– As crianças com HIV nas escolas da Tanzânia!

Chegamos a um tempo onde a falta de noção e desrespeito às condições mínimas de dignidade deveriam ter sido extirpadas do planeta. Mas em algumas nações, o preconceito ridículo ainda ocorre.

Veja só nessa matéria da BBC (http://is.gd/Y4aX5S) a absurda situação: na Tanzânia, país que sofre com a epidemia de Aids, as crianças são obrigadas a se identificarem como portadoras do HIV nas escolas, vestindo-se diferente!

Estúpido, não?

ESCOLAS DA TANZÂNIA OBRIGAM ALUNOS COM AIDS A USAREM UNIFORMES COM ETIQUETA

Ativistas de direitos humanos na Tanzânia denunciaram a prática adotada por algumas escolas de obrigar alunos portadores do vírus HIV a usar etiquetas vermelhas em seus uniformes.

A ativista Rebecca Mshumbusi, diretora de um grupo local que luta pelos direitos dos portadores do vírus HIV, descreveu a prática como um abuso de direitos humanos e disse que é ilegal obrigar uma pessoa a revelar seu estado de saúde.

Diretores de escolas na Tanzânia, porém, defendem a prática. Segundo eles, estudantes com a etiqueta no uniforme são poupados de tarefas mais pesadas, que poderiam prejudicar sua saúde.

bomba.jpg

– Pra quê a fórmula mirabolante de escala para o Campeonato Paulista?

Foram sorteados os árbitros para a primeira rodada dos mata-matas do Paulistão. Mas você sabe como é essa escolha?

É uma metodologia cheia de detalhes, talvez exagerada e bem desnecessária. Não era mais fácil colocar os árbitros desejados e escolhê-los conforme a bolinha cai?

Vejam que “samba-do-crioulo doido” é a explicação da ata; clique aqui: http://2016.fpf.org.br/arquivos/201803/1866355679.pdf

Pergunto: pra quê tudo isso, que beira um circo? Não precisa nada disso para o cumprimento da lei. O excesso faz com que o torcedor comum reclame e/ou desconfie.

bomba.jpg

– Os Simples e Contagiantes Simbolismos de Francisco nos seus 5 anos de Papado

Estou gostando do Papa Francisco, e explico os motivos desse gozo na semana em que se celebra cinco anos do seu Pontificado. Abaixo, em 10 tópicos:

  • 1- Humilde, escolheu Francisco em alusão a São Francisco de Assis, que contemplava o belo e a natureza, despojando-se do materialismo.
  • 2- Declarou que a essência da Igreja é ser mais espiritualizada, não Política. Ótimo, pois a Fé estava sendo deixada de lado.
  • 3 – Reafirmou que o aborto é um assassinato de alguém que não tem como se defender. Penso como ele.
  • 4- Mostrou que a Igreja deve ir aos pobres, e não o contrário.
  • 5- Está abrindo mão de privilégios e mostrando que o poder é para servir, e não ser servido.
  • 6- É jesuíta; portanto, altamente intelectualizado e com espírito missionário. Assim, faz jus a questão dita e repetida outrora pelo falecido Papa João Paulo II: “Fé e Razão são duas asas que nos elevam para o Ceú. Ou seja: a Ciência não é inimiga da Religião, ao contrário!
  • 7- Tem altíssimo respeito a crentes de outras crenças e aos descrentes. Declarou que os ateus, mesmo não crendo, também conhecerão a graça da Salvação devido a suas virtudes, já que suas condutas os justificam.
  • 8- Pediu as pessoas que fujam do pessimismo e das coisas que deprimem, pois, essas são tentações do Diabo, que quer ver nossa infelicidade e insatisfação perante a Deus.
  • 9- Mostra preocupação com a unidade da Igreja, pois já conversou com líderes de diversos movimentos católicos.
  • 10- É ecumênico, querendo trabalhar muito em ações solidárias envolvendo principalmente judeus e muçulmanos.

Seus gestos simples, muitas vezes mais simbólicos do que pragmáticos, contagiam. Não é gostoso (e emocionante) ver pessoas de bem buscando um mundo melhor?

imgres.jpg

– Coca-Cola investe em Jovens como Vendedores em programa de Responsabilidade Social

Recebi essa matéria e acho importante o aplauso à iniciativa deste louvável programa de marketing e de responsabilidade social: a Coca-Cola está querendo aumentar sua participação no mercado de classe baixa; para isso, recruta através de um programa social jovens moradores em favelas para se tornarem vendedores!

Extraído de: http://portalexame.abril.com.br//092/marketing/filantropia-resultados-498392.html

FILANTROPIA DE RESULTADOS

Por Renata Agostini

Para empresas com histórico de liderança, a perpetuidade do sucesso muitas vezes está ligada à capacidade de buscar novas oportunidades mesmo quando tudo corre bem. Com presença em 80% dos lares brasileiros e faturamento de 15 bilhões de reais, a Coca-Cola Brasil é a terceira maior operação da empresa no mundo — só fica atrás da matriz nos Estados Unidos e da filial do México — e vem registrando contínuos índices de crescimento nas vendas. No entanto, ao esmiuçar as estatísticas do consumo de seus produtos, os executivos de marketing da empresa perceberam um flanco aberto justamente naquela que é hoje a mais importante fatia do mercado brasileiro: a baixa renda, responsável por cerca de 60% do consumo dos produtos da Coca-Cola no país. Apesar dos grandes volumes absolutos de venda, o brasileiro ainda consome menos o refrigerante que mexicanos, argentinos e chilenos. E, mostraram as pesquisas, o brasileiro da classe C está ainda mais distante da marca. Seu consumo é 30% inferior ao registrado nas classes populares de países vizinhos.

A culpa, segundo a conclusão dos executivos de marketing da empresa, não é apenas dos concorrentes, mas também da distância que separa a Coca-Cola desse novo mercado. “Esse é um mercado em que a disputa está cada vez mais acirrada e em que a cada dia há novos concorrentes. Sairá vencedor quem conseguir se aproximar dele primeiro”, diz Cláudia Lorenzo, diretora de projetos especiais da Coca-Cola. Para chegar mais perto desse novo consumidor, a subsidiária brasileira criou um programa inédito no mundo, uma mistura de empreendimento social com marketing. Batizado de Coletivo, o programa é voltado para a educação de jovens na faixa de 17 a 25 anos. Com a participação de organizações não governamentais e associações de moradores, a empresa instala salas de aula em favelas e em bairros pobres de grandes cidades brasileiras. Nelas, são ministrados cursos de técnicas de vendas em varejo. Durante dois meses, os jovens aprendem como escolher e expor os produtos, gerenciar estoques e abordar os clientes. Ao longo do treinamento, eles são testados por seu desempenho em jogos que simulam o dia a dia de um pequeno varejo — e os mais bem avaliados são encaminhados para entrevista de emprego nas fabricantes de Coca-Cola. Em uma espécie de trabalho de conclusão de curso, os participantes montam um plano de negócios que deve ser apresentado a um pequeno dono de bar ou mercadinho da comunidade, com sugestões de melhoria no estabelecimento. A Coca Cola ajuda a implantar o plano de negócios, oferecendo uma linha de microcrédito ao varejista no valor de 3 000 reais — uma parceria da empresa com o Banco Interamericano de Desenvolvimento e com a ONG Visão Mundial. Caso desejem abrir seu próprio negócio, os participantes do programa também terão acesso a uma linha de microcrédito — no valor de 1 500 reais. Esse é o lado social do programa.

bomba.jpg

– O ano trabalhado no futebol já acabou para alguns. Cadê o pessoal do Bom Senso?

Os Campeonatos Regionais, com pesar, têm sido um desserviço a muitos clubes de futebol. Em especial, faz com que alguns times se achem membros filiados profissionais, ao passo que se tornam esporádicos grupos de atletas sonhando com alguns meros jogos.

Vide Santo André e Linense, rebaixados para a série A2. Jogaram exatamente dois meses e o ano acabou! Se disputarem a Copa Paulista, sabem que “pagarão caro” para entrar em campo. Como não estão encaixados em série alguma do Brasileirão, dispensarão os atletas, as comissões técnicas, os funcionários diversos, e por aí vai.

Não cabe mais Campeonato Estadual do jeito como ele é. Os times pequenos devem ser incorporados em uma 5a ou 6a divisão nacional regionalizada, administradas pelas Federações, durando o ano inteiro (dando espaço para que os grandes clubes do Brasil que estão na série A também tenham um calendário decente).

Essa história de que “a vida do pequeno é quando o grande joga na sua casa não cola mais. Um jogo não banca o ano inteiro, é ilusão ou má fé de dirigente para saquear a bilheteria.

O mais gozado: o 6o e o 8o colocado do Campeonato Paulista (São Bento e Ituano) não estão classificados entre os 8 melhores. Vai entender…

Aí está uma boa pauta para a turma do Bom Senso FC, que depois do “auê” inicial simplesmente desapareceu: emprego no ano todo para os jogadores de futebol, e não por alguns poucos meses.

bomba.jpg

– Como era Marcelo Odebrecht na cadeia e o quanto sua corrupção rendeu à Odebrecht

Li na Revista Época da semana passada o dia-a-dia do todo-poderoso Marcelo Odebrecht, que não se relaciona mais com o seu pai, Emílio, e que foi educado para os negócios pelo seu avô, Norberto, já falecido.

É impressionante um homem bilionário como ele fazer tudo o que tinha feito. A compra de políticos, causas, situações; a distribuição de propina e a criação de departamentos de controle da corrupção; além do dia-a-dia austero consigo próprio, trazem o inevitável questionamento: e se utilizasse sua disciplina e inteligência para o bem?

Na cadeia em Curitiba, Marcelo acordava às 05h30 e praticava 6 horas de exercícios por dia; se preocupava demais com a sanidade mental; dobrava e arrumava cuidadosamente as roupas; “rediagramava as prateleiras” da geladeira numa ordem mais agradável; e outros excessos de organização. Não tomava remédios e estudava com muito afinco todos os seus processos, fazendo reuniões diárias com seus advogados.

Detalhe: antes da sua prisão, a Odebrecht possuía 180 mil funcionários e faturamento de R$ 130 bilhões de reais, sem dívidas a renegociar. Hoje, fatura R$ 90 bilhões (mas tem 500 milhões de dívidas a serem renegociadas) e reduziu seu quadro de colaboradores para 60 mil empregados. Em propinas, têm-se a real contabilidade de 1 bilhão pago a políticos dos mais diversos partidos, que lhe rendeu em obras superfaturadas mais de 10 bi!

Particularmente, acho que não sabemos nem metade de toda a história. Quanta coisa graúda essa gente deve ter escondida (em história e grana), não?

bomba.jpg

– E o David Neres, Adenor?

Eu não gostei da última convocação do técnico Tite para o amistoso contra a Alemanha. Mas respeito, obviamente, o campeoníssimo treinador.

Mas… Taison? William José? Talisca?

Que a safra de atletas não abunda, sabemos. Mas não seria mais produtivo levar o David Neres, que está arrebentando na Holanda?

A propósito, particularmente, acho que nenhum desses citados estará na Rússia-18. Simplesmente terão oportunidade, serão observados e ficarão para uma “próxima vez”.

Responda rápido: quem é o jogador da foto abaixo?

bomba.jpg

Talisca!

– Uma população governada por vices? Adianta votar?

Perceberam que, caso se confirme as candidaturas de diversos políticos especulados, o cidadão paulistano será governado apenas por vices?

Bruno Covas será o novo prefeito da Capital, no lugar de João Dória Jr;

Márcio França será o novo governador do Estado, no lugar de Geraldo Alckmin; e,

Michel Temer já é o presidente da República, no lugar de Dilma Rousseff.

São todos políticos profissionais, não? Aliás: não está na hora de desvincular as candidaturas das chapas (eleições para o Mandatário e voto à parte para o Vice)?

bomba.jpg

– Que tenhamos uma Terça-Feira de alegrias!

Às vezes, apesar do cansaço e das dificuldades da vida, você tem um porto-seguro: a família, ou os amigos, ou algum passatempo que distraia a sua mente. Mesmo que não consiga ser correspondido (se por ventura os filhos te abandonarem, os amigos sumirem ou o prazer desaparecer), pense que a sua parte está sendo feita; nunca perca a ternura, seja sempre doce e paciente, e, principalmente, creia no consolo divino!

E, a fim de tirar o stress logo cedo (sim, muitas vezes ele fica acumulado), fui para o cooper costumeiro em busca da endorfina que relaxa a cabeça.
Clique 1: vamos correr?

bomba.jpg

Durante o treino, pensando em Deus e no sofrimento de seus santos por um mundo melhor. Hoje, em Nossa Senhora das Dores, mãe de Jesus e nossa também.
Clique 2: vamos rezar?

bomba.jpg

Pós-corrida, alongando entre as flores do jardim. Hoje, com os girassóis de peculiar beleza.
Clique 3: vamos contemplar?

bomba.jpg

No caminho ao trabalho, vendo a Natureza e suas cores incríveis na alvorada caipira. Como gosto desse horário…
Clique 4: vamos “tietar” o infinito?

bomba.jpg

Para o final das fotografias, 5 minutos que tirei durante a labuta na manhã a fim de tirar o strees. E essas nuvens belas no céu azul?
Clique 5: vamos nos inspirar?

bomba.jpg

Ótima 3a feira para todos nós!