– O “#FicaValdívia” é uma boa idéia?

Torcedores e admiradores de Valdívia fazem uma campanha na Internet chamada #FicaValdívia. A proposta é de convencer os dirigentes e o próprio jogador a renovar o contrato.

Vale a pena ter o chileno no Palmeiras, se analisar o custo-benefício?

Concordo que é um ótimo jogador, mas fisicamente está comprometido. Vide o número de partidas que joga e as lesões que apresenta.

  • Por tanto dinheiro, não valeria a pena repensar a ideia de renovação?
  • E o ambiente tumultuado?
  • E as queixas contra o Departamento Médico, solicitando um cubano para cuidar à parte dele?
  • E a chantagem na negociação, alegando que Kardec e Wesley foram embora?
  • E o não desejo de aceitar um contrato por produtividade, como os demais companheiros?
  • E as saias justas que ele coloca no time?

Vale a pena tudo isso em troca de alguns minutos em campo, vez ou outra?

Deixe seu comentário:
bomba.jpg

– Vaccari preso, mas Lula e Dilma não se manifestam…

E prenderam o tesoureiro do PT, João Vaccari Neto. Vaccari era o substituto de Delúbio Soares, aquele mesmo do “dinheiro não contabilizado”, como ele chamava o Caixa 2 do partido.

Agora, a Polícia Federal, através da Operação Lava-Jato, descobriu e provou que há 10 anos Vaccari recebia propinas para o Partido dos Trabalhadores, lavando o dinheiro através de vários métodos.

O Procurador de Justiça Carlos Fernandes Santos declarou que:

Já tínhamos que doações oficiais na verdade escondiam operações de lavagem de dinheiro. Nós verificamos que Vaccari tem uma trajetória desse tipo de operação desde 2004”.

Que coisa… e imaginar que o ex-presidente Lula e a atual presidente Dilma nada sabiam, para mim é gozação.
bomba.jpg

– Árbitros de Danúbio x São Paulo, Corinthians x San Lorenzo e o Ranking da Conmebol!

O venezuelano José Argote apitará Danúbio x São Paulo nesta noite no Uruguai. Com 34 anos, tem pouca experiência em grandes jogos. Não é do “primeiro time” de árbitros da Conmebol, e sua carreira foi marcada por um recente episódio negativo: em uma das suas primeiras partidas, apitou Garcilaso x Cruzeiro, onde ocorreram as manifestações racistas contra Tinga, no episódio em que culminou com a CBF lançando a campanha “Somos Todos Iguais” com seu escudo em Preto e Branco. Na oportunidade, Jose Argote nada relatou, gerando protestos dos dirigentes cruzeirenses.

Já o peruano Victor Carrilo, 40 anos, apitará Corinthians x San Lorenzo na 5a feira. Experiente, participou da última Copa do Mundo e tem em seu histórico o rigor dentro de campo.

Será que de novo vemos uma coincidência: árbitros inexperientes em jogos de times brasileiros fora de casa, e em casa, experientes?

O que mais chama a atenção é o seguinte: a Conmebol divulgou os melhores árbitros do continente! E sabem quem é o melhor?

Sandro Meira Ricci!

Estaria ele se credenciando para apitar São Paulo x Corinthians na última rodada desta fase de grupos da Libertadores da América?

Abaixo a classificação de todos:

1.) Sandro Ricci, Brasil, 278 puntos (+7)

2.) Wilmar Roldán, Colombia, 248 puntos  (-7)

3.) Nestor Pitana, Argentina, 244 puntos (+7) [+1]

4.) Victor Carrillo, Perú, 234 puntos (+0) [+1]

5.) Enrique Osses, Chile, 220 puntos (-21) [-2]

6.) Carlos Vera, Ecuador, 196 puntos (+0)

7.) Antonio Arias, Paraguay, 176 puntos (-7)

8.) Heber Lopes, Brasil, 169 puntos (-7)

9.) Leandro Vuaden, Brasil, 163 puntos (-7)

10.) Dario Ubriaco, Uruguay, 161 puntos (-7)

11.) José Buitrago, Colombia, 160 puntos (+0)

12.) Roberto Silvera, Uruguay, 151 puntos  (-7)

13.) Julio Bascuñan, Chile, 148 puntos  (+14) [+3]

14.) Enrique Cáceres, Paraguay, 146 puntos (+0)

15.) Patricio Loustau, Argentina, 133 puntos (-14) [-2]

16.) Daniel Fedorczuk, Uruguay, 131 puntos (+14) [+3]

17.) Juan Soto, Venezuela, 129 puntos (-7) [-2]

18.) Carlos Amarilla, Paraguay, 123 puntos (+0) [-1]

19.) Julio Quintana, Paraguay, 118 puntos (+7) [+2]

20.) Ricardo Marques Ribeiro, Brasil, 117 puntos (+7) [+2]

21.) Raúl Orosco, Bolivia, 113 puntos  (+0) [-1]

22.) Omar Ponce, Ecuador, 106 puntos (-14) [-4]

23.) Adrian Vélez, Colombia, 106 puntos (+7) [+1]

24.) Roddy Zambrano, Ecuador, 94 puntos (+7) [+1]

25.) Mauro Vigliano*, Argentina, 90 puntos (+7) [+2]

CATEGORIA 2

26.) Patricio Polic*, Chile, 86 puntos (-14) [-3]

27.) Oscar Maldonado, Bolivia, 84 puntos (+0) [-1]

28.) Marlon Escalante, Venezuela, 69 puntos (-7)

29.) German Delfino, Argentina, 69 puntos (+0)

30.) José Argote, Venezuela, 63 puntos (+14) [+2]

31.) Diego Lara, Ecuador, 56 puntos (+0) [-1]

32.) Henry Gambetta, Perú, 50 puntos (+0) [-1]

33.) Pericles Bassols Cortez, Brasil, 49 puntos (+7) [+2]

34.) Imer Machado, Colombia, 46 puntos (+0) [-1]

35.) Wilton Sampaio, Brasil, 43 puntos (+5) [+1]

36.) Silvio Trucco, Argentina, 43 puntos (+0) [-2]

37.) Diego Haro, Peru, 37 puntos (+7) [+2]

38.) Andres Cunha, Uruguay, 36 puntos (+7) [+2]

39.) Ulises Mereles, Paraguay, 34 puntos (+0) [-2]

40.) Diego Ceballos, Argentina, 32 puntos (+0) [-2]

41.) Wilson Lamouroux, Colombia, 31 puntos (+7) [+2]

42.) Fernando Falce, Uruguay, 24 puntos (+0) [-1]

43.) Pablo Diaz, Argentina, 24 puntos (+0) [-1]

44.) Mario Diaz De Vivar, Paraguay, 23 puntos (+5) [+1]

45.) Jesus Valenzuela, Venezuela, 23 puntos (+5) [+1]

46.) Miguel Santivañez, Peru, 21 puntos (+5) [+2]

47.) Christian Ferreyra, Uruguay, 19 puntos (+0) [-3]

48.) Roberto Tobar*, Chile, 18 puntos (+5) [+3]

49.) Jorge Mancilla, Bolivia, 17 puntos (+0) [-2]

50.) Jose Jordan, Bolivia, 16 puntos (+0) [-1]

CATEGORIA 3

51.) Gery Vargas, Bolivia, 16 puntos (+5) [+1]

52.) Manuel Garay*, Perú, 14 puntos (+0) [-2]

53.) Eduardo Gamboa, Chile, 12 puntos (+7) [+2]

54.) Luis Sanchez, Colombia, 11 puntos (+5)

55.) Carlos Orbe, Ecuador, 10 puntos (+5) [+1]

56.) Luis Flavio Oliveira, Brasil, 7 puntos (+7) [+3]

57.) Jorge Osorio, Chile, 7 puntos (+7) [+8]

58.) Fernando Rapallini, Argentina, 5 puntos (+5) [+5]

59.) Jonhatan Fuentes, Uruguay, 5 puntos (+5) [+5]

60.) Raphael Claus, Brasil, 0 puntos (+0) [-3]

61.) Anderson Daronco, Brasil, 0 puntos (+0) [-3]

62.) Dewson Silva, Brasil, 0 puntos (+0) [-2]

63.) Jorge Baliño, Argentina, 0 puntos (+0) [-2]

64.) Dario Herrera, Argentina, 0 puntos (+0) [-2]

65.) Claudio Puga, Chile, 0 puntos (-7) [-12]

66.) Juan Ponton, Colombia, 0 puntos (+0)

67.) Juan Albarracin, Ecuador, 0 puntos (+0)

68.) Vinicio Espinel, Ecuador, 0 puntos (+0)

69.) Luis Garay, Peru, 0 puntos (+0)

70.) Luis Seminario, Peru, 0 puntos (+0)

71.) Juan Salvatierra, Bolivia, 0 puntos (+0)

72.) Luis Yrusta, Bolivia, 0 puntos (+0)

73.) Adrian Cabello, Venezuela, 0 puntos (+0)

74.) Mayker Gómez, Venezuela, 0 puntos (+0)

75.) José Hoyo, Venezuela, 0 puntos (+0)
bomba.jpg

(José Argote, árbitro de hoje para Danúbio x São Paulo)

– É Temer quem manda! Ou Levy?

As brincadeiras (em tom de seriedade) são de que a presidente Dilma Rousseff terceirizou a administração do país.

Mas quem manda, de fato?

Michel Temer, o vice-presidente, que por ser do PMDB assumiu a articulação política e tem a presidente em suas mãos?

Ou Joaquim Levy, o Ministro da Fazenda, cuja dependência faz Dilma engolir até as suas próprias críticas?

Creio eu que os 2!
bomba.jpg

– A Nova Fórmula a ser Proposta para o Brasileirão agradará?

Modesto Roma Jr, presidente do Santos FC, faz parte do grupo de trabalho da CBF que visa mudanças na fórmula de disputa do Campeonato Brasileiro. São 8 presidentes de clubes de que se reúnem regularmente e discutem: mata-mata ou pontos corridos?

Modesto revelou em entrevista à Rádio Bandeirantes para o jornalista Alexandre Pretzel que já há uma proposta madura a ser discutida: um campeonato com turno e returno na 1a fase, onde passarão para a 2a fase 8 times em play-offs de ida e volta: os 2 primeiros clubes do 1o turno, além dos 2 primeiros do 2o turno, somados aos 4 melhores times da classificação geral (fora, evidente, os já classificados).

Serão, portanto, 38 datas para a fase 1; 2 datas de quartas-de-finais; 2 de semifinais e 2 de finais, totalizando 44 datas.  

E os Campeonatos Estaduais? Devem continuar iguais, pois, segundo Modesto:

São necessários financeiramente porque pagam muito bem e são rentáveis; e tecnicamente são bons, já que se não fosse o Campeonato Paulista, não seria possível revelar ótimos jogadores de times pequenos, como Rafael Longuine do Audax.

Perguntar não ofende, mas… e o calendário final, como ficará?

Se vingar essa fórmula, não dá para realizar Regionais tão compridos. Quantas partidas jogará a equipe que conseguir chegar à final do Paulistão, Brasileirão, Copa do Brasil, Libertadores e consequentemente Mundial Interclubes? 

O preço da competência de um bom time será o desgaste físico levado ao extremo.

E você, gostou dessa fórmula que deve ser sugerida em breve?

Deixe seu comentário:

bomba.jpg