– Hoje, só curtindo a Família

Para quem trabalha de domingo-a-domingo, qualquer folga é rara. Assim, no descanso vespertino, um belo almoço (fora de hora, claro), telefones desligados e um relaxante cineminha.

Hoje, Homem de Ferro 3. Ingressos já comprados (bem como a pipoca).

Bom domingo!

imgres.jpg

– A Proporção da Manipulação de Algumas Mídias

Que a Venezuela não é um primor de democracia, sabemos. Hugo Cháves deixou seus filhotes… Mas a manipulação das mídias oficiais impressiona pela cara de pau. Veja esse gráfico do resultado das Eleições da “Rede Venezolana de Televisión“: se alguém ganha por 50,66 a 49,07, não é quase empate técnico? Capriles, o derrotado por Maduro, quer recontagem, e a Justiça Eleitoral de lá não permitiu. Assim, ao invés de um gráfico com duas colunas da mesma altura, a emissora fez esse desproporcional abaixo:

url.jpg

Risível…

– Quando um Maluco Ataca, os Demais se Entusiasmam…

Depois que dois chechênos promoveram os atentados em Boston, outros se motivaram a cometer crimes. Já repararam que sempre é assim? Um maluco apronta, e isso acaba incentivando os demais.

Um jovem mandou cartas com pó químico para um Senador americano e para o próprio Obama. Aí outro mandou para o premier sul-coreano. Agora, tentativa de ataque no trem Toronto-NY.

Há gente que adora o caos. Que pena. Os doidos, terroristas, promotores de imbecis guerras ditas santas, fazem isso com muito gosto, achando que o medo e o ódio triunfará.

Triste, mas real.

imgres.jpg

– Árbitro abandonado por FPF, Safesp, Coafesp… O que fazer?

De fato, os árbitros de futebol profissionais estão abandonados. Leio que Maurício Fioretti, árbitro da FPF que foi agredido por um atleta do Independente (Limeira) na A3, não teve o apoio necessário para a sua recuperação total.

Quando um árbitro é agredido, a FPF o tira de escala, alegando “preservá-lo”. Assim, fica sem renda e a entidade não se assume como “patroa”, assistindo-o.

A Cooperativa e o Sindicato fizeram o quê? Manifestaram o descontentamento pelo fato e pediram a punição do atleta? E daí?

O que importa é: quem bancou financeiramente o árbitro, cobriu a renda que faltou por estar afastado, custeou os valores pelas lesões e medicamentos?

Tanto dinheiro descontado das taxas dos árbitros e, o verdadeiro retorno de apoio e luta por ele, na prática não acontece.

Curioso: a quanto tempo tanto Cooperativa e Sindicato (duas entidades de defesa do árbitro) não se desentendem com a Federação Paulista por direitos dos árbitros de futebol?

Talvez a relação trabalhista mais harmoniosa desse país seja a de árbitros com suas federações, já que nunca se ouve falar de rugas das suas entidades com os patrões.

Corrigindo: “quase patrões”, pois as entidades consideram o árbitro como ‘prestador autônomo de serviços aos clubes de futebol’, não à elas!

Em tempo: parabenizo a boa matéria publicada no site Apitonacional.com (o qual se faz jus aqui se registrar) que foi quem levantou o caso, na matéria “Árbitro Agredido Sofre com o Descaso”.

Fioretti, grande amigo: boa sorte e paciência.

Abaixo, imagem da EPTV sobre sua cinta no tórax:

imgres.jpg

– Melhores Cidades com oferta de RH para as Empresas!

Saiu na Revista Exame (ed 1039, pg 76): a seguradora britânica Aon realizou uma pesquisa global sobre as melhores cidades em oferta qualificada de mão de obra para as corporações. Os critérios eram: educação, demografia, leis trabalhistas, bem-estar social, comportamento do Governo com empresas e funcionários.

A campeã foi Nova York (1). A melhor latino-americana foi Santiago (52). São Paulo foi a melhor classificada do brasileira (65).

Das 138 pesquisadas, surgiu esse ranking:

  • 1- Nova York (EUA)
  • 2- Singapura (CIN)
  • 3- Toronto (CAN)
  • 4- Londres (ING)
  • 5- Montreal (CAN)
  • 6- Los Angeles (EUA)
  • 7- Copenhague (DIN)
  • 8- Hong Kong (CHI)
  • 9- Zurique (SUI)
  • 10- Boston (EUA)
  • 11- Chicago (EUA)
  • 12- Vancouver (CAN)
  • 13- San Diego (EUA)
  • 14- São Francisco (EUA)
  • 15- Estocolmo (SUE)
  • 52- Santiago (CHI)
  • 65- São Paulo (BRA)
  • 67- Rio de Janeiro (BRA)
  • 138- Damasco (SIR).

imgres.jpg

– Um mundo que precisa mais de Paz!

Independente da crença que você, leitor, tenha, é certo que precisamos de um mundo mais solidário, pacífico, humano.

Seja católico, evangélico, judeu, muçulmano, ateu, agnóstico… não importa. A diversidade de credos / não-credos vê o mundo se esfacelar em guerras, sejam externas ou internas.

Os atentados em Boston, as ameaças norte-coreanas, ou ainda a violência urbana no Brasil mostram que se perdeu o valor e o respeito à vida.

Como resolver?

Sei lá. Só sei que, se amássemos mais uns aos outros, nada disso aconteceria. Mesmo num mundo tão heterogêneo de culturas/ comportamentos, a paz é possível!

Curioso: no Evangelho de hoje, Cristo nos lembra: “amaivo-os uns aos outros como eu vos amei“.

É isso que falta ao mundo: paz!

photo.php.jpg

– Números e salários de Mestres e Doutores Brasil Afora

Mulheres com mestrado ganham menos do que homens; negros representam apenas 2% da população que chega ao Doutorado. Outros números interessantes revelados por UOL Educação, extraído de: http://educacao.uol.com.br/noticias/2013/04/23/mulheres-com-mestrado-ganham-menos-do-que-homens-titulados.htm

MULHERES COM MESTRADO GANHAM MENOS DO QUE HOMENS TITULADOS

O número de mulheres com mestrado no Brasil é maior que o número de homens com a mesma titulação. Elas representam 53,5% dos mestres no país e eles, 46,5%. No entanto, em termos de remuneração, as mulheres ganham em média R$ 5.438,41, 28% a menos que os homens, que recebem R$ 7.557,31. Os dados foram divulgados nessa segunda-feira (22) pelo CGEE (Centro de Gestão e Estudos Estratégicos) no estudo “Mestres 2012: Estudos da Demografia da Base Técnico-Científica Brasileira”.

Segundo o estudo, que utiliza dados do final de 2009, as mulheres têm uma participação maior (71%) nas áreas de linguística, letras e artes. Na área de ciências sociais aplicadas, onde a remuneração é maior, as mulheres representam 43,2% dos empregados.

Na segunda área de maior remuneração, as engenharias, as mulheres têm a menor participação relativa entre os empregados, 27,9%.

Os números mostram que, dentro de uma mesma carreira, ocorre diferenciação. Nas engenharias, homens com mestrado ganham em média, R$ 8.430,18. As mulheres com a mesma formação e carreira, recebem em média, R$ 6.133,98. Em linguística, letras e artes, carreira em que são maioria, as mulheres recebem em média R$ 4.013,87 e os homens, R$ 4.659,60.

Um dos fatores para essa diferença salarial, explica a coordenadora técnica do projeto, Sofia Daher, assessora técnica do CGEE, é que existem “menos mulheres em cargos de confiança, nos quais os salários são maiores”.

DISTÂNCIA REGIONAL

A diferença aparece também entre as regiões. “Em 2010, a remuneração média mensal dos mestres que eram mulheres era 44% menor do que a dos homens nas regiões Sudeste e Sul. Nas regiões Centro-Oeste e Nordeste, a diferença era respectivamente 38% e 37% enquanto que na Região Norte era 18%”, diz o estudo.

“A diferença de remuneração por gênero é algo que temos que pensar e melhorar. A educação corrige uma parte, mas não corrige totalmente a distinção que está na sociedade”, diz o presidente do CGEE, Mariano Laplane. O mesmo, segundo ele, se aplica para a população negra.

Os brancos, que correspondem a 47% da população, representam 80% dos mestres e doutores. Os pardos, que são 42% da população, representam 16% dos mestres e 12% dos doutores. Os negros são 8% da população, 3% dos mestres e 2% dos doutores.

Em dados gerais, de 1996 a 2009, a formação de novos mestres cresceu 10,7% no país. O Distrito Federal é a unidade federativa com maior número de mestres por habitante, 5,4 mestres por mil habitantes entre 25 e 65 anos de idade. Cerca de 43% desses profissionais atua na área de educação. A titulação oferece um aumento de salário –  mestres recebem 83% a mais que graduados e doutores 35% a mais que mestres.

“O mestrado é um treinamento rápido, de dois anos, que atende a uma demanda maior que o doutorado. O mestrado atende a uma demanda do setor produtivo da nossa economia. Temos conseguido expandir a etapa de ensino para regiões mais carentes, para formar mão de obra qualificada”, diz Laplane.

mestrado-mba-ou-especializacao-confira-qual-a-pos-ideal-para-voce.htm.jpg

– O Novo Velho Maracanã

Num jogo entre Amigos do Ronaldo e Amigos do Bebeto, foi reinaugurado ontem o estádio do Maracanã, mesmo sem estar pronto. Teria sido o jogo ideal para tal evento?

A grama é provisória, só será utilizada para a Copa das Confederações 2013 e depois trocada para o Mundial de 2014. Outros retoques precisam ser feitos, o acabamento não está pronto e falta até… tomada!

Quanto esse estádio já custou? Para o Pan Americano do Rio 2007, gastaram uma fortuna. Para a Copa do Mundo, fortuna e meia. Ué, de nada serviram as obras de apenas 7 anos atrás?

Os bilionários estádios brasileiros mostram algo que eu não queria ver: o pouco caso com o dinheiro público. Já imaginou se revertêssemos as verbas das arenas para a Saúde e para a Educação? Isso sem contar as quantias de corrupção não contabilizadas…

Eu gosto demais de futebol, mas nunca quis uma Copa do Mundo financiada pelos nossos bolsos. E pensar que teve gente que acreditou que “a Copa seria com investimento da Iniciativa Privada”, segundo Ricardo Teixeira…

imgres.jpg

– Esmola ou Trabalho?

Antonio Ermírio de Moraes, empreendedor de sucesso e workaholic público, disse recentemente sobre os programas de bolsas de assistência governamentais:

O povo não quer esmola, o povo quer trabalho – Antonio Ermírio de Moraes.

Será mesmo?

Será que muitos não se acomodaram com os programas assistenciais?

Será que muitos querem (e desejam) ser bancados pelo Governo eternamente?

Será que há muitos vagabundos?

Será que não confundimos assistencialismo com ludibriação demagógica?

O meu convite para a reflexão é: será que as pessoas que realmente precisam dessas verbas (ou até maiores) não são tão bem assistidas, já que o universo distribuído muitas vezes é composto por gente que poderia estar trabalhando?

Não parece que esse assistencialismo do Governo tornou-se renda fixa para alguns, e deixar de votar em seus criadores causaria medo?

Vale a pena pensar…

imgres.jpg

– Diga-me com quem tu andas, Bernardo!

Bernardo, jogador do Vasco, foi emprestado ao Santos e “não vingou”. Dizem que o famoso comportamento extra-campo o prejudicou.

Agora, mesmo lesionado e fora do time, está no noticiário: foi torturado e quase morto a mando de um líder do tráfico de drogas numa favela carioca. O motivo seria o de estar paquerando a namorada do “dono do morro” num baile funk.

O que um jogador, machucado e às vésperas de uma operação, vai fazer num baile funk no miolo da favela?

O mais curioso: Bernardo tem namorada e é pai solteiro de 4 filhos…

Taí um problema social: o cara começa a ganhar dinheiro com futebol e se perde completamente. Os clubes precisam ter assistentes sociais e psicólogos para ajudar essa gente despreparada.

imgres.jpg