– Dia de Celebrar a Santíssima Trindade

Hoje é dia de júbilo aos católicos. Celebra-se a Festa da Santíssima Trindade, sempre no domingo posterior ao Pentecostes.

O catecismo da Igreja explica: Deus é Uno e Trino – um só Deus em essência, mas três em pessoas, que se manifesta no Pai Criador, que ama tanto o mundo que nos enviou seu Filho Salvador, cujo amor ilimitado gera o Espírito Santo paráclito!

Portanto, adoremos a Deus que é Pai, Filho e Espírito Santo (Santíssima Trindade) hoje e sempre.

bomba.jpg

– A desistência do Príncipe é o chute inicial para as mudanças!

Ali bin Hussein era um ilustre figurante no mundo do futebol há alguns dias. O único candidato de oposição na eleição da FIFA.

Seu histórico? Príncipe da Jordânia, irmão do atual rei do país (Abdulla II), amante dos esportes, criador de uma liga paralela de futebol na Ásia e que posteriormente (e em comum acordo com os cartolas) foi fundida com a atual Confederação Asiática de Futebol. Recentemente, conseguiu convencer a International Board e fez lobby para liberar os “turbantes e véus para atletas muçulmanos” (as vestimentas de cabeça) em jogos profissionais. Estudou em colégios ocidentais e tem promovido programas de integração pela “Paz no Esporte” no Oriente Médio, incentivando a prática do Futebol Feminino com finalidade de diminuir a discriminação contra as mulheres árabes. Com apenas 39 anos, abandonou o 2o turno das eleições por se sentir ofendido ao perceber que os votos prometidos por pares do colégio eleitoral da FIFA migraram para Blatter.

O que pode parecer uma derrota para o mundo do futebol – o 5o mandato do Suíço – pode, ao mesmo tempo, alimentar uma cisão. Platini ameaçou convocar os países europeus a boicotarem a Copa da Rússia (algo duvidoso). Mas por quê não um levante contra o atual status quo?

A FA (A “CBF” da Inglaterra) sempre se levantou contra a FIFA, tanto que nos primórdios da história relutou em se associar com a entidade. Por quê não defender a bandeira de uma nova Associação, paralela e concorrente da FIFA?

O Futebol é um esporte popular e a FIFA é uma empresa particular. Não seria maravilhoso um movimento de formação de grandes outras Federações, mais abertas, transparentes e honestas?

O grande problema é que os atuais mandatários mundo afora estão amarrados nesse esquema hostil e corrupto. Mas a bola está pingando: quem será o príncipe, o cartola ou o libertador do futebol no século XXI, a fim de trazer esperança a quem gosta realmente do esporte?

Tudo o que escrevo aqui em relação à FIFA e seus associados, serve integralmente à CBF e suas federações estaduais. E dentro dela, seus pares e estruturas arcaicos, viciados e eternos diretores-funcionários que mamam nas tetas do futebol.

bomba.jpg

– A “Tosse de Levy” e a “Falta de Fôlego” do Governo

O Ministro da Economia Joaquim Levy não esteve junto com seu colega do Planejamento, Ministro Nelson Barbosa, nos anúncios dos cortes do Governo em investimentos, realizado na semana passada. A boataria surgiu e pensou-se até mesmo num suposto desentendimento e saída de Levy, que na segunda-feira justificou a ausência por culpa de um resfriado, forçando uma tosse nitidamente fingida, levando os jornalistas às gargalhadas.

Só não foi fingida a redução de verbas para as principais áreas de atuação. Vide os cortes, que não repercutiram como deveriam (em reais):

  • CIDADES: 17,2 bilhões
  • SAÚDE: 11,8 bilhões
  • EDUCAÇÃO: 9,4 bilhões
  • TRANSPORTES: 5,7 bilhões
  • CIÊNCIA E TECNOLOGIA: 1,8 bilhão
  • DESENVOLVIMENTO SOCIAL: 1,4 bilhão

Se somarmos as outras áreas (Previdência, Agricultura, Esportes, entre outras) o ajuste totaliza mais de R$ 66.000.000.000,00 !

É “muito zero”, não?

Ficará sempre a pergunta: como o país pode crescer se não há investimento suficiente? E COMO RESOLVER OS PRINCIPAIS PROBLEMAS DA NAÇÃO, COMO SAÚDE E EDUCAÇÃO, SE O CORTE NESSAS ÁREAS É TÃO GRANDE?

O maior fingimento não foi a tosse de Levy, mas a desculpa de que é necessário cortar gastos, sendo que as mordomias dos parlamentares e a corrupção que assola o paísnos níveis federal, estadual e municipal, apartidariamente e no senso comum – atravancam o Brasil. É, em minha humilde opinião, um falso ajuste monetário.

Aliás, o valor de 66 bilhões de reais é menor que o custo-corrupção dos R$ 80 bi do Petrolão, esquema de desvios da Petrobrás, não? E se esse dinheiro roubado dos cofres da empresa, ao invés de ir para o bolso de importantes políticos e empresários, fosse revertido para o desenvolvimento social?

bomba.jpg

– Na Rodada 4, haverá melhor comportamento dos jogadores com os árbitros?

Nas 3 primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro de 2014, tivemos 8 Cartões Amarelos por reclamações contra a arbitragem no total dos 30 jogos.

Nessas 3 primeiras em 2015, com mesmo número de jogos, tivemos 33 cartões amarelos. Mais que o QUÁDRUPLO!

A busca pelo bom comportamento dos jogadores em relação à arbitragem é justa. Mas chamo a atenção: cuidado para os abusos dos juízes!

Aliás, se a Regra não mudou e sempre foi a mesma, por quê os árbitros não a cumpriram em 2014 e deixaram as reclamações ocorrerem a vontade? O comandante da arbitragem é ainda o mesmo, os nomes dos árbitros idem, e os cartolas que o chefiam, quase os mesmos (afinal, já há 1 na cadeia).

bomba.jpg

– Abílio Diniz como número 1 do Carrefour, mundialmente falando?

Uau!

Leio na Época Negócios (ed Abril 2015, pg 30) que Abílio Diniz, ex-Pão de Açúcar e que após vender o conglomerado ao Casino comprou a operação do Carrefour no Brasil, negocia com o homem mais rico da França, Bernard Arnault, além de entrar em contato com a família Moulin (os maiores acionistas do Carrefour mundo afora), a COMPRA das suas ações para se tornar o maior acionista do planeta!

Imaginar que o Carrefour era seu inimigo número 1 e hoje pode ser seu maior ativo é incrível. Coisas de um empreendedor de sucesso! bomba.jpg

– Ecumenismo e Clareza de Angélica e Luciano Huck

Na semana passada, houve a queda do avião que transportava a família dos apresentadores da TV Globo, Angélica e Luciano Huck (acompanhados dos filhos). O piloto, perspicaz e iluminado, conseguiu aterrissar em um descampado com uma manobra arriscada e salvou a todos.

Questionada se foi um milagre, a artista declarou:

Foi Deus que nos salvou e a Ele nós agradecemos. A minha religião não é a mesma do meu esposo, mas o Deus é o mesmo.”

Angélica é católica e Luciano é judeu. Mas todos nós (cristãos evangélicos, batistas, adventistas, mórmons, muçulmanos, entre tantas crenças) cremos em um único e mesmo Deus, a quem chamamos de Pai, Senhor, Iaveh, Jeová, Alá…

É essa a dose perfeita do Ecumenismo: respeitar o modo de crer e agradecer na semelhança da fé!

bomba.jpg

– A Profecia de Novo Rei do Século XXI completa 2 anos.

Há exatamente dois anos, o Barcelona (via Twitter) anunciava Neymar como contratação e dava as boas vindas ao “Novo Rei do século XXI”.

A profecia de 2013 se concretizará?

Republico um interessante texto sobre aquele dia publicado neste blog, com uma afirmação curiosa na matéria: “Neymar é o maior jogador brasileiro depois de Pelé”.

Já é mesmo?

Abaixo:

NOVO REI DO SÉCULO XXI: PROFECIA OU MARKETING?

Por Rafael Porcari, 29/03/2013, Jornal Bom Dia Jundiaí, Caderno de Esportes, pg 06.

Neymar finalmente concretizou sua transferência ao futebol europeu. E o departamento de marketing do seu novo clube, o Barcelona, caprichou. Via Twitter, deu as boas-vindas ao “Novo Rei do Século XXI”.

Ora, no futebol sabidamente o título de Rei pertence ao Pelé, atleta do século. É evidente que se faz alusão ao fato do jogador ser oriundo do Santos e ser uma promessa valiosa, com possibilidades de ser eleito o melhor do mundo.

Mas fica a instigante questão: no século XXI, o atual “Rei do Futebol” é o argentino Lionel Messi (pelos números e prêmios recebidos). Neymar o desbancará, sendo o título dado pelo clube catalão uma visão profética do sucesso da Jóia Santista, ou apenas uma bela e otimista recepção?

Em tempo: das diversas homenagens recebidas neste final semana, ouvimos rasgados e justos elogios. Mas um me pareceu ufanista e exagerado: ao término de Santos x Flamengo, Cleber Machado citou Neymar como “maior jogador brasileiro depois de Pelé”.

No Santos, pode realmente ser. Mas e dos brasileiros: Neymar já superou Romário, Ronaldo Nazário e Ronaldinho Gaúcho?

Aliás, taí um exercício dificílimo: comparar atletas! Minha memória futebolística remete a Zico. Antes dele, não assisti os craques que conheço. Pelé, só em vídeo (e cada vídeo…). Hoje, a tecnologia e a globalização permitem maiores possibilidades e mais gente vê os craques atuais. Fico perguntando: e se Zizinho, Arthur Friedenreich, Leônidas da Silva e tantos outros tivessem as mesmas mídias que Messi e Cristiano Ronaldo tem hoje? Estendo a Puskas, Di Stefano…

Enfim: Neymar destronará Messi ou não? Como não tenho bola de cristal, não ousarei palpitar.

imgres.jpg

– Certidões de Nascimento sem Gênero?

Uau! A Alemanha radicalizou. Agora, é permitido que os pais não coloquem o sexo dos filhos na Certidão de Nascimento. Eles poderão colocar “indefinido” ao invés de masculino ou feminino, a fim de que não imponham uma obrigação sexual às crianças e elas possam escolher sua identidade.

Pra mim, isso é sinal do final dos tempos... Ou sexualidade precoce!

url.jpg

– O substituto de Del Nero e A Fuga de Quem perdeu o Respeito

Marco Polo Del Nero abandonou o Congresso da FIFA, fez check-out no Hotel e… escafedeu-se! Abdicou de votar na Eleição da entidade e sumiu.

Fugiu para não ser preso?

Que baita solidariedade ao seu comparsa, ou melhor, sócio, digo, vice-presidente, José Maria Marin.

Quem tem medo, teme… Ou não?

Com que moral esse homem voltará ao Brasil para presidir a CBF? Que rumos ele tem a dar para o Futebol Brasileiro?

Diante disso, tudo o que provém dele passa a ser, no mínimo, suspeito – incluindo Seleção Brasileira, campeonatos, etc..

Perguntar não ofende: não dá um frio na espinha em saber que, no lugar de Del Nero e Marin, entra Delfim Peixoto, aquele que revela as mais belas bandeirinhas catarinenses e expulsou a exuberante Fernanda Colombo do quadro, além de se vangloriar de há anos estar no poder?

Continuaremos na mesma… quem poderá salvar o futebol brasileiro?

bomba.jpg

– Precisamos do FBI no dia-a-dia do Brasil

Ninguém (de bem) contestou a ação do FBI no combate à corrupção do futebol. A Polícia Americana não brinca em serviço e em ações cinematográficas prendeu cartolas antes ditos intocáveis.

Está tudo certo, louvável e correto. Agora, algumas considerações:

1- Imagine os demais dirigentes de futebol, como devem estar amedrontados!

2- Se fará de tudo para abandonar Marin para que se tente que ele leve a culpa sozinho. Acho que não conseguiram…

3- Não precisamos de um “FBI Brasileiro”? É claro que a Polícia Federal está agindo bem na Lava-Jato, mas será que com a mesma efetividade? No Congresso Nacional, para tal ação faltariam algemas…

4- Tomara que seja um novo momento em todas as áreas da sociedade, onde as virtudes positivas e a honestidade sejam mais valorizadas que a malandragem que impera.

(Sobre as ações do FBI em si,

comentamos em: https://professorrafaelporcari.com/2015/05/27/os-corruptos-da-fifa-e-as-reacoes-pos-prisao/ ,

ou no Bom Dia Jundiaí/ Diário de São Paulo, em: http://www.redebomdia.com.br/blog/detalhe/29509/os-corruptos-da-fifa-e-as-reaes-ps-priso )

bomba.jpg

– Os Corruptos da FIFA e as Reações Pós Prisão

Muitos se assustaram com a prisão de José Maria Marin e outros dirigentes da Conmebol e da Concacaf. Susto pela prisão (coisa que não acontece no Brasil), mas nenhuma surpresa quanto ao seu envolvimento com corrupção. Aliás, malandro foi o Grondona (da AFA), que morreu antes de ir para a cadeia!

A verdade é: pense em algum nome de cartola do esporte, independente do cargo que ele exerça.

– Pensou?

No senso-comum (a impressão popular), ele pode ser ligado ao termo “corrupto”?

– Para a maioria, qualquer nome, sim!

A verdade é que todos sempre suspeitaram de Marco Polo, Marin, Ricardo Teixeira. Mas e provas e ação popular?

Havelange e Ricardo Teixeira foram pegos na Suíça. Não estão na cadeia pois trocaram as penas pela confissão e pagamento de multa (por isso estão soltos). NÃO NOS ESQUEÇAMOS: CONFESSARAM QUE COMETERAM CRIMES.

O azar de Marin é que ele não foi preso pela Suíça, mas por policiais suíços em colaboração com o FBI. Nos EUA, é cadeia mesmo! Ou delação premiada, como “Jota” Hawilla fez pagando milhões de dólares de devolução por crimes. As acusações envolvem corrupção, propina e outros atos ilegais que passaram pelo território americano, e é por isso que a Polícia Americana entrou na história. Aparece agora a informação de que o dinheiro sujo a ser lavado por Marin passou pelo Banco Itaú de Nova Iorque.

E o cenário “pós esteja preso” é sempre igual: os amigos somem! Me recordo que quando estourou o caso da Máfia do Apito, os amigos do Vale do Paraíba de Edilson Pereira de Carvalho desapareceram (mas estão até hoje no comando do futebol em várias searas…). Idem aos colegas de Paulo Danelon. Tem cara que jurava de pé junto que nunca trabalhou em jogo algum com eles… Vide Marco Polo, dizendo que os acordos eram do tempo de Ricardo Teixeira (sendo que Marin É O VICE ATUAL de Marco Polo), ou Walter Feldman alegando que tudo isso era coisa do passado. E assinam a nota no (pasmem) Edifício José Maria Marin, a nova sede da CBF!

Já a FIFA é cara de pau mesmo. Está suja como pau de galinheiro, mas Blatter alegou que está feliz pois em seu mandato a corrupção começou a ser passada a limpo. Pena que nada sabia para cortar essa navalha tão doida antes…

Você conhece algum chefe de empresa ou de estado que se diz vangloriado da mesma forma e cita os amigos e companheiros de traidores?

Marin é octagenário e rico. Poderia estar curtindo a velhice com os netinhos, em paz, não na cadeia. A ganância o cegou.

Tomara que tudo isso seja só o começo de um novo momento no futebol.

Ah, e quase esqueci – se por uma medalhinha dos garotos da Copa SP Marin se sujou, o que não faria com tanta grana fácil?
bomba.jpg

– MC Crianças?

Sou bem conservador em certas questões. Uma delas é a exploração artística infantil. E por não viver o meio do funk, levei um susto ao ler sobre a “geração de MCs Mirins”!

Meu Deus! Pais irresponsáveis incentivando inocentes crianças a se sensualizarem precocemente e enchendo suas bocas de palavrões e frases imorais!

Nada contra o funk. Se você gosta, respeito. Mas tudo contra a idiotice de colocar roupa agarrada e ensinar bobagens a meninas e meninos tão pequenos!

bomba.jpg

– Árbitros do mesmo estado é para arranjar confusão!

Há tempos que estamos falando sobre a iniciativa da CBF em escalar árbitros nascidos em mesmos estados dos times em que estão apitando, mudando o critério de neutralidade de hoje. Por exemplo: em um jogo entre Paulistas x Cariocas, um Gaúcho apita, nos moldes atuais.

Com o intuito de demonstrar a honestidade do árbitro, deixando de considerar os árbitros como regionais, e sim nacionais, Sérgio Correa da Silva resolveu fazer testes: colocou árbitros nascidos em mesmo estado do clube que apita: na Rodada 1, o carioca Marcelo de Lima Henrique apitou São Paulo x Flamengo, sendo que o juiz está trabalhando pela Federação Pernambucana. Heber Roberto Lopes, paranaense, em um jogo do Atlético Paranaense, sendo que ele apita pela Federação Catarinense. Em ambos casos os bandeiras eram do estado do outro time.

Agora, na rodada 4, ampliará a experiência com FIFAS que apitam no mesmo estado: Vuaden e Daronco, ambos da Federação Gaúcha, apitarão respectivamente Internacional x São Paulo e Goiás x Grêmio.

A idéia é mostrar que não existem árbitros de federações, mas todos da confederação. Num mundo ideal, ótimo! Mas é nesse momento de turbulência do futebol brasileiro (vide as reclamações das equipes, prisão de José Maria Marin, reclamações formais do Santos FC à CA-CBF, e tantos outros poréns), que se fará tal teste de credibilidade?

É claro que os árbitros são honestos. Mas há certos complicadores: imagine no Beira-Rio, se aos 49 minutos do 2o tempo o gaúcho Vuaden dá um pênalti duvidoso pró-Inter? Ou se o bandeira paulista Marcelo Van Gassen (que será o assistente 1) anula um gol colorado no fim do jogo? A discussão será grande!

PARA QUÊ POLEMIZAR?

Quando existia a experiência dos AAA (árbitros adicionais assistentes), eles eram do mesmo estado do clube mandante, e foi preciso trocar o critério de escala pois os clubes em unanimidade reclamavam de tal fato e chamavam esse tipo de coisa como “economia burra”, pois gastava-se menos com passagens aéreas.

É incrível que a CBF promova tal coisa em algo tão sério como o Campeonato Brasileiro. Estou imaginando no Itaquerão, com 5 minutos de acréscimo, numa suposta partida entre Corinthians x Flamengo, um árbitro carioca marcar aqueles “pênaltis de queimada” ridículos que vez ou outra ainda vemos. Teremos assunto para uma semana inteira!

Se a proposta de tais escalas como “prova de que o árbitro é honesto”, como relatada em algumas mídias, partiu do presidente Marco Polo Del Nero, deveria ele vir a público esclarecer porque não demonstra apreço maior e profissionaliza o quadro de árbitros!

Detestei tal idéia. E você?

Aliás, leio no Lance.net que Roberto Perassi, instrutor de árbitros da FPF, esteve no Morumbi com o Cel Monção dando palestra sobre Regras aos jogadores do São Paulo FC. Curiosamente, é o próprio Perassi quem será o delegado do jogo entre Internacional x São Paulo.

Boa sorte ao Vuaden e aos bandeiras. Creio na lisura de todos esses citados, mas critico veementemente a falta de preservação e prudência das escalas, ou melhor, do sorteio.

No futebol, quanto menos burburinho e menor desconfiança, melhor para todos! A honestidade começa por aí.
bomba.jpg