições e reconhecem o presidente interino determinado pela Justiça. Claro, o povo está nas ruas pedindo sua renúncia.

A pergunta é: como explicar que há quem ainda insista em defender a ditadura de Nicolas Maduro?

Resultado de imagem para Nicolas Maduro manifestações

– Pelé como você nunca viu!

Muita gente questiona coisas difíceis de se responder: quem foi o melhor árbitro, melhor treinador, melhor equipe de todos os tempos… mas há uma que não deixa dúvida: melhor jogador!

Nasci para o Futebol no comecinho dos anos 80. Meu primeiro grande craque foi o Zico, o Galinho de Quintino que atuava naquela máquina de jogar futebol que era o Flamengo.

Vi Maradona fazer maravilhas na Itália e ser santificado pela torcida napolitana. Igual ao que fez em 86 no México ganhando o Mundial para a Argentina, nunca mais verei…

Agora vejo Messi encantar. Incrível, mas menos carismático do que Dom Diego. A seu favor, a mídia com Internet e Canais a Cabo. Maradona, aqui no Brasil, só passava na TV Bandeirantes vez ou outra.

Melhor do que eles?

Pelé!

Claro que não o vi jogar, mas pelos vídeos e relatos, fico convencido.

E se Pelé tivesse a mesma qualidade dos gramados que os jogadores de hoje tem? E se tivesse o mesmo material esportivo? A mesma chuteira? A mesma ciência do esporte a seu favor?

Pois é: assista a esse vídeo com 300 gols do Rei. Não tem gol feio, SÓ GOLAÇO. E se houvesse prêmio Puskas naquela época, Pelé ganharia 1 por ano na carreira (que ironia: Pelé é ainda maior do que Puskas, que foi magnífico).

Clique em: https://youtu.be/Dzehn9Kzltw

– Os países com maior qualidade em Educação!

Recebi de alguns amigos esta relação sobre o “Ranking da Educação” que compartilho, divulgada na última 3a feira, mas não consegui ter certeza se era Fake News ou não

Das pessoas que me enviaram, todas garantem ser verídica. Está, inclusive, no twitter do empresário Luciano Hang, famoso empreendedor das Lojas Havan (nas minhas pesquisas, aparece inclusive essa arte bem feita, abaixo).

A Suíça tem a melhor qualidade de ensino no mundo, seguida por Cingapura, Finlândia, Holanda e EUA. O Brasil amarga a 119a posição, atrás das paupérrimas Namíbia e Etiópia.

Independente da veracidade (creio que é real), fica a constatação latente: nosso Ensino Publico tem sido deixado de lado há um bom tempo…

img_0743

– Os estrangeiros do Peixe estão resolvendo!

O Santos foi a Sorocaba e ganhou de 4×0 do São Bento. A curiosidade é que os jogadores que fizeram os gols foram Derlis González (Paraguai), Soteldo (Venezuela) e Copete (Colômbia), sob o comando do treinador Sampaoli (Argentina).

É a globalização, irreversível. Lamento apenas a falta de questionamento: os garotos que são costumeiramente revelados na base não dariam conta de se prepararem e à altura desses estrangeiros, ocuparem as vagas no time? Regredimos na qualidade do nosso pé-de-obra tanto assim? E olha que o Santos FC representa o futebol-arte tão marcante na história da brasilidade do esporte…

A propósito: neste próximo final de semana teremos um SanSão! Que jogo bacana para assistir, devido a ofensividade de Sampaoli e do treinador do São Paulo, o jovem André Jardine.

Esperemos muitos gols!

Resultado de imagem para Sansão futebol

 

– Dia da Conversão de Saulo para São Paulo

Hoje se festeja o feriado de São Paulo, e a cidade comemora com boa parte dos paulistanos indo passear, outros celebrando na própria capital dos paulistas.

Mas leve em conta: hoje também é um dia religioso – o dia da Conversão de Saulo de Tarso, perseguidor de cristãos, que se torna Apóstolo de Jesus sendo batizado como Paulo.

Abaixo, a bela história de São Paulo:

Extraído de: http://www.e-biografias.net/sao_paulo/

CONVERSÃO DE SÃO PAULO

São Paulo, Apóstolo (5-67) foi um escritor do cristianismo primitivo. Treze epístolas do Novo Testamento são atribuídas a ele. Foi o maior propagador do cristianismo depois de Cristo. Antes de se converter ao Cristianismo era conhecido como Saulo e perseguia os discípulos de Jesus nos arredores de Jerusalém, quando teve uma visão de Jesus envolto numa luz incandescente e desde então começou suas pregações do Cristianismo.

São Paulo, Apóstolo (5-67) Nasceu em Tarso na Cilícia, era judeu e cidadão romano. Perseguidor das primeiras comunidades cristãs, foi conivente com o assassinato do protomártir Estêvão. Quando perseguia os cristãos, a caminho de Damasco, teve uma visão de Jesus envolto em uma luz incandescente que o cegou, durante três dias. Desde então converteu-se e começou a pregar o Cristianismo, viajando pelo mundo, pregando o evangelho de Jesus Cristo e o mistério de sua paixão, morte e ressurreição.

A conversão de São Paulo é uma das mais importantes da história da Igreja. Mostra o poder da graça divina, capaz de transformar Saulo, perseguidor da Igreja, no “Apóstolo Paulo” por excelência, que tem a iniciativa da evangelização dos pagãos. Ele próprio confessa, por diversas vezes, que foi perseguidor implacável das primeiras comunidades cristãs. Por causa disso atribui a si mesmo o título de “o menor entre os Apóstolos” e ainda, de “indigno de ser chamado Apóstolo”. Mas Deus, que conhecia a sua retidão, tornou-o testemunha da morte de Santo Estevão, cena descrita nos Atos dos Apóstolos. A visão de Estevão apontando para os céus abertos e Cristo, aí reinando, domina a vida toda de Paulo, o grande missionário do Cristianismo.

Percorreu a Ásia Menor, atravessou todo o Mediterrâneo em 4 ou 5 viagens. Elaborou uma teologia cristã e ao lado dos Evangelhos suas epístolas são fontes de todo pensamento, vida e mística cristãs. Além das grandes e contínuas viagens apostólicas e das prisões e sofrimentos por que passou, deve-se a ele que se auto denomina “servo de Cristo”, a revelação da mensagem do Salvador, ou seja, as 13 Epístolas ou Cartas. Elas formam como que a Teologia do Novo Testamento, exposta por um Apóstolo. São Paulo, Apóstolo, sofreu o martírio em Roma. O ano é incerto, mas deve ter ocorrido entre 64 e 67.

Duas festas litúrgicas foram criadas em homenagem a São Paulo. A primeira em 25 de janeiro, foi instituída na Gália, no século VIII, para lembrar a conversão do Apóstolo e entrou no calendário romano no final do século X. A segunda, lembrando o seu martírio a 29 de junho, juntamente com o do Apóstolo São Pedro, foi inserida no santoral (livro dos santos da Igreja Católica) muito antes da festa do Natal e havia desde o século IV o costume de celebrar neste dia três Missas. A primeira na basílica de São Pedro no Vaticano, a segunda na basílica de São Paulo fora dos Muros e a terceira nas catacumbas de São Sebastião, onde as relíquias dos dois Apóstolos tiveram de ser escondidas por algum tempo para subtraí-las à profanação. Há um eco deste costume no fato de que além da Missa do dia é previsto um formulário para a Missa vespertina da vigília.

Depois da Virgem Maria, são precisamente os Apóstolos Pedro e Paulo, juntamente com São João Batista, os santos comemorados mais frequentemente e com maior solenidade no ano litúrgico. Por muito tempo se pensou que 29 de junho fosse o dia em que, no ano 67, Pedro na Colina Vaticana e Paulo na localidade agora denominada Três Fontes testemunharam sua fidelidade a Cristo com o derramamento do sangue. Na realidade, embora o fato do martírio seja um dado histórico incontestável, e está além disso provado que aconteceu em Roma durante a perseguição de Nero, é incerto não só o dia, mas até o ano da morte dos dois apóstolos. Enquanto para São Paulo existe uma certa concordância entre testemunhas antigas indicando o ano de 67, para São Pedro há muitas discordâncias, e os estudiosos parecem preferir agora o ano de 64, ano em que, como atesta também o historiador pagão Tácito, “uma enorme multidão” de cristãos pereceu na perseguição que se seguiu ao incêndio de Roma.

Parece também que a festa do dia 29 de junho tenha sido a cristianização de uma celebração pagã que exaltava as figuras de Rômulo e Reno, os dois mitos fundadores da Cidade Eterna. São Pedro e São Paulo de fato, embora não tenham sido os primeiros a trazer a fé a Roma, foram realmente os fundadores da Roma cristã, um antigo hino litúrgico definia-os como pais de Roma.

Resultado de imagem para São Paulo conversão

– A dor do pai de Emiliano Salas

Cada vez que leio ou ouço algo sobre a morte do argentino Emiliano Salas, que estava no avião do presidente do Cardiff, seu novo time, e que caiu no Canal da Mancha, fico arrepiado e triste.

ARREPIADO por ouvir o áudio em que ele fala sobre o pressentimento em cair e que, se não for encontrado em 1h30, é porque morreu. Não literalmente com essas palavras, mas num tom de voz e vocábulo de quem fez um prenúncio inconsciente. É de assustar.

TRISTE por ver as declarações do pai do atleta. Mudo de canal, confesso, pois a dor desse homem é grande e a esperança perene. Ele já disse que o filho poderia estar salvo em uma ilha, que poderia estar à deriva num bote salva-vidas… É de se compadecer!

Enfim, vida que segue e que a família e os amigos possam se consolar.

EM TEMPO: já imaginaram se realmente ele está vivo ainda? Uau…

bomba.jpg

– Para quê tanto ataque e nenhuma consideração?

É totalmente condenável que um político tenha que deixar o país por conta de ameaças de morte. É isso que Jean Wyllys, ex-BBB e deputado eleito para um próximo mandato, alega que fará (abrirá mão do seu mandato para preservar a vida, segundo ele próprio). Porém, 3 pontos a serem discutidos (sem fanatismo político, má vontade ou paixão exacerbada):

  1. Jean Wyllys, que tem trabalho positivo e negativo na Câmara dos Deputados (como a maioria dos outros parlamentares) deveria ser protegido pelas autoridades. Na minha humilde opinião, Sérgio Moro, Ministro da Justiça, poderia (e deveria) entrar em contato com ele. Aliás, o próprio político deveria tornar pública as ameaças que sofre / sofreu.
  2. Em que pese a condenável e triste situação, seu sucessor David Miranda (PSOL), defende as mesmas bandeiras. Aliás, a Folha de Sao Paulo traz uma fala dele onde se classifica como “Negro, Gay e Favelado”. Pai de dois filhos, é casado com o jornalista americano Greenwald (aquele mesmo do caso de espionagem revelado pelo Edward Snowed, procurado pela agência NSA dos EUA). Que David, caso Wyllys renuncie, possa trabalhar sem ameaças e riscos.
  3. Por fim, respeito toda a condição de sofrimento, tensão e dificuldade de Jean Wyllys; não o desrespeito sua condição e dignidade como homem, homossexual e esquerdista (de certo modo, até radical). Mas não nos esqueçamos que, assim como o atual presidente Jair Bolsonaro extrapola nas suas falas de preconceito à muita coisa (em um radicalismo condenável), Wyllys faz o mesmo com as causas que não defende. Ou é louvável cuspir em outras pessoas e/ou ofender a crença de qualquer semelhante?

Colocadas essas considerações, gostaria de compartilhar essa postagem do ano passado, e que serve para mostrar o quanto nosso país está “raivoso” (repito – tanto pela direita quanto pela esquerda). Nada justifica o que estão fazendo ao deputado Jean Wyllys (como ele alega que estão). Porém, também nada justificafa o que ele fez desrespeitosamente às diversas crenças (especialmente aos católicos).

No mundo ideal, todos deveriam se respeitar. É uma pena que isso não aconteça… abaixo:

É CRIME TER FÉ?

por Rafael Porcari

O discurso é de intolerância total. Viram a fala preconceituosa do Deputado Jean Wyllys, de novembro de 2017, que, por um motivo ou outro, voltou à tona?

Ele condena os casos de pedofilia (sim, está certo pois isso é uma chaga doída dentro da Igreja que é santa e pecadora), mas generalizando como uma coisa una, contínua, frequente e comum em todos os templos. Chega a dizer que as obras do Vaticano são mais erotizadas do que as do QueerMuseum, tão criticadas.

Wyllys diz que não há beleza nenhuma no martírio de Santa Terezinha, mas sim nas obras de Adriana Varejão (aquelas polêmicas representações que difamam a fé cristã usando cenas de sexo explícito com animais em imagens sagradas, além de crianças e adultos – que é pedofilia). Totalmente intolerante quanto a fé alheia, mas somente tolerante e apologista às coisas que ele próprio acredita.

Em: https://www.youtube.com/watch?v=z_JYuXdMzuY

Se você achou que ninguém defendeu a fé, assista a esse vídeo abaixo. Vale a pena ver que bela resposta! Sobre maioria x minoria, fé x ateísmo x estado laico.

Aqui: https://www.youtube.com/watch?v=hpBvNs67E8c

– O que esperar do Árbitro Douglas Marques das Flores na Final da Copa SP 2019?

Tenho muito cuidado ao escrever sobre Douglas Marques das Flores na minha análise pré-jogo para São Paulo x Vasco na Finalíssima da Copa São Paulo 2019 por um motivo muito simples: o árbitro escalado, que vem lá de Rancharia e é boa gente, já teve INÚMERAS boas oportunidades na carreira. Tem seus altos e baixos (mais baixos do que altos) mas sempre tem uma ótima chance seguinte.

Sem saber por qual motivo, logo de cara foi escalado para apitar a Série A1, sem ter trabalhado significativamente nas divisões menores. Não sei se algum “observador de árbitros” cismou que ele era um talentoso juiz, um fenômeno precoce ou algo assim. Quando escalado em partidas que pude assistir in loco, me decepcionou nas primeiras e só me agradou na última.

Seu grande defeito era a falta de autoridade, corrigida pouco-a-pouco. Fisicamente ele é bom, mas não gosto de ver árbitro (como ele) estar escalado hoje, 6a feira, e domingo no Paulistão da A1 novamente. Pra quê? Falta árbitro na FPF e só tem ele?

Desejo boa sorte e que faça uma boa atuação, tirando a imagem negativa de que seria privilegiado (não compactuo com isso, penso apenas que teve uma ruim gestão inicial de carreira).

Quatro últimos jogos de Douglas que analisei em:

Paulista x Santo André: https://pergunteaoarbitro.wordpress.com/2015/02/12/analise-da-arbitragem-de-paulista-0-x-2-santo-andre/

Santos x Linense: https://pergunteaoarbitro.wordpress.com/2015/02/28/a-ma-gestao-de-carreira-na-escala-de-santos-x-linense/

Paulista x Bragantino: https://pergunteaoarbitro.wordpress.com/2016/08/14/analise-da-arbitragem-de-paulista-0x3-bragantino-como-foi-o-arbitro/

Paulista x Sao José: https://pergunteaoarbitro.wordpress.com/2018/05/12/analise-da-arbitragem-de-paulista-3×0-sao-jose/

Resultado de imagem para São Paulo x Vasco

– Cores da Manhã!

🌅 Desperte, Jundiaí. Desperte, Mundo!
Que a jornada diária possa valer a pena!
Ótima 6a feira a todos!

🍃 #sol #sun #sky #céu #photo #nature #morning #alvorada #natureza #horizonte #fotografia #pictureoftheday #paisagem #inspiração #amanhecer #mobgraphy #mobgrafia #AmoJundiaí