– Que dente xarope!

No estaleiro: extraí o último dente do juízo (tentei tirá-lo em 1988, sem sucesso).

O danado nasceu na HORIZONTAL!!! 😡

E como dói o pós operatório… Ô chatice… Pelo menos, meus dentistas (Dr Hugo e Dra Débora) são ótimos.

bomba.jpg

– Redução Pífia da Conta de Energia Elétrica

Mantenha a empolgação de lado: quando você ouvir à exaustão que a energia elétrica vai ter redução significativa de preços, saiba que será de valor ínfimo!

Após quase dobrar de preço (através de reajustes e taxas acrescentadas ao longo do ano), a “Tarifa de Bandeira Vermelha” vai ser subdividida pelo tipo e valor de consumo. Ela está sendo chamada de “bandeira rosa”.

Dessa forma, o preço não será proporcionalmente reduzido com a mesma voracidade que foi aumentado, infelizmente.

bomba.jpg

– Árbitros da 1ª Rodada da Liga Sul Minas Rio sorteados com cuidado!

Não é de tom pejorativo: ao contrário, de elogios!

O sorteio de árbitros da Primeira Liga foi “público de verdade”, de maneira transparente, e soube escolher os nomes certos para se evitar maiores dores de cabeça.

Para os 6 jogos iniciais, foram designados:

Erick Giovanni Fernandes (MG) para Avaí x Grêmio,

Arilson Bispo da Anunciação (BA) para América x Figueirense,

Ronan Marques da Rosa (SC) para Internacional x Coritiba,

Célio Amorim (SC) para Fluminense x Atlético Parananese,

Charles Martins Lemos (RS) para Criciúma x Cruzeiro,

Heber Roberto Lopes (SC) para Atlético Mineiro x Flamengo.

O detalhe é o seguinte: árbitros que não vingaram na CBF, como Célio Amorim e Arilson da Anunciação estão escalados; Erick e Charles não são do quadro nacional; Heber e Ronan são os melhores e pertencem ao quadro da Federação Catarinense, do desafeto de Marco Polo, Delfim Peixoto.

Não tenho dúvida: se existir alguma punição da Comissão de Árbitros Nacional (não creio que ocorra), não há muito o que se preocupar: Heber se garante como FIFA e, pela idade, já almeja algum cargo administrativo. Ronan, que é muito bom árbitro, pode aparecer ainda mais no cenário nacional e, caso exista uma reviravolta na presidência da CBF, se dar bem com Delfim Peixoto.

Enfim: a Comissão da “Liga Sul Minas Rio”, formada pelo catarinense Marco Antonio Martins (presidente da ANAF), o ex-bandeira da Copa do Mundo Roberto Braatz e Sálvio Spinola Fagundes Filho, começa de maneira positiva.

bomba.jpg

– A Merenda Desviada em Jundiaí foi para o Restaurante?

Está em todos os jornais: em uma churrascaria na Rua Bom Jesus de Pirapora (Vila Rami, em Jundiaí) encontrou-se carne e feijão desviados da merenda escolar, que foram enviados para a alimentação dos alunos da Rede Pública, mas que estavam armazenados como mantimentos do restaurante “O Gaúcho”, segundo o JJ.

Desviar comida da merenda de crianças deveria ser crime inafiançável!

Cadeia para quem desviou. Idem para o receptor.

bomba.jpg

– Grandes gastos para vexames proporcionais!

O Tiajin Quanjian FC, equipe de futebol de um bilionário grupo chinês que fabrica medicamentos para o câncer, gastou fortunas na virada do ano: contratou o veterano treinador Vanderlei Luxemburgo a peso de ouro! Tirou Luís Fabiano do São Paulo e Jadson do Corinthians a salários astronômicos. Recentemente, pagou a milionária recisão de Geuvânio e desfalcou o Santos. Tudo isso para subir da Segunda Divisão da China e em dois anos já ser campeão nacional.

Entretanto…

Com tais investimentos e contratações, algum resultado positivo já era desejado. Só que não…

Em sua passagem na Pré Temporada no Brasil (na costumeira e aprazível Atibaia de Luxemburgo), o time realizou 4 amistosos e perdeu todos: para o XV de Piracicaba por 2×1, Bragantino 4×0, Taubaté 4×2 e Vitória 5×1.

O que dizer: 100% de derrotas é para deixar o mais paciente dos chineses com as orelhas em pé!

Fica a dúvida: o time é muito fraco mesmo com os reforços contratados ou Vanderlei Luxemburgo (que já começava a ser contestado por aqui) perdeu a mão?

Deixe seu comentário:

bomba.jpg

– 10 Dicas para os Jogadores às Vésperas da Retomada da Temporada 2016

Todo ano vemos polêmicas envolvendo árbitros e jogadores. Próximo do início do Paulistão 2016, podemos fazer observações interessantes desta relação e algumas dicas – dentro da legalidade das regras do jogo – de como o jogador se dar bem sem praticar infrações.

  • Primeiro Há um preconceito de que o árbitro é inimigo do jogador. Alguns atletas já entram em campo condicionados de que terão que vencer o adversário e o juiz! Nada disso… o árbitro é um ser humano que tem os mesmos sentimentos do atleta: quer acertar tudo, tem ansiedade, gana e medo.
  • Segundo– Jogador tem que tomar cuidado com reclamações indevidas. Árbitros mais experientes costumam ser mais respeitados, até mesmo pela fama, e aplicam menos cartões. Árbitros mais jovens (e no Paulistão muitos surgirão, até pela urgente necessidade de se renovar o quadro) não tem a mesma habilidade em advertir verbalmente, e acabam aplicando um maior número de cartões amarelos.
  • Terceiro– Não teremos mais (pelo seguindo ano) os Árbitros Adicionais Auxiliares, os “juízes de meta”. A função deles era menos trabalhosa do que o restante da equipe de arbitragem (por conta do espaço físico em que se posicionavam). Portanto, não haverá mais aquela fiscalização do agarra-agarra nos escanteios e outros lances de bola parada próximo a Área Penal. Dessa forma, o árbitro vai, ele próprio, redobrar a atenção. Portanto, cuidado para que uma marcação excessivamente forte não acabe em pênalti desnecessário.
  • Quarto– Uma tendência mundial é deixar o jogo fluir mais. As chamadas “faltinhas bobas” (quedas em lances de divididas / trancos), onde fica claro que o jogador abriu mão de prosseguir a jogada para tentar a bola parada (comuns no Campeonato Paulista) devem diminuir. Há uma preocupação dos árbitros em não cair em ludibriações, e sendo assim, que os jogadores fiquem mais em pé.
  • Quinto– Conhecer a Regra é fundamental para os atletas, e muitas jogadas poderiam ser inventadas tendo ciência de algumas curiosidades delas. Por exemplo: se não existe impedimento em tiro de meta e arremesso lateral, por que não se treina jogadas com esses detalhes? Pegaria o adversário de surpresa, já que nem todos conhecem isso.
  • Sexto Por que o batedor de faltas espera tanto tempo para se cobrar uma falta? Aliás: quem disse que é o goleiro quem pede a “barreira”? Quando se sofre uma infração, o batedor pode cobrá-la imediatamente, sem necessidade do árbitro apitar autorizando. Claro que nesse momento poderá existir jogador adversário a menos de 9,15m de distância, que não poderá instantaneamente se reposicionar. Assim, pode-se bater a falta e abre-se mão da distância exigida. Se a bola bater no adversário, paciência! Afinal, trocou-se a distância regulamentar pela rapidez em pegar o outro time desprevenido. Mas se o jogador exigir que o adversário esteja a 9,15m (para poder ter melhor visão do lance ou pensar na jogada), só pode cobrar a falta com a autorização do árbitro (já que ele estará conferindo a distância – que é o momento que os jogadores se aglomeram formando a barreira). Portanto, barreira não é pedido de goleiro, mas direito de distância do batedor, que muitas vezes a usa como referência para um chute colocado no gol.
  • Sétimo Se o árbitro é a autoridade máxima da partida, por que é que o zagueiro tem a mania de parar no lance quando vê o bandeira levantando seu instrumento? Em alguns casos, o bandeira marca um impedimento erroneamente e o árbitro não confirma a marcação, mandando a jogada prosseguir. Se o centroavante estiver atento, fica sozinho com a bola dominada e o adversário batido. Vai a dica: espere o apito do árbitro, nunca confie numa bandeira levantada.
  • Oitavo Jogadores Reservas: problema mais comuns nas séries A2 e A3, mas também vez ou outra presente na A1, o comportamento inadequado dos suplentes também é uma constante. Muitas vezes o jogador pensa que por estar no banco, pode gritar ou reclamar com o árbitro sem ser punido. Nada disso! Ano a ano, cresce o número de jogadores reservas que tomam cartões sem ao menos entrar em campo!
  • Nono Atendimento em Campo: as únicas situações em que um jogador pode ser atendido em campo são: em lesão gravíssima como primeiro socorro; ou o goleiro lesionado (já que ele não pode sair de maca). Em todas as outras situações, o jogador deve ser retirado de campo e só pode retomar ao jogo com a bola rolando e com autorização do árbitro. Muitas vezes, se a lesão é leve, então avalie: vale a pena sair de campo e seu time jogar com 10 por alguns minutos ou vale o esforço em permanecer na partida? Se a suposta lesão for “cera”, cuidado: já imaginou se sair um gol na sua ausência?
  • Décimo Simulações: Evite! É unfair-play, irrita o adversário e principalmente o árbitro. Cair dentro da área, fingindo ter sofrido um pênalti, poderá fazer com que você leve um cartão amarelo pela tentativa de burla. Com tantas câmeras de TV, fica mais um alerta: outros árbitros e outros jogadores estarão vendo, e se você teve sucesso na simulação, saberá que na próxima partida estará sendo vigiado com mais cuidado, pelo histórico que o próprio atleta criou. É o efeito Neymar: no começo da carreira, simulou demais e ludibriou muitos árbitros. Hoje, em muitos lances em que o ex-santista sofre infração e quando há dúvida do árbitro, a falta não é marcada pelo fato de, pela fama criada, a chance de não ter sido falta é maior do que ter sido. E como falamos no primeiro parágrafo… o árbitro é humano! Até ele conseguir tirar o rótulo de que um atleta não é mais cai-cai… leva tempo!

bomba.jpg

– Hoje é dia de Santa Ângela Mérici, protetora das crianças e adolescentes desregrados!

Pensa que “aborrecentes” – os adolescentes rebeldes – não tem uma santa protetora?

Conheça essa bela história (extraido da CancaoNova.com), abaixo:

SANTA ÂNGELA MÉRICI

Ângela Mérici nasceu no ano de 1474 no norte da Itália. De uma família muito honesta, materialmente pobre, mas espiritualmente riquíssima, amava muito Cristo e sua Igreja. Os filhos foram crescendo assim, com o testemunho dos pais, inclusive Santa Ângela que, desde pequenina, já tinha vida de oração e penitência, buscava amar, cada vez mais, Deus. Ela teve uma irmã e, com o tempo, seus pais vieram a falecer. Os filhos tiveram que sair de sua terra e morar com um tio. Ali, a irmã faleceu e, mais tarde, o tio. Quantas perdas! Mas Santa Ângela, mulher de oração, nunca acusou Deus, nunca se revoltou. Isso não quer dizer que não sentiu, não sofreu. Até Nosso Senhor, verdadeiro Deus, verdadeiro homem sofreu. Inspirada pelo Espírito Santo, retornou para a sua terra natal e ali começou a fazer um trabalho muito providencial, confirmado pelo céu, porque teve um sonho de ver jovens com coroas de lírios caminhando para o céu. Naquele discernimento, ela agarrou a inspiração e foi trabalhar servindo jovens que corriam riscos morais. O grupo daquele que se dedicavam a Deus foi crescendo, servindo no resgate à evangelização dos jovens e também na restauração das famílias. Ela foi com o coração aberto, cheio de amor para auxiliar, com as outras jovens, as famílias. Promoveu a restauração das jovens, das famílias, também foi ao encontro dos pobres e enfermos. O Papa aprovou esta nova congregação que foi consagrada a Santa Úrsula, por isso, eram chamadas ursulinas, pois a própria Santa Úrsula apareceu para Santa Ângela. Ela que, aos 66 anos, partiu para o céu, hoje intercede não só pelas ursulinas, mas por todos que são Igreja.

– Santa Ângela Mérici, rogai por nós!

bomba.jpg

– O cargo não desejável de Presidente da Conmebol

Nicolas Leoz, Eugênio Figueiredo, Juan Ángel Napoutos ex-presidentes da Conmebol se deram mal com o FBI, todos envolvidos em corrupção.

Agora a entidade será comandada por Alejandro Dominguez, amigo de todos esses citados.

Dessa forma, não se deve esperar muita coisa positiva… Aliás, qual nome poderia ser positivo para dirigir o Futebol Sulamericano?

Pensando em algum nome brasileiro, até desanimo. Para quem tem um Coronel Nunes à frente…

bomba.jpg

– A boa insônia inspiradora!

Acordar cedo é comigo mesmo. Sempre foi, desde a infância. E nessas calientes noites de verão, onde é impossível dormir, aproveito a falta de sono para as boas atividades físicas.
Correr é uma delas! E com uma boa esteira, valeu o “Corujão da Madrugada“, onde pude espantar minhas neuroses e me divertir com o “suador”.

bomba.jpg

Na foto-mensagem, a introspecção desta 4a feira durante o treino foi com a oração à Nossa Senhora do Carmo, minha mãezinha do Céu e intercessora junto a Jesus.

bomba.jpg

Por fim: alongar em meio a flores!

bomba.jpg

Ah… Jacú do mato como eu curte essas coisas.

Ótima jornada a todos.