– Ufa!

Dia 123 de aproximadamente 150 vencidos. Graças a Deus.

Tentando ser “pãe” na ausência da mamãe, que está se sacrificando por todos nós (motivo em: https://wp.me/p4RTuC-Bm4).

Hoje tive uma jornada enrolada e difícil. Tomara que amanhã seja melhor!

Até amanhã.

– O 1º gol de Santos x Táchira pela Sulamericana.

1o gol do jogo –
Sobre o interminável VAR em Santos x Táchira: parece que estão procurando alguma coisa para anular o gol do time visitante e não conseguem! Viram impedimento, mão, não-sei-o-quê, não-sei-o-que-lá…
Lembrando: se existir dúvida em lance na imagem, deve prevalecer a decisão de campo. Mas o processo tem que ser rápido, não demorado… é isso que irrita: o mau uso da ferramenta eletrônica.
Precisamos melhorar demais no Brasil e na América do Sul…

– Língua Portuguesa X Língua Brasileira

As diferenças linguísticas do português falado no dia-a-dia podem trazer mudanças significativas ao longo do tempo. Estaria surgindo, apesar do acordo recente da padronização da língua portuguesa, uma nova língua brasileira?

Extraído de: http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI134039-15220,00-MENAS+POR+FAVOR.html

MENAS, POR FAVOR”

por Mariana Shirai

A gente vamos falar errado menas vezes. Por mais estranheza que provoque hoje, essa frase poderá ser considerada uma maneira culta de usar a língua… no ano de 2210. Nem estaremos nos comunicando em português, mas sim em língua brasileira. Essas são algumas projeções feitas pelo linguista Ataliba Teixeira de Castilho, professor titular da Universidade de São Paulo (USP) e estudioso da área há mais de cinco décadas. “Acho que em 200 anos teremos uma língua brasileira, totalmente diferente do português europeu e do africano”, diz ele. “Só não posso garantir, porque a linguística não é uma ciência do futuro, mas do presente e do passado.”

Castilho é autor de uma das duas gramáticas do português do Brasil que acabam de chegar às livrarias. Os livros, somados a uma exposição em São Paulo sobre as diferentes maneiras de falar do brasileiro, são uma tentativa de valorizar os desvios da norma culta praticados no país. Eles questionam a ideia de que haja uma maneira certa e outra errada de falar.

O futuro imaginado por Castilho pode parecer nada “haver”, mas se baseia em teorias fundamentadas. O professor esteve entre os acadêmicos que iniciaram o estudo da linguística (ciência que trata da linguagem verbal humana) no Brasil, na década de 70. De lá para cá, participou da criação de relevantes trabalhos da área, como a Gramática do português falado, primeiro estudo do gênero entre as línguas romanas, Para a história do português brasileiro e A linguagem falada culta na cidade de São Paulo. Ele se apoiou no conhecimento acumulado para escrever a recém-lançada Nova gramática do português brasileiro (Contexto, 768 páginas, R$ 69,90).

A obra não é o tipo de gramática com a qual estamos acostumados. “Não estou preocupado com o certo ou o errado”, afirma Castilho (leia a entrevista). “Fiz um retrato da língua como ela é falada no Brasil, com suas variedades.” Isso quer dizer que o livro não deve ser usado como uma referência de como falar ou escrever dentro da norma culta – o conjunto de regras usadas pelos falantes cultos, descritas em gramáticas tradicionais. Ele mapeia os diferentes jeitos de usar a língua, incluindo aí formas que seriam consideradas erros pelos mais conservadores. Castilho analisa expressões como “ni mim”, “tafalano no telefone” e “quem que chegou?” a partir da constatação de que são fenômenos da língua, deixando as regras de lado.

Também na trilha de identificar uma língua brasileira, o professor da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) Mario Alberto Perini acaba de lançar Gramática do português brasileiro (Parábola Editorial, 368 páginas, R$ 50). Mais concisa, a obra é a adaptação de outra gramática dele, a Modern portuguese: a reference grammar, escrita com o intuito de ensinar estrangeiros a falar o português brasileiro. “O português do Brasil (e não o europeu) é usado por 190 milhões de pessoas, é a oitava língua mais falada no mundo”, diz. “O fato de ele nunca ter sido organizado em forma de gramática é uma situação anômala, que mexe com nossos brios.”

Castilho concorda. “O futuro da língua portuguesa repousa no Brasil.” O lançamento das duas gramáticas é também relevante para o momento atual do país. “Tudo na linguagem é uma questão política. O país está numa fase interessantíssima.” Tentativas de unificar a língua, como o recente Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, podem ser vistas como um movimento oposto ao natural distanciamento e dominância do português falado no Brasil em relação às variantes europeias e africanas.

As iniciativas que valorizam o falar brasileiro não estão apenas nos livros. Em São Paulo, o Museu da Língua Portuguesa apresenta, até 27 de junho, a exposição Menas: o certo do errado, o errado do certo, com curadoria de Castilho e do professor de cursinho Eduardo Calbucci. É a primeira exposição do museu – um dos mais visitados do país – que trata da língua portuguesa. As outras mostras abordaram a obra de escritores, como Guimarães Rosa e Clarice Lispector.

Os 420 metros quadrados do 1o andar da instituição foram cobertos por instalações multimídias, jogos interativos e vídeos que tratam exatamente dos desvios da norma padrão praticados pelo brasileiro na fala, na escrita cotidiana, na literatura e na música. “Queremos mostrar que o bom falante é aquele que sabe escolher a variedade linguística de acordo com a situação”, afirma Calbucci.

A exposição aborda com sucesso a ideia de que não há maneira errada de usar a língua. Logo no início, o visitante depara com frases como “Se alguém usou uma palavra, ela existe” e “A língua varia no tempo e no espaço”. Visitada principalmente por grupos de crianças em fase escolar, a exposição pode ser um problema, caso não haja orientação correta. Mesmo que sem intenção, ela valoriza os desvios em detrimento da norma culta. “Não é uma boa iniciativa”, diz o professor Evanildo Bechara, o mais importante gramático do Brasil. “É como dizer: ‘Se todo mundo está usando o crack, por que eu não vou usar?’. Se o aluno aprende a língua que ele já sabe, ou a escola está errada, ou o aluno não precisa da escola.”

O mérito da exposição e das gramáticas de Ataliba e de Perini está em divulgar uma ideia simples e ainda pouco compreendida: a língua está em constante mutação. Por isso, não deve ser avaliada apenas a partir da norma culta. O que hoje é visto como erro pode ser abraçado pelo padrão amanhã.

todas-as-criancas-do-brasil011.jpg

Imagem extraída da Internet, autoria desconhecida.

– Tirando o Stress no meio do mato!

Ok, assumo: curto o mato, o verde e as flores!

É no jardim que meu stress some. Por isso que capricho com as minhas roseiras, sempre ajudado bastante pela minha filhota. 

Essa roseira desabrochou hoje. A mente já arejou só de admirá-la

Coisas simples que encantam! 

#FOTOGRAFIAéNOSSOhobby

– Análise Pré-Jogo da Arbitragem para São Paulo x Universidad Católica.

No jogo envolvendo Universidad Católica 2×4 São Paulo pela Copa Sulamericana, o árbitro uruguaio Christian Ferreyra foi extremamente criticado pelas expulsões tricolores e pela suposta “má conduta” nos apertos cordiais de mão. Rogério Ceni chiou bastante e o clube reclamou junto à Conmebol.

Para esta 5a feira, apitará no jogo de volta no Morumbi o árbitro venezuelano Alexis Herrera. E quem é ele?

Um jovem juiz de 32 anos, natural de Carabobo, com 11 anos de carreira como árbitro e há apenas 5 temporadas no quadro da FIFA.

Herrera apitou Colo-colo x River Plate, e neste jogo permitiu um carrinho criminoso de Paulo Díaz (RIV) em Alexander Oroz (COL), aplicando apenas o Cartão Amarelo (veja a entrada aqui: https://www.uol.com.br/esporte/futebol/ultimas-noticias/2022/04/28/sem-var-juiz-permite-falta-violenta-antes-de-gol-do-river-na-liberta-veja.htm). Um lance indubitavelmente para Vermelho. Me recordo de outro jogo dele: Junior Barranquilla x Flamengo, onde Teo Gutierrez (JRB) deu uma cotovelada em Felipe Luís (CRF) na frente dele, e só foi advertido com Amarelo. Pra fechar: uma péssima arbitragem dele no Guarani-PAR x Corinthians, onde conseguiu desagradar a todos.

Não goza de muito prestígio em jogos entre Seleções: na última Copa América, apesar de ser o representante venezuelano, apitou só uma partida. Também tem poucos jogos nas Eliminatórias do Mundial de 2022.

E por quê está no quadro da FIFA?

Ué, porque a Conmebol tem que ter representantes de todos os países. Simples. Por meritocracia, não está capacitado.

Neste jogo, temo pela parte disciplinar, que é o grande problema do árbitro, pois ele costuma pedir muita calma, ao invés de distribuir cartões (aliás, o excesso de cartões foi uma das queixas do SPFC).

Alexis Herrera (Imagem: Getty Images)

– Jundiaí entardecendo!

Agora: 18h em Jundiaí, a Terra da Uva!

Olhe só que anoitecer belíssimo temos hoje:

📸 #FOTOGRAFIAéNOSSOhobby
#entardecer #sunset #sky #céu #natureza #horizonte #fotografia #paisagem #landscapes #inspiração #mobgrafia #XôStress #nuvens #clouds

– Pra quê postar a “fatura alta” do cartão?

Não conheço a moça da matéria abaixo e nem sei o que ela “influência”. Mas postar uma fatura de cartão de crédito neste valor nas Redes Sociais, é ostentação pura, exibicionismo e desrespeito a quem passa dificuldades financeiras.

Alias, a troco de quê uma pessoa faz tal postagem na Web?

– Casagrande saiu da Globo. Normal.

Nenhum espanto – e sim todo respeito – ao fim do vínculo entre Casagrande e Rede Globo.

O ex-jogador e atual comentarista terá portas abertas em qualquer emissora. A Globo oxigenará a vaga. É relação profissional de trabalho, simplesmente. Tudo normal, vida que segue e boa sorte a todos.

– O arqueólogo da cerveja!

Que interessante! Um mestre cervejeiro especializado em história, ou um arqueólogo especializado em bebidas?

Conheça o homem que recriou os sabores das cervejas bebidas pelos egípcios, chineses de 7000a.C., turcos e até pelo rei Midas!

Extraído de: http://is.gd/ZJrLAI

BEBENDO HISTÓRIA

Depois de passar décadas rastreando bebidas ancestrais, arqueólogo recria cervejas milenares.

Por Juliana Sayuri

O arqueólogo Patrick McGovern passou duas décadas rodando o mundo em busca de cálices sagrados — e encontrou. Em recipientes usados por civilizações antigas para guardar suas cervejas, ele recuperou receitas de até 9 mil anos. Desde 1999, esse Indiana Jones cervejeiro passou a usar o que aprendeu analisando os vestígios das bebidas ancestrais para reconstituí-las com tecnologia moderna — mas ingredientes e fermentação à moda antiga. Dos dados que colheu em escavações surgiram edições limitadas de 5 cervejas fabricadas por civilizações antigas (veja abaixo).

Como diretor científico do Laboratório Arqueológico Biomolecular do Museu da Universidade da Pensilvânia, Patrick firmou um acordo com a cervejaria Dogfish para criar a linha Ancient Ales, só de cervejas milenares. Entre uma descoberta e outra, ele experimenta as receitas diversas vezes até encontrar a fórmula mais fiel às tradições. “Cada bebida é diferente. É preciso experimentar e fazer muitos ajustes, especialmente naquelas com muitos ingredientes distintos. E degustar nunca é demais”, diz McGovern. Copos do ofício.

Imagem gratis no Pixabay - Cerveja, Espuma, Vidro, Caneca | Caneca ...

Imagem extraída da Internet, autoria desconhecida.

– E o Benedetto?

Esqueça Messi, Haaland, Mbappé, Cristiano Ronaldo ou Neymar. Tem jogador mais falado no mundo hoje do que Darío Benedetto?

Num jogo horrível para se assistir, Boca x Corinthians mostraram que a Libertadores pode ser emocionante (pelos pênaltis), mas de baixo nível técnico. E o atacante argentino perdeu um pênalti com a bola rolando, e outro na decisão por pênaltis (com um chute que deve ter saído do estádio Bombonera).

Imaginaram o clima entre ele, a torcida e o clube hoje?

Imagem extraída do perfil do Corinthians.

– Dia de Santa Maria Goretti.

Hoje é dia de Santa Maria Goretti, uma jovem italiana morta numa tentativa de estupro. Compartilho a história daquela que se tornou a Padroeira dos Adolescentes.

Extraído de: http://www.cademeusanto.com.br/santa_maria_goretti.htm

SANTA MARIA GORETTI

Santa Maria Goretti foi uma virgem, martir, com muitos milagres após a morte. Ela nasceu em 16 de outubro de 1890 na cidade de Corinaldo, Itália , filha de um fazendeiro, Luiggi Goretti que mudou-se com a família para Ferriere di Conca, perto de Anzio.
No dia 16 de julho de 1902 Maria estava sentada no degrau de sua casa remendando uma camisa, quando Alexandre Serenelli, filho do sócio de seu pai arrasou Maria para dentro e enquanto ele gritava e se debatia, ele rasgava as suas roupas tentava asfixia-la, apertando o seu pescoço. Ela debateu-se e ele a ameaçou com uma faca, e ela continuou a gritar que preferia morrer a perdeu sua virgindade, então ele a esfaqueou repetidamente nas costas e depois correu. Ela foi levada para o hospital mas estava claro que ela não iria sobreviver. Nas sua ultimas horas de vida ela perdoou o seu assassino. Ela morreu no mesmo dia do ataque. Alexandre foi sentenciado a 38 anos de cadeia. Uma noite ele experimentou uma visão de Maria Goretti apanhando flores e oferendo-as a ele e dai em diante ele experimentou uma mudança de personalidade e do modo de ver vida e pediu repetidamente o perdão a mãe de Goretti. No natal de 1937 Alexandre e a mãe de Maria Goretti, receberam a comunhão um ao lado do outro, atendendo, segundo a tradição, a visões que ambos tiveram, de que Santa Maria Goretti havia feito um pedido a eles em aparições separadas. Ele tem sido citado como um exemplo pelos advogados da abolição da pena de morte. 
Em 1947, Santa Maria Goretti foi beatificada pelo Papa Pio XII, que apareceu no “Balcão de São Pedro” com a mãe de Maria, três das suas irmãs e irmãos. Em 1950 ela foi canonizada pela sua pureza e uma grande multidão compareceu a cerimonia. Alexandre estava ainda vivo e compareceu a cerimonia. Na época de sua canonização já haviam sido verificados e certificados cerca de 40 milagres resultados de sua intercessão.

Ela é padroeira das adolescentes, da castidade e das “Filhas de Maria.”

url.jpg

– E aVARcalharam o VAR?

É um cenário triste da arbitragem brasileira: o péssimo uso de uma ferramenta ótima que é o árbitro de vídeo. Às vezes, tanta lambança faz pensar que estão destruindo a confiabilidade dela para abandonar o seu uso (e se no próximo Campeonato Brasileiro a CBF quiser abrir mão da sua utilização, não há nada que a impeça).

Exemplos recentes?

De 2ª feira, o traço da linhas paralelas feito por alguém que, talvez, estivesse “fora do equilíbrio”. Repare que os impedimentos dos gols anulados do Red Bull Bragantino contra o Botafogo foram confirmados (ambos) depois de quase 3 minutos de espera (lembrando que, em lances ajustados de “off side”, deveria, segundo o protocolo, prevalecer a decisão de campo, conforme o item 3 deste post: https://wp.me/p55Mu0-2p7) e após a análise do tracejado fora do esquadro. Veja que incrível erro dessas linhas tortas:

Você pode justificar que quem está fora do esquadro não são as linhas do VAR, mas que o corte da grama está errado. Sendo assim, as linhas desse jogo foram as corretas, e a de todas as outras partidas anteriores foram incorretas?

Quer algo bizarro? Agora, na 3a feira (tem erro todo dia), em Itu (Ituano x Cruzeiro): fizeram a análise das linhas pelo lado invertido, com todo mundo de costas! Um equívoco infantil. Observe na imagem abaixo:

Se com as imagens claras o pessoal fica um tempão na frente do monitor (coisa única no Brasil, no Exterior não é assim), imagine se alguém conseguirá revisar a partir dessa imagem? 

Os dizeres “Lance Revisado” da CBF deveriam vir acompanhado de uma interrogação (Lance Revisado?)

– Os ipês rosas.

Nesta época do ano, os ipês estão cada vez mais bonitos. Eles gostam do frio, e florescem magnificamente!

Olhe aqui um exemplo de ipê rosa, exuberante, mostrando suas cores:

bomba.jpg

#FOTOGRAFIAéNOSSOhobby

– Brilhe, sol.

A beleza de um novo dia junto ao Lago do Taboão. Veja que inspirador!

Viva a natureza e seus encantos.

📸 #FOTOGRAFIAéNOSSOhobby
#amanhecer #morning #sol #sun #sky #céu #nature #horizonte #fotografia #paisagem #landscapes #inspiração #mobgrafia #XôStress #lago #BragançaPaulista

– Bom dia, 4ª feira (4 de 4).

🌅 06h15 – Desperte, Bragança Paulista, com um clarão ao fundo.

Que a quarta-feira possa valer a pena.

(E há de valer – creiamos nisso).

🍃🙌🏻 📸 #FOTOGRAFIAéNOSSOhobby
#clouds #nuvens #sky #céu #photo #nature #morning #alvorada #natureza #horizonte #fotografia #pictureoftheday #paisagem #inspiração #amanhecer #mobgraphy #mobgrafia

– Bom dia, 4ª feira (3 de 4).

🌺 Fim de cooper! Valeu o treino (além do esforço).

Estou suado, cansado e feliz, alongando e curtindo a beleza da natureza. Hoje, com essas delicadas plantas: orquídeas.

Curta flores! Elas nos desestressam e aliviam a mente.

🏁 🙆‍♂️ #corrida #treino #flor #flower #flowers #pétalas #pétala #jardim #jardinagem #flores #garden #flora #run #running #esporte #alongamento