– A Nova Fórmula a ser Proposta para o Brasileirão agradará?

Modesto Roma Jr, presidente do Santos FC, faz parte do grupo de trabalho da CBF que visa mudanças na fórmula de disputa do Campeonato Brasileiro. São 8 presidentes de clubes de que se reúnem regularmente e discutem: mata-mata ou pontos corridos?

Modesto revelou em entrevista à Rádio Bandeirantes para o jornalista Alexandre Pretzel que já há uma proposta madura a ser discutida: um campeonato com turno e returno na 1a fase, onde passarão para a 2a fase 8 times em play-offs de ida e volta: os 2 primeiros clubes do 1o turno, além dos 2 primeiros do 2o turno, somados aos 4 melhores times da classificação geral (fora, evidente, os já classificados).

Serão, portanto, 38 datas para a fase 1; 2 datas de quartas-de-finais; 2 de semifinais e 2 de finais, totalizando 44 datas.  

E os Campeonatos Estaduais? Devem continuar iguais, pois, segundo Modesto:

São necessários financeiramente porque pagam muito bem e são rentáveis; e tecnicamente são bons, já que se não fosse o Campeonato Paulista, não seria possível revelar ótimos jogadores de times pequenos, como Rafael Longuine do Audax.

Perguntar não ofende, mas… e o calendário final, como ficará?

Se vingar essa fórmula, não dá para realizar Regionais tão compridos. Quantas partidas jogará a equipe que conseguir chegar à final do Paulistão, Brasileirão, Copa do Brasil, Libertadores e consequentemente Mundial Interclubes? 

O preço da competência de um bom time será o desgaste físico levado ao extremo.

E você, gostou dessa fórmula que deve ser sugerida em breve?

Deixe seu comentário:

bomba.jpg

Anúncios

18 comentários sobre “– A Nova Fórmula a ser Proposta para o Brasileirão agradará?

  1. Minha proposta: campeão do 1 turno com vaga na libertas (Brasileiro 4), campeão do segundo turno com vaga na libertas (Brasileiro 5). Se o mesmo time ganhar os dois turnos é campeão direto, sendo as demais vagas distribuídas entre os vice-campeões de turno e a 2ª melhor campanha no geral. Se não, os dois campeões de turno se juntam a mais 6 melhores na classificação geral e disputam as oitavas de final em diante, com jogos de ida e volta com vantagem dos campeões de turno e os dois melhores colocados no geral. Esses 4 times escolhem o local da segunda partida e jogam por empate na soma dos resultados, sem critério de gol fora de casa como desempate. O time que for campeão brasileiro fica com a vaga na libertas (Brasileiro 1). Ao final do campeonato, o time que tiver conquistado mais pontos no geral, mesmo que tenha sido eliminado nas semifinais, por exemplo, fica com a outra vaga pra libertas (Brasileiro 3). O Brasileiro 2 seria o campeão da Copa do Brasil.
    Só que pra isso poder acontecer, os estaduais deveriam ser apenas uma pré-temporada pros times da Serie A, começando no final de janeiro e terminando no começo de março. Seria um hexagonal de ida e volta com os melhores classificados dentre os pequenos selecionados durante a temporada anterior (já com vaga na Copa do Brasil). Essa primeira fase do estadual começaria em abril/maio e terminaria em novembro/dezembro, tendo calendário pros pequenos durante o ano todo. Outra alternativa seria fazer as divisões inferiores do brasileirão de forma regionalizada dentro do próprio estado e à medida que forem se classificando vai expandindo a disputa pros classificados de estados vizinhos.
    Que acha dessa proposta?

    Curtir

  2. Sempre fui a favor dos estaduais serem divisões menores do nacional. Quanto a série A1, confesso: gosto dos pontos corridos, mas com 16 times, turno e retorno. Seria mais competitivo, nível tecnico melhor e sobrariam mais datas. Penso em 3 divisões fortes com 16 equipes, 4a divisão um pouco maior e regionalizada Sul / Norte (dois grupos) e uma 5a divisão com todo mundo que joga Paulista, carioca, gaúcho, e que não esteja na A, B, C).

    Curtir

  3. Penso que o Brasileirão deve ser dividido em 5 séries:
    SÉRIE A com 20 times:Pontos corridos;Melhores times vao para a Libertadores;subsequentes para a sulamericana.penso que 3 times apenas deveriam ser rebaixados;sendo os 2 ultimos de forma direta,e a 3ª vaga atraves de um confronto entre o 17° e o 18°.

    SÉRIE B:com 24 times:duas fases;
    1ª fase:
    pontos corridos com 1 turno(23 rodadas);
    2 fase:
    os 12 melhores vao para a disputa de promoção a serie A,com os pontos conquistados na fase anterior;(1 turno apenas).-Os 2 melhores sobem para a SÉRIE A,enquanto do 3° ao 6° avançam p/ os paly-offs pela ultima vaga.
    Os 12 piores vao para o Grupo X,com os pontos conquistados na fase anterior.(1 turno apenas).-os 4 piores times caem direto para a série C,enquanto o 19° e 20° vão para um play-off contra algumas equipes da 3° divisão-explicarei abaixo.

    SÉRIE C:72 equipes,divididos regionalente em 4 grupos de 18.
    turno e returno dentro dos grupos(34 rodadas).
    Campeões de cada grupo sobem direto para a Série B e disputam o titulo da 3ª divisão;
    Do 2° ao 4° avançam para os play-offs contra 2 times da segunda divisão;sendo que os clubes da segunda divisao entram na 2ª rodada;os dois finalistas garantem vaga na Série B.
    Os 4 ultimos de cada grupo caem para a 4ª divisão.

    SÉRIE D:144 equipes,divididos regionalmente em 8 grupos de 18.
    turno e returno também:34 rodadas.
    Campeão de cada grupo sobe diretamente para a 3ª divisão.
    Cada grupo fará seu play-off para definir as outras vagas restantes,sendo do 2° ao 5° de cada grupo.vencedor fica com a vaga.
    Os 4 ultimos colocados caem para a Divisão Regional.

    Série Regional:vários times divididos em grupos estaduais,podendo ou nao ter divisoes extra.
    -21 Regiões(a maioria estaduais,com alguns estados disputando em conjunto c/ outros).
    -Algumas regiões(São Paulo,Rio de Janeiro e Minas Gerais) poderão contar com 2ª,ate mesmo 3ª divisões regionais,de acordo com o numero de times presentes no seu estado.
    -Estados com numeros de times insuficientes para montar uma liga(Roraima,Piauí,por exemplo),disputariam em conjunto com estados vizinhos.
    -Campeões de cada região sobem para a 4ª divisão
    -Vice campeões das 10 principais regiões também sobem de divisão.

    COPA DO BRASIL:
    108 times na disputa.
    Times da Série A e B entram automaticamente.
    27 Melhores times de cada estado+27 campeões da Copas Estaduais.
    Primeira fase contara com 88 times,sendo que os times da série A entram na 2ª fase.
    Jogo único.
    Confrontos definidos a partir de sorteio,tal como acontece na FA Cup.

    Estaduais:
    Times nas séries A e B entram na fase final.
    Outros jogam fases preliminares(via Copa Estadual).

    Curtir

  4. Eu deixaria a Seria A e B como estão.

    Serie C 48 Equipes, 4 Grupos regionalizados com 12 times cada, turno e returno, os 4 melhores de cada grupo passam a próxima fase e os 3 piores de cada grupo caem a Serie D. Na 2ª fase 4 grupos com 4 times, turno e returno, o 1º de cada grupo sobem para a Serie B e fazem a Semifinal e a Final pela disputa pelo titulo.

    Serie D com 144 equipes. As vagas seriam distribuídas em: SP e RJ 12 vagas cada; MG e RS 9 vagas cada; PR, SC, MS, MT, GO, BA, CE e PE 6 vagas cada, ES, DF, TO, RN e PA 5 vagas cada; AL, PB e AM 4 vagas cada, SE, MA e PI 3 vagas cada; AC, RO, RR E AP 2 vagas cada.
    12 grupos regionalizados com 12 times, turno e Returno. Os 2 melhores de cada grupo passam para a próxima fase e os 3 últimos classificados de cada grupo caem para a Serie E. Na 2ª fase 4 grupos com 6 times, turno e returno, os três primeiros de cada grupo sobem para a Serie C e o 1º de cada grupo fazem a Semifinal e a Final pela disputa pelo titulo.

    Serie E com 432 Equipes. As vagas seriam distribuídas em SP e RJ 36 vagas cada; MG, PR, RS, GO, BA, CE e PE 24 vagas cada; SC, MS, MT, ES, DF, TO, RN, AL, PB, SE, MA e PI, AM e PA 12 vagas cada;AC, RO, RR E AP 6 vagas cada.
    36 grupos estaduais com 12 times, turno e returno. Os 4 melhores de cada grupo passam para a próxima fase e os 4 últimos classificados de cada grupo caem para o Torneio Classificatório no seu estado para a próxima Serie E. Deste modo o clube que for rebaixado não terá que fechar as portas no próximo ano. Na 2ª fase 36 grupos estaduais com 4 equipes, turno e returno, a melhor classificada de cada grupo sobem para a Serie D.

    O Torneio Classificatório para a Serie E cada estado montará de jeito que for mais adequado. No estado de São Paulo por exemplo, o torneio classificatório para a Serie E seria o que é hoje a 4ª divisão do campeonato paulista. No ano de 2015 a 4ª divisão do campeonato Paulista conta com 30 equipes e em 2014 39 times e 2013 45 times participavam. No torneio classificatório para a Serie E de São Paulo participariam 60 times, os 12 times que foram rebaixados na Serie E e mais 48 equipes que queiram participar. 6 grupos com 10 times, turno e returno, os 2 melhores classificados de cada grupos participariam da próxima Serie E do campeonato brasileiro.

    Campeonato Estadual

    O estadual poderia ser em formato de copa, jogos mata-mata, ficariam bem mais interessante.
    Em São Paulo por exemplo, participariam 64 equipes. 12 jogos no total até a final. Teriam direito a vaga na Copa de São Paulo todas as equipes que disputam a Serie A, B, C, D e E. As equipes rebaixadas na Serie E não teriam direito a uma vaga. Para completar as vagas na copa, caso seja necessário, classificariam as equipes que ficaram em 1º colocado em cada grupo no torneio classificatório para o campeonato Brasileiro da Serie E e os 2 melhores 2º colocados.

    Eu formatei no Excel com base nos últimos estaduais e no ultimo campeonato Brasileiro, as Series C, D e E, Copa Paulista e Torneio Classificatório Serie E São Paulo. Quem quiser dar uma conferida, segue o link do mesmo:http://www.4shared.com/file/whhor29qce/Campeonato_Brasileiro_Serie_C_.html

    Curtir

  5. Primeiramente deve-se saber qual o objetivo da proposta. Eu acredito que independente de qual sejam, eles devam girar em cima de 2 finalidades opostas:1. Fortalecimento futebol regional, no intuito de se manter uma grande quantidade de times grandes e gerar competitividade a nível nacional, levando o futebol profissional ao máximo de cidades possíveis no território nacional, mesmo que a curto prazo leve a perca de competitividade internacional; 2. Internacionalização dos grandes times e potencialização da arrecadação dos grandes times, buscando leva-los a soberania no território americano (continente) e ao mesmo patamar dos grandes europeus, mesmo que isso dificulte a ascensão e manutenção na elite de times menos tradicionais.ou seja, fica claro que algo deve ser priorizado em detrimento de outro objetivo. Não se precisa relegar outros ganhos, eles apenas não serão prioridade. Enquanto não se sabe o q se busca, acertar a fórmula de disputa será como tentar acertar a maçã na cabeça de alguém usando um arco e flecha, estando vendado. e antes do formato, existem outros pontos tão ou mais importantes para o sucesso da (s) liga (s) dos times que seriam:- exigência de profissionalização da gestão, através da responsabilidade fiscal e da auto-gestão das competições base;- profissionalização da gestão da liga e dos comitês de arbitragem; – exigência de estádio com um mínimo de capacidade e condições para receber os jogos, com o cumprimento do padrão mínimoe aprovação pelas federações e sindicatos envolvidos, além da pm e corpo de bombeiros; – garantias que o estádio em questão estará a disposição durante o período da competição e uma proposta para um plano B em um eventual caso emergencial;- apresentação de um CT com estrutura mínima equivalente a divisão do time, aprovada pela liga, federação e sindicatos envolvidos; – teto e piso salarial e garantidas de pagamentos; – times que não cumpram as exigências não poderiam subir ou permanecer na divisão em questão,estando papassíveis de suspensão ou rebaixamento. pode parecer rigor excessivo mas não é. Estaríamos apenas tratando de parâmetros. Um estádio para 5000 pessoas e um ct que se limite a um campo em boas condições, por exemplo, poderia atender as exigências de uma liga alagoana, ou uma segunda divisão.
    Também se faz importante toda esse rigor na questão de acessibilidade aos estádios, melhores horários de transmissão, estacionamento, trens e ônibus especiais em parceria entre as prefeituras, concessionárias de serviços e times entre outras medidas semelhantes.

    Curtido por 1 pessoa

  6. Dentre tudo que falei no primeiro comentário, tenho respectivamente 2 propostas:
    1.
    – 20 a 30 ligas “estaduais”, o ano todo, 12 a 16 times por divisão, turno e returno e pontos corridos;
    – 27 copas estaduais, mata-mata, o ano todo.
    – 4 a 8 copas estaduais, ao final da temporada em 4 datas;
    – campeonato nacional dividido em 3 etapas-> 1- mata-mata com os campeões das copas estaduais e melhores das ligas afim de ppreencher as vagas da segunda fase-> 2 – fase dr grupos com os campeões regionais mais os classificados da primeira fase -> mata-mata decisivo.

    2.
    – copa do Brasil em 2 etapas-> 1. Copa estadual em que os times da primeira divisão fazem no máximo 8 jogos -> copa dos campeões estaduais (jogos únicos, com mando de campo por sorteio e visitante com vantagem do empate, como ocorre na fa cup);
    – liga nacional subdividida em 3 ligas regionais com 10 times na primeira divisão, 20 na segunda e terceira divisão estadual.
    — os campeões da terceira divisão se jutam a alguns times da segunda num mata mata de acesso a segunda (seria como uma repescagem a alguns times da segunda);
    — os 2 últimos da segunda divisão caem direto e o campeão siobe direto;
    — o último colocado da primeira divisão de cada região cai dirrto, o penúltimo disputa um mata-mata com mais alguns times da segunda por uma vaga na primeira divisão;
    — os times da primeira divisão jogam em turno e returno dentro de sua região. Contra as outras regiões, jogos em turno único, em uma temporada, região A visita região B, que visita região C, que visita região A, na outra temporada os mandos se invertem. Tanto para a liga regional quanto para a nacional, contam-se os pontos de todos os confrontos (a fim de se valorizar o caráter nacional da competição).
    -copa dos campeões, mata-mata, principal competição do país, participam 12 times:
    Entram na primeira fase:
    Vice e terceiro da copa do Brasil, vice de cada região e mais 3 times classificados através da liga nacional;
    Entram na segunda fase o campeão da copa do Brasil e de cada regional.
    – campeão da liga nacional ja com vaga assegurarada na libertadores (vaga 4) e da copa do Brasil na pre libertadores, e campeão regional e vice da copa do Brasil garantidos na sulamericana. Demais vagas em competições definidas pela copa dos campeões e complementada pela liga nacional.

    Curtir

  7. Obrigado. As coisas são simples quando se há vontade de se fazer um trabalho sério. Eu venho lendo sobre a história do futebol brasileiro há alguns anos, suas competições e ligas e a correlação das mudanças em diferentes aspectos, além de ler sobre outros esportes e outros países, mas o principal é ouvir diferentes argumentos sem preconceitos, algo difícil em todos os níveis de conhecimento nos últimos anos.
    Claro que tem um pouco tb de meu gosto pessoal. Eu creio que para valorizar os torneios “menores” e o “grande título” deve haver uma integração entre os torneios. E o título brasileiro deve ser definido em um jogo decisivo, parando o país todo, adrenalina, jogo da vida, que consagra craques ou aponta amarelões!
    Mas tb entendo que deva haver garantias de calendário para todos, e, como disse nos comentários, apesar de um detalhe importante, a fórmula de disputa não deixa de ser um detalhe. Se a gestão fosse séria e planejada, tanto faz, tudo em pontos corridos e sem estaduais, primeiro semestre com estaduais/regionais, segundo semestre com turno único e mata-mata, apertura e clausura, vários formatos dariam certo, assim como minha proposta sendo implantada só no calendário não resolveria grande parte dos problemas. Na verdade, os ajustes de formato de competição e calendário viriam como consequência de um planejamento e gestão séria. Derrepente por outros caminhos que eu não segui, pelo caminho que menos me agradaria, pois acho que os interesses menos prioritários acabariam por serem ligeiramente negligenciados (algo que tentei ao máximo não fazer em minhas propostas). Mas tenho certeza que seria melhor que a atual conjuntura.

    Curtir

  8. Proposta para o Campeonato Brasileiro.

    • SÉRIE A – 1° Divisão (nacional)
    No mesmo formato atualmente. Os 20 clubes jogam entre si em turno e returno. Os quatro primeiros vão para a Taça Libertadores. Do 5° ao 12° vão para a Copa Sulamericana. Os 4 últimos são rebaixados

    • SÉRIE B – 2° Divisão (regional/nacional)
    Os 24 clubes são divididos regionalmente em dois grupos de 12 clubes. Grupo A (N, NE, CO) e Grupo B (CO, SE, S). Os 1° colocados de cada grupo são promovidos automaticamente para a Série A, e os 2° e 3° lugares disputam o quadrangular do acesso em que os 2 melhores também serão promovidos para a Série A. Já na parte de baixo, os 2 últimos de cada grupo serão rebaixados, automaticamente, para a Série C. Já os 9° e 10° lugares de cada grupo formam o quadrangular do descenso em que os 2 piores serão rebaixados para a Série C, formando um total de 6 equipes despromovidas.

    • SÉRIE C – 3° Divisão (regional)
    São 80 clubes divididos regionalmente em 4 grupos de 20 clubes.
    – ZONA A (Região Norte + Maranhão + Piauí)
    – ZONA B (Região Nordeste sem Maranhão e nem Piauí)
    – ZONA C (Região Centro-Oeste + Minas Gerais + Espírito Santo)
    – ZONA D (Região Sul + São Paulo + Rio de Janeiro).
    Os primeiros de cada grupo se classificam para os playoffs finais da seguinte maneira:
    – 1° grupo A x 1° grupo B;
    – 1° grupo C x 1° grupo D;
    Os 2 vencedores subirão para a Série B.
    As outras 4 vagas restantes serão disputadas entre os 2°, 3° e 4° de cada grupo que se enfrentam.
    – 2° x 4° (mesmo grupo), com todas as combinações, são 4 confrontos.
    – 3° grupo A x 3° grupo B
    – 3° grupo C x 3° grupo D
    Depois, os 6 classificados se juntam aos 2 clubes primeiros colocados perdedores, formando um total de 8 equipes. Serão 4 finais em que os vencedores subirão para a Série B. Formando assim, um total de 6 clubes promovidos.
    Os 4 últimos de cada grupo serão rebaixados para a Série D, formando um total de 16 equipes despromovidas.

    • SÉRIE D – 4° Divisão (regional)
    São 256 clubes divididos regionalmente em 16 grupos de 16 clubes.
    – Grupos 01 ao 04 (Região Norte + Maranhão + Piauí)
    – Grupos 05 ao 08 (Região Nordeste sem Maranhão e nem Piauí)
    – Grupos 09 ao 12 (Região Centro-Oeste + Minas Gerais + Espírito Santo)
    – Grupos 13 ao 16 (Região Sul + São Paulo + Rio de Janeiro).
    Os primeiros de cada grupo se classificam para os playoffs finais da seguinte maneira:
    – 1° grupo 01 x 1° grupo 02; 1° grupo 03 x 1° grupo 04;
    – 1° grupo 05 x 1° grupo 06; 1° grupo 07 x 1° grupo 08;
    – 1° grupo 09 x 1° grupo 10; 1° grupo 11 x 1° grupo 12;
    – 1° grupo 13 x 1° grupo 14; 1° grupo 15 x 1° grupo 16;
    Os 8 vencedores subirão para a Série C.
    As outras 8 vagas restantes serão disputadas entre os 2°, 3° e 4° de cada grupo que se enfrentam.
    – 2° x 4° (mesmo grupo), com todas as combinações, são 16 confrontos.
    – 3° grupo 01 x 1° grupo 02; 3° grupo 03 x 3° grupo 04;
    – 3° grupo 05 x 1° grupo 06; 3° grupo 07 x 3° grupo 08;
    – 3° grupo 09 x 1° grupo 10; 3° grupo 11 x 3° grupo 12;
    – 3° grupo 13 x 1° grupo 14; 3° grupo 15 x 3° grupo 16; são 8 confrontos.
    Depois, os 24 classificados se juntam aos 8 clubes primeiros colocados perdedores, formando um total de 32 equipes. Serão 8 semifinais em que os 8 vencedores subirão para a Série C. Formando assim, um total de 16 clubes promovidos.
    Os 4 últimos de cada grupo serão rebaixados para a Série E, formando um total de 64 equipes despromovidas.
    • SÉRIE E – 5° Divisão (estadual)
    Os clubes divididos dentro dos 27 estados. Cada estado poderá ter 10, 12, 16, 20, 24, 32 ou até 40 clubes, formando grupos de no máximo 20 equipes. Os clubes jogarão entre si dentro dos seus estados e os classificados disputarão playoffs dentro dos grupos regionais.
    Segue a quantidade de vagas destinadas aos estados/número de equipes a disputar a vaga.

    Grupo 1 – 180*
    MA – 4 vagas/20 clubes*
    PI – 4 vagas/20 clubes*
    PA – 5 vagas/20 clubes*
    AM – 4 vagas/20 clubes*
    AC – 3 vagas/20 clubes*
    AP – 3 vagas/20 clubes*
    RO – 3 vagas/20 clubes*
    RR – 3 vagas/20 clubes*
    TO – 3 vagas/20 clubes*

    Grupo 2 – 160*
    BA – 6 vagas/32 clubes*
    PE – 5 vagas/24 clubes*
    CE – 5 vagas/24 clubes*
    RN – 4 vagas/20 clubes*
    AL – 4 vagas/20 clubes*
    PB – 4 vagas/20 clubes*
    SE – 4 vagas/20 clubes*

    Grupo 3 – 160*
    GO – 6 vagas/32 clubes*
    DF – 5 vagas/24 clubes*
    MT – 5 vagas/24 clubes*
    MS – 5 vagas/24 clubes*
    MG – 6 vagas/32 clubes*
    ES – 5 vagas/24 clubes*

    Grupo 4 – 176*
    SP – 7 vagas/40 clubes*
    RJ – 7 vagas/40 clubes*
    RS – 6 vagas/32 clubes*
    SC – 6 vagas/32 clubes*
    PR – 6 vagas/32 clubes*
    *número de times pode sofrer alteração, por não haver quantidade suficiente de clubes nos estados.

    Cada grupo tem um total de 32 clubes classificados. Serão 8 quadrangulares no total, onde os dois melhores de cada quadrangular subirão para a Série D.
    A quantidade de equipes rebaixadas para a Série F, dependerá do número de clubes a disputar o campeonato estadual (Série E), podendo ser de 2, 3, 4, ou até 6 equipes rebaixadas por estado.

    • SÉRIE F – 6° Divisão (estadual)
    Esta é a última divisão Dependerá de quantidade de clubes em cada estado. As tabelas desta divisão ficarão a cargo das federações estaduais.

    _________________________________________________________________________

    Motivos para adotar todos estes critérios:

    1 – Série A com 20 times, 4 rebaixados.
    Série B com 24 times, 4 promovidos e 6 rebaixados
    Série C com 80 clubes, 6 promovidos e 16 rebaixados
    Série D com 256 clubes, 16 promovidos e 64 rebaixados.
    Série E com mais de 400 clubes. 64 promovidos e N rebaixados
    Acredito que haveria espaço no calendário para todos os times para atuarem o ano inteiro.
    2 – Quanto mais clubes promovidos e rebaixados, mais emocionante será o nosso futebol, formato similar ao que acontece nas divisões inferiores do futebol espanhol.
    3 – Se adotasse o critério das 5 zonas correspondentes as 5 regiões do Brasil, os estados do Sul teriam mais vagas que os estado de SP e do RJ, por terem menos estados nestas regiões. Essa justificativa vale, também, para os estados da região Norte, que teriam mais vagas que os estados da região Nordeste.
    4 – A distribuição de vagas para os estados nas divisões inferiores, seguindo o critério de 4 Zonas Regionais, será mais proporcional.
    ZONA A: Região Norte + MA e PI
    ZONA B: Região Nordeste sem Maranhão e nem Piauí
    ZONA C: Região Centro-Oeste + MG e ES
    ZONA D: Região Sul + SP e RJ
    5 – Séries inferiores mais regionalizadas e fortalecimento das rivalidades entre estes clubes. Quanto mais inferior for a divisão, mais regionalizada será o campeonato.
    6 – Historicamente, os estados de Maranhão e Piauí já disputaram várias vezes a Copa Norte e, portanto tem certa rivalidade contra clubes da Região Norte.
    7 – Além da posição geográfica, alguns clubes mineiros disputam os campeonatos goianos e do Distrito Federal, e também pelo fato de que os clubes capixabas disputarem a Copa Centro-Oeste em várias edições.
    8 – Os estados do Paraná e o interior de Santa Catarina têm muitos torcedores de times paulistas, assim como o litoral catarinense que ainda conserva muita torcida dos times cariocas, sem contar a grande rivalidade do eixo RJ x SP.
    9 – Neste formato não há risco de as equipes de uma determinada zona disputar o campeonato em outra zona, ocupando uma vaga de algum clube local.

    Curtir

  9. E se os 4 rebaixados da série A forem de estados do grupo A, e dos 4 promovidos somente 1 for dessa região?
    E dos rebaixados pra C forem todos de um grupo regional diferente dos promovidos?

    Curtir

  10. Olá Bebeto, neste caso por isso que eu coloquei os times da região Centro Oeste como se fosse o fiel da balança, pois eles poderiam se adequar em qualquer região por estarem no centro do país.

    Lógico que isso poderia acontecer, mas de qualquer forma a distribuição de renda entre esses clubes seria bem parelha.

    Curtir

  11. Primeiramente um salve a todos que estão lendo meu comentário.

    Eu particularmente não sou a favor dos pontos corridos, , nem sou a favor do calendário europeu , lá funciona porque o verão é no meio do ano , enquanto o inverno é no final/começo , já para o Brasil sou a favor do calendário gregoriano no futebol pela questão climática ,quanto ao campeonato de pontos corridos , na Europa dá certo porque os países são pequenos , há poucos clubes grandes por país , mas aqui no Brasil a realidade é outra , dimensões continentais , 12 clubes grandes ,médios e pequenos que fazem frente aos grandes , rivalidades locais muito fortes , por tudo isso , acho q não podem acabar os estaduais , mas convenhamos que o atual modelo é péssimo , a própria Libertadores acho que deveria ser reformulada , já foi um grande avanço tirar os mexicanos , mas aqui não vou falar de Libertadores nem de Mundial nem de calendário de seleções , já que isso tudo foge à alçada da CBF , vou focar no calendário nacional, para fazer um breve resumo do que penso , acho que tanto estaduais quanto o Brasileirão deveriam ser disputados apenas nos fins de semana , o Brasileirão deveria continuar todo no segundo semestre como era até 2002 justamente para evitar do campeonato em andamento ficar parado por um mês quando tem Copa do Mundo , mas com 38 rodadas de campeonato não tem outro jeito , mas isso por si só já é um erro , as 38 rodadas deveriam ser distribuidas ao longo do ano com 18 para estaduais/regionais e 20 para o Brasileiro , o número de times é outro problema , na Europa tem países que campeonato com 16 times é exagero , pq como já foi dito , os países lá são ovos de codorna se comparados ao Brasil e têm com muito boa vontade no máximo uns 5 times grandes , mas no Brasil 20 times é pouco , 24 é o mínimo que deveria ter , mas aí vocês dizem que o campeonato de pontos corridos é bom porque todos os times sabem o número de jogos que realizarão , quando começa e termina o campeonato, e isso ajuda o planejamento financeiro , é verdade , por isso o que vou propor aqui é diferente do que se tinha até 2002 , aí alguns dizem que os estaduais são inúteis , porque não classificam para nada , desgastam os times grandes e são insuficientes para os times pequenos , já que muitas vezes esses fecham as portas após os estaduais , concordo , por isso vou propor uma maneira de valorizar os estaduais , e ainda outra de todos os times pequenos terem calendário para o segundo semestre , não considerarei o mês de junho no calendário já que esse é mês de torneios de seleções , em anos que isso não ocorrer , esse mês pode ser incluso , com as paradas diluídas ao longo do ano para as datas FIFA

    *Jan/Fev-Mai-Estaduais-14 times/18 datas-Com início no primeiro fim de semana após 25 de janeiro , 12 times disputam a primeira fase ,os finalistas do ano anterior entram apenas nas quartas de final , na primeira fase os times são divididos em 2 grupos de 6 , turno e returno dentro dos próprios grupos , campeão e vice de cada grupo vão para as quartas de final , 3ºs e 4ºs se enfrentam em jogos de ida e volta com o 3º jogando por empate no placar agregado , vencedores se juntam aos 6 previamente classificados(4 via fase de grupos , 2 finalistas do ano anterior) , e fazem as quartas de final , essas definidas por sorteio através de 2 potes ,o primeiro com os times oriundos diretamente da primeira fase , o segundo com os repescados e os pré-classificados , a partir daí empate no placar agregado pênaltis , semi-finais definidas por sorteio assim como a ordem de mandos , lanternas dos grupos caem para a segunda divisão estadual(a partir daí a fórmula fica a cargo das federações , só deve ser decidida em 18 datas e garantir pelo menos 10 jogos para todos os times, o estado pode ter quantas divisões inferiores quiser), campeão e vice garantem vaga no regional do ano seguinte

    Obs:No estado do campeão regional , o campeão regional entra diretamente nas quartas do estadual do ano seguinte , já que estará no regional , e o vice estadual disputa a fase de grupos

    PRIMEIRO SEMESTRE

    *Jan/Fev-Super Copa do Brasil-4 times , os vencedores do BR , da Copa do Brasil , da Copa dos Campeões e da Super Copa do ano anterior se enfrentam em semi finais definidas por sorteio em jogos no meio de semana , ordem de mando definida da mesma forma , empate no placar agregado penais , final com mesma regra das semis , vencedor está na fase de grupos da Libertadores do ano seguinte e na Super Copa do ano seguinte

    *Jan/Fev-Abr-Regionais-A forma como eles são organizados atualmente tem um sucesso inegável , poderíamos ter novamente a separação da Copa Verde em Copa Norte e Copa Centro-Oeste , como poderíamos ter a própria Copa Verde com os goianos inclusos , o que proporei aqui , na primeira liga , sou a favor da entrada dos paulistas , e da oficialização do torneio no calendário da CBF , diferente dos estaduais , que sou a favor da padronização pelo menos da primeira divisão , aqui acho que cada um deve ter sua própria fórmula , já que o número de estados varia em cada região , mas com características em comum nas fórmulas , como o atual campeão garantido , e 2 representantes de cada estado , todos começam junto com os estaduais

    -Copa Sul-Sudeste(Primeira Liga):Participam dela 2 times dos estados de RS,SC,PR,SP,RJ,MG,fechando 12 times , esses se dividem em 2 grupos de 6 , sendo o primeiro composto pelos times da região Sul e o segundo pelos times da região Sudeste , turno e returno nos grupos , sendo os jogos estaduais disputados nas 2 últimas rodadas , o vencedor de cada grupo disputa a final em ida e volta, com a volta na casa do time de melhor campanha , empate no placar agregado penais , vencedor vai para a Copa dos Campeões do mesmo ano e garante vaga no regional nas quartas de final do estadual do ano seguinte

    -Copa do Nordeste:Participam times de todos os estados do Nordeste exceto Maranhão , além de times do espírito Santo , totalizando 18 times , divididos em 3 grupos de 6 , turno e returno , grupos conforme proximidade geográfica dos estados , o vencedor de melhor campanha entra direto na final , os outros 2 disputam a semi final em jogo único na casa do melhor entre os 2 , em caso de empate penais , vencedor vai enfrentar o finalista previamente classificado na casa desse , empate penais , vencedor vai para a Copa dos Campeões do mesmo ano e garante vaga no regional nas quartas de final do estadual do ano seguinte

    -Copa Verde: Participam 24 times , 2 de cada estado das regiões Norte e Centro Oeste , e 2 do Maranhão , os times se dividem em 4 grupos de 6 , turno e returno , vencedor de cada grupo vai às semi finais , com os times das 2 melhores campanhas enfrentando em casa os 2 de piores campanhas , partida única , empate penais , cruzamento olímpico , os vencedores fazem a final , quem fez melhor campanha incluindo a semi final , joga em casa partida única , com mesmas regras das semi finais , vencedor vai para a Copa dos Campeões do mesmo ano e garante vaga no regional nas quartas de final do estadual do ano seguinte

    *Jul:Copa dos Campeões:Logo após o fim da parada no calendário(Copa do Mundo ,Copa América , eliminatórias da Copa,etc), os times se encontram no estado-sede da competição , cujos 16 participantes são o Atual Campeão , Campeões das 9 divisões do BR do ano anterior , Campeões da Copa e da Super-Copa do Brasil do ano anterior , campeões regionais do mesmo ano , e campeão do estado-sede do mesmo ano , os times se enfrentam em mata-mata e jogo único no estado sede , jogos definidos por sorteio , campeão está na fase de grupos da Libertadores seguinte , e na Copa dos Campeões do ano seguinte

    *Fev-Nov:Copa do Brasil:559 times , dos quais os possíveis 15 classificados para competições internacionais entram na fase 16 avos de final(no caso de 13 ou 14 classificados entram mais 2 vindos do BR) ,os 544 que disputam as fases preliminares são os da série A do BR que não entraram em competições internacionais , os 280 das divisões entre séries B e H , e os 247 primeiros da série I , os 544 da primeira fase se dividem em 2 potes , o pote 1 com os 272 primeiros rankeados ,e os 272 piores no pote 2 , os times do pote 2 tem mando de campo em partida única , já os do pote 1 tem vantagem do empate ,com o número de times caindo pela metade a cada fase, todos os jogos sorteados isso vai até a fase 32 avos de final , quando entram os times das competições internacionais , então é feita nova divisão , com os 15 pré classificados e o time melhor rankeado entre os classificados de fases anteriores no pote 1 , e os demais no pote 2 , continua valendo a mesma regra de fases anteriores , times do pote 1 com vantagem do empate e times do pote 2 com mando de partida única , jogos também definidos por sorteio , após essa fase ,passa-se a ter pote único , com jogos definidos por sorteio , partida única , o sorteado para jogar fora de casa joga com vantagem do empate , jogos no meio de semana

    *Jul-Dez:Brasileirão

    -Série A:32 times divididos em 8 grupos de 4 regionalmente, turno e returno , 2 primeiros de cada grupo vão para os octogonais semi finais , 2 últimos octogonais da morte , sendo os grupos compostos por cruzamento olímpico , mas com a classificação geral como critério , independente de grupo e posição , em todos os octogonais disputas em turno e returno com pontuação da primeira fase contando,nos octogonais semi finais o campeão de cada grupo vai à final , em ida e volta com o time de melhor campanha decidindo em casa , empate penais , finalistas tem vaga na fase de grupos da Libertadores , vice campeões dos octogonais semi finais tem vaga na pré-Libertadores , terceiro ao quinto de cada octogonal semi final vão para a Sul-Americana , nos octogonais da morte , caem os 4 últimos de cada , totalizando 8 rebaixados , o campeão garante vaga na Super Copa do Brasil e na Copa dos Campeões do ano seguinte

    -Série B:40 times em 4 grupos regionalizados de 10, turno e returno , caem 4 de cada grupo totalizando 16 rebaixados , vencedor de cada grupo vai às semi finais e à série A , vice de cada grupo garante acesso à série A , os jogos das semi finais são em cruzamento olímpico ida e volta , com o time de melhor campanha decidindo em casa ,empate penais , na final decide em casa quem foi melhor até ali ,campeão tem vaga na Copa dos Campeões do ano seguinte

    -Séries C-G:Mesma fórmula de disputa da série B , mas com os 4 primeiros de cada grupo subindo de divisão , campeão tem vaga na Copa dos Campeões do ano seguinte

    -Série H:Mesma fórmula de disputa das série C-G , mas com os últimos de cada grupo se enfrentando em cruzamento olímpico , caindo apenas 2 perdedores, campeão tem vaga na Copa dos Campeões do ano seguinte

    Série I:512 times , divididos em 64 grupos de 8 regionalizados , turno único com um clássico disputado 2 x, vencedor de cada grupo vai para a segunda fase , disputada contra o time do grupo vizinho , disputa em partida única , com o time de melhor campanha entre os 2 jogando em casa , empate pênaltis , assim segue até as quartas , semi finais e final em jogos de ida e volta ,jogos e ordem de mando definidos por campanha , finalistas sobem para a série H , campeão tem vaga na Copa dos Campeões do ano seguinte
    , 3 primeiros de cada grupo garantem vaga na Copa do Brasil do ano seguinte , os quartos enfrentam o quarto do grupo vizinho em jogo único com o melhor mandando , empate penais , vencedor garante a vaga , perdedores se enfrentam novamente , vencedor tem outra vaga , os perdedores jogam de novo , os 4 vencedores desses jogos se enfrentam de novo , e depois 2 se enfrentam , o vencedor tem a última vaga na Copa do Braisl seguinte

    Curtir

  12. BRASILEIRÃO
    Org.: CBF
    Equipes: 28
    Rodadas: 13+14+3
    Sistema: pontos corridos
    * As 28 equipes serão organizadas em duas grupos de 14 equipes cada, para efeitos de classificação das competições partes (taça brasil e taça nacional)
    1ª fase (taça brasil): as equipes jogarão em seus grupos somente em ida, totalizando 13 rodadas
    2ª fase (taça nacional): as equipes jogarão contra os membros do outro grupo somente em ida, totalizando 12 rodadas
    3ª fase (Super rodadas): as equipes serão divididas em 7 grupos de 4 equipes cada, sempre com as equipes mais próximas; ex.: GRUPO A (1+2+3+4) GRUPO B( 5+6+7+8); as equipes jogam dentro de seus grupos somente em ida, totalizando 3 rodadas
    Ao final das 30 rodadas a equipe que tiver a maior pontuação e declarada campeão
    5 melhores colocados garantem vaga na LIBERTADORES do próximo ano
    Do 4º ao 7º colocados ganham vaga na copa SULAMERICANA do próximo ano.
    Os 12 últimos colocados serão rebaixados

    TAÇA BRASIL: Org.: CBF – Equipes: 28 – Rodadas: 16 – Sistema: grupos + eliminatórias.
    * Sera a primeira fase do brasileirão. As 28 equipes organizadas em 2 grupos de 12 equipes cada; as equipes jogarão em seus grupos somente em ida, totalizando 13 rodadas (rodadas do brasileirão); classificarão para a próxima fase os 2 melhores colocados de cada grupo, mais as 4 equipes mais bem colocadas na classificação agregada. As equipes se enfrentam em sistema de eliminatória, até que se conheça o campeão, em jogos apenas de ida, com o time de melhor campanha jogando com direito ao empate, e com o mando de campo.
    O campeão garante vaga na libertadores do próximo ano
    O vice-campeão garante vaga na copa Mercosul do próximo ano

    TAÇA NACIONAL: Org.: 1º liga e CBF – Equipes: 28 – Rodadas: 14 – Sistema: grupos + eliminatórias
    Sera a 2 fase do brasileirão. As 28 equipes organizadas em 2 grupos de 12 equipes cada; as equipes jogarão contra os membros do outro grupo, totalizando 14 rodadas (rodadas do brasileirão), classificarão para a próxima fase os 2 melhores colocados de cada grupo, mais os as 4 equipes mais bem colocadas na classificação agregada. As equipes se enfrentam em sistema de eliminatória, até que se conheça o campeão, em jogos apenas de ida com o time de melhor campanha jogando com direito ao empate, e com o mando de campo.
    O campeão garante vaga na libertadores do próximo ano
    O vice-campeão garante vaga na copa sulamericana do próximo ano

    Copa do Brasil
    Org.: CBF
    Equipes: 16+8+16=40
    Rodadas: 2+2+10
    Sistema: eliminatórias
    Classifica como: copas regionais
    1ª fase: os 3º e 4º das copas regionais (32 equipes) se enfrentam em jogos eliminatórios de ida e volta (regionalmente) avançando os vencedores para a próxima fase.
    2ª fase: as 32 equipes (os 16 vencedores da 1ª fase mais outras 16 equipes eliminadas nas quartas de finais das copas regionais) se enfrentam em jogos de ida e volta avançando os vencedores para a próxima fase
    Fases finais: as 32 equipes (os 16 vencedores da 2ª fase mais outras 16 semifinalistas das copas estaduais), se enfrentam e jogos eliminatórios em ida e volta até que se conheça o campeão.
    Campeão garante vaga na 2ª fase da libertadores.

    Copa Nacional. (para times que não jogão libertadores)
    Org.: CBF
    Equipes: 64
    Rodadas: 10
    classifica como: campeonatos e copas estaduais e ramk da CBF
    Sistema: eliminatórias
    1ª fase: serão 64 equipes organizadas de forma regionalizadas, se enfrentando em jogos únicos e eliminatórios na casa do time pior colocado e com o time melhor colocado jogando pelo empate. O vencedor avança para a próxima fase
    2ª fase: serão 32 equipes se enfrentando em jogos únicos e eliminatório (nacionalmente) na casa do time pior colocado e com o time melhor colocado (rank da CBF) jogando pelo empate. O vencedor avança para a próxima fase
    Fase final: Serão 16 se enfrentando em sistema de eliminatórias em jogos de ida e volta até que se conheça o campeão.
    O campeão garante vaga na libertadores do próximo do ano seguinte.

    Copas Regionais (Copa do Nordeste, Copa Sul-Minas, Copa Rio-SP, Copa Verde)
    Org.: CBF e ligas regionais
    Equipes: 24
    Rodadas: 10
    Sistema: grupos + eliminatórias
    Classifica como: estaduais, copa regional, liga regional, e rank da CBF.
    1ª fase: serão 24 equipes organizadas em 4 grupos de 6 equipes cada; as equipes jogaram dentro de seus grupos somente em ida, totalizando 5 rodadas, os 2 primeiros colocados de cada grupo avançam para a próxima fase.
    Fase final: serão 8 equipes que se enfrentam em sistema eliminatório em jogos de ida (quartas de final) e ida e volta (semifinal e final) até que se conheça o campeão.
    O semifinalista garante vaga na 3ª fase da copa do brasil, os eliminados nas quartas na 2ª fase, e os 3º e 4º dos grupos na 1ª.
    O campeão garante vaga na próxima edição da competição e na copa nacional do próximo ano

    Ligas regionais (liga nordeste, liga sul-minas, liga Rio-SP e liga Centro-Norte
    Org.: CBF e as ligas regionais
    Equipes: 28
    Rodadas: 20
    Sistema: grupos + eliminatórias
    Classifica como: copas estaduais.
    LIGA NORDESTE
    1ª fase: serão 28 equipes divididas em 2 conferencias de 14 equipes cada; CONFERENCIA NE OCIDENTAL (3 MA, 3 PI, 3 CE e 2 PE) e CONFERENCIA NE ORIENTAL (2 PE, 3 PB, 3 AL, 2 SE, 4 BA). As equipes se enfrentam em jogos somente de ida, mais um jogo extra, totalizando 12 rodadas, o campeão de cada conferencia já garante vaga no brasileirão do próximo ano, e os 4 melhores colocados avançam para a próxima fase
    Fase final: serão 8 equipes se enfrentando em jogos eliminatórios de ida e volta, até que se conheça o campeão. O campeão garante vaga no brasileirão do próximo ano, caso um time campeão da chave seja também campeão da liga, sua vaga será transferida para o 2º colocado conferencia.
    O campeão garante vaga na copa nacional e na copa regional do próximo ano.

    LIGA RIO-SP
    1ª fase: serão 28 equipes divididas em 2 conferencias DE 14 equipes cada; CONFERENCIA RIO e CONFERENCIA SP. As equipes se enfrentam em jogos somente de ida, mais um jogo extra, totalizando 12 rodadas, o campeão de cada conferencia já garante vaga no brasileirão do próximo ano, e os 4 melhores colocados avançam para a próxima fase
    Fase final: serão 8 equipes se enfrentando em jogos eliminatórios de ida e volta, até que se conheça o campeão. O campeão garante vaga no brasileirão do próximo ano, caso um time campeão da chave seja também campeão da liga, sua vaga será transferida para o 2º colocado conferencia.
    O campeão garante vaga na copa nacional e na copa regional do próximo ano.

    LIGA SUL-MINAS
    1ª fase: serão 28 equipes divididas em 2 conferencias de 14 equipes cada; CONFERENCIA MINAS-PARANA (7 PR e 7 MG) e CONFERENCIA EXTREMO SUL ( 7 SC e 7 RS). As equipes se enfrentam em jogos somente de ida, mais um jogo extra, totalizando 12 rodadas, o campeão de cada conferencia já garante vaga no brasileirão do próximo ano, e os 4 melhores colocados avançam para a próxima fase
    Fase final: serão 8 equipes se enfrentando em jogos eliminatórios de ida e volta, até que se conheça o campeão. O campeão garante vaga no brasileirão do próximo ano, caso um time campeão da chave seja também campeão da liga, sua vaga será transferida para o 2º colocado conferencia.
    O campeão garante vaga na copa nacional e na copa regional do próximo ano.

    LIGA CENTRO NORTE
    1ª fase: serão 28 equipes divididas em 2 conferencias de 14 equipes cada; CONFERENCIA NORTE (3 PA, 2 AP, 2 RR, 2 AM, 2 AC, 2 RO e 1 TO) e CONFERENCIA CENTRO-OESTE (1 TO, 2 ES, 2 DF, 4 GO, 3 MT, 2 MS). As equipes se enfrentam em jogos somente de ida, mais um jogo extra, totalizando 12 rodadas, o campeão de cada conferencia já garante vaga no brasileirão do próximo ano, e os 4 melhores colocados avançam para a próxima fase
    Fase final: serão 8 equipes se enfrentando em jogos eliminatórios de ida e volta, até que se conheça o campeão. O campeão garante vaga no brasileirão do próximo ano, caso um time campeão da chave seja também campeão da liga, sua vaga será transferida para o 2º colocado conferencia.
    O campeão garante vaga na copa nacional e na copa regional do próximo ano.

    Copas Estaduais
    Org.: federações estaduais
    Equipes: em aberto
    Sistema: em aberto
    Rodadas: máximo 16
    Classifica para: ligas regionais

    Campeonatos regionais
    SERIE A1
    Org.: federações estaduais
    Equipes: máximo 12
    Rodadas: máximo 12
    Sistema: em aberto
    Classifica para: copa regional e copa nacional.
    SERIE A2
    Org.: federações estaduais
    Equipes: em aberto
    Rodadas: máximo 10
    Sistema: em aberto
    Classifica para: copa nacional.
    OBS.: REALIZADO EM JUNHO

    Instituições.

    LIGA RIO-SP: liga formada pelos clubes e federações do SP e RJ. Possui um conselho executivo formada 27 membros; os 24 clubes que participarem da copa Rio-SP, as 2 federações membros e a CBF (que tem o poder de veto). Dividir com a CBF a organização da liga Rio-SP e da copa Rio-SP.

    LIGA SUL-MINAS: liga formada pelos clubes e federações de MG, RS, SC e PR. Possui um conselho executivo formada 29 membros; os 24 clubes que participarem da copa sul-minas, as 4 federações membros e a CBF (que tem o poder de veto). Dividir com a CBF a organização da copa sul-minas e da liga sul-minas.

    LIGA CENTRO-NORTE: liga formada pelos clubes e federações de GO, MT, MS, DF, TO, ES, PA, RR, AM, AC, RO e AP. Possui um conselho executivo formada 37 membros; os 24 clubes que participarem da copa centro-oeste, as 12 federações membros e a CBF (que tem o poder de veto). Dividir com a CBF a organização da copa centro-oeste e liga centro-oeste.

    LIGA NORDESTE: liga formada pelos clubes e federações de PE, BA, SE, AL, RN, PB, MA, PI e CE. Possui um conselho executivo formada 35 membros; os 24 clubes participantes da copa nordeste, o time da liga mais bem colocado no rank da CBF que não tenha participado da copa nordeste, as 9 federações membros e a CBF (que tem o poder de veto). dividir com a CBF a organização da copa do Nordeste e da liga Nordeste.

    OBS.: o veto da CBF poderá ser anulado desde que 2 terços dos membros do conselho administrativo assim queira.

    TUBEFUT: empresa responsável pelas filmagens de jogos de futebol no brasil. Possui um conselho administrativo formado por 25 membros, escolhidos pelos 170 membros eleitores (os 28 clubes do brasileirão, as 112 das ligas regionais, as 4 ligas e as 27 federações). essa empresa assumira as filmagens do campeonato, que sera distribuído pera todas os veículos de comunicação em troca de 6 minutos de de videos no intervalo (para passar os patrocinadores especiais) e com a obrigação de transmitir as imagens de todos os patrocinadores durante as transmissões. 12 patrocinadores principais custearam as filmagens em troca de suas marcas aparecerem nas transmissões e na abertura oficial de cada campeonato(7 empresas pagam 250 milhões de reais a globo para ter suas marcas transmitidas apenas em uma rede de TV aberta, imagina em todas os veículos de comunicação), outras patrocinadores poderiam teriam suas marcas aparecendo durante o vídeo em uma local próximo ao placar . todo o lucro da empresa sera distribuído para os clubes de acordo com um sistema de pesos de cada competição.

    Curtir

  13. O campeonato pode ser dividido em sistema de ligas, conforme abaixo:

    Liga de Diamante: 18 Equipes em Sistema de Pontos com duas equipes rebaixados.
    Liga de Ouro: 18 Equipes em Sistema de Pontos com quatros equipes rebaixados.
    Liga de Prata: 18 Equipes em Sistema de Pontos com quatros equipes rebaixados.
    Liga de Bronze: 48 Equipes = 4 Grupos com 12 equipes = os quatro melhores de cada grupo passa de fase oitavas de finais e duas piores equipes de cada grupo serão rebaixados.
    Liga Regional: 96 Equipes = 8 grupos de 12 equipes = os quatro melhores de cada grupo passa de fase 32 de finais e duas piores equipes de cada grupo serão rebaixados.
    Liga Regional: 192 Equipes = 16 grupos de 12 equipes = os quatro melhores de cada grupo passa de fase 64 de finais e duas piores equipes de cada grupo serão rebaixados.
    Liga Municipal: 384 Equipes = 32 grupos de 12 equipes = os quatro melhores de cada grupo passa de fase 128 de finais e duas piores equipes de cada grupo serão rebaixados.

    Totalizando 582 equipes + 64 equipes sem divisão sobem.

    Curtir

  14. Liga de Diamante: 34 jogos em 2 turnos
    Liga de Ouro: 34 jogos em 2 turnos
    Liga de Prata: 34 jogos em 2 turnos
    Liga de Bronze: 22 jogos na primeira fase em 2 turnos + 8 jogos na fase final
    Liga Regional: 22 jogos na primeira fase em 2 turnos + 10 jogos na fase final
    Liga Estadual: 22 jogos na primeira fase em 2 turnos + 12 jogos na fase final
    Liga Municipal: 22 jogos na primeira fase em 2 turnos + 14 jogos na fase final

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.