– A entrevista do presidente Rodrigo ao JJ.

Dias atrás falamos sobre 3 “pendengas” que atrapalham a gestão do presidente do Paulista FC, Rodrigo Alves, e precisariam ser respondidas com urgência. Vide aqui: https://professorrafaelporcari.com/2022/09/22/a-transparencia-ajudaria-a-atual-administracao-mas/

Pois bem: positivamente, Rodrigo falou ao Jornal de Jundiaí (matéria aqui: https://www.jj.com.br/esportes/2022/09/166467-presidente-diz-que-nao-existe-candidato-ao-cargo-ate-agora.html?fbclid=IwAR0hwVtFzc4F-tC8aWrKGxstO-d5R6qYFB4IvrroirkmyhBpCEM9Sbfwebw).

Negativamente, foram respostas parciais. Ao menos, há um avanço em falar à imprensa e tentar esclarecer algumas das dúvidas cobradas (nas ótimas perguntas do repórter do JJ, que não sei quem foi, infelizmente).

Aqui, a dúvida: Rodrigo não confirmou se será candidato, e deu a entender que o dr Zuffo não poderá ser. Não tenho conhecimento profundo no Estatuto para saber se ele não estará habilitado. Aí surgirá uma outra possibilidade: um candidato elegível, com Dr Zuffo como diretor executivo (um “parlamentarismo” jundiaiense, com o poder nas mãos de um primeiro-ministro).

Aguardemos.

PRESIDENTE DIZ QUE NÃO EXISTE CANDIDATO AO CARGO ATÉ AGORA

ABRINDO O JOGO – Rodrigo Alves afirma que ainda não decidiu se vai tentar a reeleição e que quem se anunciou como candidato não pode concorrer

DA REDAÇÃO

Em semana conturbada nos bastidores do Paulista Futebol Clube, o presidente Rodrigo Peterneli Alves recebeu duas solicitações do sócio contribuinte Roberto Felpa para que apresente os membros da diretoria executiva e os extratos bancários da empresa “RPA”, que leva seu nome e administra os recursos do clube. Além disso, em entrevista ao JJ, Alves afirmou que o candidato à presidência do clube Marco Antônio Zuffo não está habilitado a concorrer ao cargo “porque não é associado”.

Roberto Felpa também protocolou os pedidos para o presidente do Conselho Deliberativo, Marcelo Cecatto, para que o Conselho cobre da diretoria executiva a apresentação de todos membros (12 ao todo). “De acordo com o artigo 60 do estatuto do clube, se o presidente não for capaz de constituir sua diretoria, ele tem que ser destituído pelo Conselho Deliberativo. O Cecatto já me deu uma resposta, disse que o processo está em andamento e que farão uma reunião extraordinária para tomar as providências”, afirmou Felpa em entrevista à Rádio Difusora.

Ouvido pelo JJ para responder aos questionamentos do sócio contribuinte, Rodrigo Alves comentou todas as questões. Acompanhe:

JJ: Percebe-se no torcedor, pelas redes sociais do próprio clube, que um dos maiores questionamentos é pela falta de transparência nos negócios do Paulista. Essa cobrança é justa?

Alves: Discordo dessa cobrança por falta de transparência, mas respeito a opinião do torcedor que acompanha os assuntos do Paulista. Não falta transparência. Nunca recusei uma entrevista a qualquer veículo de imprensa e atendo pessoalmente os torcedores que comparecem ao Jayme Cintra para pedir informações ou trazer sugestões. As contas da minha gestão são prestadas ao Conselho e até agora foram aprovadas. Temos que seguir o estatuto e preservar certas informações que necessitam de proteção.

JJ: Foi protocolado no clube um pedido encaminhado pelo sócio Roberto Felpa para que você apresentasse os extratos de uma empresa criada por você, a RPA, que, segundo informações, todos os recursos do Paulista entram nessa conta. O que é essa empresa? É fato que todos os recursos do clube vão para lá?

Alves: O associado Roberto Felpa foi o único que se manifestou de fato, porém, agendamos duas datas para analisar os documentos e ele não compareceu. Permanecemos à disposição dele, não somente dele, mas de qualquer associado do clube, desde de que agende um horário com o departamento Financeiro. A RPA foi aberta por orientação de nosso diretor jurídico à época. Hoje sabemos que foi um erro e já encerramos as atividades dessa empresa. Todos os recursos que passaram por ela foram aplicados em favor do Paulista, como será demonstrado ao Conselho de Administração assim que o novo Conselho se organizar e eleger sua Mesa Diretora.

JJ: Outra reclamação do torcedor é que você não tem uma diretoria, como exige o estatuto do clube, e que você toma as decisões isoladamente. Quem são os vice-presidentes e os diretores?

Alves: Os dois vice-presidentes renunciaram e o presidente do Conselho foi informado. Cabe ao Conselho de Administração eleger novos vice-presidentes como manda o artigo 63 do Estatuto Social. Sobre a diretoria, hoje só temos o Diretor de Futebol (Julinho). Os demais cargos da diretoria estão vagos por falta de pessoas interessadas. Convidei várias para compor a diretoria e elas recusaram porque têm receio de receber processos judiciais.

JJ: Em relação à base, em uma reunião do Conselho você teria afirmado que uma empresa é parceira do clube e que ela paga em torno de R$ 30 mil por mês. Existe um contrato entre esta empresa e o Paulista?

Alves: Fizemos parceria com um investidor que se comprometeu a bancar 100% dos custos da base, sendo, em contrapartida, o estorno do investimento em caso de êxito.

JJ: Segundo informações, o Paulista recebeu um valor pelo mecanismo de solidariedade de dois atletas: Diego Carlos, que foi vendido pelo Sevilha ao Aston Villa, e outro atleta de nome Alex. Quais são os valores que o clube recebeu referente a esses atletas?

Alves: Sobre a negociação do atleta Diego Carlos entre o Sevilla e o Aston Villa, o atleta atuou no Paulista por 64 dias, entre 18/02/2014 e 22/04/2014. O Paulista tem participação de 0,087% no valor da negociação e esse valor corresponde a 28.552,64 euros. Seguindo a regulamentação da Fifa, o Aston Villa vai pagar ao Sevilla o valor do negócio em três parcelas anuais, em agosto de 2022 (10.131,57 euros), agosto de 2023 (9.210,53 euros) e agosto de 2024 (9.210,53 euros). O Paulista receberá sua parte em idêntico parcelamento. A parcela de agosto de 2022 foi recebida pelo Paulista em 09/09/2022. Foram recebidos R$ 50.860,48. Referente ao atleta Alex Santana, que foi transferido do Ludogorets para o Athletico-PR, o Paulista recebeu R$66.144,58 referente ao mecanismo de solidariedade.

JJ: Você é candidato a presidente?

Alves: Estou recebendo muito apoio e solicitações de patrocinadores e torcedores para continuar por mais dois anos, mas ainda não tomei essa decisão.

JJ: Hoje existe um candidato a presidente nas eleições em dezembro. Não seria interessante a antecipação do pleito para que o novo presidente, seja quem for o vencedor, possa planejar a temporada de 2023?

Alves: Até o presente momento não surgiu nenhum candidato habilitado para concorrer ao cargo. Temos conhecimento de uma pessoa que se autodeclara candidata a presidente, mas essa pessoa não é associada, então não pode concorrer. A pergunta sugere que eu seja candidato. Não vejo lógica em renunciar para, em seguida, concorrer novamente ao mesmo cargo. Não é necessário antecipar eleições para o planejamento do próximo ano. O estatuto será cumprido. Enviarei ao Conselho a Previsão Orçamentária para o ano seguinte, que deverá ser cumprida pelo presidente que for eleito conforme for aprovado pelo Conselho. Por enquanto seguimos trabalhando para obter o máximo possível de receitas para esse final de ano e para o ano seguinte. Precisaremos de recursos para a base, para o time profissional, para a manutenção das atividades em geral e precisamos acima de tudo planejar o pagamento de dívidas.

Crédito da Imagem: JJ, link acima

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.