– Nicolás Leoz: o fim de um ciclo? O dia em que o conheci!

Nicolás Leoz, presidente da Conmebol, abriu mão dos seus cargos na FIFA e sinaliza que renunciará ao posto máximo na administração da entidade sulamericana.

Ufa! Já era tempo, afinal tivemos 27 anos de ditadura no futebol da América do Sul. E o que mais assusta: os presidentes das federações nacionais deram a ele o poder de exercer vitaliciamente o cargo!

Infelizmente, isso mostra o retrato de nossos dirigentes…

O vi in loco apenas uma vez: um tipo bolachão, parecido com Joseph Blatter… tipicamente um cartola do futebol. E na lembrança me vem seu fillho (cujo nome não me lembro), que era um jovem aficionado por arbitragem. Conhecia tudo sobre árbitros, decorava a relação dos juízes e bandeiras da FIFA de cada país da Conmebol. Neste dia, no CT do Pão de Açúcar (hoje Audax), onde os árbitros estavam concentrados e trabalhando na Pré-Temporada, um período de treinos foi jogado fora para que o rapaz realizasse o sonho de “apitar com seus ídolos”. Lá apareceu com seu pai e Marco Polo Del Nero, a fim de conhecer os árbitros – e, em especial, Ana Paula de Oliveira e Maria Elisa Correa Barbosa, as assistentes que estavam em alta naquele período. E teve o privilégio de trabalhar amistosamente com elas lá!

O que importa é: está chegando ao fim um ciclo negro do futebol sulamericano? Quem virá em seu lugar?

Disso, eu tenho medo.

imgres.jpg

– Pacote da Dilma para baixar os Combustíveis. Funcionará?

A presidente Dilma Rousseff anunciou um pacote de redução de encargos para baratear os combustíveis no Brasil. A redução poderá ser de até R$ 0,12 no Etanol. Também confirmou que haverá mudança na composição da Gasolina, com aumento do Álcool Anidro de 20 para 25% em sua fórmula.

No papel, a renúncia fiscal será de R$ 1 bilhão em prol da indústria sucroalcooleira! Teoricamente, o preço do Etanol e da Gasolina cairão, mas…

A própria Dilma disse que não há garantias de que o consumidor final sinta o desconto. Pior: o Ministro Guido Mantega disse que a intenção real da medida é para incentivar o aumento da produção, com o benefício da maior lucratividade às usinas.

Enfim: vai cair o preço ou não?

imgres.jpg

– Análise dos Gols de Bayern 4 x 0 Barcelona

Nesta terça-feira, um fato raro: o Barcelona foi goleado por 4 x 0 pelo Bayern de Munich, com uma (rara) atuação apagada de Messi. Ambas equipes jogam bonito, e o confronto era esperado com ansiedade. A bela partida teve arbitragem de Viktor Kassai (um dia profetizado como “futuro melhor árbitro do mundo” e que apitou a final da Champions League de 2010/2011, vencida pelo próprio Barça contra o ManUnited). Com 37 anos, é um dos nomes fortes para os principais jogos da Copa do Mundo de 2014.

Vamos aos gols?

  • 1o gol: Dani Alves faz o que muitos zagueiros fazem no Brasil (e que não acontece com a mesma frequência na Europa): ao invés de pular com Dante, bobeou e ficou no chão, alegando carga e pedindo a falta. Não, o lance foi legal, pois não há braços do Dante impedindo que saltasse. As mãos do jogador do Bayern não seriam suficientes para impedi-lo. Alguns atletas  usam uma burla: ficam no chão e praticam cama-de-gato. Ali, Dani Alves falhou. Acertou o árbitro.
  • 2o gol: Mario Gomez está com o pé esquerdo buscando a bola no ar. Aquele pé da condição legal, mas o pé direito (que faz o apoio) está em impedimento. Como você deve marcar as “partes jogáveis”, errou o árbitro assistente em não marcar o impedimento (repare que o bandeira ficou torto, de “esgueio”, tentando uma melhor posição).
  • 3o gol: Thomas Muller não faz um “paredão”; faz pior! Ele vai no corpo do Jordi Alba. É falta para cartão amarelo. Errou o árbitro.
  • 4o gol: sem polêmica, tranquilo para arbitragem, embora há um zagueiro catalão pedindo impedimento. Acertou o árbitro.

Se existisse “anulação de gols pós-jogo”, seria 2 x 0. Mas, claro: o 1o gol é discutível – há (principalmente no Brasil) aqueles que entenderam falta de Dante. Repito: em nosso país, tal lance é mais comum para se paralisar do que na Europa…

imgres.jpg