– E aVARcalharam o VAR?

É um cenário triste da arbitragem brasileira: o péssimo uso de uma ferramenta ótima que é o árbitro de vídeo. Às vezes, tanta lambança faz pensar que estão destruindo a confiabilidade dela para abandonar o seu uso (e se no próximo Campeonato Brasileiro a CBF quiser abrir mão da sua utilização, não há nada que a impeça).

Exemplos recentes?

De 2ª feira, o traço da linhas paralelas feito por alguém que, talvez, estivesse “fora do equilíbrio”. Repare que os impedimentos dos gols anulados do Red Bull Bragantino contra o Botafogo foram confirmados (ambos) depois de quase 3 minutos de espera (lembrando que, em lances ajustados de “off side”, deveria, segundo o protocolo, prevalecer a decisão de campo, conforme o item 3 deste post: https://wp.me/p55Mu0-2p7) e após a análise do tracejado fora do esquadro. Veja que incrível erro dessas linhas tortas:

Você pode justificar que quem está fora do esquadro não são as linhas do VAR, mas que o corte da grama está errado. Sendo assim, as linhas desse jogo foram as corretas, e a de todas as outras partidas anteriores foram incorretas?

Quer algo bizarro? Agora, na 3a feira (tem erro todo dia), em Itu (Ituano x Cruzeiro): fizeram a análise das linhas pelo lado invertido, com todo mundo de costas! Um equívoco infantil. Observe na imagem abaixo:

Se com as imagens claras o pessoal fica um tempão na frente do monitor (coisa única no Brasil, no Exterior não é assim), imagine se alguém conseguirá revisar a partir dessa imagem? 

Os dizeres “Lance Revisado” da CBF deveriam vir acompanhado de uma interrogação (Lance Revisado?)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.