– Sejamos protagonistas da nossa existência.

Não somos antagonistas “do mundo”. Estamos “no mundo”, como em um teatro como protagonistas. E durante esse “espetáculo da vida”, não nos importemos com vaias ou aplausos na nossa vivência, pois não sabemos a duração do show. Simplesmente, curtamos nossa atuação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.