– Como farão com a torcida única na Copa São Paulo de Futebol Jrs? Aniversariante não consegue ter festa?

Sou contra toda e qualquer manifestação de violência no esporte. E, no caso dos tumultos promovidos por torcedores organizados de futebol, todo o rigor da lei contra os infratores se faz necessário.

Mas agora surge a discussão: a resolução de “torcida única” nos confrontos profissionais vale para a Copa SP? Para o Sub 15? Para a categoria “chupetinha”?

Pense bem: no aniversário da cidade de São Paulo, no jogo festivo marcado para o Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho, o Município de São Paulo não poder ver uma disputa entre dois times grandes paulistanos que a orgulham (como Palmeiras x São Paulo, não cito o Corinthians pois está fora da competição) é o fim da picada!

O que as autoridades farão?

1- Aceitar, por necessidade de combater a violência e por incapacidade de organizar um evento esportivo com duas numerosas torcidas, a resolução de “torcida única” – lembrando que o mando é da FPF (inclua-se a renda, se tiver cobrança de ingressos), que decidirá qual clube grande poderá estar no estádio e qual será barrado por algum critério técnico a definir;

2- Majorar sensivelmente o preço do ingresso para que poucos torcedores tenham acesso ao jogo;

3 – Limitar numa quantidade bem inferior de bilhetes da capacidade do público no Pacaembu;

4 – Torcer para que o universo tenha convergência com os astros e a final seja de um grandão paulistano contra um pequeno “de fora”.

Enfim: o ideal seria um jogo com duas torcidas fazendo a festa comemorando a civilidade, prosperidade, segurança e boa educação dos torcedores de futebol paulistanos. Mas como a PM pode entender que não há garantias para isso… uma pena!

Em tempo: nos grandes eventos, com dor no coração e como medida extraordinária: sim, sou a favor de torcida única mas até o momento que se prendam os brigões e tumultuadores (o que já deveria ter acontecido).

E você, o que pensa sobre isso? Deixe seu comentário:

bomba.jpg

Anúncios

– O conceito de fidelidade de Zezé di Camargo

Há 1 ano… mas poderia ser bem atual. O conceito é que choca! Abaixo:

Puxa, só hoje li a entrevista do Mirosmar “Zezé” Camargo, o cantor que faz dupla com Luciano, à Revista Veja.

Confesso que não gosto muito dele nem do seu estilo musical (de música sertaneja, só se for caipira de verdade). Mas, claro, respeito e reconheço o talento do compositor.

Me surpreendo pela falta de bom senso do artista sobre assuntos particulares. Expor publicamente os problemas com a ex-esposa é deselegante. Pior ainda é assumir os erros dizendo-se certo.

Na publicação, esnobou ao dizer que ele e Zilu, sua ex-mulher, eram pobres mas só saíram da pobreza graças ao seu trabalho unicamente. Disse que saÍa com as fãs após os shows (e… é isso mesmo que você pensou), mas voltava sempre para a casa (e isso não é infidelidade no conceito dele). Que colocou um detetive para acompanhar sua atual namorada e, o mais incrível, que errou por brigar com o garçon de uma casa de prostituição onde levou a parceira para jantar, já que achou o champagne caro. Sim, admitiu que errou, mas o erro dele foi a briga pelo preço da bebida (não o local romântico onde “brilhantemente” resolveu levar a namorada).

A proporção de talento que possui é a mesma da insensibilidade…

bomba.jpg

– Os Analfabetos Funcionais Brasileiros

Segundo a Unesco em seu relatório divulgado no Dia Internacional da Alfabetização, o Brasil é o 8o maior país do mundo com analfabetos funcionais adultos. Ou seja: sabe ler e escrever com muita dificuldade mas que praticamente não consegue interpretar textos.

E esse número representa, pasmem, 33 milhões de brasileiros (ou 18% da população). É muita coisa… e isso deixa claro que a qualidade do ensino é péssima, já que boa parte deles tem primeiro grau completo.

Essa foto mostra a situação em 2009 de forma irônica. Como seria em 2017? Igual, infelizmente?

desconhecido.jpg

– Parabéns a todas as Priscilas!

Hoje é dia de Santa Prisca, conhecida também como SANTA PRISCILA, mártir cristã!

Por defender Jesus, foi levada ao Coliseu. Mas diante do público, o leão que a devoraria (para a diversão do povo romano), refugou e se curvou aos seus pés. Por tal fato, foi presa e decapitada. Seguidora de São Paulo, foi a grande mulher que evangelizou na Europa.

SANTA PRISCA
Também se chama Santa Priscila. Desde muito antigamente se tributa culto em Roma a esta jovem romana. No século IX, mediante excavações arqueológicas, foi descoberto que estava enterrada en Aventine com o nome de Priscila, mulher de Aquila, um judeo cristão.
Segundo a tradição, Prisca foi batizada aos treze anos de idade por São Pedro e se tornou a primeira mulher do Ocidente a testemunhar com o martírio, sua fé em Cristo. Ela morreu decapitada durante a perseguição do imperador Cláudio, na metade do século I, em Roma.
As Atas, escritas no Século X, quando falam dela, dizem que era uma adolescente que foi levada ao anfiteatro para divertir as pessoas e chegando lá soltaram um leão em cima dela, mas invés de destrossar-la em pedaços, o felino se curvou aos seus pés. Depois disso foi encarcerada e no dia da sua morte uma águia velava seu corpo, até que foi enterrada na hoje conhecida como Catacumbas de Priscila. Esta ultima esta aberta ao público e é uma das mais antigas e interessantes catacumbas de Roma. Na atualidade há uma igreja dedicada a seu nome desde o século IV.
No que diz respeito a arte os pintores a imortalizaram com o leão domado ou domesticado a seus pés, que também significa a queda do paganismo, e com uma águia e uma espada perto dela. Seus resto ainda se veneram em Roma.
As “Atas de Santa Prisca” registram, de fato, que ela foi martirizada durante o governo desse tirano e seu corpo sepultado na Via Ostiense, nas catacumbas de Priscila, as mais antigas de Roma. Depois foi transladado para a igreja do monte Aventino.
Uma igreja construída sobre os alicerces de uma grande casa romana do primeiro século, como atestam as mais recentes descobertas arqueológicas, muito importante para os cristãos. Ainda hoje, mantém uma cripta que guarda uma preciosa relíquia: a concha com que São Pedro apóstolo batizou seus seguidores e discípulos.
Mas, a partir do século VIII, alguns dados vieram à tona dando total veracidade da
existência dessa mártir romana, como mulher evangelizadora atuante, descrita numa carta escrita por São Paulo, em que falou: “Saúdem Prisca e Áquila, meus colaboradores em Jesus Cristo, os quais expuseram suas cabeças para me salvar a vida. À isso devo render graças não somente eu, mas também todas as igrejas dos gentios” (Rm 16,3).
Desta maneira, se soube que Prisca não morreu logo apos seu batizado, mas alguns anos depois, ainda durante aquela perseguição. No Sínodo Romano de 499, se determinou que os dados fossem acrescentados às “Atas de Prisca”, confirmando ainda mais a sua valorosa contribuição à Igreja dos primeiros tempos.
***
Prisca, é um nome que nos soa um pouco estranho, significa: “a primeira”. Mas evoca uma grande Santa, que se impôs à admiração de todos nos primeiros tempos do Cristianismo. Ela foi considerada a mais antiga santa romana e se tornou uma das mulheres mais veneradas na Igreja.

Dibujo.jpg

– Vale a pena mentir nos anúncios?

Muitas vezes, vemos anúncios exagerados de certos produtos. Na preocupação de supervalorizar algo, cai-se no erro da mentira.

Um livro novo, “O Argumentador Honesto” propõe esse debate: vale a pena mentir nos anúncios? Você percebe a mentira em certas propagandas?

Abaixo, extraído de: http://epocanegocios.globo.com/Revista/Common/0,,EMI262972-16366,00-ANUNCIO+BOM+E+ANUNCIO+HONESTO.html

ANÚNCIO BOM É ASSUNTO HONESTO

Por Márcio Ferrari

A idéia não é assim tão nova, mas é raramente seguida pela publicidade. Tanto que o homem que a propõe é visto como um herege na área. O britânico John Bunyard, famoso e aposentado publicitário, argumenta em seu livro recente, The honest persuader (“O argumentador honesto”), que não adianta exagerar as qualidades de um produto ou impor marcas ao consumidor, porque, se os benefícios não forem comprovados, a propaganda funciona ao revés. Ele baseia suas afirmações em conhecimentos da neurolinguística – e tem recebido críticas favoráveis. Para Bunyard, a melhor estratégia é complementar a campanha publicitária imediatamente com testes de consumo no varejo para confirmar o que foi anunciado. Segundo ele, estudos neurológicos mostram que, quando nossas expectativas são confirmadas, o cérebro libera uma descarga de dopamina, substância química que dá sensação de prazer. Por isso, também não adianta confiar no que os consumidores dizem em pesquisas: o hábito de compras é orientado essencialmente por processos inconscientes. Mais que ouvi-lo, o anunciante precisa estudar o comportamento do consumidor.

imgres.jpg

– Boa e bela 5a feira!

Bom dia, amigos!

Começando mais uma jornada; dessa forma, mais uma oportunidade para se viver.

Bem cedinho, cheio de vida e dando cores à madrugada, fui fazer meu cooper matinal (a gordura do corpo e a batida do coração estão em ordem, embora o peso… esqueça!). Nossa foto-motivação:

bomba.jpg

Durante a corrida, pensando nas coisas do Alto. Hoje, 5a feira, a Liturgia Católica lembra da adoração à Eucaristia. Assim, em Jesus, crucificado e ressuscitado, nossa foto-meditação:

bomba.jpg

Pós-treino, alongando entre os beijinhos do jardim. Como são delicadas e simples essas flores! Nossa foto-contemplação:

bomba.jpg

Depois de toda a atividade física, observando a beleza da Natureza. Que incrível céu, ora ameaçando chuva, ora querendo sair o sol! Nossa foto-admiração:

bomba.jpg

Enfim, na labuta, e eis que às 8h00 sai uma panorâmica muito bela para encerrar os “cliques da manhã”. Nossa foto-inspiração:

bomba.jpg

Ótima quinta-feira a todos!

– Fotografe-se com a Coca!

O aplicativo FOAP promove um concurso fotográfico sobre o “que você pensa / faz / sobre a Coca-Cola” (100 dólares de prêmio).

Minha Marininha fez uma foto dela com “I Love Coke”! Até aí tudo bem, mas…

O detalhe é: ela DETESTA refrigerante!!! 

Valeu pela criatividade e pelo capricho com os coraçõezinhos! 😂😂

bomba.jpg