– Um país de pernas para o alto!

Se estamos realmente passando o Brasil ao limpo com a condenação de Lula, ótimo! Que façamos o mesmo com os demais políticos, como os acusados Aécio, Gleise, Temer e tantos outros, protegidos por imunidade proporcionada pelo mandato em cargo público da importância que exercem.

Agora, leio que o passaporte de Lula foi recolhido pela Polícia Federal. Nada de espantar, isso é um procedimento normal.

Sabe o que realmente me preocupa? Que a possível prisão de Luiz Inácio mascare todo o resto da corrupção que exista no Brasil. Se ela tiver o poder de intimidar os corruptos, ótimo. Mas se ela simplesmente for simbólica, dará a impressão de que o país melhorou, mesmo não tendo melhorado.

Tenho medo do futuro desse Brasil… há muita gente como Lula estava: com o passaporte na mão, tentando a vida em outro país!

bomba.jpg

– Os dois lances importantes de Palmeiras 2×1 Red Bull

Errou a arbitragem na Allianz Arena em dois lances importantes nesta 5a a noite. Vamos a eles?

1o GOL DO PALMEIRAS: Thiago Santos abriu o placar em impedimento. Quando Lucas Lima cobra a falta, o palmeirense está com a cabeça e parte do corpo a frente do seu marcador. Provavelmente, o bandeira foi iludido pelas pernas do atleta, que estão em mesma linha que as do adversário. Mas como o que vale são as partes jogáveis do corpo, estando qualquer uma delas à frente, é  impedimento

PÊNALTI PARA O RED BULL: Éder Luís é agarrado, mas sem força suficiente para derrubá-lo. Repare que é uma simulação grostesca do atacante do Toro Loko, que se fosse puxado para trás, não cairia para frente. Erraram bandeira e árbitro – o 1o por dizer ao árbitro que foi infração; o 2o por não bater no peito, chamar a responsabilidade para si e aplicar o cartão amarelo por simulação. Importante: o ótimo comentarista Maurício Noriega se equivocou ao dizer durante a transmissão da Sportv que a Regra diz “agarrar ou tentar agarrar é infração”. Na verdade, a infração deve ser marcada se o agarrão se concretizar. Provavelmente, ele confundiu com o texto de “agredir ou tentar agredir“, ao invés de agarrar.

bomba.jpg

– Caridade que não tem preço!

Elie Horn, o bilionário empreendedor brasileiro dono da Construtora Cyrela, judeu praticante e notoriamente conhecido como empresário de sucesso, disse à Robson Viturino, da Revista Época Negócios (Ed 24, pg 108), que quer doar metade da sua fortuna à Caridade. E na entrevista, uma frase me chamou a atenção:

A única moeda universal é o BEM. Esta não tem Banco Central. O resto fica aqui na terra

Parabéns. Dispensa qualquer comentário!

caridade.jpg

– 6a em dois toques…

… ou melhor: em dois cliques, fotografados aqui em casa.

Como não tive tempo hoje para muita coisa, apenas dois retratos:

      • O da manhã, às 06h30, mostrando que há sempre uma luz em meio a escuridão:

    bomba.jpg

      • O da tarde, inspirando-me na beleza das flores!

    bomba.jpg

Que estejamos tendo uma boa sexta-feira.